GRÊMIO x Figueirense – Arena do GRÊMIO – 21h

Finalmente um horário de boite em dia de boite!!

O GRÊMIO entra em campo hoje pelo dilmão 2015 tentando recuperar-se de um início péssimo no campeonato!!

Estamos de técnico interino e com um time que também parece ser interino… mas vamos que vamos!

O GRÊMIO precisa vencer hoje para acalmar os ânimos e dar um tempo para a direção trabalhar!

A Gerência

Sempre Imortal, search o blog da torcida GREMISTA!

Participe da discussão

85 comentários

  1. dureza de assistir, mas ganhamos, isso é o que importa agora.
    Pouco mudou em relação aos outros jogos, até pq a ideia de futebol do Felipão foi mantida, o que mostra que a direção não enxerga os problemas do time, senão teria cobrado mudanças.
    No fim confirma que o problema é maior que o treinador, falta visão de futebol, de pessoas que entendam o que é o futebol moderno.
    Seguimos acreditando em Douglas e Giuliano na nossa criação, em laterais medíocres e no Braian. Mesmo fazendo o gol, é incrível que o treinador coloque a esperança do time no Braian antes do Mamute, que virou agora 2º reserva.

    O time é extremamente lento, não faz jogadas de ultrapassagem e de movimentação na frente. Hoje Giuliano e Douglas foram lamentáveis, errando passes simples e deixando de finalizar. Mas são intocáveis, vou esperar sentado pra ver o Lincoln entrar no time

  2. Ganhamos um jogo de 6 pontos, pois Grêmio e Figueirense são postulantes a rebaixamento com as configurações atuais. Concordo com o Targa, a concepção equivocada de time do Felipão foi mantida, o problema é bem mais amplo e preocupante pois situa-se na direção que é muito ruim. O trio Bolzan, Pacheco e rui Costa é um dos piores da nossa história e com eles seremos fortes candidatos a cair ou no máximo nos assentar no meio de tabela, sem ambição nenhuma, como um time médio que perdeu a grandeza.

    A única coisa que senti foi que mudou o astral dos jogadores, me pareceram mais ligados e motivados do que com o Felipão. Pega-se muito no pé do Luan, mas foi o único a tentar algo diferente em meio a tanta mediocridade, também gostei de outro perseguido pela torcida que é o Felipe Bastos que entrou bem de lateral, com iniciativa e foi melhor que Galhardo.

    Mamute entrou bem e na sua posição como falso ponta, preparando jogadas, com ele fazendo pivô e tabelando na esquerda, Marcelo Oliveira conseguiu apoiar e fazer o que um time que tem um centroavante de área precisa que é jogada de linha de fundo, mas são muitas raras essas jogadas, não se vê triangulações e o time é lento e sem mobilidade. A insistência burra com Douglas só atrasa a formação do time e até Maxi Rodrigues pode fazer melhor por ali. Ainda que ache que devemos contratar. Acho o Wagner do Flu um bom jogador, inteligente. E o lateral Buffarini especulado é muito bom jogador, desarma bem, tem intensidade de jogo e é veloz. De centroavante tem o Henrique ou Riascos do Cruzeiro, um dos dois nem banco pega e pode querer ser negociado depois da Libertadores, é aguardar. O grande lance seria usar o salário da ex-comissão técnica e trazer o Guerreiro do Timão ou um meia tipo Diego ex-Santos, conforme tenho sugerido, pois iriamos sair dessa mesmice e dar um salto de qualidade que precisamos, pois a austeridade levada muito ao pé da letra, rigidamente, é ausência de criatividade, comodismo de direção muquirana.

    Tenho a sensação que se Romildo continuar a frente da contratação do treinador, outras trapalhadas irão ocorrer e não será nenhuma surpresa se o contratado for demitido 10 rodadas depois. E se a reformulação do dep. do futebol não for feita, 2015 já era, será outro ano perdido. E com fortes emoções pela frente, pois direção ruim sempre é risco grande de rebaixamento.

  3. Eu não acho que atuação do Grêmio tenha sido tão ruim assim. A zaga teve boa atuação, o lateral esquerdo foi muito bem hoje, teve o domínio do jogo, a posse de bola, e criou várias situações de gol. É certo que o ataque não foi bem, principalmente o Pedro Rocha, que já teve algumas oportunidades e não vem aproveitando. Acho que agora só falta testar o Vitinho. Se o Grêmio não tivesse tomado aquele gol da Ponte no ultimo minuto, estaria hoje na liderança do campeonato e provavelmente não teria crise e Felipão não teria sido demitido.

  4. Assustadora a entrevista do Embromildo. Levar ao CD a contratação do treinador? Que a busca pelo treinador está zero?
    Que o interino pode fazer mais dois ou três jogos? Ta feia a coisa. O Embromildo lembra muito a gestão Obino.

    O jogo de hj foi ridículo, esse time e pornográfico.

  5. Ainda sobre o jogo, Rhodolfo voltando traz muita segurança ali atrás e consagra seus parceiros, seja Geromel ou Erazo que juntos foram muito mal mas com o nosso capitão vão bem.

    Achei o menino Pedro Rocha disperso mas não teria tirado ele e sim Douglas, só que sempre sobra para os meninos no Grêmio, não tem jeito. O Júnior jogando com o Mamute encostando nele poderia ir tão bem ou melhor no apoio. Na defesa Oliveira vai melhor. Na partida que Júnior foi mal não tinha ninguém para jogar com ele, aliás, já afirmei inexistem triangulações pelo lado de campo no Grêmio seja pela direita ou esquerda.

    Que vem muito mal é Wallace, terceira partida ruim dele, infelizmente, muitos erros de passe e lentidão para sair jogando. Mas merece uma sequencia assim como os veteranos. Precisamos jogadores com maior movimentação e velocidade pois o time é muito previsível, estático e joga pouco pelos lados de campo, acho que Maxi e Fernandinho podem tornar o time mais leve e rápido, ao menos como opções para o decorrer da partida. Gostaria de ver o Alan Ruiz de volta igualmente. E preocupa muito a dificuldade nas conclusões de nossos jogadores, time que não faz gol, que tem pouco poder de fogo, vai penar em qualquer campeonato, vai parir uma bigorna para vencer em casa. 1 x 0 vai ser goleada.

  6. Essa de que o interino pode fazer mais duas ou três partidas me faz pensar que o Grêmio está esperando algum treinador, talvez Mano Menezes que está em viagem na Europa se preparando, se reciclando e mostrando profissionalismo. Se for o caso, sei que tem gente que não gosta, mas acho um bom treinador. Porém é outro que repetiria Felipão se não tivesse um direção forte para cobrá-lo, principalmente, quando da sua tendência a retranca e predileção pelos mais experientes.

    Meus três treinadores favoritos seriam Cristovão, Mano e Rogério Zimmerman, mas qualquer um deles precisaria de respaldo de uma dep. de futebol melhor estruturado que o atual, Aírton Ruschel seria um bom nome, gosto de suas intervenções e visão de futebol em programas esportivos que já assisti, tem perfil mais calmo e agregador, só que aí precisaria um outro dirigente de perfil mais sanguíneo tipo o Dênis Abraaão que foi muito mal de executivo mas na parceria com o AVM dedo podre, seria interessante um executivo de fora como o ex-jogador Juninho Paulista que conhece bem o mercado de SP ou outro como o Tcheco, tinha que ser alguém com bom conhecimento, circulação e contatos no mercado da bola.

    Agora, se o presidente é neófito não tem que sair perguntando a todo mundo sobre treinador, tem é que reformular o dep. de futebol que pelo visto ele não confia. Até acho que é melhor demorar para decidir, reestruturar o futebol antes e depois trazer o técnico do que escolher mal e na pressa agora e ter de rever tudo logo ali na frente.

  7. Primeiramente, achei que o Grêmio demonstrou mais vontade na partida. Jogadores se doaram mais, com exceção do Douglas, eis que não é o seu estilo.

    O Grêmio não fez uma boa partida. Não é um time com um padrão técnico dentro de um jogo. Alterna bons e maus momentos.

    Na lateral esquerda, Oliveira foi bem hoje. Começou mal, mas cresceu na partida durante o primeiro tempo e se manteve bem no segundo tempo.

    O Luan é nosso referencial técnico. O único que tenta fazer alguma jogada diferente. Está faltando parceria e treinador para fazer ele um grande jogador.

    Na lateral direita, o Galhardo fez uma partida irregular. Muito irregular. Defensivamente, ele vai mal.

  8. Em relação a entrevista do Embromildo, foi assustadora a entrevista.

    Agora, eles têm UM NOVO PROJETO.

    Oremos!!!

  9. Em relação aos técnicos, existem duas linhas. os técnicos mais caros e de renome ou técnicos emergentes.

    Dos técnicos de renome: Cuca seria o meu preferido. Não gosto do Mano Menezes como técnico. Faz bons trabalhos, tem competência, mas ele só trouxe o Grêmio de volta à primeira divisão por um milagre.

    Os dois acima são muito caros.

    Dos técnicos emergentes: Doriva é técnico campeão Paulista e Carioca. Itamar Schulle é técnico campeão Paranaense. E o técnico Léo Condé não foi campeão, mas faz uma brilhante campanha no Mineiro onde tem dois clubes grandes e com times forte. Se manteve invicto até a última partida da final.

    Esses três nomes emergente seriam interessantes para o Grêmio. São técnicos de futuro.

    Não sei se é o momento para nomes emergentes, mas esses daí dá para apostar.

    A respeito dos técnicos Gaúcho: Róger é um técnico que precisa provar e fazer campanha como esses técnicos emergentes citados. Gilmar Dal Pozzo é um técnico que faz bons trabalhos, mas ainda está faltando o título.

    Essa diretoria está brincando. Lembra a gestão Duda que ficou mais de 30 dias sem técnico.

    Acho que estão fazendo pesquisa a respeito dos técnicos com Marcos Hermann. Que vergonha!!!

    Agora, temos um novo projeto??

  10. Confesso que ouvir o presidente dizer que pode ser que o técnico demore ainda mais de uma semana pra chegar foi desestimulante. Esperava que ao menos houvesse tratativas já iniciadas com alguém. Acho que o Grêmio está com medo de fazer outra besteira, por isso a demora. Ao menos isso demonstra que eles sabem o quanto têm errado.
    Uma contratação ruim (ou mesmo uma mediana) num momento como esse poderia resultar num rebaixamento ou quase. Ao mesmo tempo existe a preocupação com os cofres do clube, já que uma multa rescisória em caso de nova troca de técnico pra tirar o time da berlinda seria bastante complicada.
    Nesse caso também confesso que tenho minhas dúvidas se a direção tem essa capacidade de tomar uma decisão correta se estudar muito as opções. Como não é uma decisão fácil, terão que nos surpreender.
    De todo jeito só vai dar pra avaliar se trouxeram a pessoa certa depois de um tempo, pois quem virá provavelmente será novo e barato, e não dá pra medir com segurança a qualidade de um técnico pelo que eles fizeram com times pequenos. Muitos não conseguem treinar os grandes. A única certeza que tenho é que se demorar muito pra no fim anunciar Roth ou algo que o valha, poderemos perder a fé

  11. Os maiores títulos do Grêmio foram conquistados por treinadores emergentes e gaúchos. Portanto, estas aposta já foram testadas e deram certo. Se vai continuar dando certo, só Deus sabe, mas o que se sabe é que os treinados de fora, ganhando altos salários fracassaram. O fato de um treinador mais jovem não ter conquistado nenhum título até agora não significa nada. SE o cara só treinou o Caxias, Guarani de Farroupilha ou Fortes e Livres de Mussum não poderia ganhar nada mesmo, mas não significa que não seja bom. O Marcelo Oliveira fez um excelente trabalho no Coritiba, foi para o Cruzeiro e hoje é um treinador consagrado. Acho que o treinador campeão do Paraná e o vice no mineiro podem dar certo. O treinador do Vasco que o Grêmio anda atrás , foi campeão no interior de São Paulo.

  12. gostei do Bastos na direita hein, era isso que pedia dos treinadores, uma ideia nova, pois não dá mais pra aguentar Galhardo. Mas isso só foi possível com a pipocada do Matias.
    Dá alguns jogos pro Bastos na direita e ele pode se firmar, pior que o Galhardo não vai ser.

  13. Por que a resistência de dar uma oportunidade ao Raul???

    Será que vai tão mal assim nos treinos?

  14. Concordo que treinador que não conquistou título em time pequenos, mas fez um trabalho de destaque pode ser um bom nome para o futuro.

    Hoje, Gilmar Dal Pozzo é um nome interessante.

    Tite foi campeão pelo Caxias vencendo o Grêmio. Mano Menezes vinha fazendo bons trabalhos no interior e fez bom trabalho no Caxias.

    Luis Felipe Scolari fez bons trabalhos com times pequenos. Inclusive foi campeão da Copa do Brasil pelo Criciúma.

    Até o Mancini foi campeão da Copa do Brasil pelo paulista. Infelizmente para ele, não conseguiu ter êxito quando chegou em clubes de maior porte.

  15. Mais uma vez o Luan foi o único que teve lampejos de jogadas para desequilibrar o adversário. E mesmo assim se ouvem murmúrios da torcida.
    Realmente é uma pena que o Luan não habla espanhol.

  16. O Luan é bom jogador, mas precisa encontrar o lugar certo para jogar. Acho que ele tem que ser aquele meia a moda antiga, que jogava quase ao lado do centro avante. Dá dois toque na bola e está na cara do goleiro. Se ele for o segundo atacante pelos lados já não tem o mesmo rendimento, porque ele é muito individualista e como fica longe da área a probabilidade de perder a bola no terceiro toque é muito grande. O Grêmio dos últimos anos foi quase em tudo, o que significa que faltou pouco. Se faltou pouco no ano anterior, é só ajustar no ano seguinte e não trocar tudo. Hoje o time do Grêmio não é grande coisa, mas também não é tão ruim assim. O sistema defensivo é o mesmo do ano passado, quando foi o melhor do campeonato. Com um bom lateral direito, um meia que corra mais que o Douglas e um atacante de ponta, dá para brigar pelo título. Por falar em Douglas, ontem ele teve lances de craque, de gênio, mas pecou na média, perdendo bolas fáceis e armando contra ataque do adversário. Acho que ele é jogador para os 30 m.finais. Se tivesse um atacante de ponta só pelo salário,acho que o Grêmio deveria apostar tudo, pagando até hum milhão de salário.Só a comissão técnica do Felipão custava isto. Traz uma nova por 400 , que já sobra 600.

  17. Eu não sei se a minha avaliação está correta, mas eu acho que o Luan deveria jogar mais ou menos como joga o Kaka. Recua um pouco, recebe a bola e parte para cima da zaga adversária, pelo meio, sem esta de jogar muito atras ou pelos lados. É ali no miolo da zaga adversária que o jogo se decide.

  18. Luan é atacante. Tentar transformá-lo em meia é desperdício. Ele tem drible curto. Quanto mais próximo da área melhor.

    Lógico que ele sai muito para buscar o jogo porque a bola não chega. E também ele volta muito para acompanhar os avanços dos jogadores adversários.

    Na base Luan era artilheiro. E se tivesse potencializado esse trabalho, ele estaria ainda melhor.

    O Luan é o artilheiro desse grupo. E tem torcedor que não consegue ver futebol.

    Se colocassem o Messi ou o Cristiano Ronaldo, teriam dificuldades. O time não ajuda. Evidente que os dois citados estão num nível bem superior ao do Luan. O Ronaldinho trairucho foi vaiado aqui.

    Boa parte do torcedor que vai ao estádio entende pouco de futebol.

    Esses torcedor que vaiam bons jogadores, não vaiam os argentinos ruins. São capazes de se oferecerem para ser mulherzinha dos gringos.

  19. Penso do mesmo modo que alguns. Luan deve jogar mais próximo do centroavante. Ele tem habilidade, drible curto, estilo trazido do futsal de onde é sua origem. Como alguns técnicos querem que ele jogue, ou seja, saindo muito longe da área para ser o armador que o time não tem, o prejudica em demasia e irrita parte da torcida que não entende merda nenhuma de futebol. Luan não é muito velo do estilo Nilmar.
    Eu imagino esse menino num time arrumado e bom, como Corinthians, Cam, Cruzeiro ou até no Coirmao. Mas a geração batalha dos aflitos só dará valor quando o Luan for embora. Choram pelos Alan Ruiz, Bertoglios, Miralles, Herreras, Maxi Lopez entre outras Nabas que não jogam bosta alguma e odeiam os pratas da casa. Deve ser por isso a fila de 15 anos.

  20. Não adianta trazer treinador com esse dep. de futebol que está aí. Entendo a ansiedade de todos mas o clube precisa se reestruturar antes ou o novo técnico não durará 10 rodadas, ainda mais se for um emergente.

    O que se lê e se ouve pela imprensa é que Romildo está escutando todos os grupos, consultando muita gente e está acontecendo um disputa politica muito grande pelas diretrizes no futebol, por isso, ainda não foram realizadas mudanças (nem anunciadas) as saídas de Pacheco “Poção Mágica” e Rui Costa “Despachante”, mas quero acreditar que ambos em breve estarão fora, assim que o presidente se decidir pelos seus substitutos. Preocupa muito é o amadorismo do Bolzan, espero que escute as pessoas certas e faça o melhor para o clube e não para os confrades. Essa palhaçada tem que ter um fim!

    Sobre o time, Felipe Bastos na lateral pode ser uma boa. Claro que prefiro ao menos ver o Raul ter uma chance, talvez a avaliação que façam que é muito menino ainda, mas tenho a sensação que quanto mais eles seguram, mais erram, pois se bota para jogar ou o menino deslancha ou se comprova que tem de esperar mais, mas ao menos se tenta algo diferente, insistir com quem não vem dando resposta é que uma tremenda burrice, como fizeram com o tal Matias que entregou vários jogos.

    Acho perda de tempo discutirmos o Luan, ele é a referência do time. É um jogador versátil que pode jogar tanto no ataque quanto no meio, o problema do Luan é o entorno, cheio de jogadores lentos e que não o acompanham e nem compensam seu estilo às vezes desligado. Se você coloca ao lado dele jogadores mais rápidos e velozes ou de maior intensidade, equilibraria melhor o time, mas achar a combinação de jogadores é algo difícil ainda mais quando os critérios são equivocados.

    Sou defensor do Luan, entendo quando criticam que se ele fosse gringo teria mais paciência da torcida mas o Matias saiu apanhando da torcida daqui… então gringo tem crédito mas tem uns que nem assim se salvam, da lista acima do J.J. discordo que Alan Ruiz e Bertoglio sejam nabas. Ruiz tinha certa indisciplina tática mas alguns atributos muito interessantes, falta as vezes, alguém que acredite no jogador e saiba aproveitar suas melhores características. E Bertoglio, esse discordo ainda mais radicalmente que seja uma naba, todas as vezes que foi lançado foi bem ou muito bem, pelo pouco tempo que teve marcou até muitos gols, foi atrapalhado por lesão, mas é um jogador veloz, driblador e muito interessante, inclusive numa concepção de futebol mais moderno. Esse queria de volta aqui. Aliás, ao contrário do Felipão e do James Freitas e dessa direção que parecem não priorizar velocidade na contramão do futebol atual, escalando um Douglas da vida que parece um veterano da década de 70 trotando em campo, creio que jogadores de movimentação como Luan ou velozes como Fernandinho e Bertoglio podem ser muito úteis a um time que tenha ambição de jogar futebol.

  21. Eu não contrataria Mano Menezes. Caro e sem trabalho bom nos últimos cinco anos. Também tem mania de não assumir seus erros na armação do time. Sem contar que é um treinador sem veia motivadora alguma. Ao passar pelo Flamengo, que tinha um time quase tão ruim como o nosso, simplesmente não conseguiu fazer o time jogar e desistiu. O mesmo Flamengo que o Jaime pegou e foi campeão da Copa do Brasil.
    Se é pra trazer, tragam alguém barato que já conseguiu resultado com time ruim pelo menos. De técnico emergente tá cheio por aí, como os amigos já citaram. O que também não é garantia de sucesso, pois muitos deles não conseguem treinar times grandes. Ney Franco é um exemplo de técnico que sempre faz ótimos trabalhos com a base e times menores, mas em times grandes fracassa.
    E essa conversa de que tudo o que conseguimos sempre foi com técnicos gaúchos tá na hora de mudar. Não podemos esperar que o RS revele um técnico fora de série toda vez que quisermos nos reerguer

  22. Uma observação: creio que o que tem carecido ao clube não é só competência, mas também uma mentalidade empresarial. Cortar gastos faz parte, mas também temos tido muita gente que não sabe ganhar dinheiro pro clube e gente que mantém cadeira cativa na instituição sem mostrar resultados.
    Precisamos priorizar a competência. Não estou falando que temos que comprometer a continuidade sempre que não vierem resultados em curto prazo. Porém temos que ter a coragem de tirar quem não mostra. É assim que aconteceria em qualquer empresa séria que precisa acertar pra continuar sobrevivendo.
    Não estou citando nomes. Porém fica claro hoje que o clube tem carência de novas figuras, especialmente de alguém que seja do meio do futebol, que entenda o que faz. Essa seria a verdadeira profissionalização da gestão do futebol, que o Grêmio ministra cursos pra ensinar, mas não realiza

  23. A tentativa de Embomildo Bozão de levar as decisões do futebol ao Conselho é dividir a responsabilidade do fracasso.

    De certa forma, a situação não quer ser rotulada como aquela que levou o clube ao rebaixamento pela terceira vez. Quer que todos dos CD assumam por qualquer responsabilidade por um fracasso independentemente se o clube cair ou não.

    A nossa sorte é que tem muitas candidatos ao rebaixamento.

    Se nos reforçarmos um pouco mais e trazer jogadores para melhorar a defesa, o meio e o ataque, reduziremos o risco de rebaixamento e aumentaremos a possibilidade de buscar melhores posições no campeonato.

    Tudo é questão de achar o equilíbrio entre o sistema defensivo, criativo e ofensivo. Um time tem que saber se defender bem quando atacado e contra-atacar para surpreender o adversário. Tem que saber atacar e controlar o adversário quando este rouba a bola.

    Para isso, teremos que equacionar o problema da qualidade técnica. Hoje o Grêmio não pode jogar com dois zagueiros se estes não estiverem bem protegidos. O único que se salva ali é o Rodholfo que joga por dois.

    Nas laterais, o setor esquerdo dá conta. Precisaria corrigir a lateral direita.

    O sistema de proteção com dois volantes: precisamos de volantes que marquem forte e que possuem um índice pequeno de erros de passes. Jogadores que ajudem, às vezes, o setor ofensivo, caindo pelas laterais ou pegando rebote, se colocando para o chute a média distância.

    Hoje, temos o Maicon. Faltaria encontrar um volante que seja o carregado de piano. Que marque por dois…

    O meio-campo é o desafio para o técnico. O Giuliano não vem bem. Mostra-se inseguro e, às vezes, desconcentrado. Precisaríamos de um meia que tenha boa velocidade, movimentação e que saiba armar. Poderia jogar ao lado do Giuliano ou este teria que sair para dar lugar a outro.

    No ataque, Luan poderia ser aquele atacante de movimentação, caindo pelos lados, recuando um pouco também para armar quando necessário e aparecendo na frente para receber e marcar gols. Também poderia cavar altas.

    Precisaríamos alguém ao lado dele que faça gols também. Além disso, Luan poderia compor o meio de campo. Poderia jogar o Mamute que vem entrando bem e vem jogando bem também. Tem demonstrado regularidade o Mamute e merecido as chances.

    Poderia ser esse Guerreiro. É bom jogador. Daqui a pouco paga R$ 1 milhão por mês a ele.

    Enfim, são muitas coisas para serem pensadas.

    O Raul é um garoto de 18 anos. Tem qualidade na cobrança de faltas, bom cruzamentos. Seu forte é o apoio.

    Na lateral direito, o Grêmio testou o Moisés, Ramiro, Galhardo e Matías Rodrigues.

    Por que não testaram o Tinga e o Raul??

    Há um mistério nisso.

  24. “Grêmio deve entrar na justiça para cobrar dívida por Victor”.

    Está esperando o quê? Pq O clube do passinho certo não pega um jogador pela divida?

  25. Realmente tem torcedor do grêmio que merece ficar mais 15 anos na fila. Estava escutando debate na radio Grenal e surgiu o Luan como pauta. Um torcedor gremista dizendo que trocaria Luan pelo Vitinho. Disse o gremista: “Luan não sabe cabecear, conclui mal no gol e não sabe bater falta”.

    Esse gremista não deve saber que se o Luan tivesse todas essas qualidades perfeitas, o Luan não estaria no grêmio e sim na Barcelona.

    1. E parece que o Vitinho é o jogador perfeito.

      Se o Inter oferecer o argentino Luque, o argentino ruim deles, essa direção de araque troca correndo.

      E os coxinhas vão rebolar nas arquibancadas.

  26. Por sorte Werley já saiu. Um novo técnico ou mesmo o interino certamente daria um jeito de ressuscitá-lo se estivesse aqui.

  27. O jogo deu apenas para o gasto. Só no futebol acontece o que aconteceu ontem: o Bryan fez gol e continuamos perdendo gols feitos. Um adversário muito fraco e, mesmo assim, foi um parto fazer o gol salvador. O Grêmio está refém de um conceito administrativo que perdeu a validade por ser mostrar decadente e obsoleto. Nem sempre a “cabeça branca” é sinal de sabedoria e competência.

  28. Continuando…
    O que mais assusta os gremistas são as ‘mancadas” que se repetem à miúde e que desestimulam o torcedor a acreditar num céu não tão nebuloso num curto espaço de tempo. Há um mal estar coletivo com a administração da atual gestão é não é birra política. É porque não disse até agora a que veio. Está se perdendo em suas contradições e no seu discurso evasivo. Enquanto isso, continuamos andando em voltas, sem um rumo certo e longe das expectativas do torcedor.
    Menos mal que vencemos. Escore minguado, como o nosso futebol. O grito do torcedor, com o gol, foi mais de alívio do que de satisfação. Nosso desempenho em campo não nos dá a certeza de uma melhora substancial, pois as individualidades que aí estão jogam no seu limite ee não tem muito mais para dar.
    Sem mudança, nada de bom vai acontecer. Não podemos esperar que a casa caia para cair na real. Parece que o Grêmio se especializou em deixar acontecer para ver como é que fica. Aí vem aquele blá, blá, blá de sempre que não passa de um “engana bobo”. Um pouco mais de seriedade e respeito para com o torcedor não faria mal e seria uma boa pedida.

  29. Temos que entender que os dirigentes não podem escancarar os problemas. Imagina o presidente dizer numa entrevista que não escolheu o vice de futebol porque os grupos estão divididos, ou que o treinador escolhido tem que resolver um problema familiar antes de vir. Ele tem mesmo que enrolar, arrumar boas desculpas, e até mesmo mentir se for preciso. Nas contratações tem que haver sigilo absoluto. Tem times que ficam só esperando as notícias de negociações de outros clubes para dar o bote.

  30. Empresario do Luis Felipe em entrevista na Radio Grenal ferveu o kisuco. Que Luis Felipe foi obrigado a assinar com um empresário e se não fizesse não jogaria no Grêmio. Como ele não aceitou o guri foi embora. Agora se entende alguns jogadores ruins que jogam, jogam, jogam….

    1. Esta história contada pelo empresário do Luiz Felipe é velha no Grêmio.Ouço a mesma coisa há 30 anos. Se é verdade tem que dar os nomes e a direção tem que mandar embora. Se é mentira tem que processar este cara.

    2. Já ouvi coisa desse tipo. Eu acho que o clube só pode fechar as portas para empresários ruins e aproveitadores.

      Os empresários sérios não tem problema. E aponto empresário sério que pensa também nas condições do clube e que não faça exigência exorbitantes.

  31. A política de austeridade é importante. Na realidade, só é utilizada o sistema de contenção de gastos quando o clube gasta mal suas receitas. A incompetência dos dirigentes leva o clube a situação de penúria.

    Acerca de vetar empresários, é conversa fiada. Nenhum clube conseguiria vetar empresários ou procuradores de jogadores.

    O que não pode ocorrer é o clube se submeter a contratos leoninos, nem contratar fora da política salarial do clube.

    Apostar na base é fundamental. É preciso realizar investimento grande para qualificar o trabalho, bem como em olheiros que identifiquem potenciais talentos. Sistema de parcerias para que os jogadores possam ser observados.

    Lógico que a política de contenção tem que ser feita por quem entenda de futebol, caso contrários o risco de rebaixamento passa a coexistir.

    Além disso, a aspiração de um clube grande não é a mesma de um clube médio como o Goiás.

    Se o Goiás cair para a segunda divisão, eles sentem, mas não como um grande clube. Não é mesma coisa.

    Por fim, é preciso manter uma base de equipe e de grupo de um ano para outro. O entrosamento é importante no futebol.

    Montar uma equipe a cada ano dificilmente dá certo. Existem exceções de time que reformulou um plantel inteiro e conseguiu êxito. Não é sempre que ocorre isso.

    O ideal é construir e solidificar uma base. Manter a qualidade e buscar outras para fortalecer a equipe.

  32. essa história de empresários é mais antiga que andar pra frente.
    A única forma do clube se proteger é ter uma condição financeira forte, em que possa exigir mais dos empresários e não ficar refém de jogadores.
    Mas pra ter condição financeira forte tem que fazer o inverso de tudo que vem sendo feito nos últimos 15 anos.

    Algumas coisas deveriam ser padrão como, por exemplo, não adquirir menos de 50% de direitos econômicos de jogadores e não deixar jogar quem estiver em final de contrato sem que antes o renove.

  33. Só tem um jeito de acabar com os altos salários dos treinadores e jogadores e eliminar os empresários das transações. É estabelecer que os dez primeiros do ranking da CBF não caem para a segunda divisão. Aí sim da para fazer o que fez o Goiás. Acho que salários de 150 mil para treinadores e jogadores de ponta está de bom tamanho. Quem não se adequar que vá para a China, Coreia, Japão….

  34. O caso do Corinthians é o maior exemplo hoje de loucura. Tem um treinador ganhando uma fábula e jogadores ganhando fortunas e está quebrado. Se correr o bicho pega e se parar o bicho come, então saem gastando os tubos e depois não podem pagar.

  35. O mercado europeu e asiático não tem como absorver todos os jogadores dos países do terceiro mundo e aí eu quero ver o que eles vão fazer. Vão carregar pedras ou jogar por míseros 50 mil, que é o que paga hoje o Goiás?

  36. A direção do Grêmio trabalha com algumas ideias fixas.

    Gastar pouco na contratação de um treinador.

    Trazer um treinador emergente.

    Trazer um treinador que não tenha rejeição da torcida.

    Acho que deveria ser gaucho pela história.

    Não necessariamente, mas de preferencia identificado com o Grêmio.

    Que tenha alguma experiencia.

    Renato preenche quase todos os requisitos, mas ele trabalha por 200 mil em qualquer clube e no Grêmio sempre pedo o dobro, não sei porque.

    Sobra apenas ROGER. Para mim este é o nome.

  37. Os técnicos de trabalham só por salários altissimos, se não fizeram uma poupança, vão passar fome, pois o tempo deles está passando. Acho que se Luxa não for para o São Paulo vai ficar desempregado por muito tempo.

  38. Embromildo Bozão enrolou, enrolou, enrolou e, no final, de Presidente a Vice-de-Futebol.

    Será que agora que ele se tornou vice, irá viajar com o grupo??

    Essa direção está gozando o torcedor.

  39. O Grêmio não tem Vice de Futebol porque não tem ninguém em condições de assumir o cargo ou os que tem estão declinando do convite. Não dá para entregar o cargo para um “ratão”. Este é um dos cargos mais importantes do clube. Foi apostado tudo em Fabio Koff, que adoeceu, e agora a bomba estourou no colo do Romildo. Também não dá para entregar o cargo para a oposição porque aí vai ter dois Grêmios. Um no futebol e outro na administração. Tem também a questão do Rui Costa, que deverá ser demitido pelo novo vice, e talvez seja esta a razão de ninguém aceitar os convites.

  40. Se não bastasse todos os problemas, tem a denuncia do empresário do garoto fujão dos juniores. O Rui Costa ou o Luciano vão ter que dar explicações sobre este caso grave. Se comprovado a acusação, tem que demitir logo os culpados.

  41. Eu acho que não passou pela cabeça de ninguém dentro do Grêmio e certamente seria descartado se algum louco sugerisse o nome dele, mas Paulo Odone resolveria o problema como Vice de Futebol.

  42. Mais uma do Embromildo Bozão.

    Amanhã, irá anunciar o técnico: James Freitas.

    Mas que planejamento!! Irá levar o nome ao CD???

    Ninguém que estar ao lado de uma direção TOTALMENTE atrapalhada e INCOMPETENTE!!.

    Se me convidasse, eu diria não também.

    Com essa direção, nem Jesus salva.

  43. O pior de tudo é que fizeram mais de 300 horas de reunião para tomar essas “decisões”.

    Se fosse numa empresa séria, todos do CA + o Presidente seriam demitidos.

  44. Acho que não passa de amanhã o anuncio do novo treinador. Pela lógica, estavam esperando a nomeação de um novo dirigente para o futebol, para depois contratar o treinador. Como este dirigente não apareceu e Romildo acumulou as funções,e cabe a ele anunciar o treinador, que deve ser Roger e poderá ser anunciado amanhã. Não tem mais o que esperar agora. Se Romildo é o Vice Presidente de Futebol em exercício, nada impede que ele anuncie o nome. O próximo vice, se é que vai ter, terá que engulir o sapo.

  45. O irmão de Rui Costa é colaborador na captação da base.

    Rui Costa e Chavare teriam supostamente exigido que alguns garotos firmassem contrato com o empresários da confiança deles.

    Cunhado de Rui Costa é um dos responsáveis pelo jurídico.

    O Grêmio fracassa na base. O Grêmio fracassa no jurídico. E o Grêmio no departamento de futebol.

    Aqueles que defendem Rui Costa estão ganhando $$$?

  46. Cristiano, eu não estou aqui defendendo o presidente do Grêmio, eu estou aqui só tentando entender o presidente. Ninguém com capacidade, experiência, curriculo, quer assumir o cargo. Todo o cara com capacidade tem mercado de trabalho em qualquer atividade, ou é um profissional liberal bem sucedido e não vai largar tudo para passar o dia resolvendo bronca dentro do Grêmio, aturando boleiro indisciplinado, arrogante, pedante, e outras coisas.

  47. Este cargo de Vice Presidente de Futebol não existia no Grêmio. Foi criado especialmente para Fabio Koff. Já que ele não vai ser mais VP de Futebol, tem que extinguir o cargo, ficando apenas um assessor de futebol, que parece ser o cargo do Cesar Pacheco. Ou se cria uma estrutura forte de profissionais remunerados ou monta-se uma equipe de dirigentes não remunerados, mas com capacidade para fazer as contratações. As duas coisas não tem sentido, é muita gente dando palpite.

  48. Marcelo,

    Não disse que estava defendendo o Presidente Embromildo. O tal Rolando Lero.

    Se Deus salvou Luciano Huck, Angélica e seus filhos, significa que voltou a operar milagres.

    Vou rezar para que ele opere um milagre esse ano e não deixe o Grêmio cair.

    E o técnico que ele irá anunciar será Jaime Freitas.

    A especulação é da imprensa. Amanha, ele anuncia que acumula o cargo e anuncia Jaime Freitas.

  49. Cristiano, eu também não disse que tu disse que eu estava defendendo o Romildo, eu estava apenas de vacinando contra alguém que poderia achar isto. Eu não defendo, para procuro entender o que está acontecendo. Acho que ele pegou um foguete pelo rabo e agora não pode largar. Eu acho que o Jaime Freitas vai ser confirmado como membro fixo da comissão técnica, mas o treinador deve ser o Roger. Tirou uma comissão que custava hum milhão, deu uma reajusta na salário do auxiliar de preparação física, outra reajustada no salário do Jaime e o Roger vem por pouco mais de 100 mil. Acho que economiza 800 contos. Dá para trazer um centro avante bala. Não vai ganhar nada, mas também não vai cair. SE trouxer o Mourinho, também não vai ganhar nada com este time, mas também não vai cair.

  50. LEIAM COM ATENÇÃO… É CASO PARA AFASTAMENTO SUMÁRIO!!!

    Grêmio: conheça a empresa utilizada por Rui Costa para receber comissões em transações de jogadores
    maio 26, 2015
    rui costa grêmio

    O advogado Rui Costa dos Santos (foto), diretor executivo de futebol do Grêmio, em parceria com o agente de jogadores Rogério Luiz Braun (com quem divide, também, trabalhos de advocacia), beneficiam-se, desde o final de 2012, dos mais diversos tipos de negócios dentro do clube.

    Principalmente, transações de jogadores de futebol.

    Enquanto Braun escancara (tem o nome, no mínimo, em duas agenciadoras: R. Braun Esportes e Base Soccer Agency Ltd.), Rui Costa tenta esconder.

    Mas, apenas cinco meses após assumir cargo, remunerado, para gerir o futebol tricolor, em 30 de abril de 2013, o executivo abriu a empresa SANTI CONSULTORIA ESPORTIVA EIRELI, pela qual recebe, segundo informações, as transferências combinadas.

    rui costa 2

    rui costa 5

    A “consultoria” estaria sendo utilizada, também, pelo irmão de Rui Costa, empresário de atletas com atuação em toda a América Latina.

    Explica-se, obviamente, as contratações de alguns estrangeiros (argentinos, uruguaios, etc.) no elenco gremista.

    Os vetos de Luis Felipe Scolari a jogadores indicados pelo “grupo”, irritaram o dirigente, que, contrariado, deu início a uma sucessão de boatos, entre os quais o de que o treinador havia “perdido o vestiário”.

    Com o trabalho “minado”, Felipão decidiu pedir demissão.

    A estratégia foi a mesma utilizada para derrubar outros comandantes do clube, entre os quais Enderson Moreira e até Luxemburgo (este por conflito de interesses).

    Para não perder negócios, Costa permitiu que o empresário Rogério Braun atuasse, também, nas categorias de base, local em que aliciou as principais promessas do Grêmio (muitos deles, depois, negociados em parceria com o irmão do dirigente).

    rui costa – rogerio braun

    Ontem, em entrevista à rádio GRENAL, Marcelo Vianna, agente do jovem Luis Felippe, de apenas 18 anos, escancarou boa parte do “esquema” de locupletação, citando, nominalmente, como beneficiários e facilitadores, o dirigente Rui Costa, seu “parceiro” Rogério Braun, além de Junior Chávare, ex-funcionário.

    Segundo Vianna, o atacante recebeu ameaças para assinar com a citada Base Soccer (do esquema), e, por não aceitar, teria sido afastado.

    O caso é grave, as evidências estão colocadas (inclusive com testemunhas) restando aos conselheiros do Grêmio minuciosa apuração a fim de evitar que o clube, mais uma vez, seja lesado por “espertalhões” do esporte.

  51. E a vida do grêmio prossegue sem técnico.

    Só falta ganharmos do Góias sem técnico ( tomara ), dai vai entender esse mundo do futebol.

    Não sei, mas de 20 técnicos, 3 ou 4 são técnicos de verdade que fazem a diferença.

  52. Em relação ao Internacional, o Grêmio está atrasado em todos os setores.

    O site do clube precisa melhorar. Não informações completas dos atletas.

    Enfim, tudo é reflexo de gestões arcaicas, com pessoas descompromissadas em erguer o clube a patamares mais altos.

  53. Rui Costa tenta trocar Maxi Rodrigues pelo atacante Gustavo Canales de 34 anos. O time chileno exige uma compensação financeira no negócio

  54. Acredito que a delação de Marcelo Viana deva ser investigada à fundo, pois, supostamente, escancara a ação de uma “quadrilha” dentro do clube, no interesse próprio.
    Acho que o Grêmio está passando por seu “inferno astral”, dada a sequência de fatos negativos de que tem sido alvo, seja pelas vias direta ou indireta. Que se procure averiguar a veracidade destas graves denúncias. Todos sabemos que interesses contrariados são a causa maior de acusações infundadas, que, no mais das vezes, carecem de comprovação. Mas, diz o dito popular: onde há fumaça, há fogo!. Coisa ruim nunca vem só. Chega a soar estranho que alguém peça um voto de confiança às ações da atual direção. Os últimos acontecimentos nada mais são do que um prolongamento do desgoverno que se apossou das últimas gestões do clube, cujo modelo administrativo se esgotou e que teimam em reinventar. É o continuísmo pelo continuísmo. O Grêmio está passando pela sua terceira grande crise em 15 anos. Motivos, os mais variados, que vão da decadência no plano esportivo ao escândalo financeiro não acontecem por acaso. São o retrato do silêncio conivente e dos “ouvidos mocos” das elites dominadoras, diante do clamor da grande massa gremista contra as “barbáries” impunemente praticadas contra o clube.
    O cenário de descrédito, desconfiança e tristeza que assola o clube tem suas causas: despreparo, incompetência, desleixo, desrespeito, ambição, vaidade. Some-se a isso tudo, a “cara-de-pau”. Afinal, pode alguém acreditar na sinceridade e nas promessas de dirigentes?…

  55. se confirmada essa do Rui Costa, ficam só algumas perguntas a serem respondidas:
    – Quem colocou Rui Costa de diretor remunerado?
    – Quem mantém o Rui Costa no Grêmio por quase 3 anos, sem nenhum resultado?
    – Quem mais “ganha” com a permanência dele no Grêmio?

    vou ter que mudar a alcunha para: Grêmio, o clube dos nem tão bons moços assim.

  56. Se for o Róger, será um erro dessa direção.

    Róger não foi bem no Juventude.

    Tem pouca experiência como treinador.

    Eles gostam de viver perigosamente.

  57. Com certos jogadores que têm no elenco e se não reforçar (não adianta jogador meia boca) não adianta trazer o Guardiola, Mourinho e etc…e muita naba junto.

  58. Róger no Juventude teve 50% de aproveitamento. E no Novo Hamburgo acumulou maus resultados, sendo demitido após a terceira derrota.

  59. Pelo histórico do Grêmio,todos saem queimados.

    É só pegar os nomes: Renato, Felipão, Adilson, Caio Jr., Cuca.

  60. Concordo com o Cristiano, e não dou 10 ou 15 rodas para demissão do Roger.

    Primeiro porque o O Grêmio está virada numa cada da mãe Joana, sem dep. de futebol realmente estruturado, tudo por picuinhas políticas (essa gente não é gremista!), e repete-se enfadonha e diria até idiotamente de tanto que se repete agora com o Bolzan que não entende picas de futebol acumulando o cargo de vice como já fizeram fracassadamente Odone e Koff em duas última gestões. Repetir o que dá errado no Grêmio por algum motivo não é fórmula certa pro fracasso. Claro, só na mentes defasadas dos nossos dirigente que a julgar pelas denúncias contra o Sr Ruis Costa – que explicam muita coisa como o Raul não receber oportunidades – não estão lá por vitórias, conquistas ou consideração ao torcedor – nós o trouxas que ainda contribuímos com essa mixórdia toda – mas por deleite ao poder. Agora chegou a sua vez Bolzan, deleite-se enquanto puder, mas saiba que no seu caso são grandes as chances de nos levar a segunda divisão.

    O quadro politico atual do Grêmio não só me envergonha como gremista. Ele me enoja. Estão conseguindo fazer que cada vez mais vá perdendo o gosto pelo futebol O gosto por torcer pelo meu time.

  61. que não seja o próximo Julinho Camargo, o roteiro está igual. Saiu Renato, entrou Julinho e durou pouco até vir o Roth.
    Agora cai Felipão e trazem o Roger.
    Bom, mas vejo que não teria como fugir de um treinador aposta, é o que temos no mercado.
    Ao menos Roger conhece bem o clube, já inclusive treinou alguns jogadores em 2013.
    Mas tudo vai depender do suporte que tiver do clube, com Romildo no futebol a tendência é desastre…

  62. Vamos queimar mais um ídolo na máquina de moer carne (treinadores, jogadores, base, etc) da política jurássica e desvirtuada do tricolor.

    Roger, infelizmente, chega num momento desfavorável a si. Já fui mais entusiasta com seu trabalho. Hoje não o traria. Acho que tem muito o que rodar ainda. Vejo Rogério Zimmerman por exemplo a sua frente com um trabalho mais bem consolidado no interior.

    E do jeito que vai no rumo errado a politica de futebol gremista com um aventureiro irresponsável e lorotador a sua frente, eleito pelo falso marketing e enganação, só espero que ainda haja tempo para corrigir o rumo antes que a barca pegue a corrente rumo ao inferno da segunda divisão.

  63. Ontem eu falei aqui que Roger seria o treinador e Jaime o auxiliar técnico. Eu parti do princípio de que o Grêmio estabeleceu algumas regras e que elas seriam cumpridas rigorosamente. A direção estava apenas aguardando a escolha do Vice Presidente de Futebol para escolher o técnico. Como não foi nomeado ninguém, porque não houve consenso, Romildo assumiu o cargo. Logo o Grêmio passou a ter um Vice de Futebol e portanto poderia anunciar hoje o treinador, o que vai acontecer. Nas regras estabelecidas pelo Conselho de Administração ficou definido que o Grêmio vai ter uma comissão técnica permanente e propositadamente, para inibir qualquer tentativa de modificar a regra, promoveu o preparador físico auxiliar. Faltava o auxiliar técnico. Jaime já está dentro do Grêmio e foi bem aceito pelos jogadores. O perfil do treinador já estava traçado e Roger fazia certamente parte de uma lista de quatro ou cinco nomes. Ele se encaixaria em todos, e a principal é que ele não tem aquela tropa de auxiliares que acompanham sempre o treinador. Bingo. É claro que tinham outros fatores, como salário, apoio do torcedor, ele é um ídolo, ganhou um Gre-nal como interino e outros fatores positivos, na visão da direção. Eu não sei se é a melhor solução, porque a melhor solução é sempre aquela que dá o resultado final. A melhor solução hoje seria um treinador consagrado e vencedor, mas quantos consagrados já fracassaram e tomaram um caminhão de dinheiro do GRêmio e de outros clubes.

  64. Concordo com Felipe Neri.

    Eu torço pelo sucesso do Róger.

    Todavia, hoje, existem treinadores a sua frente. E foi citado o nome de Rogério Zimmerman.

    Rogério permaneceu anos na base do clube, obtendo conquistas e derrotas. Cresceu na carreira até virar auxiliar técnico e depois sair para enfrentar a difícil via de treinador.

    Futebol é resultado e eficiência.

    Se fôssemos trazer um treinador emergente, teria que ser aqueles com trabalhos mais consolidados em tese.

    Róger está abaixo dos emergentes. Precisaria rodar mais.

    Mábilia começou pelos profissionais e depois veio para a base do Grêmio. Também tem mais rodagem do que o Róger.

    Acho que contrataram o Róger pelos resultados dos Grenais em que antes, havia trabalho de outros treinadores. Ele apenas pode ter contribuído com uma ou outra situação particular.

    Como é praxe dessa direção em fazer avaliações equivocadas, resta-nos rezar que eles acertem na contratação do Róger.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.