Participe da discussão

15 comentários

  1. Eu queria ver o que diriam se o ontem fosse o Marcelo no gol…
    Ah, mais uma vez o Barcos jogou muito! Deu aula de futebol, posicionamento, oportunismo… Só não fez gol porque, fora ele, ninguém mais joga nada no time.

  2. O Grêmio só perde a classificação para a Libertadores para ele mesmo, porque tem três equipe disputando duas vagas e uma é o Atlético Paranaense, que não tem histórico de grandes conquistas. O Sexto colocado é o Vitória. Mesmo perdendo para o Vitória o Grêmio não perde a terceira colocação. O título, bem aí a coisa complica, é mais fácil o Sgto. Garcia prender o Zorro.

  3. arrebentou a corda.
    preteou o olho da gateada.
    a vaca foi pro brejo.
    a casa caiu.

    Grêmio com tudo para fazer 1 ponto em 12.

    Esse time do Grêmio é tão inconstante e inseguro, que as 6 ou 7 vitórias seguidas foram só para confirmar isso.

  4. Se todo mundo vê que o Barcos tá mal demais (erra 90 %dos dominios de bola, tenta sair jogando como um pirata perna de pau e perda a bola) e o Vargas sobra quando entra (e se erra um mísero lance a mídia cai de pau em cima dele, pq não da entrevista), somente temos que colocar na conta da teimosia/incompetência(?) do Renato.
    Outro que tá pedindo passagem pro Banco é o marqueteiro Ze Roberto. Joga muito menos do que alguns pensam que ele joga. Não quero ver um chapeuzinho no meio campo, quero produtividade e objetividade.

  5. O Cleber coloca o pé em cima da bola, e carrega como no Futsal enquanto os atacantes velozes do Santos, Cruzeiro, Botafogo passam voando por cima do zagueiros. Assim ele só pode cavar faltas, o que não é solução. Ou o Renato troca estas duas nabas do ataque ou vai morrer abraçados com eles. Não adianta achar que Cleber é titular porque fez meia duzia de gol. É só ver como foram. Foi zagueiro errando em bola, entregando e de penalti. Se ele tiver que construir uma jogada, driblar um zagueiro, ele não sabe, ou não tem habilidade ou velocidade para isto.

  6. A hora é do Renato mostrar coragem e reorganizar a equipe, a torcida irá apoiá-lo. O Zé Roberto é uma grande atleta, profissional de gabarito, mas não pode ser titular da nossa atual equipe, juntamente ao Elano.

    Eu acredito no Grêmio e nesse plantel, mesmo com todas as carências, acho que podemos incomodar. O problema é o Cruzeiro começar a perder pontos, esse é o maior obstáculo, depois da coragem de realizar as mudanças necessárias.

  7. Minha teoria é que o Renato tem medo de tirar o Barcos. Não é possível isso, o cara não joga nada a MUITO tempo e continua intocável, o mesmo vale pro Zé Roberto.

    Não me conformo em ver o Vargas no banco, o cara joga muita bola, já mostrou isso, é só dar uma sequência pra ele. Aliás, a posição que ele jogou ontem, meio que de meia-atacante parece ter dado certo.

  8. O Grêmio é um prato cheio para os “secadores” porque não vem jogando bem. Esta é que é a verdade. Seria um contra-senso ou cegueira absoluta não mostrar insatisfação com o péssimo futebol que a equipe vem jogando. Eu sou torcedor do Grêmio e não de um grupo político qualquer, por isso não vejo “cabelo em ovo”. Minha análise é pontual e só tem a ver com o rendimento da equipe. Por isso, não posso estar contente e/ou indiferente ante as últimas atuações.
    Todos aqui são gremistas. Alguns engajados politicamente até os cotovelos, outros não. Agora, não dá para misturar as coisas. Parece proibido criticar.
    Vai ver a vaia estrondosa no Barcos e os apupos no fim do jogo foram manifestações encomendadas e ardilosamente executadas pela oposição. A que ponto chegamos…
    O que deveria preocupar os “satisfeitos” é a baixa produtividade da equipe que tem tido mais sorte que juízo.
    Antes se alardeava os três pontos. Bem, esse tempo passou e o momento é de preocupação ou não?
    Há uma visível desaceleração no rendimento da equipe que mesmo o mais otimista torcedor não pode deixar passar “batido”.
    O que se espera – e acredito que seja o desejo de todo gremista – é a retomada da pegada, do empenho e do comprometimento de todos durante os 90 minutos de jogo. Se querem um Grêmio infenso aos “secadores”, que não soneguem ao torcedor comum o direito de achar ruim o que está ruim, pois há uma grande diferença entre as duas posições: uma, pró-clube, é o inconformismo puro e simples com a situação, mas, com a esperança de que crítica seja não somente um alerta, mas o fio condutor para uma retomada de postura. A outra, é a favor do revanchismo, esta sim nociva e cultuada pelos que pensam o clube sob a ótica da “politicagem”.

  9. Não sei se o Diego se referiu a secadores para mim tb, mas eu enxergo alguma coisa de futebol. Não sou cego. Só um cego não vê que o Barcos anda de mal a pior e que o não tem nenhum jogador no elenco que amarra as chuteiras do Vargas. E que o Zé Roberto é pouco objetivo e apesar de ter abdomem tanquinho não produz muita coisa, muito menos que o Maxi Rodrigues e o próprio Elano ontem, por exemplo.
    O elenco tem recursos, basta usá-los. Elano, Vargas, Maxi, todos bons jogadores, seriam titulares em quase todos times do brasileiro. Não quero escalar o time, mas algo tem que se feito, e não dizer que o time é Barcos e mais 10. Daí é pra matar o vivente de desmotivação.

  10. Cláudio, evidente que o Diego não está se referindo a tua pessoa.
    Esses analistas no ano passado não enxergavam qualquer defeito no Grêmio. Fomos eliminados na Copa do Brasil por um time de segunda divisão e nada de ver defeitos. E o último GreNal do Olímpico foi uma vergonha. Não conseguimos derrotar os filhos do PAI sandú com nove.
    Estava em Brasília para a posse da minha filha e discuti pela primeira vez com o meu genro( torce para o SCI) durante esse jogo. Foi uma vergonha não ganhar daquele amontoado com 9 em campo.
    Evidente que o time não está rendendo o que se esperava, mas falta critérios nas críticas.
    Assim com não temos isentos na imprensa, também não temos isentos no blog. Quem se diz isento no ano passado fez referência a secadores nas críticas.
    Agora não vi ninguém dizer que André Pedroso é secador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.