Punição administrativa da Geral.

A GERAL está proibida de levar faixas, site instrumentos, store bandeiras e trapos e de estar identificada nas arquibancadas da ARENA ou qualquer outro estádio do Brasil

 Nós, do Sempre Imortal, temos algumas dúvidas que deixamos a cargo dos entendedores da legislação:

1 – Qual a lei, legislação, decreto ou portaria que autoriza qualquer órgão do governo a aplicar esse tipo de punição?

2 – Quem fiscaliza e/ou impõe estas punições administrativas?

3 – Por que tais punições são sempre aplicadas na Geral do GRÊMIO e nunca nas demais torcidas? Temos o caso recente da destruição de um posto de gasolina por outra torcida da capital e ficou tudo por isso mesmo?

4 – Quem no GRÊMIO é responsável por resolver estas questões e defender a torcida dos abusos das autoridades?

5 – A questão do deslocamento até o GREnal foi determinada por dirigentes do GRÊMIO sem consultar a torcida que iria se deslocar? Se sim, podemos considerar que tais dirigentes são incapazes de exercer as funções para as quais são designados?

6 – Quem vai punir o órgão responsável pela torcida pelo fato de não fornecer à Torcida do GRÊMIO a mesma segurança fornecida para a do inter no GREnal da Arena?

7 – Qual o motivo que leva a diretoria do GRÊMIO a tamanha omissão diante dos desmandos que ocorrem contra a própria torcida?

8 – Considerações gerais sobre a incompetência da direção do GRÊMIO em defender o seu torcedor.

A Gerência

Anderson Kegler  – CEO do Sempre Imortal

Sempre Imortal, o blog da torcida GREMISTA

Participe da discussão

30 comentários

  1. Anderson, me faço as mesmas perguntas.

    Queria entender essa lógica do MP-RS e BM interferirem no âmbito de atuação da justiça desportiva e até além das fronteiras do RS. Vale ressaltar, o clube Grêmio e a Arena são instituições privadas, não tendo de estar submissas à decisões da BM ou de qualquer órgão que não detenha PODER para tanto.

    O mais curioso é que esse “Poder” é só é aplicado sobre o Grêmio.

    Ao final me deparo com total descaso da diretoria do Grêmio, não estão nem aí ou, ao contrário, estão sim preocupados e apoiando tais decisões.

    Uma pena que a rixa política, a administração pautada pelo melhor para o “meu grupo político” atinja não somente a torcida geral, prejudica todos torcedores e principalmente o clube que mais uma vez assiste calado, é o reflexo do fracasso.

    Nunca esperaria uma atitude dessas de um presidente como Koff que se diz tão identificado com o Grêmio, contudo, não defende ele de tais abusos.

    Concordo que qualquer depredação merece punição, mas muito me espanta a aplicação por órgãos incompetentes e de forma a indiretamente prejudicar o clube Grêmio – somente ele – dentro de campo.

  2. Punir o Grêmio é a coisa mais fácil que tem. Ninguém se rebela contra nada mesmo.

    E vem mais punição por ai, escrevam…é sobre o tal cântico sobre o Fernandão. Hoje, estava me torturando e escutando o tal do vidarte e tinha um loque que mandou imagens para o STJD e que a assessora do Smith vai passar a ele.

  3. já vi a punição… vai ser legal, um bando de bundas moles torcendo nas cadeiras…
    o que não pode fazer é dar dinheiro, nem ingresso grátis – porque eles vendem sabe-se lá para quem – mas proibir de torcer? não venham dizer que não está proibido torcer, porque está!

    a coisa já tá difícil em termos de futebol, uma das únicas coisas boas é ir no estádio e ver a torcida, agora fica mais difícil. domingo á noite passei em frente ao Olímpico e quase chorei, de raiva pelo jogo e de tristeza de ver em que ponto chegamos, chacota de todos os lados e tipos.

    Nesta eleição, pode saber que não vou votar, porque não acredito mais nos caras que fazem a política do Grêmio!

  4. E la pros lados do bergamotao segue tudo na mesma , sem puniçao sem nada.E ainda podem entrar com suas bandeiras e etc..Essa puniçao é ridicula ate , por que sem bandeiras e instrumentos a geral ja esta a 200 anos.Proibem e ninguem sabe dizer o por que , mas esta proibido a trocentos anos de a geral entrar com bandeiras e barras , no maximo as faixas , mas agora pelo jeito vao proibir tbm e enquanto isso a torcidinha deles entra com bandeiras e o que quiserem fazem de tudo , da facada , quebram posto , mas nunca se ve a imprensa falar tanto quando falam da geral.Aquele pedro ernesto escroto , é um baita colorado e é um dos que mais fala mau da geral e do gremio em geral.É muita escrotizaçao dessa imprensa e o pior é que eles tem um poder na mao que é o microfone e com ele falam o que bem quiserem sem apurar os fatos ou pra criar factoides , moldar opinioes , é a verdadeira escrotizaçao da imprensa lixo e colorada que temos..Mas o pior de tudo é ver gremistas continuando a ler e ouvir esses bostas e moldarem sua opiniam paltados naquilo que ouvem e leem deles..Meu maior sonho era ver o gremio entrar em guerra contra esses lixos como fez o atletico paranaense , nao permitir mais que esses vagabundos sem carater e clubistas façam nenhum tipo de reportagem sobre o gremio.Gostaria de ver um presidente com culiao pra fazer isso.Esses jornaleiros chamam isso de emprego , mas isso é cabide de emprego , sao todos uns vagabundos , encostados , deviam pagar pra ter acesso ao gremio , lixos..

  5. quem mais pune a torcida do Grêmio é a direção do Grêmio!
    Tirando a gestão Obino (o exemplo eterno de tudo que deu errado no Grêmio), nunca vi uma direção tão frouxa e distante do torcedor como essa atual.
    Refletem ao extremo o apelido que dei ao Grêmio em 2009, na gestão Duda: o clube dos bons moços.

    São os dirigentes que aceitam tudo, adversários, polícia, MP, CBF, FGF, STJD, imprensa… qualquer um fala o que quer do clube, menospreza o Grêmio, agride a torcida e tudo fica por isso mesmo.
    Por acaso em 2009 sofremos a maior agressão na história do clube, no jogo contra o Cruzeiro na LA. Por acaso são os mesmos grupos que hoje dirigem o clube. Por acaso.

  6. Olha, esse tipo de coisa mostra, para mim, uma postura bem complicada, em especial da Geral, de não assumir os próprios atos.
    Primeiro, a Geral tem voz e tem líderes; então, quem tem que defender a Geral são essas pessoas, não a direção. Aliás, causa espanto a mim como o restante da torcida cai facilmente nessa vitimização da Geral; mais espanto, ainda, em as pessoas acharem que a direção tem que sair em defesa de uma organizada específica. Não acho que seja atribuição do Grêmio ou sua direção defender a Geral de qualquer órgão; se há abuso, a Geral, como ente que possui lideranças, que deve se defender. Isso é típico de quem espera que os outros tomem as atitudes em seu lugar.
    Segundo: a Geral estava presente na reunião que tratou da saída. Ela própria reconhece (vejam entrevista que o tal Rodrigo deu, acho que para a ZH), apenas afirma que a reunião teria sido convocada com outro intuito; mas o fato é que acabou tratando disso, eles estavam presentes e aceitaram. Então, participaram da discussão e, depois, acharam errado e resolveram fazer diferente. Mesmo que tenha partido da direção do Grêmio (não sei se partiu, a questão é que não importa), os caras estiveram na reunião que decidiu isso e aceitaram numa boa. Então, não venham reclamar depois.
    Por fim, esta linha em relação à incompetência geral em defender seu torcedor da direção, também não concordo; nem entro na discussão se a direção é competente ou não, o que discordo é de tentar atribuir a “defesa” da torcida à direção. Eu sou sócio há anos, pago indo pouco a estádio, para ajudar meu time; nunca exigi defesa pela direção e nem sei em relação ao que a direção poderia me defender. Reitero o que acho: a Geral é composta por pessoas, tem líderes, que inclusive viraram conselheiros. Então, quem tem filho grande é elefante; os caras que se defendam.
    Nunca pedi nada em troca de minha associação e acho estranho pessoas que se jactam gremistas mas querem exigir altas benesses para exercer esse gremismo (não estou falando do autor do texto, antes que alguém ache que é isso). A verdade é que a proteção da torcida, por exemplo, no caminho do jogo é atribuição da Brigada e, se não dá certo, é a essa instituição falida que devem ser direcionadas as reclamações. E, convenhamos, há um problema muito maior (social mesmo) do qual essas confusões envolvendo futebol são apenas sintomas.

    1. A reunião para na qual a Geral participou, não teve nada a ver com a questão da concentração e deslocamento.
      Tanto é que a reunião foi com o BOE, que cuida tão somente do policiamento para acesso ao estádio e dentro do estádio. O assunto da reunião foi com relação a materiais e instrumentos e por acaso na tal reunião que ficou sabendo da “reinvenção da roda” por parte da direção do Grêmio.

  7. torcida do San Lorenzo fez uma festa e tanto ontem, com fogos, barras, bandeiras, papel picado e tudo mais.
    São uns criminosos, a direção deles deve estar revoltadíssima com esses vândalos. O que se espera é que sejam severamente punidos pela direção do clube, até porque um dos dirigentes (de grandes serviços prestados ao San Lorenzo) é contrário a um dos líderes da torcida e até anda com seguranças em reunião do Conselho deles…

  8. essa direção tem ojeriza do seu torcedor, só prestam para pagar mensalidade e votar neles.

    e como já disseram, punir o Grêmio é fácil, o clube aceita na boa qualquer punição e ainda pede desculpas.

    mas quem sabe um dia homens de verdade entrem na direção e coloquem as coisas no seu devido lugar.

    dessa catrefa que tá lá eu não espero mais nada, além de discursos e desculpas esfarrapadas via twitter.

    ps. sobre o post: o MP não tem poder punitivo, só pra essa direção frouxa que aceita tudo. se eles quiserem punição, tem que recorrer ao judiciário. mesmo assinando um TAC e descumprindo, eles não podem, sozinhos, exigir nada de ninguém. e vale o mesmo pra BM, que, pior ainda, nem TAC pode fazer.

    mas um dia teremos advogados, promotores, juízes e delegados no CD do Grêmio, daí eles vão poder explicar isso pra direção e deixar de serem cagados na cabeças por um promotorzinho qualquer. não, pera…

  9. Se eu, que não sou líder da Geral e sequer faço parte dela, quiser dar uma embelezada no espetáculo como torcedor e ir à Arena com papel picado e trapo vou poder entrar? Vão me deixar portar os apetrechos? Qual deve ser o procedimento para que eles sejam liberados?

    Ou a ~punição à Geral~ vai atingir os outros torcedores também?

  10. Não dá para misturar alhos com bugalhos. Policia pra quem precisa de polícia. Acho que o clube não tem que dar ajuda a nenhum coletivo de torcedores, simplesmente porque torcer é uma ação livre, espontânea e cujos atos são de exclusiva responsabilidade do indivíduo, tanto para o bem quanto para o mal. Subsidiar grupos, é oficializar a conivência e a responsabilidade do clube com os atos por eles praticados. Como vivemos numa democracia, que os grupos exerçam o seu direito de ir e vir, mas que suas ações sejam desvinculadas do clube. Que a instituição, não mais seja penalizada por atos inconsequentes de vândalos e desajustados sociais que se homiziam na multidão para, covardemente, manter-se no anonimato com suas ações tresloucadas. Gosto de ver o torcedor fazendo a festa no estádio com seus instrumentos e cânticos e alentando a equipe do começo ao fim de jogo. Não posso aceitar os que se acham acima das Leis e cuja truculência vive comprometendo a imagem do clube.
    O que o Grêmio deve fazer, é proibir o uso da marca GRÊMIO como nome acessório por qualquer torcida. Que sejam simplesmente a GERAL, a JOVEM, etc, sem qualquer vínculo oficial. Tenho certeza de que não deixarão de alentar, ao mesmo tempo em que seus integrantes, como qualquer cidadão, deverão ser individualmente responsabilizados por seus atos.

  11. como se livrar de Chitolina, Rui, Barcos, Werlei e Pará?
    cartas para a redação!
    VOU LANÇAR UMA CAMPANHA ” LARGUEM O OSSO, JÁ !! “

  12. De um tigre feroz no passado, hoje o Grêmio está mais para gatinho indefeso. Seus times não têm brilho, seu espírito calejado se resigna, sua moral perante as “autoridades” é zero… e como argumento para certos abusos é como se o mundo gritasse “calem-se, vocês não têm título”, e o Grêmio conformadamente respondesse “tens razão…”

  13. Parece que Werley tem proposta do Cagliari.

    Eu traria os italianos a Porto Alegre, pagaria um jantar na Tia Carmen e já colocaria eles no voo pra Itália junto com o Werley, assegurando que todos embarcaram sem problemas.
    O pagamento pode fechar em uma caixa de vinhos italianos, tá mais do que bom!!!

  14. Mas esse é um sonho que duvido que aconteça, seria bom demais!
    No lugar disso estão se livrando do Maxi Rodriguez, patrimônio do clube, pra ficar com o emprestado Rodriguinho.
    Essa é a direção do Grêmio!

  15. essa valorização de jogador emprestado é muito estranha.

    tem gente ligada a direção dizendo que empresário não manda no clube, mas diante disso é difícil saber se é verdade.

  16. Creio que certos contratos de empréstimo são condicionados à presença do jogador no time principal, o que não justifica.

  17. O problema é que o sonho do MP, da BM e dessa direção é acabar/enfraquecer a Geral de uma forma ou de outra.
    Para a BM e MP é interessante, pois gera menos problema, menos trabalho. Não é mais necessária as reuniões para tratar de deslocamentos, materiais, instrumentos, lista de membros e punições. Não haverá mais audiências, indiciamentos, investigações, processos. Pra que câmeras nos estádios, policiais com câmeras acompanhando os torcedores, pra que o código penal e o legado FIFA. Fica tudo mais fácil pra todo mundo, não se apuram os fatos, não punem os responsáveis(acho que o nome disso é Brasil). A torcida fica impedida de fazer festa, os marginais continuam indo nos jogos, não respondem a processo e fica tudo mais fácil para todo mundo, um paraíso. Exemplo clássico, foi a novela para liberar a arquibancada Norte da Arena, após o acidente de 2013.
    Para a direção a Geral não é interessante, a partir do momento que se tornou movimento político e alguns de seus membros ascenderam ao CD, além do fato de terem apoiado o candidato derrotado nas eleições. Viraram inimigos. Então para essa direção o enfraquecimento da Geral, estereotipando a torcida como bando de marginais, descredencia o movimento em uma possível eleição com voto do sócio, pois evita que este possa influenciar aos sócios que fazem parte da torcida ou simpatizam com ela, ainda mais nessa época, a beira de um período eleitoral no clube.

    Acho que a direção deve sim defender o seu torcedor. Se defendesse, teria organizado decentemente a venda de ingressos e não isso http://jbfilhoreporter.final.com.br/2014/08/08/o-descaso-da-direcao-do-gremio-com-o-seu-torcedor/ .
    Se defendesse o seu torcedor, teria escutado este, para não alterar o local de concentração, teria verificado que o brete montado para o torcedor do Grêmio era inadequado para a quantidade de pessoas, teria notado, que uma portinha e uma escadinha, não eram suficientes para a quantidade de torcedores.
    Se defendesse o seu torcedor, teria evitado todos essas falhas que acabam incitando o torcedor, visto que ninguém gosta de ser mau tratado como foi o torcedor neste GRE-nal.

    Se todos fizessem a sua parte com competência, inclusive a própria torcida, não estaríamos falando disso aqui e sim discutindo o time para o próximo jogo.

  18. estamos prestes a presenciar algo raro nos últimos anos, Pará e Barcos fora do time do Grêmio.
    Pará
    2012: 53 jogos de 74 – 72%
    2013: 61 jogos de 72 – 85%
    2014: 34 jogos de 41 – 83%
    Barcos:
    2013: 57 jogos de 72 – 79%
    2014: 34 jogos de 41 – 83%

    em 2014 eles só não jogaram quando todo o time titular foi poupado. Seis jogos com reservas no gauchão e um no Brasileiro, ou seja, eles não se machucam, não são suspensos, jogam SEMPRE!
    Então é jogo pra lotar a Arena, oportunidade única!

    1. Pará é o jogador que mais partidas fez na Arena.
      46 em 49 disputados.
      Domingo é o jogo de nº 50 da Arena.

      Pará, o Homem-Arena!!!

  19. Werley não aceitou os salários do Cagliari, notícia terrível do dia.

    Enquanto isso Maxi vai pro Vasco e o Grêmio fica com o Rodriguinho. O foco é valorizar o patrimônio do Corinthians e não do Grêmio, parabéns aos envolvidos!

  20. bah, mas tá batendo o desespero na direção: agora estão usando o oráculo HM pra divulgar que, caso não se reelejam, não haverá a compra da gestão da arena.

    podiam dispender mais tempo trabalhando pro clube do que pra manter seus privilégios. tá demais isso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.