Passeio de trem no Rííí

Até os 45′ iniciais, o Grêmio jogava bem no seu esquema que vinha dando certo e na equipe considerada ideal para fazer grandes jogos. Tomamos dois gols (um no início do jogo, pra variar) por desatenção da zaga. No primeiro falhou o lado esquerdo e Saimon não acompanhou a trajetória do centro-avante vaxxxcaíno que foi mais rápido para fazer o gol. No segundo, falha do Saimon de novo, que abandonou Diego Souza para marcar o outro atacante que estava com a bola e deu a brecha para o ex-gremista invadir a área com a habilidade que poucos jogadores tem. O 2×0 não era injusto pro vaxxcão, mas o Grêmio parecia que poderia almejar alguma coisa no segundo tempo.

Mas aí, amigos, a casa caiu, Celso Roth se perdeu e o Grêmio afundou. Saimon, EdCarlos e Julio Cesar jogaram muito mal e falharam miseravelmente nos outros dois gols do time da colina e os 4 a 0 decretaram o final de jogo já com 20 do segundo tempo. O resto do tempo foi protocolar, praticamente um jogo de cumadre.

Celso Roth falha sempre quando não sabe o que fazer e colocar Adílson e Leandro em campo no lugar do Escudero e do Douglas foi simplesmente incabível. O time perdeu toda a MALEMOLÊNCIA que ainda restava aquele trio de lambada do meio campo. E aí, pra ajudar, colocou o Fernando de PONTA ESQUERDA e não funcionou (jura?), então sacou o guri e colocou o GABRIEL pra jogar naquele setor. Marquinhos, coitado, ficou ali, caminhando de um lado pro outro como quem pensa “mas por onde eu ando só tem volante e lateral. Será que tô muito longe do gol?”

Mas é isso, o Grêmio não tem time mesmo para ganhar dos grandes, talvez tire um ponto aqui e outro ali dos postulantes ao título, mas para evitarmos o pior, Celso Roth já serviu. Mais 15 pontos e o rebaixamento já era, já dá para a diretoria ir planejando o ano que vem.

Só para constar, Escudero sofreu um pênalti ESCANDALOSO quando o jogo tava só 0x1 ainda e a coisa poderia ter mudado de figura. Mas não vivemos na base do SE. Então, sigamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.