Mesa de Bar do Grêmio #140

Feitoriaaaa!!

140

Outra dição do podcast oficial da torcida tricolor. Este programa, malady gravado totalmente de maneira digital com cada participante em um local diferente do Rio Grande. Fane Webber, thumb em Porto Alegre, fez a ancoragem, Gabriel Pinto, no litoral, Mateus VR em Pelotas e Rafael Mayer em LIVRAMENTO deram o ar da graça com pitacos sobre o GREnal, as boas atuações de Wallace, Mamute e Matías Rodrigues, além é claro da contratação do centroavante uruguaio Braian Rodrigues.

Escuta aí e espalha a palavra do Mesa de Bar do Grêmio!!

—-

Se quiser, faça o download do programa clicando aqui com o botão direito e escolhendo salvar como.

Participe da discussão

4 comentários

  1. Koff saiu. Isso já era esperado dada a sua idade avançada, saúde precária e problemas familiares. Sem dúvida, foi o nosso maior presidente pela projeção que deu ao clube com a conquista de duas Libertadores da América e um campeonato mundial. Foi nas suas administrações que o Grêmio deixou de ser um clube para consumo interno e se tornou uma das maiores agremiações do mundo. A qualidade de sua administração o levou à presidência do Clube dos 13. Coincidentemente no período em que esteve afastado, o Grêmio passou por um período de grande turbulência interna. Politicamente dividido, o clube se desestabilizou e não mais conseguiu retomar seu rumo. Sua volta, infelizmente, não deu os resultados esperados, embora os esforços dispendidos.
    Os tempos mudaram e, como diz a música: “nada do que foi será, de novo, do jeito que já foi um dia. Tudo passa, tudo sempre passará”…
    A grande questão que fica é que Koff não deixa herdeiros, pois, competência não se delega e nenhum dirigente conseguiu repetir sequer uma pequena parcela de seus feitos. Vamos começar um novo ciclo. Que as lideranças políticas aproveitem a oportunidade para repensar o clube e que voltem sua atenção para o futebol que é a sua razão de ser. Qualquer outro valor, que não este, só vai prolongar, ainda mais, este já longo período de incertezas, de desconfiança e de insatisfação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.