Ora, ora, ora… Ontem vencemos como um clube de séria A deve vencer um clube do interior!

Qualquer outro resultado em casa deveria ser considerado vexatório. GRÊMIO e Esportivo vivem em planetas diferentes desde 1980! Percebi que o time começou a se soltar mais, as pernas não parecem mais tão pesadas, algumas jogadas já estão saindo “ao natural” e ele, Everton, o Cebolinha, está voando. Joga fácil! Tivemos as estreias de Diego Souza, fazendo um gol no melhor estilo centro-avante matador – estou oficialmente iludido –  e do Thiago Neves que mostrou que tem o toque refinado e que está disposto a jogar.

Foi um jogo didático! Na coletiva o Renato falou bem do Ricardo Oliveira. Isso só pode ser algum tipo de brincadeira, uma pegadinha do Mallandro, um elogio aleatório, algo para disfarçar o interesse em alguém que possa mesmo jogar no GRÊMIO! Ricardo Oliveira é muito retiro dos atletas pra mim. O cara vai fazer 40 anos! Ou estamos com pretensões de jogar o Bola-praia masters ou estamos pagando alguma dívida. O Ricardo era muito bom em 2007 (?) agora não dá mais. O time fica muito velho! Ele é 5 anos mais velho que os jogadores mais velhos do GRÊMIO, daqui a pouco vão convidar o Tcheco para fazer a meia. Vamos com calma aí!

E o gramado da Arena? Continua inexplicavelmente ruim! Só escrevi para lembrar mesmo. O GRÊMIO tem um jogo contra o Aimoré e define sua vida no primeiro turno do gauchão, deve terminar em modorrento e desinteressante GREnal. Onde ninguém quer perder e ninguém ganha se ganhar! Li que reclamam que os estaduais não dão mais público, isso fica meio fácil de entender! O nosso futebol é a cara do país, desorganizado e gerido por quem não entende absolutamente nada de entretenimento e não compreende a torcida!

Se não tem nem um adversário ou título que valha alguma coisa arrastar pessoas para um estádio segunda-feira às 20h é ilusão. Os caras olham o futebol europeu e querem imitar, mania de brasileiro de querer imitar tudo sem entender o que imita e o que levou o original a ser assim. É tipo o brasileirão de pontos corridos, fazer isso na Espanha que tem transporte, estrutura e distâncias ridículas é uma coisa, fazer no Brasil é burrice! Ainda vou retornar ao tema. 

Por hoje é isso, ou não! Bom dia, boa tarde, boa noite!

Anderson Kegler

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.