São Paulo x GRÊMIO 21h – Morumbi

Duelo de tricolores hoje pelo Dilmão2014 . Aproveitem o horário de boate e assistam nos bares consumindo uma gelada ou não tão gelada porque está frio.

O jogo de hoje é uma excelente oportunidade do time do GRÊMIO mostrar maturidade e embalar de vez no campeonato.

Avante GRÊMIO!

Sempre Imortal, pills o blog da torcida GREMISTA!

Participe da discussão

31 comentários

  1. Centroavante de 500 mil por mes…..perde gol pra caralho….no final perde um gol a cara a cara com o goleiro.
    E dose!!!!!

    1. Cara, e o pior de tudo é que o barcos pelo menos lá na frente tá prejudicando demais o time, pois em muitos lances, não só o ultimo contra o sp ele deixa de fazer o mais simples pra fazer o mais difícil… Tinha dois na área junto com ele pra ele poder passar a bola, e ele tá preferindo isolar do que tocar para alguém e fazer o gol. E depois não adianta botar a culpa no goleiro se temos centroavante com perna de pau e dois tapa olhos e um zagueiro que na hora de pular em uma dividida pelo alto, ou para voltar do campo de ataque parece que tem um elefante nas costas…

  2. Esperar que essa direção composta por moloides ou esse treinador cagalhão tire o varzeano do Barcos o time é esperar um milagre.
    Já vi centroavantes, Excelentes, Ótimos, Bons, Ruins, Péssimos, abaixo do c* do cachorro e o BARCOS! Esse Barcos é pior que o Nando Lambada e o Bizu juntos.

  3. MARCELO , ÍDOLO DOS VERMELHOS E DA INGENUIDADE GREMISTA … ENTREGOU OUTRA VEZ …

    S. LORENZO , EM DOIS JOGOS, CHUTOU UMA BOLA EM GOL … GROHE ACEITOU … DECISIVA FALHA …

  4. MARCELO , ÍDOLO DOS VERMELHOS E DA INGENUIDADE GREMISTA … ENTREGOU OUTRA VEZ …

    S. LORENZO , EM DOIS JOGOS, CHUTOU UMA BOLA EM GOL … GROHE ACEITOU … DECISIVA FALHA …

    BARCOS… PRESSÃO DOS ESPERTOS VERMELHOS …

  5. Um galato com grife…mas se alguem fala que eh fraco dizem que torcemos pela tese. Falhou contra N0B san lorenzo grenais chapecoense botagogo sampaulo…mas sempre havera um argumento de defesa para justificar a falha…o chute era forte…tinha um monte de gente na frente..o zagueiro nao marcou..

  6. O problema do ghroe é que ele não pode errar, porque os atacantes são ruins e nunca fazem a parte deles, daí se ele falha aparece mais.

    Se tivessemos atacantes que fizessem gols fora do gauchão, talvez alguns tivessdm outra imagem do ghroe.

    Ps. Mais um vez o rui costa e o enderson dão entrevistas patéticas. Viva a derrota! Viva o comodismo! Viva a mediocridade!

  7. O sr Nabarcos perde toneladas de gols, ai a culpa de do goleiro!
    O luan se lesionou e subliminarmente foi retirado do time, ja os canceres Nabarcos, Macarrao podem errar a vontade

  8. Problema que time que quer ser campeão tem errar menos.
    Problema que time campeão do brasileiro perde umas 6 partidas todo o campeonato.

  9. Só a torcida para tirar esta naba do time. Ou tiramos na base da porrada ou vamos lutar por uma vaga na Sul Americana. Nunca vi nada igual. Este cara é um varzeano e o treinador não tira do time por medo. Os próprios companheiros acho que já estão boicotando, pois o Breno poderia dar o passe e preferiu chutar. Deve ter pensado: “se eu der o passe ele vai errar”.

  10. onde esta jogando o EX goleiro do SANTOS == ” DIEGO ” ????????????????????? em que time da europa ? M G , NAOOOOO ME ENGANA ok ! E fraco NA HORA H / DECISIVA .

  11. Derrota normal pra um time que não passa segurança, é instável e repete os mesmos erros e defeitos jogo após jogo.

    Ou alguém suporta ainda ver o Pará chegando na linha de fundo pra errar cruzamento ou tocando pra trás e pros lados sem nenhuma eficiência? Lateral enganador, apenas esforçado desde sempre, mas é convicção de treinador e direção.

    Outra enganação: Barcos centroavante que sabe jogar bola mas não sabe fazer gols, de que nos adianta? Dá balãozinho, mata no peito balão de zagueiro, corta prum lado e pro outro, faz boas jogadas, as vezes constrói pra si mas é ruim nas finalizações e não tem presença de área. O lance que perdeu contra o SP ilustra isso, balão do Bressan e Barcos consegue matar no peito e tirar o zagueiro são-paulino e ir na cara do gol… daí faz o que? Dá um chutaço longe do gol… é o legítimo quase-gol. Prefiro muito mais centroavante tosco que não sabe jogar mas tem presença na área e mete gols.

    Outro enganador: Dudu, velocista nato, faz uma correria danada, lances de efeito e na hora de passar a bola no penúltimo lance ou na hora de concluir, vira um pereba, protagoniza lances bisonhos. Ou seja, suas jogadas, dribles e correria esteticamente enganam que vê jogar, mas redundam quase sempre em nada.

    Três titulares absolutos que nunca são substituídos e são três enganações pois as qualidades deles não compensam os defeitos pra equipe. A não ser pra treinador e direção que gostam de levar de quatro em Grenal e acham normal. Só os bocoiós da direção e comissão técnica ainda não se deram conta disso e insistem com esses jogadores ao invés de ao menos dar mais chances a outros, como Ramiro, Raul do juvenil, Canavarros do jnrs pra lateral, e Lucas Coelho e Éverton para o ataque.

    Ao invés disso entra o Zé Roberto de 12º jogador que não tem característica pra mudar uma partida. Ontem o Burrenderson tirou o Breno na sua melhor atuação pra colocar o menino Biteco de lateral esquerdo… numa substituição esdrúxula que poderia queimar dois meninos pra dar vaga a um veterano que nada agregou naquele momento da partida.

    Rodriguinho que vem fazendo gols, é um jogador comum, longe de ser solução pra nosso meio, no máximo, um reserva útil mas agora virou titular absoluto e bruxo do treinador, e assim vão se criando verdadeiros conceitos errôneos de time e a promessa de chances pra base nunca acontece como o jogador do Kofre e o pseudo Projeto Avançar Juntos, verdadeiro estelionato eleitoral que empalidece a ilustre trajetória do nosso maior presidente que agoniza numa gestão de dar dó com um dep. de futebol fraco e um treinador mediano refém de medalhões…

    Enquanto isso, os gênios – tipo o folclórico e esclerosado Santana – que pelo visto tem seguidores aqui, discutem o Marcelo Grohe… o melhor jogador do Grêmio em 2014 até o momento, só isso, eleito em várias partidas o melhor em campo tendo carregado muitas vitórias desse time medíocre e vulnerável nas costas. Nossos problemas são outros…

    E não vejo nosso brilhante treinador (um Celso Roth novato) tomar nenhuma providência a respeito deles até hoje. Vai morrer abraçado aos mesmos, aliás, essa direção se não CONTRATAR certo para os lugares certos, vai entregar as eleições para qualquer oposição no segundo semestre, vai morrer abraçada as suas “convicções” Pará, Barcos, Werley, ZR10, etc… vai morrer abraçada ao seu treinador medroso que pra manter o grupo na mão – como disse o Dr Koff (que está mais gagá do que pra lá) mantem no time os insubstituíveis Barcos e Pará, respectivamente, o presidente vice do clube, só pode, pra serem intocáveis, mesmo com toda a sua ineficiência.

  12. Problema do Grêmio é que tá todo mundo no lugar errado:

    O Barcos joga de centroavante mas é presidente.

    O Pará joga de lateral e é vice do vestiário, o bom de grupo, mas devia ser gândula.

    O Marcelo Grohe é nosso número 1 mas devia seguir o caminho do Victor e ganhar títulos como herói em outro clube.

    O Chicholina seria mais útil de motorista do ônibus e não só do presidente, ao invés de diretor.

    O Ruim Costa pelos resultados deveria ser rebaixado por justa causa de executivo a despachante.

    O Burrenderson dos Anjos deveria fazer estágio com o Roth para aprender a escalar 5 volantes no Grenal e perder de pouco nunca mais sendo goleado, se “preservando”…

    E finalmente, o presidente Kofre devia marcar uma luta de UFC contra o Bobone pra resolver suas diferenças e junto as mesmas figurinhas politicas carimbadas de sempre, deixarem o Grêmio para outros tentarem a vez.

    ***

    Oras não dá pra levar a sério quem administra um clube que tem milhões de torcedores de maneira tão fiasquenta.

  13. Se o jogo fosse mais tarde e estivesse mais frio, eu teria ido dormir no meio do primeiro tempo. Mas, não!
    Mais uma vez esperei que o esquema e a escalação do Enderson resolvessem os problemas da equipe que são notórios, mas me enganei mais uma vez. O Grêmio vinha tendo mais sorte que juízo nos jogos anteriores. Desta vez, Grohe não pode salvar o time de mais uma partida apática, sem brilho, sem futebol.
    E ainda tenho que ouvir o treinador e os dirigentes com suas justificativas surrealistas que passam longe do que somos obrigados a assistir a cada jogo do Grêmio.
    Queriam o que? Que eles viessem a público reconhecer que Pará e Werley não servem? Que Barcos é um centroavante comum, sem brilho próprio? Que Zé Roberto é a reencarnação da “enceradeira maluca”? Isso é pedir demais para quem alardeia aos quatro ventos suas convicções, que acha normal perder, que considera o plantel qualificado e apto a lutar pelo título. Que dá entrevistas sem nenhum constrangimento e que procura passar ao torcedor um falso otimismo que não condiz com o momento do clube.
    Vou parar por aqui. Esperava muito mais da atual direção, mas cheguei a conclusão que o problema não se resume, simplesmente, a falta de recursos. O furo é mais embaixo. Dirigir um clube de futebol nos dias de hoje requer preparo e muito conhecimento da matéria. Não dá mais pra enganar o sócio/torcedor com soluções “caseiras”.
    O Grêmio é muito grande e não pode se contentar com a condição de coadjuvante nos campeonatos. Para o nosso treinador e para os dirigentes do futebol ainda não “caiu a ficha” de que estão comandando um clube com uma das mais belas histórias do futebol brasileiro e que isso deve ser levado a sério. Não se brinca de fazer futebol, nem se brinca com a paixão do torcedor
    Não tem essa de “deixar como está para ver como é que fica”. Arranjem outras desculpas porque as ultimas já estão “manjadas’. Só quem pode mudar para melhor a situação é quem manda. Deixar para amanhã, pode ser demasiado tarde e muito frustrante.

  14. O Grêmio não tem ataque pra ser campeão.
    Enquanto isso o Cruzeiro mete 3 em todos jogos, sobram atacantes e meias de qualidade.
    E o Marcelo Moreno metendo gols e mais gols. Parabéns aos gênios que não souberam administrá-lo. Esse tinha sido goleador do time em 2012 mas a direção conseguiu a proeza de priorizar o Barcos em relação a ele.

    Não adianta, o treinador não mexe nas feridas, a direção não faz nada, finge que não há problemas.
    Vamos assim até o final do ano, quando muda tudo e saem esses ananás que estão dirigindo o Grêmio.
    Aí quem sabe virá alguém que veja que o Pará é uma mula, o Werley não pode jogar no Grêmio, o Barcos é ridículo, o Zé Roberto é ex atleta e esse treinador tem medo de vencer!
    Vamos de novo pegar um time que foi goleado, agora o Sport. Será que dessa vez vamos jogar pra vencer?
    CHEGA DE 3 VOLANTES!

  15. 1- Direção fraca, reflete em um time fraco. Já falei outras vezes, em time que contrata ex-conselheiro para ser diretor R$emunerado de futebol, eu não posso levar a sério e acreditar que estão “profissionalizando” o clube.

    2- O nosso presidente está com o foco no jogo GrêmoxOAS e parece que se esqueceu do resto. Alguém poderia lembrá-lo que tem eleição no fim do ano e que se a coisa não melhorar a turma dele vai dançar.

    3- Para perder titularidade no Grêmio, só se é jogador da base ou se lesionou. Ruindade ou má fase técnica, nem pensar, isso não existe no “qualificidado” grupo do Grêmio, segundo o discurso da direção.

    4- Vejam esse time:
    Victor; Jean, Pereira e William Thiego (Makelelê); Paulo Sérgio (Bruno Teles), William Magrão, Rafael Carioca, Tcheco e Anderson Pico; Perea e Marcel (Reinaldo).
    Esse time, foi vice em 2008 e essa escalação foi a que ganhou do Figueirense por 7×1 em SC.
    Esse time é melhor que o atual?
    Acredito que não, o que existe é que está sendo mal treinado. Esse treinador está aí há 5 meses e o time não evolui, já está na segunda formação, parece que não tem convicção. Não assimiliou as deficiências e as virtudes desses jogadores, afim de montar um time de acordo com a mão de obra disponível. O mérito do Renato ano passado, foi reconhecer a limitação do time e jogar por uma bola.
    Já teve uma semana inteira para treinar e o time não saiu do lugar, vai ter o período da copa e sinceramente, não acredito que vá ter alguma evolução.
    Na Libertadores, quando o time estava embalando, que estava crescendo no momento certo da competição, o treinador se atrapalhou, tomou duas xapuletadas dos morango e aí desandou a maionese.

    Pior é que não vejo alternativas no mercado de técnicos, talvez o melhor seja ficar com essa naba de treinador, lutar por vaga na LA2015 e começa um novo “pojéto” para o ano que vem, pois do jeito que está não devemos pensar em títulos.

  16. no fundo a culpa é da torcida, que não toca o terror nesse time quando joga na Arena.
    Deveríamos sim vaiar essas mulas durante todo o jogo pra ver se a direção e o treinador percebem o quanto estão errando.
    Próximo jogo na Arena deveria ter vaia a cada toque de bola de Pará, Barcos e Cia.

    A paciência acabou, chega de aplaudir perna de pau!

  17. por muito menos, mas muito mesmo, o Jonas era esculachado pela torcida do Grêmio!

    Tá na hora da torcida agir, pq nem a direção nem o treinador parecem se importar com os constantes erros de avaliação.

  18. http://www.futebolsemoff.com.br/wordpress/?p=16393

    É inacreditável que um atacante se notabilize pelas atuações em auxílio ao setor defensivo. Barcos é grande fenômeno e seus principais defensores são os dirigentes e o trinador. A cumplicidade é compreendida. Repito os números do atleta que não pode pagar esta conta sozinho, ele é escalado para jogar e quem escala tem respaldo. Esta situação me parece uma “ação entre amigos”.

    BARCOS 2013/ 2014 – Grandes competições: Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão pelo Grêmio:
    64 jogos com apenas 16 gols = 0,25 terríveis.
    Momentos decisivos: Na Copa do Brasil 2013 bateu recorde: zero gol em 5 jogos.// Não fez nos 4 jogos eliminatórios da Libertadores: Santa Fé 2013 e San Lorenzo 2014.// Nos clássicos nacionais, NÃO fez gol no Atlético MG, Botafogo, Flamengo, Santos e São Paulo.//

    Hernan “não decide jogos” Barcos
    Pra fazer gol no gauchão contrata o Zulu!

  19. dados de 2014, só time titular:
    – Com 3 volantes:
    18J, 9V, 3E, 6D, 55% aproveitamento

    – Com 2 volantes:
    10J, 7V, 3E, 80% aproveitamento

    Só não vê quem não quer!
    Vínhamos de 4 jogos em sequência jogando com 2 volantes, com 3V e 1E. Mas daí a cagalhonice endêmica e cultural do Grêmio falou mais alto! Foram pra empatar contra o SP, que havia levado 5 e joga com o Souza de volante, que aqui precisava de mais dois volante por não ser tão confiável!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.