Titulares sempre

Desde que o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado com a fórmula de pontos corridos, buy estamos acostumados a ouvir um discurso pessimista de 99% dos clubes que jogam o torneio mais importante do país. Eu sou contrário a este tipo de disputa. Campeonato sem jogo final é que nem fazer sexo e não gozar. Era muito mais divertido quando oito equipes se classificavam para o mata-a-mata. Porém, os tempos são outros e a “fórmula mais justa” é a vigente. Nada mais apropriado para o tempo da caretice dominante em que vivemos.

Foto: Edu Andrade/Agência Freelancer

O discurso pessimista que falo é aquele que mira a vaga na Libertadores e não o título nacional. Técnicos, jogadores e direções sempre se contentam com a passagem para a competição sul americana quando deveriam ter gana e vontade de serem campeões. Vanderlei Luxemburgo, atual técnico do Grêmio, está na contramão deste coitadismo. O treinador não vem poupando jogadores no Brasilerão devido a participação do time na Copa do Brasil. A ambição de Luxa contagiou o vestiário, o clube e, claro, a torcida.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

A ideia básica de um time vencedor deveria ser esta: titulares sempre. Em todas as competições, especialmente quando são duas em disputa paralela, os melhores devem estar em campo. Claro que no meio do caminho vão aparecer lesões, suspensões e outros imponderáveis, mas a premissa de disputar os dois torneios com força total demonstro a volta do espírio vencedor pelos lados do Olímpico. Luxemburgo trouxe esta ambição para o Grêmio. Nos acostumamos a ideia derrotista de que taça no armário não vale nada e que vaga em Libertadores é tudo o que se pode almejar.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Disputar a competição continental tem que ser uma consequência da conquista do campeonato. As primeiras rodadas do Brasileirão mostram um Grêmio confiante, determinado a vencer e focado. Três vitórias consecutivas sem sofrer gols, equipe consistente e reforços ainda serão agregados. Tudo isso não diminui em nada a mobilização para a semi final da Copa do Brasil. Um clube da grandeza do tricolor não pode deixar de querer ganhar tudo o que disputa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.