Feitoria!

img148

Edição 148 do Podcast mais gremista da internet de volta. O podcast contou com as presenças de Fane Webber, price nosso ancora, cialis  Rodrigão Azevedo, hospital  Miguel Fraga e Rafael Mayer comentando a estréia no brasileirão com um empate com gosto de derrota para a Ponte Preta, na Arena. Também comentados o que achamos para o brasileirão e achamos várias soluções.

 

Ouça enquanto você não é surdo!

 

Escuta aí e espalha a palavra do Mesa de Bar do Grêmio!!

—-

Se quiser, faça o download do programa clicando aqui com o botão direito e escolhendo salvar como.

 

 

Participe da discussão

39 comentários

  1. Pois aconteceu o que era esperado. Como em 2013 e 2014 o Grêmio inicia o Brasileiro remontando todo o time, após desperdiçar quase 5 meses de testes no gauchão.
    Agora Felipão apela novamente para os 3 volantes e chegou inclusive a treinar com 3 zagueiros E 3 volantes no time, uma aberração!
    Mas tudo indica que vamos de 3 volantes, formação só usada 1 vez no ano, no 1º gre-nal.
    Esse é o planejamento do Grêmio, que tanto citam. Não testam quando devem (gauchão) e testam no Brasileiro e Copa do Brasil.

    A esperança com 3 volantes é que finalmente vai abrir um espaço pro Junior jogar, até pq o fenômeno Marcelo Oliveira é incontestável, joga em todas as posições.
    Também tinha a esperança de que o Felipão usasse alguém como ala na direita, afinal já tem 3 volantes pra segurar a bronca, mas aí já é pedir demais dele, segue o Galhardo ali.

  2. 3 volantes. Sabem o que isso significa? Zero chutes a gol.

    O corneta do rw fala disso há tempos. Mas a direção não ouve a torcida, prefere ficar omissa esperando um milagre (que, aqui no caso, é um gol ou um chutinho qualquer).

    Raul, te manda daí enquanto é tempo!

  3. O Targa tem razão, é desperdiçado 5 meses para montar o time e não é feito. O Grêmio está igual ao planejamento dos times da série b, os quais jogam regional com time meia boca e no brasileiro contratam de balaio para não serem rebaixados. O “planejamento” não existe.
    A entrada de Junior e Pedro Rocha já será bem vinda para dar sangue novo e tirar as nabas do time. Mas, todavia, tem ainda a naba do Galhardo que continua na lateral, também se não joga ele, joga o M. Rodrigues.

  4. Para o Raul ser visto pela direção, precisa ser contratado pelo Juventude ou pelo Londrina. E, em última hipótese, virar argentino.

    Aí eles olharão para o Raul.

    A direção do Grêmio vende o Raul para o Juventude por R$ 50 mil, após se destacar como lateral direito, a direção recompra por R$ 2 milhões.

    Eles dirão para a imprensa que a negociação foi difícil, mas que fizeram um grande negócio.

  5. Olha aqui…
    Felipão não é o único culpado. Foi contratado pelo Grêmio como a “tábua de salvação” em meio ao tsunami que se abateu sobre o clube. Entre erros e acertos, mais acertou. Mas, essa condição, não o exime de uma parcela de responsabilidade pela instabilidade reinante no futebol, justamente por estar afinado com a atual ideologia reinante no clube. Falta coragem, não se sabe porque, de dar nome e fazer as devidas cobranças aos maiores e verdadeiros responsáveis por tantos anos de mentiras e má gestão. Saí o Felipão e daí? Continua lá, a mesma mentalidade perdedora e não adianta trazer o Mourinho ou o Guardiola que a companhia não ajuda. O Grêmio está no mesmo nível que a maioria dos clubes do brasileirão. Afora três ou quatro que tem mais qualidade e quantidade, o resto é “japonês”. O atual plantel do Grêmio, com raríssimas exceções, é formado por jogadores medianos que já esgotaram a sua capacidade de evolução. Tirando os candidatos ao título, o campeonato, neste ano, mais do que nunca, vai ser um perde e ganha entre os “grandes” que disputam as posições intermediárias. Quem vencer seus jogos em casa vai se safar bonito. Por outro lado, alguém aqui acredita que a simples inclusão de jogadores da base vai transformar água em vinho? A assunção dos jogadores da base para o grupo principal deve ser tratada com responsabilidade e critério. A afirmação de que pior do que está não pode ficar, não passa de um conformismo que não vai resolver o problema. E se não der certo? Alguém fará o mea culpa? Claro que não! Farão como o avestruz, a exemplo dos ufanistas de plantão. Com todo o respeito, o que o Grêmio realmente precisa, é de um planejamento sério e menos “convicções”. Ano após ano, a metodologia que não deu certo ressurge das cinzas num inexplicável moto-contínuo. Perde-se tempo com contratações açodadas e mal avaliadas do ponto de vista técnico e médico e com a improvisada e pretensiosa utilização da base como a “derradeira solução” para todos os males. Assim não dá e é assim que vejo o Grêmio. Não tenho ilusões. O Grêmio não “se achou” e pelo andar da “carroça”, ainda vai demorar um bom tempo.

  6. Eu não sei porque o Tinga não jogou no Grêmio. Se existe algum problema, a direção não vai revelar, até mesmo para não desvalorizar o jogador, mas falou-se que havia interesse de um clube europeu no seu futebol e isto não se concretizou e acho que não foi por culpa do Grêmio. O Grêmio vende até a mãe. O gol dele contra o River foi muito bonito, mas onde ele estava no gol do River. Será que não é este o problema dele?

  7. o problema do tinga é ser bom jogador e saber cruzar. logo, não serve pra lateral direita do Grêmio, onde só quem pode jogar ali é perna de pau e/ou esforçado.

    e alguém por favor cale a boca do romildo, não precisa ficar deixando a torcida mais em pânico ainda com esse negócio da arena (que, por sinal, é o maior mistério da história do clube).

  8. E agora surgiu história da Arena fechar…. Estão mamando tudo do nosso Grêmio até não ter mais absolutamente nada.

    Que que é isso amigos gremistas. Nosso clube está ferrado.

    E essa do Tinga era certo. Os jogadores saem daqui para serem campeões em outros lugares.
    Se está tudo ferrado, investir na base é OBRIGAÇÃO. Se é para ousar sem investimento, olhem para base.

    Não da para entender. Que inferno isso.

  9. Se o Luxa contratava jogador baseado no Football Manager, acho que ele jogava o de 2002, pois só contratou destaques do início da década passada (que a propósito foram campeões com ele na época que ainda era técnico). E aproveitando o ensejo do exercício de imaginação feito com o Cebolla no podcast, façamos um com o Luan: imaginemos que aquela bola que ele mandou no segundo gol do Mamute contra a Ponte ele tivesse mandado no Grenal na ocasião idêntica em que teve oportunidade. Teríamos, talvez, empatado e levado o título, aí estaríamos falando que o time do Grêmio não é tão ruim assim. Provavelmente não estaríamos em crise.

    Observações:
    1) Maicon não é mesmo volante, isso é invenção do Muricy. Jogar com ele de volante num time limitado como o nosso pode comprometer os resultados que precisamos.
    2) Douglas é lento e normalmente não joga bem, só às vezes contra times pequenos. Deveria ter as características de que precisamos para a posição (passe, chute à distância e bola parada), mas não demonstra ter. Isso tudo faz dele o Barcos da nossa meia-cancha. Maicon faria a função dele melhor, ainda que não fosse melhorar a velocidade do time.
    3) Não podemos esquecer o Brasileiro. Focar na Copa do Brasil e esquecê-lo pode terminar como o Palmeiras de 2012, que não tinha time para cair, porém também não tinha time para buscar a recuperação tardia.
    4) O Coxa nunca é adversário fácil, mesmo em crise. Aliás, jogo no Paraná nunca é. Se o Coxa foi finalista no estadual, o Atlético-PR foi para o grupo do rebaixamento e escapou nas últimas. Ainda assim goleou o Inter. Mas dá pra ganhar, se não dormirmos de novo.
    5) Giuliano de fato não é armador, é atacante. Suas assistências são ocasionais, típicas de segundo atacante. Aliás, daria um bom segundo atacante.
    6) Mamute não é centroavante. Tem dado mais resposta, mas não fica na posição. Seu poder de explosão é usado puxando jogadas pelo meio e pela ponta. Essa característica me lembra uma posição recente do futebol moderno, que é a do falso 10. Faz exatamente o contrário do falso 9, sai da área para armar jogadas. Precisa de um finalizador na área para ser efetivo, e aí que está o nosso problema: as jogadas do Mamute se perdem muitas vezes por não ter o tal finalizador.
    7) Precisamos contratar meias goleadores também. Não podemos confiar só no ataque. Fazer gol é responsabilidade de todo do meio-ataque para frente e atualmente no time não temos um só meia ou atacante com o cacoete da finalização.
    8) Braian é reserva para se colocar no momento do abafa, a hora que precisamos do gol e jogamos fora o esquema tático para fazer chuveirinho na área. A jogada aérea, porém, não é nosso forte.
    9) Jogar com 3 volantes me serve, não estou nem aí. Inclusive, como eu previa, os 3 volantes voltarão em breve (só que eu usaria o Marcelo Oliveira em vez do Fellipe Bastos, que pensa ser segundo volante, mas joga de primeiro e não sabe fazer nenhum dos dois). Times limitados têm que jogar retrancados mesmo, para nós pode até ser solução. Mas precisamos de poder de ataque, ou jogar retrancados fará no máximo terminarmos com um 0 a 0 como nos anos anteriores. Por isso precisamos de reforços para fazermos os gols que precisamos para essa estratégia lograr sucesso, ou será só covardia.
    10) Erazo também disputará Copa América. Uma suspensão ou lesão para Rhodolfo ou Geromel resultarão na utilização da base. Não vi os garotos sendo testados ou não me lembro. Grohe provavelmente nos desfalcará de graça, já que deve ser reserva a Copa América inteira (aliás, minto, não será de graça, pois sua convocação aumenta o interesse e o seu valor no mercado).

  10. Posso entender por que não temos um elenco bom. Posso até compreender que não conseguimos contratar bem para termos um time com vontade. Mas um time com problemas emocionais e déficit de atenção pra mim é inexplicável. Quer dizer, então, que passamos meio ano escalando veteranos e preterindo os garotos para ter um time com esse tipo de problema?
    Menos mal que foi o CRB, porque o time entrou em campo no segundo tempo achando que o jogo tinha acabado.
    Detalhe: tirando o Pedro Rocha (o melhor em campo) e pondo e o desgastado Fellipe Bastos (um volante) o técnico passa ele próprio pros jogadores a mensagem de que o jogo acabou, quando deveria fazer o contrário.
    Enfim, temos ainda muito o que melhorar na atitude do time, com ou sem reforços!

  11. Para mim, o melhor em campo foi o Luan. Muito boa atuação do Pedro Rocha também.

    Achei o Júnior um pouco fora de ritmo. No primeiro tempo, deixou de fazer um cruzamento.

    Segundo tempo, alguns jogadores decaíram fisicamente. Todo segundo tempo alguns jogadores caminham.

    O Grêmio poderia ter ampliado.

    Luan perdeu um gol que não pode ser perdido quando se trata em matar o adversário. Tentou fazer um golaço ao invés de fazer o simples.

    Éverton perdeu um gol feito também. Fechou os olhos e errou o alvo. Isso demonstra certa ansiedade.

    No mais, o Grêmio apresentou aquele relaxamento de sempre. Estou começando a achar que a parte física do Grêmio precisa ser melhorada.

    Maicon saiu esgotado. Luan também estava esgotado.

    Foi por pouco que o CRB não faz mais um.

  12. Achava que o CRB fosse impor mais dificuldades ao Grêmio. O time do Grêmio melhorou com o Luan na frente e com o Pedro Rocha.

    No entanto, essa melhora temos que constatar contra um adversário mais forte.

  13. Sempre fui favorável aos três volantes. Time fraco tem que se proteger, mas tres volantes lerdos é brabo. Contra o CRB deu pro gasto, mas se pegar um time melhor complica. O Maicon jogou todas as partidas desde que foi contratado. Parece um titular absoluto, mas igual a ele tem uns 10 aqui no interior do RS. Não fede nem cheira. Toca pro lado, cerca, acerta um passe, erra outro e assim vai levando, porq

  14. Sempre fui favorável aos três volantes. Time fraco tem que se proteger, mas tres volantes lerdos é brabo. Contra o CRB deu pro gasto, mas se pegar um time melhor complica. O Maicon jogou todas as partidas desde que foi contratado. Parece um titular absoluto, mas igual a ele tem uns 10 aqui no interior do RS. Não fede nem cheira. Toca pro lado, cerca, acerta um passe, erra outro e assim vai levando, porque não ele que decide as partidas.

  15. Rafael Carioca joga muito. Deu uma enfiada que deixou o seu companheiro na cara do gol.

    E o Grêmio não quis quando ele se ofereceu para voltar.

    E o Rui Costa continua no emprego.

  16. Que goleiro fdp esse Victor!!

    Levou um gol defensável. Estava adiantado não sei o que estava pensando.

    O Atlético-MG estava dando um banho de bola e o goleiro Victor entrega um gol.

  17. O segundo apesar de ser no angulo, o Vitor também estava adiantado. Um goleiro com quase dois metros poderia ter tirado aquela bola. E aí quando dizem que ele treme, fica brabo. Mas a defesa do Atletico é fraca.

  18. Victor falhou no segundo. Aquela bola cruzada só o Tafarel tomava, porque tecnicamente ele era fraco. mais uma vez falhou o Victor.

    A defesa do Atlético-MG marcou bem. Teve o lance do Valdía que foi uma enfiada de bola, mas os zagueiros estavam em cima. Como o Victor estava adiantado e mal posicionado, levou o gol.

    Teve o mérito do chutador. Mas contribuição do goleiro foi evidente.

  19. Pedro Rocha já tinha feito dois no Juventude em jogo treino na segunda. E hoje fez mais dois.

    E o Brian Rodrigues foi contratado e atá agora não mostrou a que veio.

  20. O Grêmio jogou bem o primeiro tempo. No segundo, entrou lento e desfocado como aconteceu no Grenal e no jogo com a Ponte. Sinal vermelho para a preparação física. Mas, porque diabos o Felipão tem que botar o Douglas em campo. Parece touca: ele entrou e saiu o gol do adversário. Também fez dois belos lançamentos, mas, Luan e Everton não souberam aproveitar. Enquanto teve pernas o Grêmio dominou o jogo, depois, como sempre faz, recou demasiadamente e chegou a assustar o torcedor gremista. Gostei do Pedro Rocha e do Luan. Não gostei dos laterais e do ritmo de jogo do segundo tempo. O resto, deu para o gasto, levando-se em conta, principalmente, a fragilidade do CRB. O mais importante é que não vai ser preciso fazer o jogo de volta, Dá para descansar e vai sobrar mais tempo para treinar.

  21. Continua o Atlético-MG está dando um banho de bola. Só não empatou porque o acaso não quis.

  22. O Atlético-MG esbanja preparo físico. Que inveja!!

    Enquanto o Atlético voa em campo, o Grêmio se arrasta em campo.

    Eliminação do Atlético foi azar. Falhas individuais ocasionaram a eliminação, sem falar o penalti sonegado ao Atlético quando estava 2 a 1.

    Também teve o gol mal anulado.

  23. Não vejo nem estou nem aí pro Inter, mas vou resumir a história do que têm sido Inter e Grêmio nos últimos anos.
    Grêmio: Faz ótima campanha na Libertadores. Perde Grenal e a moral que tinha pro resto da Libertadores. É eliminado nas oitavas.
    Inter: Faz campanha de razoável a boa na Libertadores. Vence o Grenal e ganha a moral que o ajuda a passar de fase na Libertadores.
    That’s all, folks…

  24. Se o boca cair hj, eles decidem em casa. O filme esta se repetindo. Gols legitimos mal anulados, pênaltis não marcados, jogador entrega, goleiro franga e assim eles vao indo.

  25. O futebol de muito não se ganha somente dentro de campo. dizem que eles fazem isso, dao quites, churrascada ao presidente da conmembol….e fazem isso é muito bem feito. Futebol não tem espaço para dirigentes bons moços como esses do grêmio.

  26. Esse inter tem coisa fora das 4 linhas… aaaaa tem sim.

    As coisas sempre conspiram muito a favor deles.

    Se um dia isso aparecer, quero estar vivo para rir bastante.

    Mas eles tem seus méritos, eles conseguem fazer seu jogadores evoluir muito durante as competições e nos momentos chaves.

    Já nós….

  27. – O Grêmio e a sua “fábrica de crises”.
    Quando as coisas começam a se acomodar, lá vem um dirigente do Grêmio e põe lenha na fogueira. Como sempre, o assunto é a ARENA-OAS. Esta é uma questão que deve ser acompanhada com carinho pelos advogados do departamento jurídico do clube, uma vez que o Grêmio é parte interessada e seu patrimônio está “enrolado” no negócio. Como se já não bastasse a volúpia da imprensa que vive do sensacionalismo que este tipo de assunto provoca nos meios sociais, aí vem o presidente do Grêmio para dar mais um de seus “pitacos” inoportunos e desnecessários. Este é um caso complexo porque envolve muitos interesses e as especulações só servem para excitar a opinião pública. Parece que há o interesse em desviar o foco dos transtornos e “pisadas na bola” do dia-a-dia da direção e culpar o “negócio Arena” por tudo de ruim que acontece no clube. O que se espera, é que essa questão seja tratada com a devida seriedade, profissionalismo e atenção, mas, sem causar prejuízo às demais demandas do clube, principalmente o futebol.

    – Parece que o “sobrenatural de Almeida” ajudou o Felipão na escalação de ontem. Suas mudanças, de última hora, deram boa resposta e o Grêmio conseguiu fazer três gols fora de casa, venceu com folga e segue adiante na Taça Brasil. Nada de espetacular, mas o suficiente para dar ao treinador a certeza de que está na hora de ousar e mudar. Um primeiro tempo muito bom e um segundo igual aos dois últimos jogos: desinteressado e lento. Cansaço?

  28. A questão Arena para mim é simples. OAS e Grêmio têm que trabalhar juntos para fazer a máquina produzir receitas.

    Com receitas, paga-se os custos operacionais e dívidas do financiamento.

    Esse financiamento foi feito para ser pago em até 07 anos.

    Boa parte dele já foi pago. A dívida que era de 250 R$ milhões estaria girando em torno de R$ 160 milhões. A Arena ainda é muita nova e tem muito espaço para aumentar as receitas.

    O bairro, por enquanto, não ajuda para atrair empresários a colocar negócios ali. Entretanto, acho que se o Grêmio conseguir a gestão do Estádio isso irá favorecer.

    O Estádio ainda não tem o naming rights vendidos que acrescentaria um valor entre R$ 10 a 15 milhões anuais. 70% do estádio não está alugado. Nem 70% dos espaços publicitários está vendido. Ainda, tem as receitas do camarotes que podem fazer o diferencial.

    Para que tudo isso funcione a favor, o Grêmio precisa se ajudar. Precisa fazer time.

    O torcedor do Grêmio mesmo sem um time, apoia. Imagina se o Grêmio tem um time confiável e que esteja conquistando títulos, com certeza, as receitas triplicarão.

    O anúncio do acerto da indenização a OAS pelo contrato de superfície possa empolgar o torcedor. O clube poderá lançar um novo plano de sócio e até vender título patrimonial, criar o sistema de check-in algo que já deveria ter sido feito.

    O Grêmio não está melhor por causa dos fracos dirigentes que passaram pelo futebol. Essas pessoas colocam interesses pessoais acima dos interesses do clube. E, quem está no conselho, também é omisso. É preciso cobrar mais, caso contrário continuaremos ver nosso tradicional adversário colocar faixas.

    Hoje, estamos vendo eles com possibilidade de seguir em frente na Libertadores. Ontem foi um jogo de sorte deles. Chegaram três vezes e marcaram três gols.

    O Grêmio tem que acordar de vez e ajeitar as melâncias.

  29. Eu acho que o Felipão está lendo este blog. Falei outro dia que o Grêmio tinha que fazer amistosos nas segundas ou quartas para colocar a gurizada a jogar. No outro dia marcaram um amistoso contra o Juventude e o Pedro Rocha ganhou a posição depois daquele jogo.

    Falei aqui que os melhores momentos do Grêmio nos últimos tempos, com Luxa, Renato e o próprio Felipão no ano passado, tinha sido com três volantes. Time ruim tem que se defender para depois atacar. E novamente o Felipão atendeu. O time não jogou muita coisa, mas pelo menos ganhou bem. Os volantes são lerdos, não tem nenhum que entra de surpresa, mas ainda assim ficou melhor que antes. A evolução do futebol pode ser comparada com a fórmula um, que foi evoluindo e hoje os carros são uns bólidos. Jogador sem velocidade está morto e sepultado. Todos tem que correr, a saída tem que ser rápida e a entrada na área tem que ser em alta velocidade. O maior exemplo hoje é o Valdivia do Internacional. Viram como ele entra na área adversária. Quando o Zagueiro arranca ele já está na cara do goleiro. Ontem os garotos foram bem, e no gol que o Luan perdeu, foi exatamente assim, recebeu e ficou na cara do goleiro. SE os atacantes forem sempre rápidos e objetivos, não tem como perder um jogo, vão chegar quatro ou cinco vezes na cara do goleiro e vão converter 50%, o que está ótimo.

  30. Só para não deixar passar em branco. Discutimos aqui a questão do Tinga e eu tenho as minhas desconfianças de que tem alguma coisa de errado com ele e que obviamente a direção não vai dizer e prefere empresta-lo. Eu ainda acho que o treinador não confia na sua capacidade de marcador. Pois ontem infelizmente ele foi responsável pela eliminação do Fortaleza. O lançe em que ele falha no gol do Coritiba, é digno dos trapalhões, depois ajudado pelo goleiro. Nos penaltis torci para que ele não precisasse bater, porque se ele errasse, seria o fim dele, mas ele bateu bem e converteu, mas depois o seu goleiro trapalão errou. Que pena, eu estava torcendo pelo Fortaleza e pelo Tinga até mesmo para desestabilizar o Coritiba.

  31. Não sei se o pessoal notou, mas a partir da entrada do Felipe Bastos e do Douglas que são lentos, o Grêmio voltou a jogar aquele futebol modorrento e de toques sem profundidade. Ficavam passando a bola pra lá e para cá até perder e dar o contra-ataque veloz aos adversários. O Marcelo recebeu cartão amarelo justamente por atrasar o jogo, pois o Grêmio estava passando por dificuldades. Como as duas equipes estavam cansadas, ficou a impressão que o Grêmio ficou sem gás bem antes que o adversário.
    O treinador e sua teimosia tem que dar “o braço a torcer” diante das evidências. Está na cara que mudanças são necessárias e é pra já. Felipão, Felipão… porque me persegues?

  32. Não sei se alguém notou. O Walace foi mal no segundo tempo.

    Felipe Bastos não entrou mal.

    Douglas é aquele jogador descompromissado. Parece que está na praia. Quando é chamado, ele tenta surfar, caso contrário fica olhando as ondas do mar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.