torcida-gremio

Se você digita no Google a palavra “Avalanche“, click sabe o que aparece? O Grêmio. No YouTube? Também. Sabem por quê? Porque a Avalanche já é a identidade da torcida tricolor. A Geral do Grêmio é quem criou todos os cânticos entoados, hoje, pelo estádio inteiro.

O caldeirão que é feito no Olímpico e, agora, na Arena, é assustador para os adversários. Vanderlei Luxemburgo, quando chegou, falou que tinha medo de enfrentar o Grêmio no Olímpico por causa da torcida. Por causa do seu décimo segundo jogador. Aquele jogador que nunca troca de time, que nunca perde a paixão, que nunca desiste. O jogador que enchia as arquibancadas mesmo na segunda divisão. O jogador que não cansou mesmo há 10 anos sem títulos.

Esse mesmo jogador que está sendo proibido, pouco a pouco, de fazer festa. Proibido de entrar com faixas, de fazer sinalizações e, agora, de fazer a Avalanche durante os gols.

Eu não consigo entender como um Estádio feito nos padrões FIFA não teve testes para que a identidade do clube continuasse. Só posso imaginar que não houve nenhum esforço para que a Avalanche continuasse sendo feita. Se houver como, por que não dar segurança para uma festa linda, sempre tão elogiada por todos os adversários? Eu quero continuar vendo um jogador tremer ao bater pênalti de frente para a Geral. Eu quero continuar ouvindo o Estádio inteiro entoar “Grêmio“ nos momentos mais difíceis.

Torcedor tem que ser livre pra fazer sua festa. Onde está aquela emoção do futebol se só tivermos espectadores nos estádios? Colocando cadeiras no setor, aqueles que ficam em pé, que pagam menos para ser sócios, vão ter que pagar mais? Futebol é povão. No país do futebol, onde o salário mínimo é 722 reais, como exigir que todos os torcedores sejam elite? Queremos paixão, e não espectadores!

Precisamos que a OAS não seja só uma simples construtora. Se vai seguir 20 anos na Arena, tem que ser parceira, e preservar a identidade do time. Tem que fazer de tudo para que o estádio, quando sediar jogos, tenha a cara do tricolor.

É isso que o torcedor, o décimo segundo jogador, o fiel escudeiro, pede. Só isso. Mas, mesmo com todos os empecilhos, “o certo é que nós estaremos com o Grêmio onde o Grêmio estiver“.

Participe da discussão

1 comentário

  1. – já podemos esquecer a avalanche n tem jeito mas o Grêmio vai perder mais socios (se ja n esta) com cadeiras na Geral…vai eletizar e no fim o Grêmio q vai arcar com o prejuizo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.