O (anti)marketing na gestão do Grêmio

Não bastasse o tenebroso ano que tivemos dentro do campo, see nossas administração fora de campo foi um desastre atrás do outro. No início do ano, com a nova direção assumindo, a única certeza que temos é que todos os gestores do clube serão modificados, imagine se isso acontecesse em sua empresa, onde o corpo diretivo trocasse a cada dois ou quatro anos. Por exemplo, onde foi parar todo o trabalho do Exército Gremista?

Em janeiro, grande especulação sobre a contratação do pilantra, membro da família Assis Moreira, e as famosas caixas de som. Ora vejamos quem é o responsável pelo anúncio dos grandes jogadores, quem organiza a grande festa? Se não for o marketing, acho que não teria razão para o clube arcar com as despesas deste setor. O presidente disse que ia tomar providências sobre o ocorrido, mas pelo que sei nada mudou.

Ainda no primeiro semestre, participei de uma palestra com PC Verardi, diretor de marketing do Grêmio (não confundir com seu ilustre pai Antônio Carlos, o “Seu Verardi”) e pelo diretor de marketing do tradicional adversário. A palestra foi realizada pelo grupo Sinos, na Universidade Feevale. Os principais pontos comentados estão abaixo, mas antes que comecem a ler tirem as crianças de perto.

ELITIZAÇÃO DO FUTEBOL – foi o tema mais abordado. “A elitização do futebol é um caminho sem volta e que infelizmente as camadas menos favorecidas da sociedade terão que ver na TV ou em algum ‘bar de esquina’”, conforme falado pelo nosso diretor de marketing, o conceito de torcedor já é passado, agora os clubes terão clientes, e estes clientes do futuro são “aqueles que poderão pagar pelo espetáculo. Os torcedores de estádio são aqueles que chegarão até de jatinho, verão o jogo e irão embora.” A única coisa falada em relação aos que tem menos condições foi: “Terão alguns planos que serão acessíveis onde eles poderão se utilizar de algo do clube, como visitar o estádio, o museu, mas infelizmente o futebol mudou e poucos terão acesso, pois estes poucos é que manterão o clube.”

O MARKETING, RENATO E ODONE – Na época da palestra o Renato ainda era nosso técnico. Quando eu estava fazendo a pergunta e disse da relação entre Renato e Odone, o PC Verardi me olhou com uma cara que todos devem imaginar. Começou dizendo que não existia nenhum conflito entre os dois (neste momento o burburinho no auditório foi total). Em sua resposta disse que as maiorias das ações estão se utilizando da imagem do Renato e que havia um plano B caso ele saísse. AGORA PASMEM! Ele disse que os garotos propaganda do Grêmio eram o Renato e Odone em mesmo grau de importância. Disse que a imagem do presidente é muito bem quista pelos gremistas em igual parâmetro ao de Renato, por ele ter uma atitude forte e que isto também é usado no vestiário. Ao longo do ano verificou-se o quanto o presidente é bem quisto e o quanto a sua voz é importante no vestiário, os excelentes resultados nos mostraram isso. Sabemos que tudo estava planejado. Todos sabem que nosso presidente gosta de ser o centro das atenções, porém com a presença do maior ídolo tricolor, tirando o clube do rebaixamento para a classificação da LA11, como ele ia se comparar a isto? Tudo começou no ano passado com as ditas “dificuldades” na renovação, porém o matreiro presidente (ou deputado, alguém sabe a diferença?) sabia que se não renovasse teria problemas com o torcedor. Após esse problema ele não ficaria parado, tanto é que sabemos o que aconteceu com a história R10, afinal quem seria o marqueteiro da contratação? Mais um erro do deputado, perdão, presidente que começou o ataque direto nas rádios, após algumas más atuações da equipe. Tudo isso para atingir o seu objetivo, tirar Renato e ele ser o centro das atenções.

GAUCHÃO E OS TORCEDORES DO INTERIOR – Nosso diretor de marketing é um amante do Gauchão, disse isso na palestra e complementou dizendo que adora ganhar o campeonato gaúcho, pois que ele está cada vez mais forte. Nitidamente deu para notar que ele falava com orgulho do Gauchão enquanto o diretor deles e os próprios comentários do público eram sarcásticos (conheça o currículo do nosso marketing que entenderás…)

PROFISSIONALIZAÇÃO DO FUTEBOL – PC Verardi disse que a profissionalização da gestão do futebol não é a redenção do futebol, por isso que no Grêmio existe um conselho de administração que é responsável pelas questões estratégicas, passando de uma gestão para outra sem perder informações. Ao contrário do nosso dirigente, o dirigente deles disse que apoia a profissionalização que está em vigor desde 2003. Estamos vendo o que acontece desde 2003 no futebol do RS, será que a diretoria não tem que rever alguns conceitos? Será que o famoso conselho de administração funciona, se nem mesmo uma agenda mínima de uma gestão para outra é mantida?

O final do ano está se encerrando com chave de ouro para nosso marketing. O nosso site, que é muito pobre por sinal, virou mural de recados do presidente Odone. Primeiro foi a divulgação do nascimento da neta, após a o anúncio de Kléber “Odone apresenta Kléber” (pensei que o Kléber fosse do Grêmio), após isso a apresentação num canteiro de obras para um público restrito (eu não fui convidado, tu foi?). Imagina a quantidade de pessoas que teriam se Kléber fosse apresentado no nosso estádio. Imagina a quantidade de camisas que poderiam ter sido vendidas (pelo que sei no espaço Arena não há uma loja). Após o último GREnada o anúncio do novo técnico com mais uma frase bombástica do site do Odone, quer dizer do Grêmio “Odone confirma a contratação de Caio Jr.”. Na apresentação do Léo Gago deram a camisa 9 para ele. O futebol é decidido nos detalhes, então que começamos a verificar tais detalhes na administração do clube.

Bom para não ficar falando que o marketing errou o ano inteiro em três coisas ele acertou. Primeiramente em colocar os desenhos de Douglas e Rockemback estampado em copos. Segundo o boneco do craque, vencedor de títulos e que tem história no clube André Lima, o Guerreiro Imortal. Por fim, ter colocado no site do tradicional adversário o livro “imortal Tricolor”.

Eu como leigo em marketing consigo enxergar todas estas furadas, imagina os especialistas o que devem achar. Infelizmente o (anti)marketing do Grêmio está à todo vapor e esta locomotiva só irá parar se o maquinista puxar o freio.

Colaboração de Maurício Wiklicky – @mwgremio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.