GRÊMIO x Bahia – Brasileirão 2013 – 17hs

“O filhotinho ia ser tetra
Mas o Bahia não deixou
Ai, remedy Bobô! Ai, Bobô!”

É com esta bela homenagem ao Esporte Clube Bahia que abrimos o post de hoje. Bela e única (assim esperamos) do dia.

Jogo pra comparecermos à Arena e para o Grêmio marcar mais 3 pontos. É preciso garantir a vaga na Libertadores via Brasileiro pra, aí sim, nos voltarmos 100% para a Copa do Brasil. Até porque não podemos contar com ajuda “alheia” no jogo das 19h30min.

Aguante, GRÊMIO!

Participe da discussão

15 comentários

  1. Se é que adianta para o BAITA EGO DESSES METIDOS A ENTENDIDOS!

    PAREM de tentar criar clima ruim pro nosso time! Isso é papel de colorado.

    Parem com essa mania de que sabem tudo, sabem mais; são a plamatória do mundo .

    A coisa mais ridícula do mundo é o sujeitinho pensamento mágico que não sabe nada, nunca mostrou nada, falar em “ego” do multicampeão Fábio Koff.

    Esses carinhas que nunca fizeram nada e querem criticar o grande Koff é que tem um “ego” de tamnho infinito. Ego doente.

    Parem de ser ricículos e parem de prejudicar o Grêmio!

  2. Pros sabetudo:
    Barcelona contratou MARADONA
    Foi um fracasso.

    No Napoli MARADONA FOI REI!!!

    Os poucaprática não sabem disso. Nas teorias, nos “projetos”, tudo dá 100% certo.
    Aí, você contrata o Maradona e fracassa….

    No pensamento mágico tudo dá certo.
    O Vasco estava dispensando Jardel. Não jogava nada.
    No Grêmio, foi um MONSTRO
    O mesmo com Flamengo e Paulo Nunes.

    Não vi jogar, mas Delém sempre foi reserva no Grêmio. No Ríver CRACão.
    Ler tambem faz bem. Aprender….. Parar com a mania de querer ensinar….

  3. Aí o sujeito é emocionalmente descontrolado. Acha que ama mais do que qualquer um.
    Acha que esse amor faz dele o maior conhecedor do mundo!

    Faz fantasias nas quais é muito mais campeão do que os campeões. Pra ele os campeões da vida real são cheios de defeitos que ele – suposto campeão virtual = campão de “projetos” não tem.

    Chama os outros de cacique de “egos’ quando na verdade o ego descontrolado é o do sujeitinho que só tem imaginação desvinculada da realidade.

    Menas, menas, por favor, nos poupem desse prejuízo que causam ao Grêmio.

  4. Não sei se os caras (alguns torcedores do tal apoio incondicional) são simplórios ou se fazem de ingênuos. Dizer que o time se poupou para quarta?
    O time e o futebol do Grêmio são previsíveis! O sinal de alerta já foi dado desde a derrota para o Criciúma.

    Esse Barcos é simplesmente ridículo.

  5. O problema do Grêmio é só um, falta um armador, organizador, de jogadas, que sabe lançar, e esse jogador o Grêmio não tem no grupo, talvez o Max possa ser este, mas como tem que jogar só três estrangeiros então ele sobra. Mas eu tiraria o Vargas, é um grande jogador mas no Grêmio não vem dando certo, erra muitos passes, erra cruzamentos, erra na arrancada, no drible perder sempre no segundo, não da uma sequência na jogada, eu trocaria ele por Max. Mas hoje o Moséis mostrou que joga muito mais que o Para. Mas na quarta que vem o Grêmio vai passar pelo Atlético, não será nada fácil mas passa, sera no sufoco, no abafo e no grito da torcida, eu acredito e muito.

  6. Tem que avisar o Barcos que gol feio e bonito vale a mesma coisa. A impressão que tenho é que ele sempre quer fazer golaço.

  7. Mas quem mais erra mesmo é o Pedro Ernesto… troca o nome de todos os jogadores… ele podia pegar emprestado dos amigos colorados o binóculo para ter uma visão melhor.

  8. O Grêmio está vivendo um período complicado.

    É difícil fazer uma análise quando falta um meio campo capaz de criar.

    Todo mundo fala em Paulo Nunes e Jardel. Mas os dois eram abastecidos pelo Carlos Miguel, Arilson, Émerson, Goiano, Dinho, Róger e Arce.

    Era um meio de campo que até o Alcindo e o Zé Afonso tiveram seu destaque.

    Além disso, tinha um técnico excepcional.

  9. Quarta não irei na arena pelo Renato e sua prepotencia
    Quarta não irei na arena por essa direção omissa que deixa Renato fazer o que bem entende
    Quarta não irei na arena por esse monte de jogador limitado que tem no plantel gremista.
    Quarta irei na arena só pela camiseta

  10. que motivação têm Elano, Zé, Lucas, Mamute… vendo o Barcos jogar essa bolinha murcha e nunca ser substituído?

    Ontem foi visível a melhora do time com o toque do Zé Roberto, pifou duas vezes o ataque e quase marcamos. Elano entrou mal, não conseguiu levar perigo. O fato é que do jeito que tá vamos afundar no brasileiro e na CB!
    O ataque não se acerta pois a bola não chega na frente. Os 3 volantes começaram a ser marcados e a surpresa acabou. Quando precisamos da técnica e qualidade é que vemos que um meio com 3 marcadores é insuficiente, ainda mais com o Telles caindo de rendimento e na direita o revezamento da mediocridade. Ontem Moisés até acertou bons cruzamentos, mas não passa confiança.

    Não creio que teremos mudanças pra quarta, mas eu já vejo o Barcos queimado com a torcida. Nessa hora seria melhor pra todos que ele fosse pro banco, mas o Renato insiste em contrariar a lógica e vai prejudicar o time assim.

  11. ontem foram 18 escanteios para o Grêmio, 18!!!
    E em nenhum deles houve cabeçada de jogadores do Grêmio.

    Creio que em metade deles a bola não chegou na pequena área ou cruzou toda a área. Na outra metade o ataque simplesmente não chegou na bola.
    18 escanteios mais diversas faltas que foram cruzadas na área.
    Não pode um time ter tantas chances e sequer concluir.

    Acho que no total tivemos 3 conclusões de perigo, duas do pirata da perna de pau e uma do Kléber, isso em jogo que só o Grêmio jogou.

  12. Jogar um pouquinho – sim, um pouquinho só – melhor que o Pará não dá credencial de titularidade para ninguém. Preciso ver o Moisés jogando outras partidas, inclusive fora de casa contra adversários fortes. O Bahia é piada. O Grêmio perdeu mais uma chance, em casa, contra um time ridículo.
    Botar a culpa só no Barcos é dar salvo-conduto para os outros atacantes. Alguém aqui me garante que saindo o Barcos os gols aparecerão como por encanto? Todos os que chutaram em gol erraram ou não?
    Não ganhamos uma bola pelo alto na área do adversário.
    As cruzadas dos nossos laterais mais parecem atrasadas e estão consagrando os goleiros.
    O resultado nos castigou. O Grêmio pecou nas finalizações embora não tenha faltado esforço. Faltou o que é essencial no futebol: qualidade. E assim vamos, aos trancos e barrancos.
    Quem sabe a sorte volte a nos ajudar na quarta-feira, porque sem ela, a coisa não anda e pode complicar a nossa situação nas competições.
    Tá na hora do pessoal – treinador e jogadores – deixarem de lado a tergiversação, os discursos e as desculpas de pós-jogo e partirem para os “finalmente” com a ousadia e a determinação de quem quer realmente ganhar alguma coisa ainda este ano.
    Faltam poucos jogos e quem não tiver ambição não vai chegar a lugar nenhum.
    Estarei lá como sempre, com a esperança de que a Arena seja o iluminado palco de uma grande vitória, abrindo o caminho para mais uma decisão e a tão esperada conquista do penta, pelo Grêmio, na Copa do Brasil.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta para Wander Sudman da Silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.