Renato Portaluppi é e sempre será meu grande ídolo no futebol, salve contudo, não posso me tornar um cego porque ele reassumiu a condição de técnico do Grêmio e deixar de analisar as suas escolhas técnico-táticas. Explico-me.

Até agora não fiquei convencido da opção que Renato fez em deixar Riveros fora da delegação que viajou a Criciúma/SC para enfrentar o clube local. Ora, Riveros é experiente, rodado, jogador da Seleção do Paraguai há anos, não sente o peso de uma camisa (ao menos a priori), é extremamente combativo e veio para ser titular, o substituto “à altura de Fernando”. De outra banda, Maxi Rodriguez é um menino, de grandes qualidades ofensivas, muito promissor, mas é reserva.

Li nos jornais as razões da opção de nosso imortal treinador, entretanto, não concordo e não consigo entender. Iremos com uma dupla de volantes demasiadamente jovem (Matheus Biteco, 18 anos, e Ramiro, 20 anos) e baixa, sendo que os titulares estão indisponíveis (Souza lesionado e Adriano suspenso). Elano e Zé Roberto jogarão como titulares na meia, e Maxi Rodriguez ficará na reserva aguardando uma oportunidade. Ao meu ver, Renato está cometendo um grande equívoco. Eu entenderia a opção de Portaluppi pelo uruguaio Maxi apenas se este fosse atuar como titular.

Em que pese essa opção contrária à minha ideia de futebol, espero que tudo tramite regularmente nessa tarde de sábado e nós possamos comemorar mais uma vitória sob o comando de Renato Portaluppi. Confio muito no trabalho dele. Recordo-me que em 2010 ele fez várias opções (em princípio) estapafúrdias, as quais sempre davam certo no final das contas, contrariando a tudo e a todos, desfazendo as previsões mais evidentes. Não me importa jogar bem hoje à tarde ante o rebaixável Criciúma/SC. Quero apenas os três pontos. Minha esperança mais utópica é a conquista da Copa do Brasil 2013. Renato sabe como mobilizar um vestiário, tirar o máximo de cada jogador. Avante, Grêmio! Avante, Portaluppi!

 

Tchüss, fussballteigers!

Participe da discussão

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.