Eu sei que futebol é uma modalidade de negócio há um bom tempo. Que antes, illness não envolvia tanto dinheiro e que essa é uma realidade que não podemos mudar, ed o clube que não fizer isso ficará para trás, doctor não somente financeiramente – o que já muito ruim, como na captação de novos torcedores.

Também não é nenhuma novidade aquela a lei da oferta e da demanda, que basicamente é a relação entre a demanda de um produto – ou seja, a procura – com a quantidade que é oferecida, a oferta.  Portanto, quando se tem mais de um produto que é pouco procurado o preço tende a cair (Mais produtos que o interesse sobre ele). Já quando o produto é desejado mais que a quantidade disponível, o preço tende a subir (Mais interesse que a quantidade de produto).

Enfim, nada disso é novidade. Mas deixa aquele gosto amargo na boca, aquela impressão de que algo está errado.

Foto: Ducker.com.br

O valor dos ingressos para a arquibancada no último ano do Olímpico no Brasileirão eram 50 reais, antes 40 reais.

No GREnal os valores vão subir, agora que essa partida será verdadeiramente a última do Olímpico no Brasileirão em sua história a lei da oferta e da demanda é aplicada novamente.

Os preços para o último Grenal do estádio Olímpico são:

Cadeira Central: R$ 200,00 
Cadeira Lateral: R$ 150,00
Arquibancada: R$ 90,00

Uma bela inflação. Estudantes ainda pagam metade e sócio-torcedor também.

Quem já tem seu ingresso adquirido, pouco se importa. “Sou Remido”, diz o senhor de muitas primaveras. “Sou patrimonial”, diz o “jovem” de 20 e tantos quase indo para os trinta. Reclamam apenas quando suas mensalidades sobem. Justo, afinal é onde lhes dói, eu reclamaria também.

Eu sei que não é errado, vocês me entendem. Eu sou capitalista de corpo e alma, mas algo me diz sem parar na minha mente: Fane, não é justo. Tá caro demais, imagina o não sócio, imagina o sócio-torcedor. Estão esquecendo essa parcela da torcida do Grêmio.

Pois é, eu sei.

Foto: http://fototorcida.com.br/ https://twitter.com/fototorcida

Um problema que eu penso dessa capitalização exagerada com altos preços, é que afastam, ou melhor, podem afastar novos torcedores. Não estou falando de quem está acostumado com o Grêmio, estou falando de quem quer se acostumar a ser gremistas, ou de quem “acordou” para o Grêmio nesse último ano do estádio (muitos gremistas completaram 16 anos esse ano) e das próximas gerações.

Eu tenho pena deles, vão possuir as mesmas regalias que meus amigos. Mas é aquela máxima, quando eu não tiver mais capacidade de ir à um jogo do Grêmio, simplesmente deixarei de ir e mesmo assim ninguém vai poder dizer que é mais gremista que eu e vice-versa.

Publicado por Fane Webber

Minhas redes sociais. @faneinbox no Twitter. /faneinbox no Facebook. faneinbox@gmail.com é o e-mail de contato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.