Feitoriaaaa!!

142

Outra dição do podcast oficial da torcida tricolor, stomach gravado no Paradouro Sorvira MBG. Fane Webber, fez a ancoragem, Anderson KeglerRodrigo de Azevedo e Gustavo Perdidão foram o elenco desse bate-papo sobre os assuntos da semana que envolvem o Grêmio.

 

Escute e repasse para os amigos!

Escuta aí e espalha a palavra do Mesa de Bar do Grêmio!!

—-

Se quiser, faça o download do programa clicando aqui com o botão direito e escolhendo salvar como.

Participe da discussão

18 comentários

  1. Romildo Bolzan está começando a virar celebridade no Brasil pelas ações que está tomando. Até agora o resultado foi bastante rápido, estancou o rombo nas finanças deixado pelo Koff, reduziu a folha, pagou dívidas históricas e manteve as revelações da base. Montou um grupo ainda modesto, apesar dos últimos bons reforços, e vai, a partir de maio, enfrentar o verdadeiro desafio no Brasileiro.
    Ainda é cedo pra dizer que a nova política é um sucesso absoluto, vai depender de uma campanha no mínimo média no Brasileiro pra não dar sustos na torcida.
    Vejo chance de sucesso se o Grêmio decidir apostar na Sulamericana, mas vai ter que ser eliminado na Copa do Brasil. É o único título viável (fora o gauchão) e acho que deveria ser prioridade em 2015, pois a torcida espera mais do que nunca por um título, seja ele qual for.
    Saindo da Copa do Brasil já nas primeiras fases poderia dar um gás no Brasileiro até o início da Sulamericana e depois focar nos mata-matas.

    De qualquer forma, finalmente apareceu alguém pra tentar organizar o clube de verdade, apesar de eu achar que isso é mais fruto da falta de opção do que uma escolha pela austeridade.
    Se ao menos uma base sólida de guris restar pra 2016 já será uma vitória e que a semente da boa gestão fique plantada no clube por muitos anos!

  2. Targa, Romildo “estancou o rombo nas finanças deixado pelo Koff”?

    Não dá para esquecer que Romildo fez parte do plano de ações executadas pelo Fábio Koff. Esse rombo não foi feito apenas pelo Koff, mas por toda sua gestão, considerando que o conselho de Administração também faz parte da gestão.

    Na realidade, Romildo está equacionando as finanças pelo rombo deixado pela própria situação que apostou em altos investimentos, mas não conseguiu montar um time confiável o bastante de chegar perto de um título.

  3. Cristiano!
    Odone, e Kroeff também ajudaram a “engordar” a dívida. Não existe “anjinho” nesta história. Algo parecido com a situação do nosso Estado. Romildo acordou quando sentiu que a sua estratégia de enxugar as finanças sem a igual reposição de jogadores à altura dos negociados estava indo pelo ralo e, diante do clamor da torcida pela péssima resposta da equipe no campeonato, deu uma guinada de 360 graus em suas “convicções” e, ao que parece, está conseguindo dar a volta por cima. Futebol se faz com bons jogadores, com uma comissão técnica que sabe das coisas e com uma direção que tem os pés no chão mas não abdica da ousadia. Eu criticava quando as coisas não iam bem porque os resultados e o desempenho dos jogadores não convenciam e a torcida, em coro, exigia uma atitude mais forte dos dirigentes, que fosse compatível com a grandeza do clube. As perspectivas, após a ascensão e confirmação de jogadores egressos da base e a contratação de jogadores experientes e de qualidade em posições pontuais, mudaram a “cara” do grupo e hoje, é visível a melhora do conjunto e do desempenho individual. Logicamente, estamos no começo. Temos que melhorar e muito para almejar vôos mais altos e levantar taças. Mas, os primeiros passos nos dão uma enorme esperança e, desta vez, com um pouco mais de certeza de que poderemos chegar lá. Já xinguei, já me revoltei e critiquei, asperamente, dirigentes, porque não nunca pude entender como um clube, com a torcida maravilhosa que tem o Grêmio, conseguiu cair, em alguns momentos, nas mãos de dirigentes tão despreparados? Isso não se pode aceitar nunca, por mais boa vontade que se tenha. Alguns dizem que torcer quando a coisa vai bem é fácil, o difícil e tornar nos momentos de dificuldade. O dirigente competente faz as coisas se tornarem fáceis. Não é preciso dizer mais nada. Eu jamais vou torcer contra o Grêmio. Isso sequer passa pela minha cabeça. Dá-lhe tricolor!!!

  4. Darcílio,

    A Gestão Odone deixou dinheiro no caixa para Duda com a venda de Rafael Carioca para pagar as dívidas da sua própria gestão. Se é verdade que Odone ajudou a engordar, também ajudou a a pagar com a venda de jogadores. Foi alvo de críticas de Duda Kroeff pelas vendas feitas. E um ano depois Douglas Costa estava sendo vendido.

    Também Odone deixou passou o bastão para a gestão Koff com mais de 55 mil sócios em dia.

    A inadimplência chegou a cair inferior a 40 mil sócios por causa da gestão Koff.

    A ideia da gestão Koff era fazer uma grande contratação que incentivasse a torcida a se associar e consumir produtos do clube.

    A realidade é que os 03 ex-Presidente prejudicaram de alguma forma as finanças do clube.

    Romildo não tem outras alternativa do que fazer uma gestão com os pés no chão. A ideia de investir na base foi enterrada, porque quem vão jogar são os jogadores que vieram de fora.

    O Grêmio comprou o Marcelo Oliveira para a lateral esquerda, sendo que o Júnior estava no clube mostrando qualidade técnica para receber oportunidades nos profissionais desde o ano passado.

    São muitos erros de quem não é do ramo. Contratou o Galhardo por causa de um gol. E mandou o Tinga embora. Ora, Tinga pode até não mostrar coisa alguma, mas não haveria a necessidade de gastar em um lateral direito para ficar no grupo. Além disso, o Raul tem qualidade técnica para ser titular também.

    O Grêmio investe na base, mas na hora de apostar, busca jogadores de fora e dá mais oportunidade de quem vem de fora.

    Não é a toa que o clube está afundado em dívidas.

    Apenas para dar exemplo: Lins, Tony, Rondonelly, Felipe Nunes, Viçosa entre outros.

    Apostas que não deram certo, sendo que é um parto para um jogador da base receber uma sequência de chances no time titular.

    E quando contratam essas apostas eles ficam orgulhosos porque supostamente outros clubes estavam interessados.

    Fora investimentos em jogador ruins: Pará, Adriano, Wesley e tantos outros

    Os erros de avaliação são enormes e por aí começam as causas de tantos fracassos e a seca por títulos. Isso retlete nas finanças.

  5. Hoje, começa a Copa Brasil Sub 17. Será que alguém do departamento de futebol irá acompanhar a estreia dos garotos?

    Provavelmente não.

    O Grêmio estreia contra o Criciúma.

  6. Quis dizer que a gestão Romildo estancou o rombo da gestão Koff, mas personalizei nos presidentes, pois são eles que mandam.

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/gremio/noticia/2015/03/romildo-rejeita-cultura-irresponsavel-para-fazer-certo-e-vencer-no-gremio.html

    “O Grêmio foi irresponsável também para chegar a este ponto?
    Cada circunstância é uma circunstância. Se o Grêmio estivesse disputando uma Libertadores da América, eu não poderia fazer essa política. Poderia? Não. Olha a loucura que vou dizer, o paradoxo, mas graças a Deus que não estamos na Libertadores para poder fazer essa política. Se não, teríamos talvez que apostar na mesma lógica, em jogadores mais experientes, mais caros, para enfrentar essa competição. E se não desse certo de novo?”

    Aqui fica claro que a política de austeridade e a aposta na base não é planejada, mas sim fruto das cirscuntâncias.
    Isso deveria ser política de clube, pra evitar que o próximo presidente volte a fazer loucuras.

  7. Cristiano e Targa!

    Vocês dois estão certos. Concordamos, todos, que a soma dos males do Grêmio é uma obra conjunta. Romildo ficou entre a cruz e a espada: sem grana, sem time e debaixo de críticas, em razão das mentiras oficiais que catapultaram sua eleição. Optou, primeiramente, em sanear as financas(?) e achou que sua ação de se desfazer dos jogadores com grandes salários e, açodadamente, agregar jogadores da base – atirando-os às feras sem a devida preparação – seria suficiente, ao menos, para enfrentar o “gauchão”. Deu com os “burros n’água”. Esqueceu que, embora sendo o Grêmio um dos grandes clube de futebol brasileiro, sem time, não passaria de um Arapiraca da vida. Sorte que estamos no início das competições do ano e que o clamor da torcida, insatisfeita com os resultados de campo, forçou os dirigentes a tomarem medidas urgentes para uma melhora – ainda que incipiente – do desempenho da equipe. Felipão foi um dos que “chiou” e, logicamente, teve sua “bronca” atendida. Desde o início do ano o treinador vem chamando jogadores da base e, aos poucos, os introduz na equipe principal.
    Giuliano, em entrevista, disse que Lincoln, Everton e Arthur tem um grande futuro no clube. Estes, juntamente com Mamute, Marcelo Hermes, Junior, Tiago e Léo (goleiros) estão na fila e gradativamente serão utilizados. Assim foi, no ano passado, com Luan e Wallace. Nunca deixando de lembrar que o treinador entrou no clube no segundo semestre de 2014 em meio a uma campanha insatisfatória nas competições. Na minha opinião, ainda falta o Raul ser chamado. Acho que à exemplo de Lincoln e Junior, está fora da vitrine até a renovação de seu contrato conforme a nova orientação, a fim de evitar que seja “pirateado”. As coisas estão se acomodando no clube e, pelo que parece, não precisaremos mais ficar na expectativa do “jogador do cofre”. Temos alguns lá no Grêmio e, logo logo, nos darão muita alegria.

  8. Maicon é o que a torcida e a mídia sempre pensaram que o Zé Roberto fosse. E o Giuliano finalmente passou o Barcos na artilharia do Grêmio no estadual!

  9. ouvi dizerem que o GREMIO tem CADASTRADOS no QS , uns 190 mil GREMISTAS . e ai os caras nao tem 30 PILA pra se ASSOCIAREM ?????????????????????????? DEPOIS querem TITULOSSSSSS como ? se nao AJUDAM NUNCAAAAAAAAAAAAAAA ! cade os +++++++++++ de 600 mil CADASTRADOS NO EXERCITO GREMISTA ??????????????? ( PQ OS BLOGSSSS GREMISTAS NAO INICIAM 1 FORTE CAMPANHA PRA REMOBILIZAR a TORCIDA denovo ? ) . CADE O CONSULADO ??????????? .

  10. Fui contra a contratação do Douglas e sou contra sua titularidade pra deixar o Luan no banco, mas tenho reconhecer, o barriga de cadela tem se esforçado e está fininho!
    Até isso aparece quando a time começa a engrenar

  11. Grêmio realmente melhorou.

    Sabemos da fragilidade dos adversários no gauchão, mas a atitude dos jogadores e o domínio do jogo nos mostrou um Grêmio querendo mostrar a sua cara.

    Parabéns aos jogadores que devem estar treinando e muito para transformar a fase e ao Felipão que está fazendo um time do zero.

    Tomara que de certo.
    Abraço a todos

  12. O Grêmio vem melhorando. Fez um primeiro tempo bom em relação ao próprio Grêmio, demonstrando evolução e um segundo tempo ruim. O time demonstrou um certo relaxamento na marcação, deixando o adversário chegar com perigo, inclusive possibilitando conclusões perigosas.

    É preciso melhorar mais, especialmente diminuir os erros de passe.

    Luan ontem foi mal. Estava dispersivo, errou muitos passes, teve medo de chutar a gol quando estava dentro da área. Era jogo para assumir a responsabilidade e mostrar ao treinador que tem condições de jogar no time titular.

    Felipão tem desestimulado os jovens por suas escolhas. Luan foi mal ontem. O Júnior entrou e estava um pouco afoito. Sem falar que o Marcelo Oliveira também tentava ocupar o espaço da lateral.

    Ontem, Marcelo Oliveira foi bem.

    O importante é vislumbrar o crescimento da equipe.

    Não entendi a entrada do Araújo. Parece que virou xodó do treinador. O treinador poderia dar chance ao Raul. Repito, em jogos mais fáceis e com o placar garantido, poderia ir testando o garoto e preservando o Matías Rodrigues.

  13. pois é, o time está melhorando, mas nem tudo são flores.
    Felipão segue com algumas escolhas sem pé nem cabeça.
    Ontem na metade do segundo tempo começou a empilhar jogadores que nada criam no meio campo e acabou o jogo com Araújo, Ramiro, Oliveira e Maicon. A preferência por um jogador tão fraco tecnicamente como o Araújo não tem sentido, sendo que há no banco opções a serem fortalecidas como Everton, Yuri e depois Lincoln.
    Ontem ele acabou chamando o Lajeandense pra nossa área e por pouco não tomamos gol.

    Junior segue sendo reserva e agora será banco do Oliveira, pois Ramiro é o queridinho do Felipão na volância e Maicon é indiscutível.
    Infelizmente o bruxismo vai atrasar a carreira de mais um! Marcelo Oliveira até foi bem ontem, mas é uma improvisação na esquerda, enquanto Junior é da função e dá maior qualidade ao time.

  14. Minhas avaliações sobre o time continuam as mesmas desde a última vez que opinei. Time melhorou, toque de bola e qualidade de passe melhoraram bastante. Mas continuamos lentos. Douglas produz muito pouco para o time. Os laterais não me convencem. Matias melhorou, não joga mais como se estivesse com diarreia, cagado pra marcar, mas não tem força no apoio. Já Oliveira é voluntarioso e vive boa fase, até quando cruza mal ou chuta errado, dá certo como nos gols de um ligado e oportunista Giuliano que voltou a mostrar o futebol de outrora.

    A boa notícia é que com o futebol atual não caímos mais. Para os atentos, todos os times grandes vem ganhando seus confrontos contra os times do interior, quem destoava era o Grêmio antes perdendo em plena Arena. Não estamos fazendo nada além do básico.

    Com esse futebol e time do Felipão cheio de bruxos, sem velocidade, gurizada guinada ao banco, ataque ainda carente de maior poder de fogo somos no máximo candidatos ao meio de tabela. Tem 10 ou 12 times melhores que o nosso. O próprio Felipão afirmou isso esses dias atrás.

    Então tudo é questão de nível de exigência. Pra mim tem que melhorar muito ainda. Campeonato Gaúcho é enganador, esse time lento e cheio de bruxos do Felipão vai se dar bem contra times do interior mas não me parece jogar o suficiente para ganhar de time médios da série A ao natural. Vai parir bigorna. E vem jogando menos e sendo inferior a pelo menos 8 times e plantéis Cruzeiro, Atlético MG, Corinthians, São Paulo, Santos, Palmeiras, Flamengo e Inter (se mudar de treinador).

    Nossa vantagem no ruralito contra eles é o que o tal de Dierro Aguirre anda perdido e vem balançando.

  15. Pois eu acho que Felipão está preparando um bom grupo. Do time do ano passado, poucos permanecem titulares. Há uma renovação, em algumas posições, para melhor. Concordo que a equipe ainda está lenta e que Douglas é uma das causas, mas, há outros problemas como o excessivo número de passes errados e a deficiência tática de alguns jogadores, que, vez por outra, estão fora do lugar comprometendo todo o sistema. Não conhecia o futebol do Marcelo Oliveira. Parece ser um jogador que ocupa bem os espaços e é bom marcador. Não o considero “bruxo”, acho sua escalação por enquanto acertada, pois vem apresentando um bom futebol e demonstrando regularidade, algo que a concorrência tem deixado a desejar. Ramiro é jogador de grupo e, embora de qualidade mediana, é versátil e pode ser utilizado como “quebra-galho” em determinadas situações. Está voltando de lesão e é uma das peças de reposição para eventuais situações. Na minha opinião, hoje a equipe titular seria esta: Grohe, Matias, Rodolpho, Erazo, Marcelo Oliveira, Wallace, Maicon, Juliano, “Cebolla”, Luan e Brayan Rodrigues. O banco ficaria assim: Tiago, Geromel, Junior, Felipe Bastos, Ramiro, Mamute e Everton. Podemos ainda acrescentar: Lincoln, Raul, Arthur e Léo (goleiro).
    São 22 jogadores de boa condição técnica que serão utilizados em 2015. A titularidade vai depender do desempenho individual, da condição física, do departamento médico, das punições e das preferências do treinador em função da questão tática. Aqui se falava que o treinador estava preterindo Junior por um de seus “bruxos”. Esclarecida a causa do afastamento do jogador, não houve nenhuma retratação. Silêncio total. Agora temos, no grupo principal, 13 jogadores egressos da base. Mais da metade. Logo alcançarão a titularidade pois tem muita qualidade, são jovens e estão fazendo a transição aos poucos, como deve ser. O simples fato de fazerem parte do grupo principal é sinal de que poderão ser chamados a qualquer momento. Os que tiverem personalidade, foco na carreira e trabalharem duro, vão colher os frutos logo ali adiante, porque tem futebol no corpo.
    Todos nós temos opinião. O treinador também. Por enquanto, vem se saindo bem. A equipe mudou muito e para melhor do início do ano para cá. A amostra é promissora, a equipe está encorpando e, a continuar assim, não tem como não dar certo. O Grêmio, num mês, mudou de 40% para 70%. É gauchão? É. Mas, essa é a competição que estamos jogando e nela conseguimos recurar a dignidade ainda que o início tenha sido preocupante. Está tudo certo? Não! Está tudo errado? Não! Conseguimos chegar ao meio termo e faz muito tempo que isso não acontecia.

  16. Marcelo Oliveira chegou e já jogou de zagueiro, lat. esquerdo e volante.
    Atuou em 11 das 12 partidas do ano, só perdeu uma pois estava suspenso.
    Com esses dados eu tenho duas possibilidades, ou ele é um fenômeno ou é bruxo do treinador!
    Mas fenômeno já teria jogado na Europa com 27 anos, então…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.