Feitoria!

img156

Mais uma edição do podcast mais gremista que existe na internet brasileira!

Edição especial pãodcast com Fane Webber, sales Anderson Kegler e Gabriel Pinto falando entre pães e cervejas sobre os jogos contra a Chapecoense, drugs Vasco e o que esperar contra o Criciúma.

Não deixe de ouvir e passar para os amigos!

Escuta aí e espalha a palavra do Mesa de Bar do Grêmio!!

—-

Se quiser, faça o download do programa clicando aqui com o botão direito e escolhendo salvar como.

 

Participe da discussão

91 comentários

  1. Engraçado gremistas pedindo a volta do Barcos.
    Com ele o Grêmio teve a pior média de gols da sua história nos pontos corridos…

  2. Rhodolfo saindo por 4 milhões de euros, dentro do teto do Grêmio de 5 milhões de euros.
    Rodrigo Moledo saiu do inter por 5 milhões de euros e agora voltou de graça.

    José Alberto Guerreiro foi um profeta quando disse que não vendemos nossos craques. Damos de graça.

  3. Desde o início do ano que digo preferir a Sulamericana, então até agora o resultado me serve. O problema é a atuação do time, muito ruim. Douglas de novo não entrou em campo, nada faz, mal toca na bola. Acho que o Roger errou em colocar o time titular, era uma oportunidade única pra dar ritmo ao Maxi e Fernandinho, além de Lincoln e Raul, até pq Galhardo vem de lesão.
    Está dando motivos pra desestabilizar o time pro Brasileiro.

    Mas já que foi com os titulares, deveria mostrar mais do que jogou no 1º tempo. De novo muita dificuldade contra um time bem fechado. Grêmio troca bem os passes, mas quase não leva perigo e quando chega segue errando o alvo.
    Já na defesa fica escancarado o buraco que o Rhodolfo deixa. Sem ele teremos muitas emoções no ano…

  4. Eu acho que a identidade do Grêmio copeiro foi-se há muito. Não me empolgo com o Grêmio na Sula. O time treme em mata-mata, não é de hoje (até isso o Roger tem que consertar). Muito mais chances tem de conseguir algo no Brasileiro do que em qualquer mata-mata.
    Enfim, vamos ver como vai ser esse segundo tempo.

  5. Atuação PORNOGRÁFICA!!!!!!!!

    Esse Criciúma luta para não cair a série C, eu disse, CCCCC.

    Não me venham com essa ladainha de que a Sula e melhor. Melhor e o meu p@# de óculos.

  6. Mas ta loco… Grêmio quer matar seu torcedor.
    Mas nem caindo da série b atropelamos.

    Não da para elogiar esse clube que está no limbo.

    Fui dormir, amanhã o bicho pega

  7. Esse jogo foi a cara do Grêmio nos últimos anos. Grande fase no campeonato nacional, uma derrota vexatória no mata-mata, de um time que já mostra há muitos anos não ter nervos pra mata-mata. Pra completar temos a lesão do Mamute, que sem a vitória deu a impressão de ter sido de graça.
    Título em mata-mata? Pra mim o caminho é o Brasileiro.

  8. Esqueçam mata-mata. Já tinha dito isso aqui. o Grêmio não tem jogadores com personalidade pra jogo de copa. O morno brasileirão é um caminho mais viável e mesmo assim precisamos reforços que se tivesse até 2020, o trio de tartarugas Bolzan, Pacheco e Rui Costa talvez conseguisse contratar. Roger é um saara num deserto de incompetência. Direção é fraca, tão fraca quanto a atuação do time que foi a campo hoje e que chegou a ser dominado pelo Criciúma que foi superior em muitos momentos do jogo e poderia ter feito 2×0 até pois teve a chance mais clara de gol para matar a partida.

    Essa direção é um vergonha,campeões do balancete, o Bolzan devia ser ministro da economia da Dilma e levar o Poção Mágica e o Despachante com ele.

    Faz anos que vendem nossos melhores jogadores por 3,99… Odone, Dudinha, etc, bando de lacaios incompetentes. Tudo farinha do mesmo saco, dirigentes lixo. Esse Bolzan é o Fernando Miranda tricolor, não vamos ganhar nada com ele, dirigente medíocre sem ambição, lerdo e enrolador. Se engana quem quer com sua gestão de voto de pobreza.

    E o Roger insiste com Braian que entra e nada agrega até porque o time não tem jogadas para centroavante de área. Douglas e Braian não tem nada haver com o estilo de jogo do time, Roger parece a fim de morrer abraçado a eles, e tirou Pedro Rocha em seu melhor momento, além de que nem deveria ter escalado titulares, o Grêmio mal e porcamente tem plantel para o Brasileiro, não querer se meter a usar titulares em todas as competições, além de não ter jogadores com brio de copa, o time é bunda-molizado feito a direção e deve investir nos jogos mornos e ajaponesados do Brasileiro.

  9. Hoje … GRÊMIO taticamente falho …
    Roger está maduro ? Apenas Juventude ( foi dispensado ) e N.H. …
    Chegar entre os primeiros quatro no Brasileiro … complicado …

  10. O grêmio não tem nenhum centroavante no elenco. Não temos. Braian não e nem jogador de futebol, qto mais centroavante. Aí o nosso atacante e o Braian ou o tal de Vitinho da várzea de SC. Aí tem que largar para as cobras.

  11. Desgaste … só o que falam …
    Contratar o gremista preparador físico do Atlético M.G. teria sido prioritário …

  12. O Bolsan é igual a esse nosso paspalho governador Sartori, muita austeridade e soluções para resolver que é bom nada.

  13. Bola parada de ataque ensaiada hoje não teve. Mas de defesa teve. Percebam que no time do Roger há dois jogadores marcando cada uma das traves, com o objetivo de salvar bolas. Não fosse o Marcelo Hermes ali marcando a trave pra salvar aquele gol do Criciúma, poderia ter saído 2 a 0

  14. Meu deus do céu!!!!!!!

    O César “poção mágica” Pacheco não sabia que o Koff tinha saído do hospital. Não é sério que temos isso como homem no futebol. Que planeta este homem vive???

  15. Técnico sanguíneo como Argel me serve …
    Preparador físico FUNDAMENTAL …
    Marcelo Hermes … limitadíssimo ….

  16. Nosso time é limitado … G4 é difícil …
    Precisamos correr mais que os outros …
    Nosso técnico tem que vibrar … ser intenso na borda do campo …

  17. até criamos boas chances no jogo, mas falta qualidade na finalização. Pedro Rocha fez talvez seu melhor jogo no Grêmio e mesmo assim não conseguiu botar pra dentro, a favor. Esse será a tônica do ano, muita movimentação e criação e muitos gols perdidos. Na defesa teremos fortes emoções e jogos fáceis perdidos por falhas individuais.
    Roger precisará formar o carater do time para o mata-mata, pois só aí teremos alguma chance.
    Pro Brasileiro não teremos qualidade e quantidade pra chegar na frente, logo eu priorizaria a Sulamericana, tendo já a segurança de uma posição intermediária no brasileiro. Lembrando que o 1o adversário na Sula seria o Brasilia. Da pra encarar sim essa competição, desde que a direção deixe claro essa preferência e estimule o torcedor para essa conquista, sem esquecer de reforçar o time!
    Ou ao menos segurar os bons…

  18. Se pensarmos em Sula… e óbvio, ganhá-la, teremos uma entrada para a LA 2016 + Final da Recopa e Surugu.

    Pensando como agenda positiva, nesse momento pós derrota para o Criciuma, até estariamos no Lucro. Mas temos que ganhar essa Sula, jogar “as ganha”, e não jogar com corpo mole, perdendo gols como ontem etc etc

    Mas sei lá, Grêmio tortura seus torcedores, tomara que o final seja feliz

  19. Que bela gremista, que foto hein!

    Achei o time do Criciuma melhor e, principalmente, mais interessado no jogo. A partir de agora este é o caminho a ser seguido pelo Grêmio, pois ficou evidente nos últimos jogos, quando não joga com a mesma intensidade e vibração, não ganhará os jogos ou vai sofrer bastante contra equipes medianas e/ou ruins (chapecoense, vasco, criciuma). Porém, temos um problema, jogando quarta e domingo ou o plantel é grande e medianamente qualificado, para ir girando e não desgastar o plantel, ou a a preparação física precisa ser bem superior, o que a equipe não possui, embora tenha melhorado muito em relação ao inicio do ano.

    Insisto, o meio de campo é aberto demais, dá muito espaço ao adversário causando constantes sufoco para a defesa e oportunidades de conclusão, e pouco combativo. Esta formatação da equipe com a mentalidade fraca dos atletas contribuem para o fraco desempenho em torneios mata-mata, resignado, por vezes indiferente, que como já foi dito, também é reflexo da direção e seus gremistas de grande serviços prestados.

    O Grêmio não tem chance de título esse ano, previa talvez algo diferente para o ano que vem e nos próximos, mas dada os rumos adotados pela atual direção (nada contra a readequação orçamentário, sim pela forma em que está sendo colocada em prática), ficaremos mais alguns anos sem títulos, e o pior, merecidamente. Obrigado gremistas de grande serviços prestados.

    Uma equipe campeão não é montada em pouco tempo, fora algumas exceções, leva tempo e muito trabalho para chegar neste patamar. O que a direção está aceitando, a saída do ponto de equilíbrio defensivo, referência técnica e de comando da equipe deixam claro que, como disse o Kegler no podcast sobre o texto de um certo gremista de grande serviços prestados, deixam claro que 14 anos foram pouco e nada aprenderam no período. Dou desconto para tal gremista, pois ele está contaminado pelo pensamento da empresa de mídia onde presta serviços, explica mas não justifica.

    Agora veremos se o Roger tem mesmo condições de aguentar a pressão e dirigir o Grêmio, pois é preciso ter coragem para cobrar qualificação do plantel dos dirigentes, tudo internamente, e saber das limitações do plantel atual, escalando a equipe dentro da exigência de cada partida, poupando jogadores, rodando o plantel, já que a equipe não aguentará a rotina de jogos toda quarta-domingo-viagem.

  20. Fui ao jogo e cheguei a seguinte conclusão: adeus Copa do Brasil, Brasileirão e Sulamericana! Ontem, deu para ver que o que nos resta é lutar para nos mantermos na divisão principal. Quando se perde para um clube que se arrasta na série C, o que se pode esperar? O Grêmio cansou e o Douglas mais ainda, além de errar quase todos os passes. O custo benefício deste atleta é de 40% do que se espera de um jogador para a posição. Geromel, embora tenha falhado no gol do adversário, se recuperou e foi quem segurou as pontas de uma defesa modificada, que teve em Erazo, Galhardo e Marcelo Hermes, figuras de pouco brilho com desempenhos aquém da expectativa. Com uma meia cancha desinteressada e sem criatividade que abusou dos toques laterias, o ataque sucumbiu, ainda mais que Giuliano e Luan estavam em noite pouco inspirada. Pedro Rocha manteve sua produtividade mediana e Bryan e Mamute, mais uma vez, comprovaram o erro de Roger em insistir com suas escalações. Fernandinho, ciscou, ciscou, ciscou. Assim, perdemos em casa para o Criciúma, uma equipe nada além de medíocre. O velho Grêmio de guerra que brigava até o último minuto contra um resultado adverso, acabou. Aliás, tudo que é referência de um passado de lutas e glórias se está perdendo. O Grêmio de hoje perdeu o respeito dentro da própria casa até para clubes de outra turma. Roger disse que Marcelo Hermes foi bem no jogo. Melhor se tivesse ficado calado, assim, não sofreria contestações por sua equivocada avaliação. O Grêmio não foi bem individual e coletivamente, essa é que é a verdade. Não encontrou soluções para vencer, em casa, o seu adversário. Terá forças e ambição para reverter o quadro em terreno adverso? A sinuosidade do desempenho da equipe deixa no ar essa interrogação. A resposta, saberemos na próxima quarta…

  21. Por favor!
    Não deixem o Pacheco e o Rui Costa pegarem a grana da venda do Rodolfo e sair por aí procurando um substituto para a zaga. Já chega o Erazo. Consultem até a mãe Diná (in memoriam), mas chega de trazer jogador baseado nas “convicções” destas duas sumidades. Vai ser muito difícil encontrar um substituto a altura, ainda mais se deixarem a tarefa para essa dupla. Só de pensar nisso, me dá calafrios.

  22. Eu acho que o Grêmio perdeu uma grande oportunidade de testar alguns jogadores que não vem jogando e preservar alguns titulares. No próximo jogo do brasileirão não joga o Erazo. O jogo de Criciuma era o ideal para testar os dois reservas da zaga. O que se jogasse melhor seria o companheiro do Geromel. Podia testar os dois laterais direitos reservas, o Vitinho, enfim, fazer algumas mudanças e os reservas teriam mais motivação e teriam vencido o jogo.

    1. pra pensar nisso tudo não pode ser o Pacheco o vice de futebol, tem que ser alguém com visão!
      Deram a função mais estratégica do clube para o ex-delegado…

  23. Há muito deixei de escrever por aqui, todavia, por acompanhar especialmente a Felipe Neri e Darcilio, ressurjo para uma única manifestação. Vocês DOIS representam-me! Faltam veículos ISENTOS para cobrarem da atual gestão – o atual CA é neófito em FUTEBOL. Há muito “oficialismo” por aí, inclusive nas redes sociais. Infelizmente! Não quero polemizar, apenas registrar que “observo” e apóio a Darcilio e Felipe Neri. Outros, por aqui, tb são merecedores do meu modesto apoio, todavia sintetizo minha admiração nos nomes desses DOIS EXTRAORDINÁRIOS GREMISTAS – passionais sim, mas livres, isentos e que usam perfeitamente e verdadeiramente “suas razões”!! Hermes, Erazo, Mamute, Fernandinho, Max Rodrigues e Braian não deveriam FARDAR. Wallace está claramente jogando com “soberba”. Se fizesse o simples, seria o melhor do Brasil. Giuliano, no máximo, é um jogador MÉDIO (chuta mal, passa mal, dribla mal……Únicas virtudes: intenso e participativo). E enquanto não tivermos um finalizador e um outro atacante veloz, LUAN será sacrificado e errará muito, todavia penso que ele 9(LUAN) é sem dúvida nosso melhor jogador.
    Abraço a todos os “bons e livres gremistas”!!

  24. Só pra complementar a discussão do podcast, quem ganhou o braço de ferro entre Luxemburgo e Ronaldinho no Flamengo foi o Ronaldinho, não o Luxemburgo. Luxemburgo foi demitido do Flamengo no comecinho de fevereiro de 2012, logo após a Pré-Libertadores (e foi pra onde? Adivinhem). Ronaldinho saiu em junho do mesmo ano por problemas de atraso de salário, por rescisão judicial, como o Kléber.

    A propósito, o River Plate está, sim, na Sul-Americana. Por ter sido o campeão, ganha a vaga pra defender o título. A propósito, até 2013 o regulamento e o calendário na Argentina permitiam que um time disputasse a Libertadores e a Sul-Americana no mesmo ano. O calendário deles mudou e isso não tem mais acontecido, creio que o regulamento também deve ter mudado. Mas em outros países ainda muitos times que disputam a Libertadores disputam a Sul-Americana no mesmo ano. Tanto é que o Atlético Nacional esteve na final da Sul-Americana ano passado e também na semifinal da Libertadores.

  25. Além disso, o chaveamento das oitavas da Copa do Brasil leva em conta o ranking, portanto pelo menos nas oitavas não tem como o Grêmio enfrentar os times que vieram da Libertadores, já que seria cabeça-de-chave como eles.

  26. Os fatos ocorrem muito positivamente para o lado colorado nessa competição.

    Que força fora das 4 linhas.

    Será que de 5 em 5 anos eles não reforçam a conmebol com algo ?

  27. Flamengo e Palmeiras classificados na CB, deixam o caminho da Sula cada vez mais aberto.
    Brasileiros na Sula por ordem:
    Grêmio, CAP, Santos ou Sport, Goiás, Coxa ou Bahia, Chapecoense, Vitória e Brasília.
    Grêmio estrearia contra o Brasília e depois teria mais 4 confrontos até o título.
    Lembrando que em 2014 todos brasileiros ficaram em uma chave e o todos argentinos na outra, então nesse caso só pegaríamos o River na final.

  28. Gosto de avaliar esse momento.
    Até terça (14/07), antes do jogo contra Criciuma, o Grêmio era um time em evolução e com uma sistema de jogo funcional, vencedor.

    Acordo hoje, depois de uma vitória sortuda dos colorado e sinto um ar de revirada de gangorra.

    Dai fico me perguntando, como é fácil essa virada ?
    Vejam, nosso cocoirmão estava no Z4, jogando nada e as coisas foram levadas sem muito alardes. Dai eles ganham do Joinvile, com uma ajuda do juiz num penalti e as coisas começam a conspirar a favor deles.

    Ontem de noite tb, acharam 2 gols e depois o juiz levou as coisas até o final para que tudo desse certo.

    Não tiro os méritos deles, mas fico me questionando como as coisas viram muito rapidamente e o clube Grêmio aparenta entrar numa depressão, junto com os seus torcedores.

    Estamos carentes de títulos e mesmo quando as coisas parecem que vão… acabam não indo.
    No caso deles, quando parece que tudo está perdido, “coisas” acontecem para eles ganhar e a agenda positiva entra em ação.

    Grêmio é caso de estudo, acho que falta uma certa união de todos. Sei que a Geral torce como ninguém, mas falta algo a mais. Algo que aconteça mais junto ao clube, algo que faça o dia seguinte ser melhor, independente de vitória ou derrota.

    Falta algo para conseguirmos ser mais regulares dentro e fora de campo.
    Vamo que vamo…

  29. O Grêmio possui carências. no time. Entretanto, poderia ter vencido o Criciúma se tivesse jogado mais futebol. Criou oportunidades. Teve um gol mal anulado pelo bandeira. Conseguiu maior posse de bola, embora erros de passes faziam o adversário aproveitar o contra-ataque, tanto que num dos erros saiu o gol do Criciúma.

    Demonstramos deficiência defensiva. O Criciúma levou bastante perigo nos contra-ataques ou até mesmo quando atacava tocando a bola.

    Penso que dá para reverter o resultado. O Grêmio pode ganhar de 2 a 1 que se classifica. Seria ruis se tomássemos 2 gols em casa.

  30. Pode crer, haha. Até terça o time era razoável e só precisava de umas duas a três peças pra engrenar. Na quarta ninguém mais servia, nem o Roger. Avalie se estivéssemos já fora da Copa do Brasil. Em campo, o time parece tão bipolar quanto a torcida

  31. Alguns aqui fazem conjecturas otimistas sobre as possibilidades do Grêmio nas competições. Fica fácil entender que nesse momento fala mais mais alto um coração gremista e quando isso acontece, tudo é possível no mundo dos sonhos. Na prática, a realidade se mostra bem mais preocupante. Nem bem saímos de uma derrota em casa para o limitado(?) Criciúma e nem assim aprendemos. Sonhar não é proibido, mas, todas as equipes que estão ao nível do Grêmio sonham de igual forma. Algumas até possuem bons jogadores em posições das quais somos carentes. Falo de atacantes. Temos até um setor de criação razoável – com exceção do Douglas – mas pecamos na conclusão a gol por falta de confiança e despreparo neste importante fundamento. Longe de ser pessimista, a minha descrença se baseia apenas no que vejo e sinto. Temos equipe e possibilidades medianas, no mínimo iguais à grande maioria de nossos concorrentes e esse é o maior problema. Ilusoriamente nos deixamos arrebatar pelo simplismo da visão otimista de uma supremacia que nem sempre se confirma nos jogos. Quem sabe, estes longos anos de espera, possam ser explicados pela nossa teimosia em acreditar e acreditar e nada fazer. Somos reféns da ilusão e da esperança. Nos deixamos levar pelos devaneios que habitam o nosso imaginário e que passam ao largo da realidade que salta aos olhos.
    Estamos na luta e nossas armas, a exemplo de nossos adversários, são a paixão e a fé do torcedor. Um mínimo de ambição e de atitude, dentro de campo, talvez seja suficiente para fazer a diferença entre os iguais.

  32. A direção do Grêmio é muito fraca. Eles próprios não acreditam.

    O Grêmio tem condições de reverter sim. Não por ser gremista, mas por entender que temos mais qualidade do que o Criciúma.

    Agora, o time do Grêmio precisa correr intensamente para jogar futebol. Não tem qualidade de jogar futebol intensamente de qualidade.

    Time bom consegue correr menos e joga mais. Time regular ou ruim precisa correr muito para jogar alguma coisa.

    O Grêmio tem condições de reverter, mas a direção não parece mobilizada para isso.

    Lembro do time do Roth que teve um revés aqui contra o Corinthians. Foi no Pacaembu e fez 2 a 0 em 1998. E o time não era grande coisa.

  33. a Conmebol, pra variar, fez lambança no sorteio da Sulamericana e acabou sorteando os confrontos dos brasileiros, mandando pro lixo a classificação do brasileiro 2014.
    Antes pegaríamos o Brasília, mas agora seria o Coxa ou Chapecoense na 1ª fase.
    Nas oitavas seria Sport/Santos ou Brasíla.
    Nas quartas seria contra o vencedor do O4 (Deportivo La Guaira (VEN) x Universidad Católica (EQU) e Aurora (BOL) x Sportivo Luqueño (PAR)) e o vencedor do O13 (Carabobo (VEN) x Tolima (COL) e Junior (COL) x Melgar (PER)).
    Ou seja nas quartas tem viagem longa, a menos que dê o Luqueño (PAR). Pode ser também um colombiano (nossa touca) no caminho.
    Nas semis pode ter River, Nacional (PAR), LDU, Goiás, Libertad ou LaU.
    Final Lanús, Huracan, Arsenal, Independiente, Defensor (URU), Olímpia, Santa Fé, Emelec, Nacional (URU) ou CAP.

    Complicou um pouco o confronto das oitavas, mas é do mesmo nível que seria na Copa do Brasil, onde podemos pegar o Palmeiras, por exemplo. Nas quartas não há nenhum bicho papão, time grande só na semifinal.
    Sigo achando a Sulamericana o melhor caminho!

  34. SEMPRE o mesmo defeito do Grohe …. péssimo na ´bola aérea na sua pequena área …
    Algum clube turco não faz oferta por ele ? ……

  35. Nada contra o rapaz e sim com quem o trouxe. Vitinho da várzea de SC não pode ser centroavante di grêmio. Tem que prender quem contratou esse pobre coitado.

  36. Perdemos… nosso time não é lá essas coisas. … agora, vamos ter azar la na puta que o pariu.

    Sao Paulo pegamos a estreia do técnico…. dai hj o flamengo fez do jogo a grande virada deles…

    É uma merda tb.

  37. direção não reforçou e ainda vai vender o Rhodolfo, deram o sinal que não querem nada em 2015. Infelizmente o Grêmio é isso, falta qualidade.
    O time até não joga mal, de novo conseguiu equilibrar o jogo e não sofreu grande perigo. Contra Chapecoense e Criciúma foi igual, até jogamos melhor, mas o ataque não tem qualidade pra marcar.
    Falta o diferencial, o algo a mais, coisa que o Flamengo tem com o Guerrero.
    Essa vai ser a tônica do ano, já havia falado antes, jogos fáceis perdidos por falta de competência do ataque, jogos difíceis ganhos por intensidade da gurizada.
    Mas nada disso é indicativo de time competitivo, oscilamos demais!

    Mesmo sem qualidade, não da pra isentar o Roger pelas suas escolhas. Manter o Douglas no time não dá mais! E suas alterações são sempre as mesmas, Braian entra sempre!!!!
    Por que o Lincoln não joga mais?
    Cadê o Maxi? Esse a culpa é da direção?

  38. tá ficando claro que o Grêmio vai ter que fazer uma escolha: ou joga o brasileiro ou joga uma das copas (Brasil ou Sula). Os dois não vai dar.
    No Brasileiro temos time pra fazer campanha média e deixar o time livre de perigo até as fases avançadas das copas.

  39. O time do Grêmio precisava de duas coisas pra formar um time competitivo com baixo orçamento: um goleador e um bom preparo físico. A defesa sólida já tínhamos. Mas não quero falar do óbvio.

    Como todo torcedor, também tenho jogadores que não engulo. Os meus são um senhor cujo nome começa com D e é conhecido por seu abdome protuberante e um outro cujo nome começa com F e é falado no diminutivo. Não preciso falar o que acho deles, pois é trivial.

    Em especial me pergunto por que reclamam tanto do sr. Edinho se temos o que começa com F. O primeiro dá pro gasto na função pra que foi contratado, que não é jogar bola. Já o segundo não preciso comentar.

    Acho que o Maxi Rodríguez deve ter um péssimo empresário (ou no mínimo um empresário honesto) pra não ser colocado. Mas, claro, quando se fala qualquer coisa sobre ele, dirão que é superestimado, que não é solução. Mas o jogador que começa com F é?

  40. Ah, só vou acrescentar uma coisa: precisamos de laterais. Acho que a sequência nos fez esquecer isso. Não quero ver o Grêmio ano que vem ainda com Hermes e Galhardo. Mas não precisam pensar nisso pra esse ano, tragam só o goleador, por obséquio.

  41. A direção do Grêmio é incompetente no futebol. Vocês queriam o quê?

    Eles contratam o Fernandinho para o ataque. Aí tu verificas quantos gols o rapaz fez na carreira. Quem verifica não pode contratá-lo.

    Para jogador de lado, até pode ser. Mas para ser goleador nunca. Se tu tiras o goleiro, o Fernandinho não faz o gol.

    E o Douglas?? O time joga com 10. Para isso tem que ter um excelente preparador físico.

    Não vou avaliar o Vitinho porque é um jogador que veio como aposta e até aqui não teve sequência. E o pouco tempo que entrou não deu para ver o seu futebol, se é que tem um.

    O dinheiro que tu investe nas nabas, poderia melhorar a estrutura da formação da base.

    O futebol brasileiro tem material humano de sobra, mas, nas últimas décadas não tem sabido formar atletas com qualidade. E quando forma algum atleta, não forma o profissional.

    O Luan é um jogador de qualidade e falta parceria técnica para ele aparecer ainda mais.

    Esse ano de 2015 e de 2016 já eram. Não esperem nada para o ano que vem. Talvez, o Gauchão e olhe lá!

  42. O Grêmio precisa de laterais??

    O Grêmio arquivou o Júnior que apareceu muito bem no Gauchão e foi absurdamente tirado pelo Felipão quando o garoto estava crescendo.

    Ora, qualquer atleta sente e se desmotiva.

    Marcelo Hermes melhorou na marcação. E ofensivamente ele não contribui com qualidade. Contra o Criciúma ele não fez nenhuma jogada de qualidade. Ele não cruza.

    Fica difícil. Evoluiu na marcação. Não é um jogador ruim. É um jogador de grupo para ser reserva. Agora, pode evoluir, porque é um jogador jovem.

    Para mim, Júnior é melhor.

    E tem outro lateral da base que vem chamando atenção. O problema é que eles não olham futebol.

  43. Fico com pena de vocês; de nós! Torcer para um time desqualificado e frouxo, montado por uma gestão incapaz! O Grêmio tem de somar 48 pontos! Apenas isso, pous time e grupo são ruins! Quem disser o contrário, conta com interesses diferentes dos da instituição!

  44. Se é para apostar em Vitinho da várzea (que não vai dar em nada)e Braian (centroavante de menos de 50 gols em dez anos de carreira) vai na série B e contrata o Robert, Anderson Aquino ou até o problemático Bill que rescindiu com o Botafogo, pois pelo menos esses aí são jogadores profissionais. Ahhhhh mas não devem ser do mesmo empresário que mandam e desmanda no grêmio.

  45. Os dois centroavantes que eu queria ver no Grêmio infelizmente assinaram com outros clubes. Lucas Pratto e Lucas Barrios. Não vejo quem possam trazer, mas parto do princípio de que não precisamos de um grande craque unânime na posição, apenas alguém que se preocupe em estar na área e saiba um mínimo de bola pra colocar ela pra dentro.

  46. O clube não está reduzido a Rui Costa. Ele não pensa sozinho o futebol. Não podemos culpar apenas Rui Costa. ele é o reflexo do pensamento do CA.

  47. Impressionante o poder que de auto flagelo do grêmio. Em uma semana o inter estava com o rabo na estaca apenas se segurando no jogo da libertadores e o grêmio vinha de uma sequência de bons jogos e vitórias. Perdemos ridiculamente na copa do Brasil e eles com as calças nas mãos bvenceram

    1. Fiz essa analise um pouco acima. O CLUBE do Grêmio não não sabe ser regular. Estamos sempre na pior ou quando estamos numa boa,é muito fácil ficar na pior novamente.

      Hj era um jogo perdível… até pelo contexto que os cariocas fizeram para partida.

      Não podíamos ter perdido em SC esses dias.

      Agora, nosso cocoirmão abusando da sorte em…. ta loco. Os times adversários deles dão os gols para eles… impressionante.

  48. Eu acho, como todos aqui, que o Grêmio tem um time insuficiente, mas acho também que ele está no nível dos outros times, prova disse é que está disputando palmo a palmo o G 4, e a diferença é de apenas tres pontos para o primeiro colocado. Perdemos para o Flamengo, mas também poderíamos ter vencido ou empatado. Perder fora está sempre dentro da previsibilidade. Obviamente que algumas coisas podem e devem ser melhoradas. O Pedro Rocha é um jogador limitado e parece que Roger ressuscitou o ponteiro esquerdo, que desapareceu do futebol há duas décadas. Quando ele apareceu pelo meio aos cinco minutos do segundo tempo, perdeu um gol que a minha sogra não perderia. SE é para jogar com Pedro Rocha, prefiro ainda o Fernandinho, que é mais dribrador e precisa de uma sequencia maior. No gol do Flamengo, não acho que o Grohe tenha falhado. Quando a bola vem do escanteio, o goleiro tem tempo de ver a trajetória da bola e sair ou ficar. Quando a falta é quase no bico da grande área, ele não tem este tempo. Se fica pode errar, se sair pode errar também. Mais a falha maior foi do Pedro Rocha, que fez uma falta burra. Não sei se existe falta burra, mas que ele foi burro, isto foi.

  49. Eu ví o Marcelo Hermes jogando na sub 17 e achava que ele era um dos bons jogadores daquela equipe. Me pareceu baixinho, mas muito técnico, bom apoiador. De repente ele desapareceu e reaparece na sub 20, mas não joga nunca, não sei se sofreu alguma lesão. Subiu para os profissionais e também não jogava. Jogador de futebol tem que jogar, não pode ficar só treinando. Agora ele está tendo uma sequencia, está evoluindo, pegando confiança e acho que pode se tornar um bom lateral. Tem as características do nosso povo, vem do interior do RS e acho que isto é importante. Defendo sempre o aproveitamento de jogadores gauchos no lugar de jogadores que vem do norte, nordeste e que não tem nenhuma afinidade com o Grêmio e com os gauchos.

  50. De onde o jogador vem não é importante. Fosse assim o Wendell jamais receberia chances. O que importa é o que pode agregar ao time, vindo da base ou não. Enquanto nos apegarmos a essa ideia de que só gaúcho dá certo, vamos afundar ainda mais.

  51. http://www.futebolsemoff.com.br/wordpress/?p=20337

    “Na tentativa de acertar o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, implantou no futebol do clube o Núcleo de Gestão e Governança. Nome bonito, pomposo e estimulador de atividades superficiais. Este título na vida política/pública impressiona. No futebol o que vale é o campo. As atividades paralelas com muitos integrantes, normalmente, não contribuem com nada. Futebol com mais de um dirigente atrapalha. Como o poder seduz ninguém orientou Bolzan para esta verdade. O presidente gremista paga pela inexperiência no ramo. O Núcleo de Gestão e Governança, em sua maioria, é tão inexperiente quanto o presidente. O vice-presidente de futebol César Pacheco é o único com história na função. Os dirigentes oriundos do Conselho de Administração nunca passaram perto do vestiário. Talvez tenham se aproximado do local para registrar o fato em fotografia ou solicitar autógrafo aos atleta e treinadores. Os dois funcionários de maior responsabilidade, no setor, Rui Costa e Gabriel Vieira tem dois anos na função. Fiz esta apresentação, dos atores, para demonstrar que entendo as razões dos erros simultâneos que anteciparam o jogo do Criciúma e que certamente repercutiram em campo. Enumero os fatos: 1- a lesão do Rhodolfo admitida pelo Núcleo de Gestão repassada ao presidente foi desmentida pelo médico Márcio Bolzoni; 2- o novo contrato do Maxi Rodrigues que, inicialmente, era responsabilidade do BID passou para precaução administrativa, ou seja, fora mal feito; 3- o desconhecimento de que Lucas jogou a Copa do Brasil pelo Londrina o que provocou a sua convocação para o jogo contra o Criciúma e, somente, pelo alerta do atleta foi retirado do jogo; 4- e o Schuster que sem estar liberado ou inscrito no BID foi informado ao técnico que estava apto para jogar, o que determinou a sua convocação; 5- a última da noite de terça-feira ou a primeira da quarta-feira foi o alerta feito por um repórter ao vice-presidente de futebol de que Erazo não pode jogar contra o Flamengo, no próximo sábado, em razão do contrato de empréstimo que impede. Não tenho dúvidas a Disneylândia está instalada.”

    Sem mais.

  52. Parece que o tal Vitinho (deles) jogou uma partida irregular, tem imbróglio jurídico por aí.

    Mas a polêmica não é essa nas redes sociais. A polêmica é uma foto que o Pedro Rocha tirou ao lado do Pilantrinha Gaúcho. Realmente tem torcedor gremistas que merece mais 15 anos sem ganhar nada.

  53. Cebolla Rodriguez rescindiu com o Atl. Madrid e vai fechar com o Independiente.
    Chega de graça e deve ganhar um salário muito menor do que ganhava na Europa e até no Grêmio.
    Mas nossos dirigentes não quiseram apostar nele…

  54. – Pois o Renan falhou clamorosamente, duas vezes, no jogo com o Goiás, o que foi decisivo para a vitória do TA. O interessante é que alguns cronistas omitiram as “gritantes falhas” nos seus comentários. Tudo, para eles, não passou de “coisas do futebol” e um dia “não” do goleiro.

    – Tivéssemos um pouco mais de qualidade no ataque e teríamos vencido o Flamengo no Maracanã. Perdemos pela falta de impetuosidade e pela instabilidade de Douglas, Giuliano, Pedro Rocha, Brayan, Fernandinho e Vitinho que jogaram muito pouco.
    Não culpo Grohe e nem a defesa. O gol foi um acidente de percurso, resultante de um entrevero na área e da estrela de Guerrero. No mais, com um leve predomínio do adversário, o jogo foi lá e cá. Uma equipe como a do Grêmio que tem carências visíveis em determinadas posições, está sujeita a altos e baixos em sua campanha. Quando o treinador olha para o banco e vê Bryan, Fernandinho e Vitinho – jogadores que os dirigentes trouxeram como solução – deve exclamar: pai, afasta de mim esse cálice!

    – “O plantel do Grêmio é enxuto e precisa de mais alguém”, disse César Pacheco. Na realidade, não entendi muito bem o que ele quis dizer com isso. Depois dessa frase lapidar que contém uma contradição que salta aos olhos, fica difícil acreditar na seriedade dos dirigentes. Ora, se o plantel é enxuto, é porque satisfaz mesmo na sua simplificação. Ao contrário, se precisa de mais alguém, é porque não satisfaz.

    – Luan é a única possibilidade que temos, no plantel, de elaborar alguma jogada inteligente. Não é a toa que as melhores jogadas de ataque da equipe saem de seus pés. Jogador rápido, vertical, com passes precisos e grande visão de jogo, é responsável pelas jogadas mais agudas e lúcidas em todos os jogos. Falta-lhe uma companhia a altura.

    – Pois o tal de elenco “enxuto” está prestes a perder seu principal zagueiro. Agora, além de um centroavante, um lateral e um 10, teremos que ir atrás, também, de um bom zagueiro. Como os que tem a responsabilidade de suprir as carências da equipe são os mesmos que consideram o plantel qualificado, obviamente que uma defecção a mais ou a menos no elenco, será encarada com a maior naturalidade. “E la nave va”!

    – Sempre fui e sou a favor da contenção racional de despesas com a finalidade de equilibrar as contas do clube. O que não pode acontecer, é descuidar do futebol que é a “galinha dos ovos de ouro” e a única solução possível de se manter viva a saúde financeira da instituição. A própria credibilidade e sustentabilidade da direção depende dos resultados de campo. De nada valerá o esforço de enxugar os gastos, se, paralelamente, não for dada a devida importância ás necessidades imediatas do futebol. Deixar para depois o dever de casa, quase sempre resulta em tomar medidas açodadas, que, no jargão dos dirigentes, são conhecidas como “convicções”. Estas, com raras exceções não dão bom resultado, vide os casos de Fernandinho, Bryan, Vitinho, etc.

    – Nos três últimos jogos, três derrotas. Os dois próximos jogos serão o termômetro de nossas possibilidades daqui para a frente. Mesmo na dificuldade, vitórias em casa e uma campanha digna, é o mínimo que os gremistas esperam para o restante das competições.

  55. o luan é uma ilha nesse time do Grêmio, mas era de longe o mais vaiado pela torcida que ia na arena. agora estão se dando conta que com naba não se vai a lugar nenhum.

    e sumiram os defensores do douglas, que estranho. quando ele fizer alguma coisa que preste, daqui a uns 5 jogos, quem sabe eles voltem a assombrar a internet…

  56. A vitória do Sport contra o SP foi o melhor resultado para o Grêmio. Como vamos ter um confronto direto com o Sport, podemos tirar a diferença e retornar ao G 4.

  57. Uma vitória sobre o Criciúma vai elevar a autoestima da equipe e da torcida para o jogo com o Sport. Uma derrota será um “balde de água fria” na continuidade dos jogos, já que não teremos mais, daqui pra frente, a zaga dita titular. O Grêmio está prestes a conviver com o estafa e com as defecções decorrentes de cartões, lesões e transferências de jogadores. Por essas e por outras é que nossa continuidade nas competições é preocupante. Um retrocesso na tabela implica na desmotivação do grupo de jogadores e principalmente da torcida, sendo um verdadeiro “tiro no pé” no projeto de recuperação financeira do clube. Enquanto isso, um discurso oficial “brochante”, parece estar alheio ao eminente perigo. Nós, torcedores, estamos condenados ao turbulento mundo das inquietações. Já os dirigentes, bocejam, sem pestanejar, no paralelo mundo das “convicções”.

  58. temos agora uma sequência indigesta, que pode nos tirar do rumo pro resto do ano: Sport (C), Flu (F), Grenal (C), Galo (F).
    Não acho que a saída da Copa do Brasil seja tão traumática, tendo ainda a possibilidade da Sula. Mas não podemos fazer feio nos jogos do brasileiro.
    O jogo contra o Sport será uma pedreira e mesmo assim é o mais vencível dessa lista, é hora da direção fazer todas promoções possíveis pra criar um clima de decisão na Arena. Logo mais teremos um gre-nal e a chance de colocar uma crise do lado vermelho, não dá pra perder essa chance!

  59. Enquanto as defecções da equipe forem M. Oliveira, um zagueiro, acho que não muda muito. O perigo é quando sair o Walace, Luan, Giuliano ou Geromel. Sábado a zaga vai ser Erazo e Thiery, acho que dá para segurar, se não mexer no resto da estrutura da equipe. Se o Thiery aprovar, basta trazer mais um zagueiro para o grupo. Se for mal, tem que trazer dois.

  60. Jogo de hoje é uma excelente chance pra testar quem não tá jogando.
    Eu colocaria o Tiago no gol, com Erazo e Thyere na zaga, pra testar o time contra o Sport.
    No meio daria chance pro Maxi (alô direção, saiu no BID?) ou Lincoln no lugar do Douglas.
    Na frente o Fernandinho na do Rocha. Esses caras precisam de ritmo de jogo pra quando realmente forem necessários e até agora a maioria não jogou.

  61. O jogo de hoje é para tirar todas as dúvidas. Ou as últimas derrotas foram circunstanciais ou o time realmente estava jogando sob forte impacto motivacional e agora caiu na realidade. Ganhar ou perder faz parte do jogo, mas quando o time está afirmado, a tendência é a retomada das vitórias. Time grande não pode ter uma sequencia de derrotas. Vencer hoje e sábado contra o Sport significa que o time está bem montado, bem preparado e a sequencia deverá ser de vitórias e de sucesso. Pode ser o início de ano promissor.

  62. Espero uma vitória hoje, a qualquer custo. Concordo que é o momento para testar as novas caras, mesclando-as com os mais experientes. Uma mudança radical na fotografia não será a melhor solução, pois há o risco do desentrosamento. Se realmente acreditamos que dá para reverter o resultado, não podemos subestimar, do adversário, sua motivação e o fator local. O Grêmio tem que jogar pra frente e a morrer. Perto da área, ir com tudo para dentro do adversário procurando “cavar” faltas. Não ter medo de errar e chutar sempre que houver oportunidade. O jogo de hoje é um bom laboratório para os jovens que a torcida quer ver na equipe. Será apenas um jogo, mas importante para que possam mostrar serviço e, consequentemente, dar um salto de qualidade em suas carreiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.