Contra o Huachipato todos esperavam uma vitória fácil. Os mais eufóricos falavam até em goleada. Deu no que deu.

Contra o Fluminense, find alguns pensaram que não ia ser fácil conseguir uma vitória fora de casa, seek alguns disseram que um empate já seria bom resultado. Deu no que deu.

E contra o Caracas?

A vitória contra o Fluminense trouxe confiança ao time, técnico, direção e torcida. A terceira partida do Tricolor na fase de grupos da Copa deve trazer dois aspectos que vimos nos jogos anteriores: retranca adversária e uma melhor atuação da equipe.

A questão é se o Grêmio, melhor entrosado e confiante, conseguirá furar a retranca adversária. Tempo para se treinar não faltou.

Foto: Mauro Vieira
Foto: Mauro Vieira

O jogo contra o Caracas tem tudo para ser o da afirmação da equipe tricolor. Uma vitória trará uma boa posição na tabela. Já um triunfo com uma boa atuação acarretará num futuro muito promissor ao time.

Fato é que não existe jogo jogado – ainda mais na Libertadores. E o torcedor que vai na Arena precisa ter calma.

De nada vai adiantar deixar o time nervoso caso o Grêmio não consiga o gol logo cedo, ou tenha uma atuação abaixo da esperada. É preciso apoiar a equipe para buscar os três pontos. Num primeiro momento é isso que importa: a vitória.

Se ela vier com boa atuação, melhor.

 

Abração hein?!
@alemaopizoni

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.