Mesa de Bar do Grêmio #138

Bem vindos a mais uma edição do podcast oficial da torcida tricolor!

138

A edição #138, physician gravada em local secreto e desconhecido, viagra order conta com a ancoragem do astuto Fane Webber e dos comentários e opiniões abalisadas do mito Anderson Kegler. Neste programa falamos sobre os jogos contra o Aimoré e Avenida, viagra 100mg falamos da possível saída do Marcelo Moreno e também demos aquela dica sensacional sobre o Desejo Azul.

Te liga, ouve e espalha a palavra do Mesa de Bar do Grêmio!!

—-

Se quiser, faça o download do programa clicando aqui com o botão direito e escolhendo salvar como.

 

 

Hoje, quarta-feira, também tem jogo na Arena. Grêmio contra o Brasil de Pelotas.

 

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X BRASIL DE PELOTAS

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 11 de fevereiro de 2015, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Daniel Nobre Bins
Assistentes: Alexandre Kleiniche e Leirson Martins

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Rhodolfo, Erazo e Júnior; Marcelo Oliveira, Fellipe Bastos, Lincoln e Douglas; Everton e Lucas Coelho
Técnico: Luiz Felipe Scolari

BRASIL DE PELOTAS: Eduardo Martini; Wender, Cirilo, Fernando Cardozo e Rafael Forster; Leandro Leite, Márcio Hahn, Washington e Felipe Garcia; Alex Amado e Nena
Técnico: Rogério Zimmermann

Participe da discussão

36 comentários

  1. O podcast segue a linha tábula rasa: esqueçam o passado recente, esqueçam os fatos, os maus resultados de campo, vamos começar do zero e dar tempo ao tempo, vamos acreditar no trabalho, vamos dar crédito as pessoas…

    é um programa inteiro quase só de ressalvas, avaliações de ressalvas, início de temporada, interior motivado e mais preparado física e taticamente, abismo (???) entre o profissional e a base e outras explicações que simplesmente não JUSTIFICAM as atuações precárias da equipe, as escolhas equivocadas, a repetição de erros institucionais ou individuais… mesmo ressalvando todas essas questões… ou seja, passa ao largo do que realmente interessa e discute perfumaria numa defesa do maravilhoso trabalho que vem sendo feito nessa gestão e na montagem temerária do atual plantel. Crítica chapa branca?

    O mais irônico foi a defesa ao Ruim Costa, praticamente o chamaram de despachante ao descreverem suas atribuições… “ele só executam que mandam”. Bom, se ele só faz isso (???), nem precisa “pensar”, o salário tá alto de mais para tamanha exigência… o que já justifica sua demissão em época de politica de austeridade.

    Mas a pior de todas foi a avaliação injusta do menino Tinga que segundo o relator a “gente que viu que não tinha regularidade”. Como??? Afirmo aqui que ninguém sabe o real potencial desse menino pois simplesmente não foi devidamente testado, pode ser que realmente não fosse aprovar se jogasse mais, mas o fato é que o menino nunca jogou 2 ou 3 partidas seguidas para para se chegar a tal conclusão, de onde o relator âncora tirou isso?

    Afora a contradição em temos de testar os meninos e o abismo entre a base e o profissional… primeiro que abismo é um exagero, tanto que tem garotos que são lançados e mostram naturalidade no profissional mesmo sendo inexperientes, segundo que com abismo ou sem é preciso dar ao oportunidades reais aos meninos e o Gauchão é um dos melhores momentos para isso como bem disse o Beletti no “Bem, Amigos” ao afirmar que graças ao campeonato mineiro recebeu oportunidade de “fazer a sua correria”.

    Então quando a gente diz que viu esse ou aquele menino na base e que merece oportunidade é justamente disso, de ser testado pois fez merecer com boas atuações, por mostrar repertório, se vai dar certo ou não, só tem um jeito de descobrir, a não ser que o âncora do programa nos ilumine com um outro modo de avaliação que desconhecemos, tipo a que fez com o Tinga e sua falta “regularidade”.

  2. Ouvi as opiniões da mesa do bar.

    O Grêmio está aproveitando as categorias de base porque precisa, caso contrário estaria contratando jogadores.

    Na base, há muitos jogadores que se lesionam. Dá para citar alguns nomes que tiveram lesões como Pessali, Juari, Tinga, Renan, Rodrigo. E há outros garotos que sofreram lesões graves.

    Hoje o futebol de base funciona nos mesmos moldes dos profissionais. Não há jogos com torcida, nem a mesma pressão. Mas as regras são as mesmas. Os jogadores são julgados, recebem cartão amarelo.

    Percebe-se que o Júnior está apresentando o mesmo futebol da Copa São Paulo. Quando o jogador é bom e tem cabela no lugar, joga com qualquer idade.

    E, na minha opinião, um partida de futebol profissional não funciona como uma pelada. É evidente que é diferente. O atleta precisa cumprir regras dentro do clube, respeitar a legislação desportiva e ter uma boa conduta dentro de campo em respeito aos demais atletas profissionais.

    A respeito do aproveitamento da base, realmente, a maioria não é aproveitada, pois os clubes preferem jogadores mais experientes e muitos garotos por deficiência técnica ou aqueles que demonstram bom trato são recebem oportunidades. Ou se recebem não as aproveitam.

    Por exemplo, Tinga quase nem recebeu chance.

    Falta planejamento dos clubes.

    Acerca das opiniões benevolentes ao sr. Rui Costa, discordo em parte. Ele é desprovido de competência no futebol.

    Se a função dele é só executar, então, o Grêmio não precisava troca. Bastaria deixar o Pelaipe. Ou então, contratar qualquer um de fora.

    Além disso, parece que o técnico tem mais poderes que o executivo. Se mandarem o executivo se atirar da janela, ele vai lá e se atira.

    Não é assim. Tem que dar autonomia gerencial ao executivo. Caso contrário, o futebol não profissional, mas amador, porque quem continua a comandar são os abnegados.

    Ora, se os abnegados pregam o profissionalismo em épocas eleitorais, deveriam cumprir com a cartilha. Deixar que os profissionais resolvam e depois cobrar pelos resultados.

    Na medida em que o executivo “apenas executa”, não faria jus ao alto salário que recebe, pois sua função quase se assemelha a de um office boy.

    A mesa do bar esclareceu como funciona e tirou a cortina para demonstrar como é frágil a atual administração do clube.

    No tocante as críticas dos torcedores em microblog sobre o desempenho técnico do time, os torcedores exigem melhor qualidade técnico no desempenho da equipe.

    É início de temporada para todos.

    Alguns clubes do interior começam a pré-temporada um pouco antes do que a dupla, é verdade. Mas quanto tempo esses clubes ficaram parados? E quantos amistosos esses clubes fizeram? Fazer a preparação antes significa melhor desempenho técnico?

    Grêmio e Inter sempre tiveram dificuldades no interior. Mas jogando em casa, sempre foi possível ver a superioridade técnica.

    A exigência do Grêmio não é o Gauchão. Dá para testar os garotos. Eu concordo. O problema que logo ali adiante teremos uma Copa do Brasil e depois um campeonato brasileiro. O verdadeiro teste é contra clubes da mesma grandeza do Grêmio.

    Se não exigirmos do clube agora, poderemos ver um time que pode nos levar ao rebaixamento. Os garotos podem sentir a pressão e precisam de qualidade ao lado para suportá-la.

  3. o tinga é um mistério, que essa direção e seus apoiadores fazem questão de não nos informar.

    esse é um dos maiores problemas dessa direção: ela tem vários apoiadores que ficam bajulando tudo que eles fazem, não sei se apenas para criticar o odono ou somente pelo puxa-saquismo. não há contraponto, eles estão sempre certos, mesmo quando erram.

    por isso temos que ouvir que apostar na base é a solução, ao mesmo tempo que mandamos o tinga embora e trazemos galhardo e marcelo oliveira, além do douglas pançudo.

    tá na hora de bajular menos e criticar e cobrar mais. mas daí o acesso às áreas vips da arena não estarão mais abertos, nem os convites pra eventos virão mais, então é melhor continuar nessa toada, que pelo menos assim algumas pessoas estarão vivendo seu sonho, de vivenciar o clube por dentro, mesmo que um clube falido e perdedor…

  4. Pois é, o Tinga é um mistério mesmo, mais um que sempre brilhou na base e sequer foi testado. Jogou o gauchão 2014 no banguzinho, não com os profissionais. Não entendo a lógica de não testar a gurizada no gauchão, campeonato que todos sabem que o Grêmio vai chegar nas finais. Testa agora com jogos mais tranquilos e dá sequência.
    Hoje é um jogo mais pegado, define liderança e uma sequência mais tranquila de jogos.

    Sobre o Rui Costa, se ganha mesmo os 50 mil/mês que dizem, deveria fazer chover!

    Em 2008 o Grêmio tava numa situação igual, sem muitos recursos, e o Pelaipe foi a Jundiaí buscar Réver e Victor, por quase nada de investimento. Depois sairam vendidos por € 5 milhões e € 3,5 milhões, respectivamente.
    Esse fazia chover, sempre ressaltando que tinha seus problemas.

    Rui Costa tentou isso com Maxi e Alan Ruiz e acertou em cheio com Telles, Ramiro e Bressan. Porém trouxe cada tranqueira ao mesmo tempo que seu índice de acerto ficou muito baixo.

  5. Foi o Walace voltar que o Felipão já vai acomodar o bruxo Marcelo Oliveira na lateral esquerda, tirando uma das melhores notícias do ano do time, o Junior.
    Essa é a renovação estratégica do Grêmio! Eu falei há dias, essa direção só colocou alguns jovens no grupo porque faltou dinheiro pra contratar mais perebas!
    Aproveitamento da base é balela!!

  6. Claro que no mesa do bar do Grêmio tendo patrocínio/parceiro o pessoal irá absolver a direção, o técnico e o executivo, digo, o office boy remunerado.

  7. O Grêmio não foi mal, o Grêmio jogou o de sempre. A diferença é que encontrou um adversário melhor que sem muito esforço ganhou do Grêmio com naturalidade.

  8. Mais uma partida calamitosa do Bastos e ele não sai do time, errou todos os passes. Mas claro que o primeiro a sair é o Walace. Marcelo Oliveira tá jogando mais que o Bastos, pra ver a situação do Grêmio.
    Erazo é outra coisa sem explicação, cintura dura, muito fraco.
    E o Douglas novamente não fez nada. Acertou uma assistência que o Lincoln não chegou e mais nada. Em 3 jogos o time melhorou quando ele saiu e na melhor atuação ele não jogou. Deve ser por acaso que isso acontece…

    O time é lamentável, em quatro jogos não se vê evolução nenhuma. Felipão segue perdido e improvisando e hoje conseguiu mexer pior do que escalou.

  9. Grohe segue sendo o mesmo eterno reserva do GRÊMIO … e seu grave defeito de sair mal nos cruzamentos persiste …
    Jefferson … goleiraço …

  10. Everaldo, Lucas Coelho, Paulinho e Everton.

    Tínhamos dois centroavantes e agora sobrou isso pro ataque.

    O Grêmio não tem planejamento nenhum! Vão deixar pra reforçar o time em agosto.

  11. Claro que não termos as explicações do vice-de-futebol. Ele está negociando a Arena com a OAS, sendo que a compra já havia sido acertada e anunciada pelo nosso vice ano passado. Embora já tenha fechado a compra, ainda está em negociação.

    Como a transparência é a característica da atual gestão do MGdoB, todo mundo sabe todas as coisas do clube.

    A direção é honesta com a torcida.

  12. PREPARO FÍSICO … FUNDAMENTAL …

    A passagem bem anterior do Darlan no GRÊMIO foi com inúmeras lesões musculares …
    Time médio tem que correr mais que os outros …

  13. aliás, arquivaram o Coelho.
    Hoje Felipão conseguiu a proeza de botar Marcelo Hermes e Junior no banco, dois laterais esquerdos.

  14. Não temos um muito bom segundo volante …
    Faltam atacantes e um oito ( Juliano mais um ) …
    Com criatividade e conhecimento do mercado se traz sem gastar muito …
    Aliás, em tempo de contenção de despesas, Mortoza … Já temos o Ivo …

  15. O Grêmio quer pagar todas as dívidas segundo Felipão. Mas os créditos que o Grêmio tem a receber, não são cobrados.

    Ao menos, o executivo Rui Costa explicou ao técnico que teria que acionar o jurídico.

    É uma barbaridade!!! A incompetência é maior do que eu mesmo imaginava.

  16. Felipão falando de dinheiro, salários, dívidas, planejamento… é o nosso vice de futebol!
    Novamente o futebol nas mãos do treinador, o Grêmio é um clube AMADOR.

  17. contrataram um Schumacher pra diretoria de MKT e deixam um Barrichello no futebol.
    E ainda por cima deixam vaga a função de quem deveria pensar o futebol do clube.
    Tá bem claro que o futebol não é mais a prioridade do Grêmio.

  18. O Grêmio precisa de um dirigente competente. Essa é a primeira contratação que precisamos fazer.

    Depois,vamos atrás de mais qualidade para o grupo.

  19. Só o grêmio que paga dívidas? O CAM ainda não pagou o Victor!!!!!!
    Não que sejam as maravilhas do mundo, mas o Maxi jogava fácil nesse time; o Erik Foi emprestado.

    Ai tenho que ver PAULINHO? ?????? é um dos jogadores mais burros que já vi jogando no grêmio.

  20. O filme vai ser o seguinte.

    Vai com esse time vagabundo comecar o BR, ai vai ficando no z4 e a água batendo na bunda, desespero batendo na porta.
    O Ruim Costa vai ao mercado atrás de refugos tipo à moda doido. Só terá nabas. Time montado no meio da competição chegando a toda semana um refugo e assim vai ser…..resultado final será a queda à Serie B e o projeto austeridade apregoado pela direção realizado com sucesso.

    ESSA austeridade foi feita pelo Flávio Obino e deu resultado que todos nós sabemos.

  21. Hoje me indispus com alguns “gremistas” na Arena, simplesmente porque não me conformava com o que estava vendo e reclamava em altos brados do péssimo futebol apresentado pela equipe. Depois, pensando bem, cheguei a conclusão que o motivo da indignação comigo era porque eu dizia que a culpa da atual situação do futebol do clube tem nomes conhecidos. Todos sabem quem são mas fazem “vistas grossas”, porque estão afinados com as ações que são praticadas. Em síntese: procuraram “blindar” os seus iguais. Fui xingado e até convidado a me retirar de minha cadeira, pois segundo eles, minha manifestação os estava incomodando. Vejam a que ponto chegamos. A “patrulha’ está ativa e quem não concordar com o discurso oficial de que o Grêmio está forte coeso e no caminho certo, como disse em entrevista o Dr. Rui Costa, é considerado “persona non grata”. “O Grêmio precisa é de apoio”, diziam. Apoio o Grêmio “desde criancinha” e não vai ser um “baba ovo” qualquer da vida que vai me dizer o que fazer e como me comportar. Sou de uma família de gremistas de Uruguaiana. Aprendi, na vida, ter esse clube como minha segunda família .Não posso aceitar que a “politicagem” volte a nos assombrar com a “segundona”, pois, a forma como estão sendo conduzidas as coisas, é um alerta de que esta é uma possibilidade que não pode ser descartada. Já passamos por isso e os sintomas se assemelham. Só de pensar estremeço, pois acreditar na palavra dos dirigentes é como apostar na loteria. Tomara que eu esteja errado e que consigamos superar, em breve, este penoso momento. Não podemos, sob pena de sermos taxados de omissos, deixar a coisa rolar descontroladamente para ver como é que fica, porque o tombo, na segunda vez, é bem maior e pode ser fatal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.