Renato surpreendeu.

Mudou a escalação e escalou corajosamente a equipe gremista contra o corinthians de Tite.

an9i6269_1

Não sei se a mudanças forma por causa de Saimon (doente no dia do jogo) ou por uma mudança estratégica, health o importante é que tal mudança ocorreu. Voltamos a ter dois zagueiros no novo 4-4-2. A grande mudança é Vargas como o meia mais avançado com a dupla de ataque Barcos e Kleber.

Eu duvido que tenham muitos defensores da formação com três zagueiros, mas estava temoroso em jogar com ela contra uma equipe tipo o Corinthians. Tite pode não viver o melhor dos momentos, mas é um cara inteligente e certamente se preparou para receber o Grêmio dessa maneira, Colocou Ermerson Sheik para jogar “nas costas” de Pará e assim anular a jogada ofensiva do Grêmio pela direita e ainda recuar todo o Grêmio.

Felizmente não deu certo. Pará como lateral é que segurou o clone de Zeca Urubu. Sheik não estava jogando nas costas do nosso lateral direito e sim bem a sua frente. Sofreu muito com a marcação de Para, Ramiro e Riveros. Não tenho o que reclamar. Ofensivamente Pará nunca foi gênio, ainda mais sem uma companhia forte e clara, mas só pecou em não cruzar um ou dois lances.

Outro trunfo da nova formação de Renato nesse jogo é a presença de Vargas agudo no ataque. Que eu pensava que iria resolver dois problemas, mas só deu conta de um. A) Criar contra-ataques realmente velozes para a equipe do Grêmio e ainda dar criatividade ao meio-de-campo que cumpre sua função, mas não é brilhante. B) Forçar Barcos não recuar tanto.

Das duas, só a letra “A” aconteceu. Barcos continuou recuando como sempre e não faz o óbvio do centro-avante “matador”, estar disposto para finalizar – dar o último toque. Infelizmente “matador” não é o adjetivo de Barcos. Matador é o atacante oportunista, coisa que lhe falta.

O interessante é que quando barcos recuava, talvez pela abertura de campo, não como ordem do técnico, Vargas avançava e não deixava Kleber sozinho para receber as jogadas e passes. Não resolveu o problema, mas deu uma ajudada.

retrospecto_corinthians_x_gremio_qw

Faltou o gol para o Grêmio, tivemos algumas chances de matar o jogo, mas não vou chorar. O Corinthians quase marcou também dai acho que seria um empate com gols o placar diferente do que aconteceu.

 

Tem quem diga que Renato mexeu mal. Tirou Vargas e colocou Paulinho. Não concordo, mas entendo. Vargas vem de lesão e Renato sabe que a copa e o campeonato são longos. Paulinho entrando no lugar de Zé Roberto? Só para fazer correria, aposta mesmo. Jogador jovem que serviria para pegar a bola e levar em contra-ataque. Não é o tipo de característica que Zé Roberto tenha.

 

Quase esqueço de comentar Rodholpho (afinal de contas, quantos “h” esse nome possui?): Está em ótima fase, é um ótimo jogador e passa segurança até mesmo para Bressan. Seu parceiro de zaga é Werley, mas o menino Bressan não comprometeu depois que o jogo pegou um ritmo.

Enfim, foi isso que vi do jogo e acho que o resultado foi bom, mas podeira ser melhor.

 

 

Feitoria.

@faneinbox

Publicado por Fane Webber

Minhas redes sociais. @faneinbox no Twitter. /faneinbox no Facebook. faneinbox@gmail.com é o e-mail de contato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.