Meira na Band

19.03.2010

BANDEIRANTES

ATUALIDADES ESPORTIVAS 1ª EDIÇÃO: 

Apresentação: Daniel Oliveira

Repórter Grêmio – Luciano Silveira

Luiz Onofre Meira:

Sobre Silas: É absolutamente normal que no início do trabalho exista desconfiança, advice mas a diretoria está convicta que ele é um bom profissional. Certamente, physician na sequencia de jogos, viagra 40mg o time vai mostrando um crescimento.

É evidente que no futebol existe vários segmentos. O futebol se trabalha com muitas pressões. O Silas mostra que tem condições.

Sobre Victor: Nós estamos habituados a conviver com saudades. O jogador que foi dois anos o melhor na sua posição, sondagens é inevitável. Não temo nenhuma proposta oficial. O Victor está totalmente integrado. Vamos ter algumas ofertas e precisamos conviver com isso. Sondagens sim, negócios ainda não. Não aconteceu nenhuma reunião com empresários. Não recebo visitas em dias de jogo. A negociação não está em andamento, o grêmio não tem interesse em vender o atleta. O presidente é o comandante maior do clube e não tem negociação.

Participe da discussão

39 comentários

  1. Eu deveria estar feliz agora, deveria.
    O histórico recente nos mostra que esses texto prontos do meira não refletem 10% da verdade.
    “A negociação não está em andamento.”
    Sonho meu… Douglas Costa, Réver, entre outros, todos vendidos da noite para o dia.
    Já prevejo temporadas com os velhos Tavarellli, Saja …

  2. Como sempre, o discurso do óbvio. Hoje eu me considero um segmento fomentador de pressão. A diretoria também estava convicta que o Autuori era um bom profissional e deu no que deu. “O Gremio não tem interesse em vender o atleta”. Depois do que ele falou, by, by, Vitor! E se durma com um barulho destes.

  3. o que seria do Grêmio sem o Victor? Prefiro nem pensar

    Mesmo em 2008 quando fomos bem no nacional( O ASSUNTO NÃO É ROTH) ele sempre salvava a paçoca com 3, 4 defesas por jogo…

    a invencibilidade do Silas contra timecos deve-se ao Victor

  4. É preciso compreender o mercado da bola antes de pensar em tantos argumentos simplistas ou de acusar o dirigente A ou B.

    Obviamente, também ficarei muito chateado com a venda do Victor. Assim como a de Mário, ambas infelimente serão inevitáveis após a Copa do Mundo. No momento, não há nada de concreto. Porém, dada a condição de clube financeiramente esgoelado do Grêmio, não temos alternativa.

    Porém, as coisas não são tão simples assim.

    Quando ocorre uma negociação, o Grêmio não é trouxa de vender barato seus melhores jogadores. Simplesmente não há alternativa para um clube que deve tanto dinheiro e o mercado inteiro sabe disso melhor do que ninguém e se aproveita desse fato. Clubes com dívidas de longo prazo e em valores menos vultosos conseguem manter um percentual maior da venda de uas principais estrelas ao invés de terem de rateá-la com agentes, ex-clubes e empresários (conselheiros ou não). Portanto, o nosso poder de barganha é muito pequeno.

    Digamos que eu não seja um milionário, mas queira ter um carrão. Não posso comprar o carro 0 Km, nem um usado com poucos meses de uso de um vendedor que ganhe os tubos e queira apenas comprar um carro mais caro. Eu preciso procurar alguém endividado, cujo patrimônio familiar esteja comprometido, que tenha se visto obrigado a penhorar o seu carro com um ano ou dois de uso pra oferecer não mais do que 20% do seu valor de mercado. Ele vai aceitar correndo. Este é o Grêmio de hoje.

    A gente pode E DEVE, sim, discutir Rochemback, Souza (não se investe caro em jogador acima de 25 anos, pois eles não tem mais mercado de ponta na Europa – o T. A., o Cruzeiro e o SPFC não compram os direitos de jogadores acima dessa idade), William, Oséia e Ferdinando, sim. Porém, bem ou mal, todos enquadram-se nessa categoria do que é possível a um cara esgoelado, pouco criativo e mal relacionado poder adquirir. Nessa condição, naturalmente, os erros de avaliação tendem a ser maior do que os acertos.

    O jogador brasileiro, por ser normalmente mestiço, dificilmente consegue obter cidadania européia, ao contrário do argentino e do uruguaio. Por isso, nossos jogadores custam menos.

    Zagueiros e goleiros valem uma merreca, pois são o que o mercado europeu produz de melhor em casa, mesmo. Além disso, foi necessário renovar com Jonas por esse valor porque o jogador, por mais limitado que seja, no atual estágio de debilidade técnica do futebol brasileiro, é rei com um olho em terra de cego. Como seu contrato estava se aproximando dos últimos seis meses, caso tivesse estourado esse prazo, o Grêmio o deixaria sair de graça. Um atacante como Jonas, que tem mercado na Grécia, em Portugal, em times médios da Espanha, no Japão ou no mundo árabe vale mais do que Victor.

    Victor ainda tem um outro agravante contra o seu valor: ele só é convocado esporadicamente e não será titular. Caso tivesse como desbancar Júlio César (hoje, o melhor goleiro do mundo – o que ele tem feito na Internazionale e na Seleção não é brincadeira; líder, regular, milagreiro e bom de marketing pessoal), aí a história poderia ser diferente.

    Mário Fernandes, por sua vez, nunca foi convocado pela Seleção. Ele ainda possui um valor baixo devido ao fato de ser um jovem apenas promissor em nível mundial. Além disso, o fato de ter jogado durante muito tempo fora da sua posição original (conhecida por todos os olheiros europeus)

    O Grêmio ainda irá permanecer assim durante mais uns 10 anos caso não se invista PRA VALER nas categorias de base. A demissão do Paulo Deitos foi fruto da ignorância de um Meira que foi diretor de futebol na segunda divisão como assessor do Guerreiro quando o Rafael Bandeira dos Santos era presidente em 1992.

    Porém, todos os movimentos de situação e de oposição foram consultados quanto a nomes para assumir o futebol e NINGUÉM quis se apresentar. Por isso, Meira vai ficando.

    E, a fim de demonstrar personalidade, que não é marionete de ninguém, o presidente Duda bate o pé nessa convicção e nessa confiança exagerada sobre Meira.

    O Grêmio está encerrando um condomínio de credores com sucesso. Porém, outro já está em conversação, pois trata-se de evitar que o Olímpico e/ou o Cristal e/ou Eldorado do Sul sejam penhorados pela Justiça.

    Isso não é segredo de ninguém. E justifica em parte o fato de o nosso marketing só funcionar na questão do licenciamento e de não se investir mais em comunicação digital.

    Mesmo assim, já foi muito, muito pior: Odone fez uma aposta alta e perdeu já em um período de penúria. Ele endividou ainda mais o clube pra tentar ganhar a Libertadores. E a manutenção dos maiores jogadores além do lucro e do reconhecimento também a partir da premiação e do convite para amistosos na Europa na temporada seguinte depende única e exclusivamente do título, que não veio.

    A torcida jamais aceitaria algo diferente. Contudo, o ideal para o Grêmio seria tentar Gauchão, Copa do Brasil e vaga à Libertadores sem investir pesado pra ser campeão brasileiro (o campeonato mais difícil).

    É preciso pagar muitos títulos (de dívidas) antes de se começar a ganhar títulos dentro de campo.

    Enfim… A saída é a base. E, mais uma vez, repito: falar é muito fácil.

    Agora, vou para o jantar em homenagem ao nosso querido Hélio Dourado!

    []’s,
    Hélio

  5. Helio, ao vender um jogador que vale 10 milhões de euros, como o Réver, por 5 milhões, não torna o Grêmio (ou aqueles que o venderam) trouxa por vender um jogador seu barato?

    E essa história da cláusula contratual não cola…

    Qual foi a urgência em se vender tão baixo assim o seu patrimônio futebolístico? Grana viva, à vista, pra desonerar patrimônio físico e tocar a tal arena? Ou o recurso foi pro futebol mesmo?

    E agora com o Victor a mesma história…

  6. Guga,

    Discordo totalmente de ti porque isso tem acontecido desde muito antes de se pensar em Arena. Aliás, a alienação de bens do Grêmio é um dano avassalador ao patrimônio independentemente de haver ou não a arena.

    Por exemplo: de que adianta pagar um salário irreal pra manter dois ícones se não daria pra manter um plantel minimamente medíocre? O Boca está aí pra nos provar – torrou 20 milhões de euros ao Villareal + um salário europeu ao Riquelme. Só deu certo no primeiro ano, quando ele lhes deu a Libertadores.

    Pergunto: quebrar o clube e abrir uma perspectiva nefasta de passar no mínimo dos mínimos cinco anos sem ganhar nada vale a pena?

    É preciso conhecer um pouquinho mais de finanças e compreender o fato de que jogadores brasileiros de defesa valem muito pouco – ainda mais se forem mestiços.

    []’s,
    Hélio

  7. em 2 anos de contrato o Jonas vai ter custado ao Gremio uns 4 milhoes de reais. Aí já se vai uns 30 a 40% do dineiro da venda do Vitor.
    é ou não prá enlouquecer?
    porisso Fora Meira Já!!

    cbimbi

  8. O Renan não foi vendido por 6 milhões de Euros para o Valência?

    E, Helio, tu discordou de uma pergunta, uma dúvida minha? Não entendi…
    E respondo a tua pergunta “quebrar o clube e abrir uma perspectiva nefasta de passar no mínimo dos mínimos cinco anos sem ganhar nada vale a pena?”
    Não. Mas isso não se aplica à venda do Victor, mas às peripécias com o financeiro que vêm acontecendo desde muito.

  9. E o Breno não foi vendido pelo São Paulo por 18 milhões de dólares?
    Lembro que a cifra era bem grande também, e este é um caso recente de venda de “jogador de defesa brasileiro e ‘mestiço'”.

  10. ah por favor, todos sabemos que o Grêmio não é nenhum Real Madrid que pode sair fazendo loucuras a qualquer hora, mas estamos falando do Victor!
    Poxa vida, o cara é o melhor goleiro que temos desde os bons tempos de Danrlei, que se acabaram la por 2001!
    Será que ele não merece uma pequena “insanidade” da direção e um aumento significativo de salário e de contrato???
    Essa história de que precisamos vender alguem pra bancar o ano não cola, já se foram Rever e Douglas Costa em 2010.
    Se o Jonas mereceu os 170 mil mensais, pq o Victor não pode ganhar 300 mil???
    É muito dinheiro, claro que é, mas ele é o unico desse grupo atual que merece. Melhor que pagar uma banana pra meia duzia de perna de pau que estão lá encostados!!!
    Isso sim é quebrar o clube!

    Tenho muito medo dessas especulações, pois elaas sempre acabam se confirmando. Ainda mais quando temos um histórico recente de vendas desesperadas, por valores irrisórios e que acontecem logo depois de serem negadas pela diretoria, vide o caso Douglas Costa.

  11. O Duda colocou a própria casa como garantia pro Jonas renovar.
    Que tipo de propriedade será que vale o Victor?

  12. Hélio!
    Vende quem precisa, compra quem pode. Tudo bem. Mas o que se espera do agente vendedor é que valorize seu produto e que a sua venda compense o investimento feito. O Gremio tem vendido mal seus jogadores e tem lucrado muito pouco porque tem se submetido ao apetite de parceiros cujo único interesse é o lucro. Perde o jogador, ganha pouco e faz a alegria de empresários e/ou investidores, já que o ônus maior – a manutenção do atleta – cabe ao clube. Esta regra eu não consigo entender, muito menos, aceitar. Mais melancólico do que se submeter a uma imposição de mercado, é se submeter passivamente a uma exdrúxula ordem de valores, abdicando de sua condição primeira dentre as partes interessadas. Agora, se acrescentares aos teus corretos argumentos o despreparo dos dirigentes em lidar com estas situações e a demasiada e submissa confiança depositada nas “boas intenções” dos parceiros envolvidos nas transações, concordarei ainda mais contigo. Essa gente vem ganhando dinheiro adoidado e empanturrando o clube com jogadores em fim de carreira e desvalorizados no exterior – sob o beneplacito de dirigentes despreparados – e que para cá retornam ganhando muito do dinheiro que poderia ser investido numa maior participação nos direitos de comercialização de jogadores jovens e promissores. Será que os empresários que representam os jogadores aceitariam abrir mão de uma parcela de seus ganhos em nome de uma causa maior? Digo que não! Porque não estão aí para dar vantagem a ninguém. A vitrine que se chama Grêmio de Futebol Porto Alegrense é griffe mundial, por isso é que eles aqui vem a procura de um espaço para desovar seus desconhecidos ou desacreditados clientes com a finalidade de valorizá-los, dando-lhes um considerável “up grade” na carreira. Prova disso é que nos últimos anos, jogadores que para cá foram trazidos por eles somente com essa intenção, foram valorizados N vêzes no espaço de menos de um ano. Porque será? Deixemos de ser ingênuos a ponto de nos conformarmos com as surradas evasivas que procuram explicar o inexplicável, o que está latente, o que todo mundo vê. O Gremio vai vencer este condomínio, vencerá o próximo e tantos quantos vierem, porque mesmo vendendo mal, vai se safando aos poucos, empurrado pela sua torcida e pelo apelo de sua imortal marca que é o que realmente sustenta essa sua cambaleante caminhada.

  13. Se tivessem que vender para sanar apenas dívidas feitas por gestões anteriores, os argumentos do Hélio seriam mais aceitáveis. mas esta direção está vendendo para custear seus próprios gastos loucos (Herrera, Jonas, etc.). Cambada de ineptos.

  14. ME DIGAM SE NÃO É PARA FICAR LOUCO!

    “É evidente que no futebol existe vários segmentos”.??? QUAIS CARA PÁLIDA
    “Nós estamos habituados a conviver com saudades”??? DE QUEM?
    “Não temo nenhuma proposta oficial”??? DO VERBO TER OU DO VERBO TEMER???
    “O presidente é o comandante maior do clube e não tem negociação”.??? COMO ASSIM??? O PRESIDENTE MANDA???

    VAI ENTENDER…

  15. Só para demonstrar a “competência” desta gestão Duda/Meira/Deitos estou relacionando os jogadores juniores e juvenis perdidos/mal vendidos para outros clubes:
    JUNIORES: Thiaguinho (ld) e Rafael Paraíba (atac.) (Croácia); Tiago Dutra e Bruno Renan (volantes, Villareal-ESP – 1,8 milhão de Euros), Rafael Martins atac.) (Pão de Açucar); Gottfried Antonio Golz (goleiro de 17 anos, 1,98 m, Vasco da Gama), Douglas (meia, 17 anos, Vasco) Lipe (atacante, 20 anos, Vasco), Paulinho (volante, Vasco) e agora, ao final do mês, Alex Sandro (centroavante, SCI).
    JUVENIS: Henrique (meia), Diego (volante), Murilo (atacante), Fábio (Volante, sub 13), Lucas Severo (volante, 15 anos) e Matheus (volante, filho do Paulo Roberto, Coelhinho), TODOS PARA SCI.
    O Grêmio contratou dois REFUGOS DO SCI: Fogaça e Douglas (meia), que já mostraram não ter condições de jogar futebol.
    Este é o quadro geral no nosso tricolor.
    Concordo com o Sr. Hélio S. Paz, que a prioridade deva ser as categorias de base do clube, só que a realidade desta gestão não condiz com os interesses dos torcedores.

  16. Erick, tuas informações são importantes, todavia tens de contar integralmente o que aconteceu. JUNIORES: Bruno Renan retornou. Os demais nunca chamaram à atenção. R. Paraíba e R. Martins são muito ruins. JUVENIS: Lucas SEvero. Perdemos por PIRATARIA (crime a ser denunciado ao Min Público do Trabalho). Espero que o novo Diretor das Categorias de Base do Grêmio, proceda à denúncia de pirataria devidamente instruída.

  17. Vitor, tens razão. Há jovens que necessitam ser negociados, até mesmo para dar oportunidades a outros talentos. Bruno Renan ainda não estourou. Entendo que o Fernando é melhor. O Grêmio é um clube ético, independente de quem o dirige. Mas nem todos são assim.

  18. Esse Erik não diz a verdade. Aliás até trabalha no Vasco a mando de alguém…
    Os juvenis que o Inter tirou do Grêmio, com excessão do que eles pagaram para o Eder, já foram mandados embora(Diego, Murilo e Fábio). Lucas Severo é pura pirataria como falou o Vitor e a história oficial logo vai ser contada.
    Os Jrs que ele citou o único que presta é Bruno Renan que realmente é só 40% do Grêmio. Paulinho outro que poderia jogar, foi no tempo de Rodrigo que foi embora.
    Esse Erik conhece como poucos as dispensas, mas faz uma análise tendenciosa e queimando os homens que ele sempre apoiou.
    Alex pode ir onde quiser jogar, até no teu Vasco viu Erik, sei que seu empresário até ofereceu a vcs e como é ruim ue não joga nada fez um gol só em todo campeonato Brasileiro e dois na copinha eles(vcs)não quiseram.
    Matheus filho do Coelhinho, empresário de jogador que inclusive ganhou 30% de graça do GALVÃO do GOLEIRO TIAGO, não joga patavina, eu assisti diversos jogos da baba do Juvenil, onde às vezes pegava o time no segundo tempo e não tem condições.
    Erik daria muito trabalho escrever todos os novos que vieram esse ano e dos quais tu não sabe nada pelo visto e que levantaram 06 Canecos para meu Tricolor.E AGORA ACABOU A VIGARICE DE DAR 50, 60% e AINDA PAGAR PELO RESTANTE.
    Em 30 anos de EFIPAN, o Grêmio só havia ganho dois campeonatos, com a coragem do DEITOS E SUA EQUIPE em mandar embora o filho do Chapinha e por o Gabardo treinando com a metodologia do Aguiar, ganhamos o TERCEIRO.
    O BRASILEIRO SUB-20 BI CAMPEÃO, o que é mais difícil de ser, tinha Matheus Magro Felipe, Fogaça e Douglas(ESSES DOIS ÚLTIMOS OS REFUGADOS DO scI), que vieram esse ano E, do time inscrito na competição, somente quatro jogadores eram do último ano.
    Se tu pensas que sabeS da base do Grêmio, eu também sei e acompanhava todos os jogos em Eldorado e pude constatar este ano o excelente trabalho não só técnio/tático de toda equipe do Deitos, mas também a disciplina e forma de conduta de todos os plantéis.

  19. Começo a pensar que a melhor solução para o caso Meira é não se falar mais nele, ostracismo. Igual, se ele ou o Presidente não quiserem, não sairá. Assim, evitaremos desgastes desnecessários.

  20. Então, ARTHUR, é exatamente isso que venho tentando passar a todos gremistas que conheço. Nâo se pode escrever ou falar nada a respeito da conduta da atual direção, em termos de ética e ou legalidade. Erros existem, sim, todavia, como gremista, sinto-me honrado por ter participado da eleição do DUDA, mesmo divergindo hoje em alguns pontos. A questão da base é delicadíssima: está o futuro da Instituição Grêmio. Por isso é q fiz “terra arrasada” com a saída do DEITOS. Acho que temos de criticar o que entendemos estar errado ou equivocado, no entanto temos de nos unir em torno do Grêmio, apoiando sim a Direção, naquilo que de bom está sendo feito. A credibilidade retornou ao clube, as finanças estão organizadas (com algum aperto, o q é normal no País)e o futebol começa a dar sinais de conquistas. Respeito a todos que aqui criticam e se manifestam, gostaria apenas de ler tb elogios aos que nos dirigem. Mas quem sou eu, caro Arthur, um torcedor passional, “desesperado” e canso a todos com meu “choro”! Grande abraço!!O QUE IMPORTA É O GRÊMIO!!

  21. Se há necessidade de torrar dinheiro em um jogador caro com uma certa qualidade, que JAMAIS o seja para pagar a ele um salário maior do que ao de um prata da casa de resultados comprovados.

    http://www.jogadoresdobrasil.com/home

    Apresento-lhes o primeiro, maior e constantemente atualizado banco de dados de jogadores nascidos no Brasil que atuam no exterior: gols, títulos, lesões, clube atual, passagens pela Seleção (inclusive de base), etc.

    Eis o primeiro recurso para quem quer se livrar dos pacotes e da dependência dos agentes.

    Vou radicalizar: quem não buscar jogadores aqui, é inepto: não pode ser dirigente de futebol.

    []’s,
    Hélio

  22. É isso aí, Hélio. Embora sejas um “severo crítico”, estás sempre propondo e apresentando sugestões ao clube. Meus parabéns, amigo! “Não desistiremos jamais”! Lembram? Então, mesmo q sejamos rotulados, continuaremos tentando ajudar. Por escrever isso, pergunto ao Hélio se ainda irás conversar com o Pacheco. Eu penso que sim; que deves ir. Creio na grandeza das pessoas que dirigem o Grêmio, mesmo que estejam um “pouco” brabos com a gente (DUDA, PACHECO,…entendam-nos, pois queremos o bem da Instituição). Sério, Hélio, vá lá conversar com o Pacheco. Abração

  23. boa intervenção, Trindade: isso de jogador de Gremio passar pro outro lado e vice-versa é muito antigo e não quer dizer nada.
    O Paulinho, tive duvidas, era bom , mas perto do Fernando, p.ex. não joga nada…
    Sabes dizer onde foi parar o Marçal, o negrinho lateral esquerdo e o Marcus Vinicius, uma alemãozão bom zagueiro de uns 2 anos atrás?

    cbimbi

  24. TRINDADE, esqueci de registrar meus cumprimentos pelas fidedignas informações da base. Grande prazer tê-lo aqui, no blog, conosco!! E/T: jogadores verdadeiramente gremisttas, que deixam de jogar pelo Grêmio (em atividade ou não), mas que continuam “vestindo a camisa” não são todos. Uns, viram empresários (nenhum problema se respeitarem o Grêmio), outros “viram a casaca” ou investem contra a Instituição..Por isso é que nossa belíssima história, cidadãos como IURA, TARCISO, DANRLEI e outros tantos , sempre estará lembrando-os.

  25. Pelas descrições percebe-se que existem uma abutres, aves de rapina, na paquera para fazer negócios leoninos com o Grêmio.

    Pagam altos valores por uma parte de passe de jogadores que só terão futuro se o Grêmio der a oportunidade de jogarem (ou outro clube). E dão generosos percentuais.

    Aí entra alguém que leva a coisa a sério e a QUADRILHA – BOTA QUADRILHA NISSO – COMEÇA A QUEIMAR O CARA.

    PROFISSIONALISMO do tipo venha a nós o vosso reino.

    Coitado do Grêmio na mão de gente assim

    BRAVA E PRINCIPALMENTE INGÊNUA GENTE GREMISTA que destrói outros gremistas abnegados pelo clube para ENRICAR esses profissionais do próprio e único interesse.

    Passei a controlar quem dá for;a para essas aves de rapina.

    São antigremistas.ou mercenários VENDILHÓES DO TEMPLO.

    :D :P :x

  26. Cesar:
    O Marçal parece que foi emprestado, tendo em vista que depois da volta de Lúcio, havia ainda, Colaço e Fabio Santos. O mesmo para o Marcos Vinicius, apesar de Meira achar ele muito ruim, foi emprestado ao São Cristovão-RJ e segundo informações tem proposta de um clube Espanhol ou Português. Só o Meira para não enchergar isso.

  27. Cada menino que vive no Olímpico custa R$5.000,00/mês. Pouquíssimos irão vingar no profissional. Então, participar de torneios na Europa e negociar aqueles que certamente não servirão ao nível do Grêmio é uma atitude mais do que correta e planejada.

    O Meira não entende nada sobre quem é ou deixa de ser bom quando há pelo menos cinco especialistas que decidem quem fica e quem chega depois de uma avaliação bastante criteriosa.

    []’s,
    Hélio

  28. O Meira esse é o Sarney do Gremio, é impressionante como só faz c#g#d# e permanece no cargo; ninguem quer o cara e ele continua.
    (#=a)
    O Marcus Vinicius é um zagueirão de boa técnica e muita raça, não sabia que ele tinha ido pro Sao Cristovao, coitado do cara…

    cbimbi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.