Hoje à noite, case “em horário de boate”, case o Grêmio encerra sua participação no primeiro turno do Campeonato Brasileiro 2013. A derrota contra o Goiás no Serra Dourada foi fruto de erros individuais (Dida e Bressan) e de uma atuação apática de todo o time. Ninguém se salvou. O empate seria ótimo resultado, mas havia pouca inspiração do grupo gremista. Ademais, a classificação sofrida e guerrilhada ante o Santos nas oitavas-de-final da Copa do Brasil haviam desgastado bastante o time.

Agora o momento é outro. A perda dos três pontos para o Goiás foram “aceitáveis”, dadas as circunstâncias, porém, quem tem a aspiração de levantar a taça de campeão do Brasileirão tem também a obrigação em derrotar os clubes rebaixáveis, ainda mais jogando em casa. O adversário da noite de hoje é a Portuguesa de Desportos/SP, clube que recordamos com muita alegria, até em razão do título do bicampeonato brasileiro de 1996, e que se encontra na zona de rebaixamento atualmente.

As únicas ameaças ao time de Portaluppi no time paulista chamam-se Diogo e Gilberto. Lauro é um goleiro que mais se destaca pelos gols de cabeça que faz a cada 5 anos em final de jogo, Souza (ex-Grêmio) está em fim de carreira, Ferdinando (ex-Grêmio) e Correa são volantes toscos que “adoram” ser expulsos, a defesa formada por Moisés Moura e Valdomiro é uma piada, sendo a única saída boa de jogo do time o lateral-direito Luiz Ricardo. Em resumo, se anularmos a jogada na raiz, sem deixar a pelota chegar no ataque, a goleada é uma tendência natural.

Vencendo Portuguesa de Desportos/SP hoje e o Náutico Capibaribe/PE na próxima rodada, temos tudo para retomar a vice-liderança e seguir no encalço do bem arquitetado Cruzeiro/MG.

Tchüss, fussballteigers!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.