GRE-nal – Arena Monumental – 19h30

Hoje às 19h30 teremos o primeiro GREnal do “xarmozo” (alguém ainda se importa com isso?). O horário é péssimo e inexplicável para um domingo. Temos greve dos transportes o que dificultará muito o acesso ao jogo e principalmente o retorno para casa.

Mas enfim… é GREnal e ele sempre terá seus fãs

O Blog Sempre Imortal torce por uma vitória convincente do GRÊMIO e que os jogadores que estão surgindo se firmem no time titular.

Avante GRÊMIO!

Sempre Imortal, click o blog da torcida GREMISTA!

Participe da discussão

22 comentários

  1. 3 volantes mais Zé Roberto, Grêmio assistindo eles trocar passes. Jogamos dentro da nossa área, perdemos completamente o meio campo.
    Medo de perder da nisso, temos medo do inter dentro de casa

  2. eles jogam no 4-4-2, com 2 volantes que não marcam posição, dois meias e dois atacantes.
    Tudo isso fora de casa. Não é segredo que o Abel joga pra cima. E aí o Enderson monta um time pra se defender, jogando em casa.
    Não temos armação, Luan se destaca individualmente e é isso o que temos pra atacar.

  3. resultado injusto! Era pra perder hoje, time apático e medroso, assistindo eles jogarem. O projeto de treinador conseguiu tirar do time o único que tava jogando bem e levando perigo, Luan. Conseguiu piorar o time com as duas modificações. Escalou mal e mexeu pior ainda!
    Um dos piores clássicos do Grêmio dos últimos anos, fazia tempo que não via o Grêmio ser encaixotado em casa.
    E tudo isso com um time ridículo do inter, que era ruim em 2013 e piorou esse ano.

    3 volantes e Zé é uma demasia, deixa o time burocrático e ainda lento. Ao menos o Kléber já saiu, agora só falta o Pará e ajustar esse meio campo.

  4. O Zé Roberto simplesmente sumiu do jogo.
    Quando eu pensei que o Moreira ia tirar o Ramiro e o Zé para por O Maxi e o Deretti, o cara tira o Luan!

  5. Se tiver que continuar como no ano passado, sofrendo com um meio cheio de volantes, e um armador(?)-volante, vou ter que largar de mão. Não vou aguentar tanta covardia.
    Em Montevidéo, já estou vendo, vai ser uma retranca só. Puro sofrimento.
    Então que deixassem o Renato que pelo menos como motivador é o melhor que há.

  6. o gremio perdeu a identidade de jogar grenadas!
    eu nao me redordo qual foi o ultimo grenada que ganhamos?

    odeio ver jogador do gremio sair abracadinho em jogador deles…temos que resgatarmos nossa identidade,

    vamos jogar no uruguai com o rabo no meio das pernas.

  7. Comentar o que?
    Se a gente critica, é corneteiro. Mas, não dá para aguentar treinador medroso, jogadores sem tesão dentro de casa. Acho que o Koff tem razão: a Arena não é nossa, pois nem o time dele consegue ganhar lá dentro. Que coisa?
    Cadê a meia cancha do Grêmio? Alguém viu? Só espero que nenhum dirigente venha dizer que empate em clássico é um resultado razoável, pois o foco, o que realmente interessa mesmo, é a Libertadores.
    Vai ver a culpa pelo péssimo desempenho da equipe e pelo “crime” que é praticado contra o bom futebol a cada jogo,é do mordomo…
    Acorda direção!

  8. Última vitória em gre-nal no Brasileiro 2012, no bergamotão, gol do Elano.
    Última vitória em casa no Brasileiro 2011, 2 x 1.
    4 últimos gre-nais em casa com empate.

    Em 2012 foi medo de perder na despedida do Olímpico.
    Em 2013 e de novo agora, medo de perder a primeira na Arena.

  9. De maneira geral concordo com vocês na avaliação do Grenal.

    Mas qual a novidade do Grêmio acadelado em casa? É o reflexo do um comando de futebol fraco e inseguro? Futebol não tem mágica, se os comandantes fraquejam, a tropa esmorece. O Grêmio escapou de perder num pênalti mandrake que se não fosse maracdo nem ia dar pra reclamar pois me pareceu bola na mão, o jogador deles até de costas estava.

    Mas pouco importa, fundamental era o desempenho com as alterações feitas. Creio que o time melhorou e o Enderson fez as mudanças necessárias só que a postura foi covarde pois jogamos esperando o rival em plena Arena ao invés de sufocar na saída de bola. É muita covardia.

    E o Inter foi superior a maior parte do jogo, teve mais imposição técnica, física e até psicológica. Eles tiveram mais posse de bola, mais ataques e mais vantagens sobre nossos jogadores nas disputas individuais. Não foram muito superiores mas o suficiente pra fazer de Marcelo Grohe, pra mim, o melhor do Grêmio. Seguido de Wendell que teve algumas iniciativas e Luan que teve alguns lampejos mas me pareceu desencaixado, como de resto todo o time. Edinho tb foi bem na marcação e foi quem mais teve imposição. Riveros teve algumas chegadas sem perigo a frente e foi mal na marcação, não conseguia tirar a bola de ninguém, nem se impor. E Ramiro foi o mais fraco de todos, cada vez mais confirma ser um jogador apenas regular, comum, nada que justifique uma titularidade absoluta, ao contrário até.

    Grêmio não foi um time compacto e vazou de tudo quanto é lado. Werley e Rhodolfo sofreram com isso, principalmente o primeiro que até foi melhor que Bressan que vinha comprometendo, mas tb teve dificuldade pra se impor. Cometemos muitas faltas próximas a área pelos espaços dados e marcação distante. Isso é sempre um péssimo sinal. De time muito vulnerável que acaba sendo superado ao jogar sob pressão fora de casa. Pará continua sendo um problema crônico sem solução na defesa, inclusive seu lado vem vazando demais. No Grenal, gols deles foi as costas do Parazinho. E ZR10 tb foi mal, péssimo na marcação onde é uma moça e pouca contribuição na armação de jogadas, sucumbiu em mais um jogo decisivo.

    Luan teve altos e baixos mas em alguns lances fez jogadas diferentes, quando viu que ia sair, ficou nervoso e errou dois passes seguidos. Não tiraria ele pras entradas de Maxi e Deretti, mas sim, ZR10 e Ramiro que vinham mal demais fragilizando o setor.

    Alan Ruiz entrou muito no fim e não deu pra avaliar seu futebol.

    Certo é que estamos num grupo muito difícil na Libertadores com um plantel que reflete o comando diretivo, frágil e inseguro, que não consegue se impor nem mesmo jogando em casa. E não vejo no plantel lideranças que possam mudar esse perfil. Nem na direção, muito menos no grupo de jogadores.

    Gemio está virado desde o ano passado num time de bundões. Sai treinador e entra treinador e é o mesmo. Mas o Koff não enxerga onde está o problema. Vamos precisar ser eliminados, talvez até precocemente, para haver mudanças estruturais no dep. de futebol, origem dos males dessa gestão, daí lá se vai praticamente o ano, mais um.

  10. Não quero ser injusto, mas, me pareceu que o preparo físico dos atletas do Inter está muto melhor do que o do Grêmio.
    Ou quem sabe foi a ambição de vencer a partida que fez a diferença?
    O Grêmio está cada vez mais lento, quase parando. Leva uma eternidade para sair da defesa e ultrapassar o meio de campo. Zé Roberto está revivendo a famosa “enceradeira maluca” do Zinho. Os jogadores tem medo de errar e de sair jogando com bola no chão. É só balão.
    E que dizer do treinador? Acho que é o homem errado no lugar errado. Não me parece ter cacife para alavancar uma campanha convincente na LA. Sei não, mas o Grêmio está longe de deixar o torcedor tranquilo e/ou satisfeito e eu ainda tenho que ouvir que o planejamento está no caminho certo.
    Haja Deus!!!

  11. faz um ano que mandei torpedo pro Chitolina, que concordou comigo que o tal Zé-entrega deixa qualquer time tomar conta do meio campo. passa um ano , jogador mais velho e o que os 2 direetivos-entendidos de futebol fazem ? renovam com jogador de 40 anos!!

    esse jogador que eu saiba é influencia negativa no vestiario, pois só pensa nele , em jogar bonito. poe esse argentino, que pelas info que colhi junto a San Lorenzistas joga muito e tira esse desgraçado, manda pro INPS se aposentar

  12. O Grêmio melhorou muitíssimo no ano passado quando o Renato deu a sorte de se machucarem ao mesmo tempo ZéRo, Elano e Adriano.
    Foi o Zé voltar e começou esta lenga-lenga que não dá em nada.
    Enquanto o Zé estiver no time será esta mesmice. Fica ali ocupando o lugar de outro. Acho que ele está mais peso morto no time hoje do que o próprio Pará.

  13. Grêmio fez um primeiro tempo muito bom, não merecia sair para o intervalo perdendo. Muitas coisas ainda para ajustar: Para continua sofrivel na lateral (em todo o jogo apareceu apenas duas vezes no ataque e errou o cruzamento); Riveiros esteve muito mal no jogo de ontem; Werley apesar de não ser um grande zagueiro é muito mais seguro em comparação com o afoito bressan; Barcos não cabeceia uma bola na area adversaria, nem mesmo em escanteios e não pode perder um gol daqueles na pequena area; Zé roberto péssimo (inadmissivel uma camisa 10 não chutar uma bola e gol e não dar nenhuma assistencia em 90 min); Enderson erra ao escalar Zé de titular e errou em retirar Luan no jogo de ontem;

  14. Amigos, a coisa tá feia.

    Já tão há um mês treinando e o futebol continua o mesmo.

    Não há problema de preparação física com o Grêmio, o que ocorre é que o Grêmio corre errado.

    O jogo de ontem foi extremamente preocupante. E o pior foi a análise do treinador e do diretor de futebol.

    O time jogando em casa, todo acadelado.

    Achei que tínhamos um treinador da nova geração, corajoso, inovador, diferente. Mas o que se viu foi mai do mesmo.
    Time sem jogadas ensaiadas, sem mecânica de jogo, sem transição defesa->ataque, com Zé Roberto+3 Volantes.

    Das duas uma na quinta-feira.
    Ou vai fazer a super partida(enganadora), tipo Flu 0x3 Grêmio-LA2013, ou vai tomar no cú bonito.
    Mas, pela falta de maturidade(mental e tática) demonstrada pela equipe ontem, vai entrar se borrando no Parque Central.

    De bom ontem somente o Luan e o Wendell, esse sim, que jogador, se impondo contra os jogadores do Inter, tem técnica e velocidade. Melhor jogador do Grêmio, disparado.

  15. viramos escravos dos 3 volantes, Grêmio é o único time que não pode jogar sem eles se não vai ficar exposto!
    E ainda botam o Zé Roberto pra “ajudar na marcação”.
    Enquanto ficarmos nesse esquema não vamos sair do lugar!

    Por merecimento os volantes deveriam ser Edinho e Riveros, com 3 meias, Luan, Maxi e Deretti e na frente o Barcos.
    Espero que caminhe pra isso, mas vejo que o Enderson está com medo de colocar a gurizada de uma vez só.

    Na quinta acho que Zé continua, só no nome e nos seus 40 anos.
    Acho que a escalação se repete e as orações serão fortes…

  16. Time e futebol pioraram: fato! Sistema defensivo, antes sólido, hoje completamente vulnerável. A única característica boa do meio de 2013 era a marcação, uma vez que não havia armação. Em 2014, o meio não marca e não ARMA! E o porquê dessa vulnerabilidade e baixa qualidade de jogo? Não temos lateral direito (o esquerdo mostra ser MUITO melhor do que o Telles), não temos um armador (talvez o Ruiz, mas não o conheço) e Ramiro está ruim na marcação e péssimo no passe.
    Riveros muito ruim na marcação. Talvez seja posicionamento o caso do Riveros. Ah, e o ataque, mostra uma esperança em LUAN e a mesmice do mangolão SEMPRE mal posicionado. Para resolver DE VEZ haveria uma única forma: “convidar” os 2 Diretores (fraquíssimos em quase todos os quesitos: conhecimento de futebol e do mercado da bola, personalidade, experiência……)a mostrarem seus “gremismos” em outro setor, mas LONGE do Depto de Futebol). NENHUMA ESPERANÇA NESSA LA!!! Pelo que vi, até ontem, não classificaremos na fase de grupos.

  17. alan ruiz tem que entrar no time. o time do meio pra frente: 2 volantes(qualquer um pois sao todos muito fracos), deretti, luan e alan ruiz. na frente barcos. o que houve com os “imparciais” que nao publicaram a noticia que a direçao dos morangos mofados esqueceram de 200 torcedores na arena? era meia-noite e eles estavam ainda na arena. que mico porem nenhuma linha sobre isso. imagina se fosse com o gremio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.