Gol!

O GRÊMIO venceu e fez o tema de casa. Time que tem pretensões não pode deixar de vencer um jogo como o de ontem.

Acredito que o GRÊMIO poderia ter simplificado, pilule vencido com mais facilidade mas vitória é vitória (trocadilho). O nosso centro-avante não jogou nada, foi inoperante, fraco, apagado e pouco colaborou com o time durante o jogo, mas – e só isso importa – fez o gol nos descontos. Assim como o Luan fez o gol nos descontos no Maracanã, Barcos fez na Arena.. o quer dizer absolutamente nada! Luan saiu do jogo ontem e Barcos ficou, se Luan tivesse saído no outro jogo… enfim, façam vocês as conjecturas medianamente inteligentes, por favor.

Mas, igual dou meus parabéns ao Barcos por ter feito o que ele é muito bem pago para fazer.

 

======<() fuóóóóóóóóóóóóóóóóóóoónnnnnn

Anderson Kegler

Sempre Imortal, o blog da torcida GREMISTA!

Participe da discussão

15 comentários

  1. Luan não saiu do jogo contra o Flamengo. Ele entrou no segundo tempo e fez o gol. Se não tivesse entrado, o Grêmio empataria a partida.

    Barcos foi o mesmo de sempre. E teve a qualidade de fazer um golaço.

    O time do Grêmio porque não temos um meia que arme as jogadas. Giualiano não é esse jogador. E Luan é mais atacante do que meia. Dudu é só correria, também não é meia.

    Por aí já vemos problemas.

    Ramiro está jogando pouco. Tem dificuldades na saída de jogo. Matias é inferior ao Pará.

    Giualiano está jogando lesionado. Parabéns ao departamento médico. Continua o mesmo de sempre.

    Futuramente, Giuliano terá que operar o púbis. É o que acontece com todos os jogadores que possuem esse problema.

    Talvez, a única exceção seja o Sousa que passou por esse problema no Grêmio.

  2. ramiro JOGA pouco, não é questão de momento, ele é isso aí mesmo.

    e depois que o wallace saiu passamos a dar campo pro CAP, antes eles nem passavam do meio campo.

    mas pelo menos o pará não jogou, já é um começo…

  3. Afinal, qual o verdadeiro Barcos? O que fica um “tempão” sem marcar, o que dá “canelada” na bola, o que erra a maioria dos passes ou o que é o goleador do Grêmio na temporada, um dos goleadores do “Brasileirão” e que é capaz de fazer golaços como o de ontem? Sei não, mas se ele tivesse todos os predicados que exigimos de um centroavante, já teria sido vendido a peso de ouro.
    Barcos é isso aí. Não esperem dele evolução técnica. É daqueles jogadores intuitivos cujas limitações são características indissociáveis de sua personalidade como jogador. Embora faça muitos gols, não chega a ser um jogador regular, alternando bons e maus momentos durante os jogos.
    Ao mesmo tempo os outros jogadores – principalmente os meia-atacantes – tem demonstrado uma enorme dificuldade em marcar. Não há esquema que sobreviva à falta de qualidade de seus componentes. Essa é a nossa realidade e, por extensão, a do futebol brasileiro. Altos salários, muita vitrine, terceiros enchendo as burras e poucos momentos de futebol bem jogado.

  4. Barcos é o mesmo de sempre. E precisa ser orientado e treinado pra fazer o que ele sabe e precisa fazer, não o que ele não sabe nem é função dele. Se arriscasse mais finalizações, como a de ontem, quando não deixou nem a bola tocar o chão, poderia fazer mais gols (o que é função dele) do que faria quando tenta dominar toscamente em situações de urgência ou quando tenta dar um driblezinho a mais. E, claro, tem que ficar na área.
    A propósito, por que mesmo Barcos voltou a ser capitão depois de já terem dado a braçadeira pro Rhodolfo em jogos que Barcos jogou?

  5. E, por favor, façam logo essa cirurgia no Giuliano para que ele pare de atrapalhar o time e dê espaço para alguém com um mínimo de condições entrar.

  6. O problema do Giuliano é a falta de bola mesmo. Nunca foi o protagonista que a direção achou que era. No inter era coadjuvante, quem centralizava as jogadas sempre foi o Dalessandro.
    Giuliano jogou 6 meses no inter e foi vendido, se escondeu na Europa e fez 25 gols em 132 jogos, média de 0,19 gols/jogo. Tem média de gols igual ao do tão criticado Tcheco no Grêmio, 0,19 gols/jogo.
    Jamais vai ser o jogador diferencial que precisamos, nunca foi. Pode até compor o grupo, mas não justifica o alto salário e o astronômico investimento.
    Vamos entrar 2015 confiando nele ou teremos que novamente gastar uma babilônia para tentar contratar um armador?

  7. e isso que o Tcheco era um excelente batedor de faltas, deu muita assistência cobrando escanteio, coisa que não temos há muito tempo!

  8. duda kroeff no futebol? é sério? e quem vai auxiliar ele, o meira?

    acho que o maineri não é mais tão ruim assim…

  9. Efeito “Livramento”: A torcida organizada “Fabiano Cachaça” ameaça incendiar o vestiário do time do aterro, caso “ganhem” do Botafogo domingo. Nada como um dia depois de quarta, se foram os 12 pontos que tinham a nossa frente há 1 mes atrás. Efeito Felipão? E a imprensinha moranga de m., tentando de todas as formas de esconder as manifestações, segundo “eles”, sem agreções, civilizadas, ordeiras,…e sei lá o que, mas os “p.q.p.” que se ouvia no rádio não dizia “nada”, tropa de f.d.p…. e nós engulindo aquela choradeira da “guria do aranha”, que não sai mais das telas.
    A Direção do Gremio tem que mandar alguém falar com ela E parar de dar ibope, CONTRA O GREMIO, depois que o aracnídeo mandou ela catar coquinhos, eu vejo coisas…..Mas,..mas valeu este 10 de set., apesar de não fazermos uma apresentação de luxo, valem estes 3 pontos para mostrar que podemos mais. Uma vitória aqui e uma VITÓRIA lá, tudo está no seu lugar…

  10. Essa do Duda no futebol parece coisa de 1º de abril.

    Só pode ser brincadeira.

    Penso que Fábio Koff não permanecerá muito tempo no futebol e servirá mais como um cabo eleitoral.

    Se Romildo vencer, depois de um tempo, Fábio Koff deixará o futebol e Duda assumirá o cargo de vice.

    Ainda, espero pela terceira via, porque chega de figurinha repetida.

  11. Gostaria de parabenizar os torcedores que foram ao jogo na Quarta.

    Reclamam do Pará, mas vaiam o M.Rodriguez.
    Reclamam da qualidade, mas vaiam o Giuliano.
    Reclamam que a base não é aproveitada, mas vaiam o Wallace.

    Parabéns, você está deixando nossos atletas totalmente à vontade, com tranquilidade e confiança para jogarem.

  12. Viva!
    A “hipocrisia eleitoral” definitivamente tomou conta do Grêmio. Agora, político é bem-vindo. Já decidi: se os candidatos forem esses que estão sendo anunciados, larguei. Não sou adepto do “mais do mesmo”, nem vou me prestar a sair de casa para referendar “acomodações eleitoreiras de última hora”, cuja única finalidade é o poder acima de tudo. Está na hora do clube se reinventar e começar um novo ciclo com novas caras e novas propostas. Insistir na continuidade de um modelo de gestão que provou estar mais que desgastado, é abusar da inteligência e da paciência do sócio-torcedor. Entra eleição, sai eleição e nada de novo no front.
    O que importa é continuar no comando, mesmo que para isso seja preciso “engolir os sapos” das próprias convicções, como a recente “demonização” da candidatura de Paulo Odone sob o argumento de ser impossível conciliar as duas funções: de presidente do Grêmio e a de político.
    Por ironia do destino o candidato da situação, ao que parece, também tem seu “pézinho” na política. E se vá dormir com um barulho desses.
    Nenhuma das opções eleitorais até agora anunciadas empolgam. O Grêmio se encontra em uma encruzilhada onde a falta de novas lideranças tem levado o clube a se repetir e se repetir. E segue a disputa em meio a um mar de especulações, enquanto o GRÊMIO, nos bastidores a tudo observa com preocupação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.