Sem dificuldades

O Grêmio de ontem foi o Grêmio dos últimos jogos. Toca bem a bola no meio de campo, evita dar balão da zaga para o ataque e sofre para entrar na área com centro-avante, sempre tem que vir alguém de trás. Os gols sairam ao natural e o primeiro foi logo aos 4′ de jogo, numa cobrança de falta alçada na área que deu um REBOSTEIO e Brandão cabeceou na trave sobrando a bola então para o nosso ídolo IMORTAL-NUNCA-VOU-EMBORA-SOU-GREMISTA-TITULAR Rafael Marques, que sem pestanejar meteu a CANELA na bola abrindo o placar. Só para constar, quarto jogo dele como títular e vem rendendo bem. O segundo gol veio num lançamento magistral do Marquinhos pro Escudero. Mas foi um BAITA BALÃO que o catarina mandou pro argentino, que se aproveitou da sua velocidade e entrou cara a cara com o Fábio, dominou com a esquerda e finalizou com a direita, um belo gol.

E foi isso, de resto o Grêmio nunca teve a vitória ameaçada, controlou bem o jogo trocando passes no meio de campo, Rocha e Fernando foram muito bem na marcação e distribuição de bola bem como os três homens do meio, que variavam as posições e sempre em boas chances de criarem jogadas, tanto que Douglas quase fez um golaço no primeiro tempo com a bola batendo na trave num chutaço da entrada direita da área.

O destaque (?) da partida vai para André Lima, que sentiu dores no joelho e foi vetado, com isso deu a possibilidade de o Brandão jogar e não foi mal, faltou ritmo ao jogador. Fiquei com muita vontade de ver o Miralles fazendo a função de centro-avante e parecia que isso ia acontecer quando apareceu o numero 9 na plaquinha de substituições. Brandão chegou a sair do campo, aplaudir para a torcida mas Roth voltou atrás e tirou a dupla de sempre, Marquinhos e Escudero, para a entrada de sempre, Miralles e Adílson. EdCarlos que sentiu uma lesão saiu para a entrada de Vílson, que ao meu ver é titular dessa zaga, seja no lugar do Ed ou no lugar do Rafa.

Assim como eu havia pedido no post de pré-jogo, um gol logo cedo deu tranquilidade pro Grêmio construir a vitória de forma simples e sem sustos, pois o Cruzeiro só respondia com jogadas de Montillo, que é craque. Com a vitória estamos bem longe da zona de rebaixamento e Côpa começa a aparecer no horizonte, bem ao fundo. Quem sabe não dá pra buscar.

Sigamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.