Viabilidade

“Toda tolice, hospital por mais grosseira que seja, sempre encontra sequazes.” Erasmo de Roterdã

 Essa frase de Erasmo, talvez seja uma das mais pura das verdades. Percebo isso ao ler discursos, textos e pronunciamentos de vários agentes políticos do GRÊMIO neste período eleitoral e por vezes fora dele também.  

Precisamos, antes de apoiar uma ideia verificar sua viabilidade. Não somente seu impacto discursivo ou a beleza de suas palavras. Sei, é fácil seduzir-se por discursos messiânicos, por palavras de ordem, por nomes pomposos ou de “grandes serviços prestados”, a política está aí para mostrar quão manipulável é o povo. Avaliar a ideia ou projeto baseado na realidade e não no campo dos sonhos é algo difícil de fazer, mas é necessário. O famoso “se” não pode ser utilizado quando vivemos no mundo real.

Falo de mundo real quando me refiro a ser cobrado pelos resultados, de precisar buscar soluções fora do mundo da fantasia. De onde sairá o dinheiro para montar o time? Quem vai organizar as finanças? Cabe ao Conselho as atividades propostas no panfleto da chapa de sua preferência? Como cobrar um jogador que está desempenhando abaixo do esperado? O que o torcedor/sócio espera do GRÊMIO? Caso você eleitor queira saber em quem votar recomendo que leia com muita atenção duas coisas: a proposta da chapa e a parte do estatuto que explica qual a função do Conselho Deliberativo, só assim é possível perceber se a ideia vendida é comprável. É fundamental, também, saber se quem diz estará disposto a fazer, mas isso é assunto para outro dia.

Não podemos mais crer nos discursos pelo discurso, ou repetiremos os erros de sempre. De nada adianta prometer incendiar Roma sem fósforos

Duas coisas são fundamentais para que a ideia dê certo: comprometimento e viabilidade. Pensem nisso!

Anderson Kegler

 

Participe da discussão

14 comentários

  1. Caro Kegler!

    Oportuno o teu comentário.
    Os vícios da campanha partidária fizeram escola nas eleições dos clubes. O método de sedução do eleitorado baseado em promessas ufanistas de difícil viabilização e que extrapolam o alcance do raio de ação de um conselheiro ou do Conselho como um todo, nada mais é, a meu modo de ver, que uma descarada demonstração de falta de respeito.
    Brincam com a paixão do incauto torcedor e dela fazem uso para alcançar objetivos que nem sempre vão na mesma direção dos interesses do clube.
    Há que se ter muito cuidado. O momento é importante e a aposta em candidaturas despojadas da vanglória e dispostas a dar uma desinteressada contribuição para o clube, deve nortear a decisão do eleitor. O Grêmio.
    Nunca esquecendo que o associado é quem escolhe seus representantes no Conselho e, por isso mesmo, é de sua exclusiva responsabilidade a qualidade de resposta dos mesmos.

  2. sábado panfletagem correndo solta , ninguém lê aquelas merdas impressas com papel de qualidade mostrando aquele monte de gorduchinho festeiro querendo uma boquinha pra aparecer

  3. é só eu que acho isso, ou a campanha pro conselho do Grêmio tá cheia de pseudo-celebridade do twitter e pouco conteúdo? até pra festa tão convocando… festa! parece grêmio de colégio, não o Grêmio!

    eu até não ia votar, devido a esse baixo nível e essas subcelebridades de internet, mas talvez vote no Grêmio do prata só pra dá uma chance pros caras, pra ver se eles fazem diferente mesmo.

  4. Estive sábado no jogo,(não foi o que esperava, mas valeu pelos tres pontos….não que com isso estamos nos acomodando ou nos acostumando…)MAS, o que me levou também, era contactar pessoalmente, muitos eu já conhecia, aqueles gremistas em campanha pelas diversas chapas. Mas o que mais me indigno, é mais uma vez ver diversos nomes concorrendo em diversas chapas, e eu me pergunto: se isto já era promessa passada nas outras eleições, de não mais se repetir estas situações, comentários que eu teci com diversos representantes das chapas, e com raras exceções, também
    pensam da mesma forma, e eu inquiria, mas porque estão aceitando isto de novo ???? pois é, é que não foi possivel mudar nos estatutos, e blá blá blá, …………vou votar sim, pois até o momento não tenho comprometimento com ninguém, mas vou votar, mas é brabo não só culpar os “cabeças das chapas” os “líderes das chapas”, mas também não vamos nos esquecer que estes “gremistas” que emprestam seus nomes para estarem em todas estas “bocas”, merecem nossa consideração ????…. mas se uma chapa prega uma coisa e eu a ela
    pertenço, como é que eu vou ter a cara de pau de pertencer a uma que prega o contrário, e mais ali adiante estou numa terceira que prega o fim do mundo ????…mas o que que é isto??? Ninguém é mais bobo….bobo é aquele que está me achando com cara de bobo.
    Por isto que o Consulado de Venâncio Aires ,NÃO manifesta apoio Oficial,a nenhuma chapa, deixamos que cada um faça a sua escolha, que cada gremista pensa no que for melhor para o GREMIO, que cada associado de minha cidade procure suas autocríticas e faça sua escolha, …aqui não tem cabestro, mas debate sim, e principalmente respeito a cada escolha, e esta sim na opinião de cada um, A MELHOR PARA O GREMIO.

  5. Já coloquei aqui, acho. Num destes jogos, no jogo contra o Santos, peguei um folheto de uma chapa, li, nele, 5 itens para fazer o Grêmio melhorar, caso a chapa obtenha sucesso na votação para o Conselho. Só que na nominata, vários, mas vários nomes já são conselheiros, aí pergunto porque já não fazem o que estão propondo?

  6. João Luiz ! E isso mesmo , festa e festa, durante as quais rola vinho do bem bom , muita comilança e o assunto só e falar mal do grupo adversário .. Já vi essa merda muitas xs nãouda nunca

  7. Becker

    Em Encantado também não tem cabresto, aqui cada um está livre para fazer suas escolhas e votar em quem quiser. Mas certa vez li no twitter de um candidato do Grêmio do Prata que no interior a grande maioria se vende, e o pior é que tive que concordar. Assumi como cônsul aqui este ano e nestas eleições, até por as vezes ser questionado pelos outros, estou procurando me informar melhor, ficar mais por dentro da política do clube, antes preferia nem saber de certas coisas pra não me decepcionar. Em nossas excursões (que por sinal estão acontecendo em praticamente todas as partidas) sempre surge algum debate sobre a eleição e o que eu percebi, tirando por base Encantado, é o seguinte: 90% dos sócios do interior estão alheios a política, mal sabem como funciona a eleição do conselho, que dirá conhecer as chapas, etc. Sendo assim, basta a cidade ter um líder ou pessoa influente mais “espertinha” pra fazer a cabeça do resto, que muitos acabarão votando sem saber exatamente em quem e pq e sem saber que podem estar prejudicando o clube. Ou seja, o líder ou pessoa influente da cidade se vende e conquista os votos facilmente dos seus conterrâneos fazendo-os votarem errado pois estes estão boiando no assunto.

  8. O lado negativo da tão decantada “economia interna” do Grêmio é a sonegação de informações fidedignas a respeito dos graves acontecimentos que “estremeceram” os alicerces da instituição.
    Tomo como exemplo o “Caso ISL”, de grande repercussão mundial e cujos mentores não tiveram, de nosso Conselho Deliberativo, o rigor devido na avaliação e julgamento de seus atos.
    Posso até ser chamado de ingênuo e/ou mal informado diante da grande exposição que o fato obteve na mídia, mas, ainda hoje me pergunto: o que realmente aconteceu?
    Já li e ouvi, tanto de parte das pessoas comuns como de dirigentes e conselheiros do clube, versões, as mais variadas sobre o episódio e confesso que até hoje estou “boiando”.
    Todos sabemos que o clube foi usado para acobertar atos ilícitos de dirigentes em transações milionárias de jogadores.
    Mas, paremos por aí, que isso é de conhecimento público. O que intriga ao observador menos avisado é que, diante da constatação do ato lesivo ao clube, não se sabe o porquê do Conselho ter optado por “arquivar” o processo de desligamento do clube dos envolvidos, “varrendo para baixo do tapete” sua decisão e frustrando as expectativas de milhões de gremistas e da sociedade em geral, que viam na instância maior do clube, o derradeiro bastião de preservação da moralidade e da dignidade institucional.
    O que fica, diante da constatação de que muitos dos que se omitiram à época hoje “posam de galo”, é que temos que avaliar criteriosamente o perfil dos candidatos.
    Seria interessante e transparente as chapas se colocarem à disposição dos associados para uma conversa frente à frente, a fim de expor o que pensam e o que pretendem.
    Mas, acho que isso é pedir demais…

  9. Darcilio Eduardo Messias
    Eu não sou cabeça de chapa, não uso o blog para fazer propaganda, nem da chapa que participo e nem de nenhuma outra, mas se quiseres conversar podemos marcar uma hora para um papo e uma ceva. Eu tenho muitas dúvidas também e quero muito ouvir o que o sócio que não participa de tudo isso tem a dizer…
    E o convite é extensivo a todos os participantes do blog. Inclusive seria bem legal se pudéssemos nos reunir uns dias ante da eleição para conversar sobre o que achamos de toda a situação. E me comprometo a não fazer nem propaganda e nem tentar induzir ninguém a votar em chapa nenhuma.
    Abraço

  10. Caro Anderson!
    Sempre que manifesto minha opinião aqui no blog procuro me desvincular de qualquer conotação de caráter pessoal. Discordar da opinião alheia, desde que de maneira civilizada, faz faz parte do processo democrático e, no meu modo de ver, é prática saudável que enriquece o debate.
    Como gremista, vejo com preocupação os “casuísmos” que a cada eleição são “ressuscitados” para alegria e gozo de alguns.
    Essas “coisas” só acontecem porque temos um Conselho que se omite de sua obrigação institucional e não acaba de uma vez por todas com determinadas práticas que põem em cheque a seriedade do regramento eleitoral.
    Estou com um pé atrás. Chega a ser hilária a posição de alguns no processo, uma vez que estão a serviço de grupos com posições distintas e, com isso, sujeitos a todo tipo de raios e trovoadas em nome de um lugar ao sol.
    Morro e não vejo tudo.
    Quanto ao convite para um papo, uma ceva e desde que o assunto seja o momento atual do nosso Grêmio, estou à disposição durante a semana, depois das 19 horas. É só marcar.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta para Becker Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.