O maior clássico do Brasil, site um dos três maiores clássicos da América Latina (na disse em que posição) e com certeza um dos 10 maiores clássicos do mundo. Clássico GREnal.

É o sexto clássico que vale por duas competições, seek Campeonato Gaúcho e pela Liga, pharm e a bola rola às 18 horas e 30 minutos. Os portões da Arena abrem às 15 horas e 30 minutos.

17984163

Grêmio vai com equipe titular ao jogo e promete ignorar a sequência de jogos.

A arbitragem fica nas mãos de Anderson Daronco, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Júlio Cesar dos Santos.

Resumo:

O QUÊ? GRENAL 409.
ONDE? ARENA DO GRÊMIO
QUANDO? 06/03 – 18h30min
QUEM APITA? Anderson Daronco.

equipe-do-gremio-comemora-a-goleada-sobre-o-internacional-no-brasileirao-1439163071128_615x300

ORÇA GRÊMIO, HEY!

 

Participe da discussão

20 comentários

  1. confiante pro jogo, me agrada a postura do Grêmio em tratar esses 4 jogos na Arena como 4 decisões e ir com time titular em todos. É evidente que estão com ganas de vencer e a vitória na Libertadores vai incendiar ainda mais o estádio.
    Minha única preocupação é a dupla de volantes Edinho e Maicon, acho muito lenta pra acompanhar esse ataque do inter, que é rápido. Além do mais eles têm dois bons laterais, melhores que os nossos, e que vão causar problemas se o Grêmio não conseguir acompanhar o ritmo no meio.
    Contra a LDU já não gostei dos buracos deixados entre as linhas. Se conseguirmos passar por cima disso acho que as chances de vitória são grandes, pois temos mais qualidade pra definir o jogo.

    Espero que apareça hoje aquele algo a mais, o diferencial dos times vencedores! Uma vitória encaminha a 1ª Liga e o gauchão, além de deixar os coloridos em uma péssima situação.
    Que o Grêmio seja grande!

  2. Jogo ruim, dois times com medo de perder.
    Grêmio até foi superior, mas não conseguiu criar quase nada, fora os chutes de fora da área e a chance do Luan. Infelizmente o time sucumbiu de novo na hora H, falta o espírito vencedor nesse time, há horas.
    Pior ainda é o saldo com a lesão do Bolaños.
    Grêmio errou ao jogar com reserva na 1ª Liga e acabou criando um jogo decisivo no gre-nal, que todos sabiam que seria entre os jogos da Libertadores. Fica claro que o estadual JAMAIS pode ser prioridade pro Grêmio, enquanto a FGF for clubística. Certa vez Jackson quebrou a perna do Mario Fernandez e o Vuaden deu só amarelo no lance.
    Gauchão é isso, é jogo de cartas marcadas.
    A culpa foi do Grêmio em não saber conduzir a classificação na 1ª Liga.

    Contra o San Lorenzo podemos vencer, mas o time terá que agredir mais. Não dá pra deixar o Everton no banco, Roger de novo punindo a gurizada! Henrique já virou opção antes do Everton, Lincoln sumiu do banco, Kaio perdeu lugar pro Ramiro!!!
    Aí também fica complicado, o Grêmio não se ajuda!

  3. E tinha falado antes, dupla de volantes do Grêmio me deixa de cabelo em pé, toda hora correndo atrás do time adversário. Hoje o time morreu aos 30′ do 2º tempo e os volantes não achavam o inter. Temos o Kaio pra jogar ali até o Walace voltar, mas o guri nem banco pega!
    A falta de velocidade e agressividade deles também influenciou no ataque, estivemos sem movimentação na frente e nenhum dos volantes aparecia para dar opção.

    Notícia boa hoje tá difícil, ao menos o Wesley foi uma ótima surpresa, não sentiu o jogo.

  4. Mais um jogador quebrado com a conivência da arbitragem charmosa. Mas o Grêmio, na hora de prestigiar, preferiu o gauchão à primeira liga. Que bela merda.

  5. A falta de título nos faz jogar esses jogos como se fosse final, ou se submeter a lances de final de campeonato. Mesmo sendo um clássico.
    Se estivéssemos em outra fase de glórias, poderíamos nos dar o luxo de jogar com um time reserva mesclado com gurizada da base que ganharíamos desse timeco do Inter. O Argel é um ser repugnante, cria do Dunga e que logo ali, vai se dar mal com essa história de dar no meio de todo mundo.

    Mas o nosso Grêmio foi cagão. Nossos melhores jogadores insistem em não virarem craques e heróis, pois não sabem matar um jogo dentro de casa na frente de 48mil pessoas.

    Que fase eterna essa nossa. Negócio é comemorar a defesa do Geromel mesmo.

  6. A lesão do Bolaños é preocupante. Não sei se o Departamento médico está valorizando demais essa lesão. O jogador foi para um lance em que o o jogador do inter usou o corpo e o braço no rosto do Miller. Por utilizar o praço daquela forma, cabia o árbitro ter marcado falta, pois foi desnecessário levantar o braço daquela forma. Evidentemente correu o risco de acertar em cheio como de fato ocorreu.

    O Grêmio teve alguns bons momentos. Poderia ter aproveitado as chances claras que teve. Mas o Inter também chegou com perigo, conseguindo chances claras.

    Realmente, o Fred não transmite segurança. No segundo tempo escapamos. E o Inter explorou mais as avenidas, foi por onde conseguiu criar mais..

    Grêmio teve mais posse de bola, mas sem muita objetividade. O inter foi a campo pelo empate e conseguiu controlar as ações do Grêmio. O adversário tentou explorar os contra-ataques. E foi no segundo tempo que conseguiu encaixar melhor, tendo criado uma chance clarrísssima de gol após Luan perder um gol incrível.

    O Grêmio foi menos do que o Grêmio contra a LDU ou a Inter foi mais time do que a LDU?

    Bem essa é uma questão que o futuro irá nos responder.

    Espero que o Grêmio tenha jogado pelo gasto hoje, porque encontrou dificuldades de abrir o marcador. Times argentinos constumam aproveitar os erros cometidos.

    Contra o San Lourenzo não dá para errar como fez o Fred que passou voando pelo jogador do Inter, cedendo uma oportunidade para o adversário entrar sozinho área dentro.

    As duas laterais do Grêmio deixaram a desejar hoje.

    Se o Grêmio tivesse laterais melhores tecnicamente, cresceriam em muito as chances de vitória.

    Contra o San Lourenzo, a equipe irá correr mais e se doar mais. Hoje, os jogadores dosaram mais suas energias.

  7. Sobre a arbitragem, foi aplicada a típica escola do Carlos Simon. Muita conversa e poucos cartões. Ou melhor, cartões distribuidos de acordo com a conveniência e oportunidade do árbitro.

    O árbitro cometeu alguns erros na marcaçã ode algumas faltas, mas no geral não influenciou no resultado.

    Daria nota 7 para o árbitro e para os bandeirinhas nota 9. Errou no lance do Miller. Deveria ter marcado a falta., porque o jogador do Inter deixa de ir na bola e vai no corpo, inserido o braço em direção ao jogador do Grêmio para proteger a bola. Não foi uma jogada de ombro a ombro.

  8. atencao GERENCIA : PECO PARA QUE PUBLIQUE AQUI O LANCE DA LESAO DO MILLER ok . E TBMMMMMMMM A ( DECLARACAO DO COLORADO / CONSELHEIRO ==== LUCIANO DAVI 69 ) neeeee . O CARA TAVA NA ( BANDEIRINHA DE ESCANTEIO , DEU COTOVELACOOOOOOOOOOOO PRA MACHUCAR MESMO ) E O JUIZ 69 NOVELETO , NADAAAAAAAAAAAAAAA FEZ . ###### NAO TE CALA GREMIOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO !

  9. Analisando o lance do Miler com o Willian, o jogador do Inter chega primeiro com o braço e depois com o corpo.

    Foi uma violência contra o Miler.

    Tinha dado nota 7 ao Daronco precipitadamente. Pelo lance do Miler e pelo penalti não marcado em favor do Grêmio, merece nota 2.

    Equivoquei-me na primeira análise. Foi uma agressão. E o Willian tinha que ser expulso.

  10. O lance do Miller parecia normal pra quem está dentro do Estádio ou não vê de melhor ângulo pela velocidade que foi. Até eu achei que tinha sido normal, pois ocntinuou no jogo e tal.

    E não é a primeira vez que o bandido Willian fez isso. Contra um jogador do Chapecó ele entrou da mesma maneira.

    Por determinado ângulo, parece que ele usa o corpo no jogador do Chapecó, mas na verdade é o cotovelo. E essa mesma atitude ele vez contra o Miller.

    A direção do Grêmio tem que lutar por uma punição ao criminoso Willian.

  11. Independentemente do lance do Bolaños com o William que é polêmico, estou inconformado é com a baixa produção do Marcelo Oliveira e do Edinho. Estes jogadores estão rendendo muito abaixo do esperado e comprometendo todo o sistema defensivo. Além do mais, deu para notar que está faltando gás ao Grêmio, em razão da sequência de jogos. Não gostei do Giuliano e do Fred, também. Roger tem que dar um jeito na saída de bola da defesa, que fica lenta a partir do meio de campo para o ataque. O excessivo números de passes sem objetividade deixa a impressão que os jogadores estão mais preocupados em se livrar da bola do que dar andamento a alguma jogada mais apurada. É visível a falta de criatividade diante de uma defesa bem postada. A saída de Bolanõs nos deixou sem opção de jogada pelo meio do ataque, uma vez que Luan ficou sem companhia para as jogadas mais agudas. A tentativa de jogada pelas laterais esbarrou na baixa produtividade de Marcelo Oliveira que errou muito e da inexperiência Wesley que pouco contribuiu embora não tenha comprometido. Não adianta colocar um jogador veloz como Everton se a a companhia não ajuda. Vimos o Grêmio ser obstaculizado nas jogadas pelas laterais, em razão da falta de aproximação dos jogadores do setor, de jogadas ensaiadas e da falta de velocidade. O Grêmio cansou no segundo tempo. A meia cancha com Maycon, Edinho, Douglas e Giuliano sentiu a intensidade da partida e a sequencia de jogos e caiu de produção, deixando a defesa um tanto quanto desguarnecida. Fred, sem um cão de guarda a sua frente, deixa muito a desejar e é presa fácil para qualquer atacante. Geromel, como sempre, tem sido nossa tábua de salvação na defesa. Sem ele, não sei não.
    Desperdiçar uma ou outra jogada na cara do gol faz parte. Errar é humano. Não vou crucificar Luan por perder um gol quase feito, pois na minha opinião foi um dos melhores jogadores em campo. Marcelo fez uma ou duas defesas importantes e no mais foi um assistente privilegiado. O empate ficou de bom tamanho e foi o resultado que refletiu as ações de campo.
    Como gremista saí frustrado pois esperava mais da equipe. Mais mais uma vez, saltou aos olhos e ficaram evidentes nossas carências e nossa preocupação não com o resultado em sí, mas com a falta de soluções para os problemas na equipe.
    Torcida ajuda mas não ganha jogo. Ontem,fizemos nosso papel. Que as respostas de Roger na entrevista, tenham sido, apenas, uma saída estratégica para driblar as dificuldades enfrentadas pela equipe durante a partida. O que nós gremistas esperamos, é que o treinador faça uma avaliação correta dos problemas e que encontre uma rápida solução para os mesmos, “duela a quem duela”.

  12. O Grêmio não aprendeu a lição com o episódio do Gladiador em um Gauchão passado. Não devia ter jogado com o time titular.
    Sempre defendi e repito hoje: Gauchão é para jogar com sub-20 para treinar a garotada e preservar os profissionais para competições importantes.
    Agora nos resta rezar para que Miller se recupere.

  13. “O excessivo números de passes sem objetividade deixa a impressão que os jogadores estão mais preocupados em se livrar da bola do que dar andamento a alguma jogada mais apurada.”
    Perfeita colocação.

  14. Esse meliante do William já fez isso contra o.Pedro Rocha,. Contra o William Barbio e depois de.tantas vezes tentando quebrou a cara o Miller.

    O grêmio deveria mandar daqui para frente time B no gauchão. Foda-se essa merda de campesinato onde tem um presidente cafajeste que manda nessa instituição de merda

  15. Outra coisa o grêmio tem que tentar e fazer com que o STJD puna esse meliante pq no TJD ele.não será punido. O campeonato valia TB pela primeira liga

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.