Mudanças, foi isso que vi!

Quem costuma me acompanhar, illness seja no twitter, seja no nosso podcast, seja aqui ou mesmo conversando com aquela cerveja boa… enfim, em qualquer lugar, sabe que eu adquiri um pessimismo incomum para uma pessoa como eu. Talvez alguém tenha notado e até pensando, “Mas como, se ele esteve otimista até quando a dupla de ataque era Lins e Viçosa, COMO ele ousa ser pessimista!?“. Se eu disser que não sei como, estou mentindo.

Eu sei bem os motivos do meu desespero com o Grêmio e sei que muitos desses motivos, vou tentar aqui resumir eles.

Acabaram-se as amarras!

O que parecia uma lei não divulgada nesse ano de 2011 no Grêmio era a “Lei da Cordinha”, não sou advogado nem nada, tão pouco posso dizer se é inconstitucional ou algo que valha. Mas sem dúvida era imoral.

Com essa lei em vigor, nenhum lateral poderia chegar ao fundo para cruzar uma bola, NENHUM, passar da metade do campo adversário era visto com maus olhos, não sei ao certo qual seria a punição, mas que ela parecia existir e ser muito pesada.

No GREnada desse domingo, ou o setor jurídico achou uma brecha na lei ou ela foi deposta em silêncio.

O novato Julio Cesar, lateral esquerdo, entrou e deitou e rolou pelo setor. Teve três boas oportunidades e só não marcou o dele por duvidar dos presentes que recebeu. Já do outro lado, o direito, voltando de lesão para assumir de vez a posição Mário Fernandes, que fez o cruzamento que virou o gol. Parece que estamos, ao menos por hora, salvo dessa lei imperialista contra o futebol do Grêmio.

Habemus Meio-Campo!

Não foi um passe de mágica, nem nada. Nem foi a magia de Celso Roth que desfez a urucubaca do setor, que como boa urucubaca passava despercebida dos olhos de vários. Antes, sob efeito da terrível magia negra, Douglas era obrigado a criar, tentar o gol, marcar e fazer os passes da equipe. Isso somado à lei da cordinha destruía o setor ofensivo do Grêmio. Como era o único criador, estava sempre bem marcado, os laterais não passavam e assim não tinha ninguém para passar a bola sem ser os atacantes, ou ter que recuar ela.

Felizmente a magia azul celeste corrigiu tudo, Escudero, pela esquerda, e Marquinhos, pela direita, foram adicionados como feitiços ao meio-campo, somando-se ao cara de bebum solitário. O resultado, muito mais criatividade e alternativa no setor. Deu tão certo que dá até raiva de não se ter feito isso antes.

Cinto-de-segurança na Carroça.

Só se falava do pródigo, o carroceiro que foi para o rival sem base e agora está empilhando gols.  Tão só se falava disso que foi esquecido que Saimon também é prodígio, só que sua função é a defesa.  Junto com Vilson, Saimon formou A dupla de zagueiros gremistas com uma missão muito clara, não errar, não dar espaço.

Enquanto isso, o faceiro jogador com nome do cestinha do basquete brasileiro, só teve espaço onde era proibido nas regras sofrer marcação, quando cobrava bolas paradas, só assim. Por todo o resto do jogo, Fernando, que estreou ontem também (sim, ninguém pode dizer o contrário), esteve atrás dele, sempre aparecendo para fazer o que todos diziam que ele fazia de melhor, desarme.

Tentativa e Erro.

Tentativa e erro é André Lima, tentou, tentou e tentou. Errou, errou e errou. Parece que nunca mais fará gol outra vez até fazer gol outra vez. Apareceu mais, também porque precisou ficar menos de costas para o gol, quem sabe com o tempo.

Outro que errou, tentou de novo e acertou foi Rochemback que não marcou o 19 de abril, levamos o gol e depois fez questão de não desgrudar dele.

O Último Homem da Face do Campo.

Parece que a semana foi boa, muito boa, para Victor. Pelo que vi todos largaram o seu pé, todos, imprensa e torcedores. E isso só fez bem para o Último Homem.

Tão bem que ele não errou, o último homem não errou. Vou repetir para quem não entendeu, o último homem não errou!

 

 

Agora é aguardar as surpresas do jogo contra o líder do campeonato. Se o resultado não vier, espero que ao menos as mudanças se mantenham, pois agora eu vi a evolução.

Publicado por Fane Webber

Minhas redes sociais. @faneinbox no Twitter. /faneinbox no Facebook. faneinbox@gmail.com é o e-mail de contato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.