O show do Grêmio

Amigos tricolores, salve já falei uma vez aqui no Mesa de Bar sobre o gosto musical da torcida e dos jogadores do Grêmio quando da entrada dos jogadores ao campo no ano passado, ao qual tinhamos um festival de música de rock como se isso fosse algum alento aos pagodeiros que jogam bola. Parece que o Grêmio leu aquilo e decidiu botar músicas antes da entrada em campo, e aí, quando os jogadores adentram ao gramado rola o Hino do Grêmio, nada mais adequado.

Recentemente, antes de confirmarem um show da Madonna em Porto Alegre, rolou uma boa discussão sobre o “show de encerramento do Olímpico”. Como foi esclarecido, a Madonna não é um show de encerramento do Estádio, e sim um show da turnê da cantora, no qual uma empresa de eventos ALUGOU o Monumental já que o aterro vai estar (eternamente) em obras e não existe um lugar para um ESPETÁCULO dessa CONJUNTURA. Também houve (e ainda há) uma discussão nas redes sociais sobre o “show de inauguração da Arena”. Já foi esclarecido que o GRÊMIO TENTOU TRAZER o ACDC, mas a banda recusou por alguns fatores alheios a nossa vontade. Agora, as notícias de que o GRÊMIO QUER TRAZER A SHAKIRA para um pocket show de meia hora antes do jogo inaugural e, além disso, uma EMPRESA DE EVENTOS estaria COTANDO UM SHOW DO FOO FIGHTERS para alguns dias depois.

Essa discussão de GOSTO MUSICAL de cada torcedor traz algumas coisas que não consigo entender e este post não é uma resposta, mas sim uma opinião que tenho que difere do post escrito pelo amigo tricolor BetoSchmidt em um post no blog Gremio Libertador. Lá, o Beto escreve dentre outras coisas a falta de coerência(?) da direção gremista em querer ACDC e agora ir atrás da Shakira, além de desdenhar da história do FooFighters em prol do ACDC. O Beto também faz uma proposta alternativa ao que o Grêmio vem tentando, na qual ele escreve: “Vamos fazer um festival. E não um festival eclético, um festival com bandas com a cara do futebol do Grêmio. Tem que ter essa identificação. Bandas agarridas, com calos, batalhadoras, com história”. Até aí, ok, acho que um festival com bandas com a cara do futebol do Grêmio seria interessante, mas eu pergunto, quem disse que ROCK É A CARA DO GRÊMIO? Outros gremistas que conheço também defendem a ideia de rock e Grêmio serem ligados e tals, mas eu confesso que não consigo ver essa identificação. Pra mim, musica é uma coisa, futebol é outra.

Lá no blog, o Beto cita a lista de preferência dele para o tal festival (da qual eu discordo de algumas bandas) e eu acho que esse tem sido o problema maior dessa vontade do torcedor ver um show de abertura na Arena de acordo com o seu gosto musical. A inauguração da Arena tem que ser um SHOW DO GRÊMIO, num jogo bonito, técnico, com bom futebol, com carrinhos, voadoras e se possível um PEITAÇO no juíz, a banda, cantor, coreógrafo ou BAILARINO que vai fazer show na arena ANTES ou DEPOIS do jogo pouco importa, importa é arrecadar dinheiro e VISIBILIDADE. Vocês já pararam para pensar que a Arena vai ser uma CASA DE ESPETÁCULOS? Que grandes shows provavelmente virão a Porto Alegre porque agora teremos um baita lugar pra ir?

Na minha opinião, o Grêmio, se trouxer algum cantor ou banda para abrir pro show do Grêmio, tem que pensar na visibilidade desse evento e não importa se for a Shakira, Madonna, Foo Fighters ou KATINGUELÊ. Na torcida tricolor não existem só fãs de rock, tem fãs de pagode, sertanejo, pop e outros, não podemos e não conseguiremos agradar a todos, mas é preciso pensar com a cabeça e não com a emoção e gosto de cada um.

Até for dado o veredicto muita gente vai opinar e é bem provável que haverá muita reclamação quando confirmarem a banda ou cantor para inauguração da Arena, até eu talvez reclame, mas só acho que podemos ser menos taxativos em determinar o que é bom ou ruim para o Grêmio. Nem você tá certo e nem eu tô errado, é preciso respeitar o gosto do próximo, rotular o gosto musical teu para um clube com milhões de torcedores é por demais absurdo.

Será que não rola uma pesquisa pra saber o que os torcedores de fato gostariam de ouvir?

Sigamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.