Feitoria!

157

Mais uma edição do podcast mais gremista que existe na internet brasileira!

Edição de volta as origens, order gravado no Bar Cotiporã. Com Fane Webber, purchase Anderson Kegler e Miguel Fraga lendo comentários dos ouvintes no Sempre Imortal e comentando sobre o jogo contra o Sport.

Não deixe de ouvir e passar para os amigos!

Escuta aí e espalha a palavra do Mesa de Bar do Grêmio!!

—-

Se quiser, mind faça o download do programa clicando aqui com o botão direito e escolhendo salvar como.

 

Participe da discussão

10 comentários

  1. GREMIO ( BOLZAN ) RENOVA CONTRATO COM == LUAN 2018 / PEDRO ROCHA 2017 E WALACE 2017 DEZEMBRO ok !!!!!!!!!!!! COM MULTA +++++++++++ SALGADAAAAAAA . BOLZAN ESTA ” MUDANDO ” A POLITICA de VENDA , que so PERDIA R$$$$$$$$$$$$$ NO passado GREMISTA . ( ESTA FAZENDO como FEZ = fernando miranda no 69 em 2000 LA ) COLOCOU O ATERRO AG , no trilho !!!!!!!!!!!!! ( ATE 2010 ) ne . PQ AGORA tao f…………………. DENOVO ! PRA GANHAR , o GREMIO precisa de VC APOIANDO = GREMISTA .

  2. Alguns apontamentos sobre o podcast.

    Quando crítico o Grêmio, seja na vitória ou na derrota, na a fase ou na boa, não faço por preferência ‘política’ ou por oportunismo, sim por querer e acreditar que o Grêmio pode muito mais, quem viveu a década de 90 sabe o que estou falando, da mesma foram acredito que a maioria dos comentaristas do blog o fazem com este intuito. Minha principal apreensão no momento é a falta de um balizador claro no planejamento do futebol tricolor, pois parece sempre estarem empregando a operação ‘tapa-buraco’, resolve no momento, mas a médio e longo prazo é ineficiente, dentro deste aspecto o modelo a ser seguido é o utilizado pelas equipes da NBA e NFL, vão garimpando/drafitando ou trocando jogadores, ao longo de 2 ou 3 anos, não perdendo de vista o fator econômico, através da política imposta de teto salarial, já que as multas são pesadas.

    Empatar com o Sport não foi ruim, é uma boa equipe e fará campanha no campeonato, sim pela forma que se deu, Grêmio superior o jogo inteiro, não convertendo em as oportunidades e pela falha do goleiro, o qual não podemos pela idade e pelas boas atuações na ausência do Grohe.

    Concordo com o que foi dito sobre o traíra, foi o melhor jogador que já vi jogar, um pena para o futebol que desistiu de jogar muito cedo. Ele teve momentos para se reconciliar com o Grêmio e sua torcida, nunca o fez por merecer, agora cabe a nós torcedores mandar um f*-se para ele e o ignorar, muito pior do que vair.

    Dá para ganhar do Fluminense, porém, é um jogo complicado.

  3. Nós, torcedores que estamos atentos ao que acontece no clube, não podemos deixar de ver, com bons olhos, o que de positivo vem sendo realizado pela atual direção. Primeiramente, o enxugamento racional das finanças e, ultimamente, a anunciada compra de percentuais dos passes de jovens jogadores com os recursos provenientes da venda de Rodolpho. Estas ações, são indicativos de que existe a preocupação com a saúde financeira da instituição e com a prolongação dos vínculos de atletas promissores, que dão, ao clube, a certeza de uma expressiva receita numa venda futura. A permanência no plantel de jogadores com grande potencial, que estão familiarizados com os métodos e a rotina de trabalho do treinador, são a garantia de que as medidas anunciadas, farão muito bem para o aprimoramento técnico individual e para o conjunto da equipe. Ainda falta, na minha opinião, o lance ousado, que seria a contratação de um número 10 que agregue qualidade e, ao mesmo tempo, velocidade nas ações ofensivas. Alguém que venha de trás, que tenha força e ousadia para compor com os atacantes, que saiba bater faltas e chutar de meia distância. Sei que um jogador com essas qualidades não se encontra facilmente e que é caro. Mas, também é verdade que um jogador assim, seria a cereja do bolo e colocaria ordem na casa. Enquanto isso, vamos com o que temos, sempre acreditando no Grêmio.

  4. Sobre o post, a crítica é livre. Mas dizer que alguns comentários são irracionais, é uma forma inadequada de criticar aqueles que comentam.

    Todos expressam uma forma de pensamentos. Alguns comentam com fundamento razoável e outros nem tanto, porque exigem ou idealizam um Grêmio mais forte. Alguns exageram mais na crítica e dimensiona demais a situação atual do clube.

    Na minha opinião, a direção precisa ter ambição. Esse campeonato não está difícil de vencer.

    Acerca da falha do Tiago, dei minha opinião de que ele não foi o único a falhar, malgrado ficou evidente que ele perdeu o tempo de bola, pois tinha dois jogadores na frente dele.

    No tocante ao Luan, penso que é um bom jogador. Concordo que ele, em alguns momentos exagera e, às vezes, é por falta de opção. Vejo que falta parceria.

    Já o Giuliano ele vem tendo atuações regulares, sendo que em alguns jogos, ele tem jogado muito bem e outros nem tanto. Isso prejudica também a produção da equipe. Mas, na média, ele é melhor do que o Douglas.

    Esperamos todos que o Grêmio tenha regularidade nos resultados e volte a ter uma sequência grande de vitórias, E o jogo do Fluminense será um grande desafio.

  5. O Gremio B jogou ontem em Marau. Escutei uma rádio local pela internet por alguns minutos e estava 1 x 0., depois não lí mais nada sobre o resultado final. O comentarista disse que o Raul foi muito mal no primeiro tempo e foi substituido logo no início do segundo.

  6. Sobre o abordado no podcast, tenho, como sempre, alguns pitacos de valor insignificante, mas de tamanho não tão insignificante. Vamos lá:

    1. Para mim o empate contra o Sport foi desastroso mais por ter sido um confronto direto em casa contra um time do topo do que por qualquer outro motivo citado no cast.

    2. Sobre o Ronaldinho, de fato ele poderia ter sido muito mais do que foi, mas não acho isso importante. Se o cara gosta mesmo é da noite, se gosta mesmo é de dinheiro… se não tá mais tão a fim de jogar bola, que seja, deixa ele. Ele deu o que tinha que dar, não conseguiu pouca coisa na carreira. De resto, que ele viva a vida como achar melhor, como se sente mais feliz.

    O que acho realmente lamentável é ele e o irmão serem pessoas do tipo que são. Não precisa morrer de amores pelo Grêmio ou mesmo querer voltar ao clube. Não preciso falar da conduta antiética de ambos, mas houve ocasiões em que ele demonstrou claramente não ir com a cara do Grêmio. Desconheço se ele tem algum motivo para isso, mas como gremista não tenho como gostar desse cara. Aliás, nunca escrevi tantas linhas sobre ele e espero nunca mais escrever. Não merece qualquer atenção da nossa torcida, nem mesmo pra vaia (mas inevitavelmente será vaiado, até porque a torcida tem mesmo é que ajudar o Grêmio em campo da forma que pode).

    3. Sobre o Ronaldo Fenômeno, creio que ele também não se cuidou tão bem como deveria. Houve momentos no Corinthians que necessitavam do comprometimento dele, especialmente entrando em forma. Muitas vezes o time se afundou por causa disso. Porém ele também acabou sofrendo por problemas físicos muito mais do que o outro.

    4. Concordo quando falam que este ano é esperado que o Grêmio não ganhe nada. Se tiver algum ano deste século que certamente tem um carimbo “não espere título aqui”, é este ano. Se o Roger sair com uma vaga na Libertadores ou no mínimo com uma quase vaga, reconhecerei e defenderei o trabalho feito por ele tal qual defendi o do Renato, que embora tenha cometido seus erros, tirou leite de pedra e ainda assim encontrou grande rejeição na torcida (sabe-se lá por quê).

    Mesmo assim acho que o Grêmio é grande, pode e deve lutar por título e vou torcer por isso, dane-se, haha. Até porque este ano somos francoatiradores, o elenco é barato, podemos arriscar muito mais sem o peso da obrigação de justificar os investimentos. Não temos tanto a perder, já que provavelmente não vamos cair mesmo.

    5. Quanto às críticas, esse é um assunto delicado. Portanto não vou falar só das críticas feitas por gremistas, mas em geral.

    Sempre que as pessoas se encontram em situações de pressão ou situações em que estão cansadas de certas coisas, cria-se um terreno fértil para a expressão do ódio coletivo. As pessoas sentem-se impotentes, sentem a necessidade de dizer, buscar, ler algo ácido que fale o que elas querem ouvir, que se assemelhe ao que elas pensam. Por isso acabam seguindo, concordando ou expressando coisas por vezes absurdas ou mesmo repetitivas. Isso inclusive explica um pouco por que ainda há tantos gremistas que dão atenção a certas mídias que já sabemos como são.

    Existe muita gente que consegue explorar esse lado fraco das pessoas. Alguns conseguem até retirar o que há de mais obscuro de dentro delas. E muitas vezes quem acaba não concordando com uma visão crítica radical de tudo que está acontecendo acaba sendo chamado de oficialista, esquerdista, koffista, enfim, algum desses “crimes de opinião” que o valha.

    É um fenômeno que fica cada vez mais evidente hoje em dia, especialmente por causa das redes sociais. É engraçado, porque ao mesmo tempo que rotular visa desencorajar a pessoa a opinar (já que isso nem argumento é), acusa-se a mesma pessoa de não saber lidar com a diferença de opiniões. Paradoxal. E assim quem metralha críticas radicais (às vezes inconsequentes ou sem fundamento) acaba sendo o “corajoso perseguido” que fala verdades “doa a quem doer”, enquanto os outros tipos são resumidos como um só, que é sempre prejudicial ao clube, ao país, à sociedade etc. Depende apenas de quem fala o que você quer ouvir. Assim é fácil tornar-se mártir da democracia.

    1. Os pontos perdidos para o Sport são o tipo que a gente só vai entender como fizeram falta quando o campeonato terminar, depois de haver perdido a partida do segundo turno na Ilha do Retiro

  7. Impzone, o motivo das rusgas entre torcida e Renato, sendo o principal motivo de sua saída, foi a blasfêmia de colocar o querido da mídia no banco: Zé Roberto. Agora ele é banco no Palmeiras e não escuto nenhuma gritaria da impren$a. E o Renato é só motivador…

  8. Sei dessa do Elano e do Zé Roberto. Mas mesmo entre os torcedores que sabem que ambos não jogavam nada, Renato era odiado. Aqui mesmo no blog havia gente pedindo sua saída

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.