Feitoria!

152

Mais uma edição do podcast mais gremista que existe na internet brasileira. Edição com Fane Webber, there Rodrigo de Azevedo e Miguel Fraga comentando a dicotomia gremista entre o jogo contra o Corinthians e contra o São Paulo. Também foi comentando o caso do trapo de Encantado que foi barrado na Arena pela brigada militar.

Repasse para os amigos gremistas!

Links comentados:

O Absurdo Tratamento do Estado Dado ao Torcedor do Grêmio

 

Escuta aí e espalha a palavra do Mesa de Bar do Grêmio!!

—-

Se quiser, order faça o download do programa clicando aqui com o botão direito e escolhendo salvar como.

 

Participe da discussão

27 comentários

  1. SP vendeu o Rodrigo Caio por 15 milhões de euros.
    Nos próximos meses o inter deve vender o Dourado por 10 milhões de euros.
    Logo depois o Grêmio vai vender o Walace, o melhor dos 3, por 5 milhões de euros (o teto do clube)

  2. Grêmio está atrás de um centroavante e um atacante de lado. Os garotos vão para o banco de reservas.

    Um dos centroavante é o Henrique que está no Cruzeiro, atualmente, reserva.

  3. Grêmio está atrás de um centroavante e um atacante de lado (Muñoz). Os garotos vão para o banco de reservas.

    Um dos centroavante é o Henrique que está no Cruzeiro, atualmente, reserva.

    O atacante chileno tem uma boa média de gols. É um tipo de atacante de lado. Acho que pode dar certo.

  4. Ouvi na mídia que porpor divergência de 50 mil, o Ricardo Oliveira não veio. Quanto ganha o Vitinho, Braian juntos? Mais de 50 mil? Pois é…

    O chileno esse ai vai vir do mundo árabe, até entrar em forma entrarja acabou o ano e qdo ele entrar tem que voltar, pois acabou o empréstimo.

  5. Agora, é o Maxi Rodrigues que está voltando, depois do Fernandinho e do Edinho. São os chamado jogadores “bumerangue”. Saem e voltam ao clube com uma rapidez impressionante. A atual administração do Grêmio está dando voltas em círculo, como o cachorro que tenta abocanhar o próprio rabo. Um círculo vicioso. Para os “não iniciados”, um incompreensível moto-contínuo.
    A gente fica na expectativa de um boa notícia e lá vem um “balde de água fria” para desanimar ainda mais o torcedor tricolor.
    Entre hesitações, falta de critérios, desculpas e explicações inconsistentes, assim se constrói o dia a dia no Grêmio.
    A gente (nós, torcedores) não vemos firmeza nas ações, essa é que é a verdade. Tudo é muito vago e feito ao sabor do imediatismo. O tal “Planejamento Estratégico” foi para as “cucuias”. A contenção de despesas, ainda que louvável, se ressente de medidas profiláticas concomitantes além de uma certa dose de criatividade e ousadia, para levar a cabo a implementação das mudanças. O medo do erro, desacelera o processo e conspira contra o tempo.
    Tenho consciência de que não tem sido fácil a vida dos dirigentes. A responsabilidade é muito grande e a cobrança é implacável, inclusive de minha parte. Pode parecer contraditório, mas, ao mesmo tempo, espero por uma reação positiva em amplo sentido, para o bem do clube e de todos nós. Errar menos e trabalhar mais já seria um bom começo.

  6. a nova agora E ( rodrigo dourado ) SERA ou JA FOI vendido por = 20 MILHOES de LIBRAS == 100 MILHOES DE REAIS , pro MANCHESTER ! o cara MAL saiu do ANONIMATO . e ja VALE 1 FORTUNAAAAAAAAA . MEU DEUS . ( temos que mandar os do GREMIO laaaaaa , ter umas AULAS entao !

  7. Pularam mesmo o episódio 150 do podcast ou só não apareceu no blog?

    Sobre o que foi discutido, nem todo jogador serve pra todo time (especialmente pros maiores), como falaram do Renato Cajá. Fellipe Bastos, por exemplo, era muito importante na Ponte Preta vice-campeã da Sul-Americana. Lá era praticamente o Marcos Assunção, cobrança de falta era gol quase certo com ele. Aqui não jogou nem metade do que jogou lá. Já o nosso amigo Morto Antônio (não nos deixam esquecer ele) era o Messi da Barcelusa de 2011. Aqui nem corria direito.

    Mesmo assim, acho que usar o Maicon de segundo volante está prejudicando o time. É bom jogador, mas não serve pra posição, talvez fosse até melhor usar o Fellipe Bastos, por mais que me doa dizer isso. Ramiro era o melhor que tínhamos pra posição e não voltará antes de outubro. Tem também o Marcelo Oliveira, que gostaria muito de ver como segundo volante e provavelmente seria melhor que o Bastos. Infelizmente não acho que Roger o tirará da lateral.

    Quanto ao Fernandinho parece que só voltará ao final do contrato com o Hellas Verona (30 de junho).

  8. Aliás, acho que o jogo da outra quarta foi antes de apresentarem ao Roger as cláusulas pétreas do estatuto do clube que proíbem o time de chutar a gol e de não jogar acuado, hahaha… o menino Roger ainda tinha muito a aprender

  9. Enquanto parte da torcida do grêmio vaia Luan e os pratas da casa, o inter da um jeito e colocar geferson na seleção e tenta supervalorizar o Rodrigo Dourado”. Fim de papo!

  10. Eu não sei porque o Tinga não jogo no Grêmio, mas suspeito. O contrato dele termina em março ou abril do próximo ano e daqui a poucos meses ele pode assinar um pré contrato com outra equipe e por isto o empresário não está querendo renovar, ou está fazendo muitas exigências. O Grêmio tem uma política de não colocar na vitrine jogadores que estão na mão de empresários e investidores.

  11. Estão falando que o Cristian Rodrigues pode voltar ao Grêmio. Parece que ele está curado da lesão e vai jogar pela seleção do Uruguai. Numa condição normal acho que seria uma boa contratação, mas imagina se este jogador chega aqui assina um contrato de dois anos e se lesiona outra vez. Acho que a direção não vai correr este risco. Com relação ao retorno de alguns jogadores que estavam emprestados, acho que a direção está certa. Não dá para cometer o mesmo erra que cometerem com o Kleber. Reintegra, porque não tem outra coisa a fazer, e depois decide.

  12. perae: então o tinga não joga por que o contrato termina em 2016 e não quer renovar? mas ele já podia estar jogando pelo clube desde 2013 ou, pelo menos, início de 2014, dois anos antes de 2016.

    essa desculpa aí não cola, tentem outra.

  13. o Tinga está no Grêmio desde 2010 e nos profissionais desde 2013. Teve então, no mínimo dois anos e meio pra ter uma sequência com o time titular e NUNCA teve.
    Em 2013 jogou 4 vezes, todas com o time reserva, com 2V e 2D no gauchão, treinado por Mabília e Roger.
    Em 2014 foram 3 jogos: o fatídico jogo em que queimou os pés na estreia do gauchão contra o São José (reservas com Mabília, entrou no final do jogo contra o Passo Fundo (titulares do Enderson) e jogo completo com reservas contra o Pelotas (Enderson), 2V e 1D.

    No período o Grêmio contratou 4 laterais direitos: Moisés, Matias, Galhardo e Lucas Ramon, além de ter jogado com Pará, Tony e Spessato.
    Quanto foi gasto pra trazer e manter essas contratações pífias da lateral direita?

    O que foi feito com o Tinga é política de futebol, uma política de desperdício de recursos que há muito tempo existe no Grêmio. Ele tinha o contrato vencendo em abril/15 e renovaram por mais um ano pra emprestá-lo pro Fortaleza. Mais um caso de jogador da base que fica anos no clube e não joga!

  14. A propósito, a medida preventiva contra a Geral do Grêmio foi revogada. Como já dito no podcast, ela era ilícita, então não haveria que se falar em revogação, mas em anulação. Perguntem ao Miguel Fraga, bacharel em direito, ele confirmará.

    Com essa “revogação”, ainda que pressionada, a MP mostra que decidiu pelo fim da medida unilateralmente por critérios de conveniência e oportunidade e não porque ela continha vícios. Isso mais uma vez abre espaço para abusos futuros.

    Não precisamos aceitar isso nem significa que agora está tudo bem só porque a medida foi revogada. A torcida do Grêmio tem sido excepcional no seu apoio incessante todos esses anos e não merece o tratamento que vem recebendo faz tempo.

  15. Maxi Rodríguez está voltando, mas não se sabe se fica. Apesar de disputar a mesma posição, me parece que não é um meia com as mesmas características do Douglas, que é camisa 10 do estilo clássico. Ao contrário do Douglas, Maxi tem mais a característica de conduzir a bola sozinho e tentar dribles. Além disso, tenta chutes à distância, coisa que o Douglas deveria fazer, mas não faz.

    Outra característica do Maxi é se mostrar como opção para passes rápidos e tabelas que ligam o meio com o ataque e não como um pensador de passes criativos, como é o que se espera de um 10. Em outras palavras, é um meia-atacante, mas não é um armador de ofício, o que ele faz é algo mais parecido com a posição que internacionalmente chamam de “enganche”. Aqui uma jogada que exemplifica muito bem o que ele faz:

    https://www.youtube.com/watch?v=BLu48XxTmUI

    Vejam que de início ele está na área dando uma de atacante como exigia a situação de abafa pelo gol no fim do jogo. Porém, ao ver Pará isolado e marcado fora da área, ele volta à meia-lua para se apresentar como opção e fazer a tabela que abre a defesa, permitindo ao Pará entrar na área e dar assistência ao gol do Werley.

  16. A propósito, a janela de transferências internacionais só abre em 26 de junho, e parece que isso inclui atletas que são nossos, mas voltam de empréstimo. Maxi e Fernandinho não podem jogar até lá.

  17. Viram o gol olímpico que o Yago Pikachu acaba de fazer. Interessando como nenhum grande clube conseguiu tirar ele do Payssandu.

  18. Ia comentar sobre o Senhor dos Anéis, mas pelo jeito os comentários aqui do site não partiram pra esse lado. #Chateado

  19. Não se acanhe pra comentar o que tem vontade, amigo. Aqui independente do post o assunto é sempre a incompetência da direção, hahaha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.