Cada jogo que passa alguns jogadores pedem passagem para serem testados na equipe principal com mais seriedade.

Um desses é Lincoln. Há quem diga que já está pronto, tem os que dizem que ainda é muito jovem. O fato é que ele está jogando muito bem as partidas que é solicitado e quando joga “mal” não compromete mais que a concorrência compromete.

A base gremista a cada partida pede passagem. Outro jogador é Pedro Rocha, que poderia ocupar a posição de Giuliano, que está apresentando deficiência física e técnica.

Aproveitando o hiato na Libertadores Roger deveria testar um time misto, espero que isso ocorra.

mbg182

Edição 182 do Mesa de Bar do Grêmio já está no ar. Um bate-papo sobre campeonato gaúcho, time misto e tudo que lembramos relacionado.

Você pode ouvir em www.mesadebardogremio.com.br
Assinar no Itunes ou em outro agregador de podcasts em: https://itunes.apple.com/br/podcast/mesa-bar-do-gremio-podcast/id575201360?l=en&mt=2

ou ouvir no Player do Soundcloud:

Um obrigado aos Padrinhos23. Quer ajudar? www.padrim.com/mbg

Publicado por Fane Webber

Minhas redes sociais. @faneinbox no Twitter. /faneinbox no Facebook. faneinbox@gmail.com é o e-mail de contato.

Participe da discussão

6 comentários

  1. Não existe idade para jogador com grande potencial. Pode ser testado com qualquer idade e a bola irá dizer se ele está pronto ou não.

    Jogador precisa de sequência. Para mim, Lincoln é diferenciado.

    Nas categorias de base, sempre mostrou bom futebol. Em partidas decisivas, ele meio que se escondia do jogo nas categorias menores.

    Evoluiu e hoje é um jogador vocacionado a fazer a diferença.

    E vem outro jogador por aí. Chama-se Mateus Cardoso. Também meia. Mas mais ofensivo do que Lincoln.

    O investimento na base precisa continuar e o clube deve estar focado na qualidade de toda estrutura. Quanto mais qualificada for a estrutura de trabalho, mais jogadores de qualidade surgirão.

    Pronto deve ser o Bryan Rodrigues. Pronto deve ser o Vitinho. Pronto deve ser um monte de jogadores que hablam espanhol e recebem aplausos das arquibancadas. Pronto deve ser todas as perebas trazidas pela direção.

    Pouco importa se Lincoln está pronto ou não. Ele demonstra talento e destoa dos demais jogadores de meio campo do Grêmi quando está participativo. É diferenciado! É um meia armador, algo raro no Brasil.

  2. A direção do Grêmio parece que está aprendendo com os erros. E essa atitude de se livrar de quem não produz é muito boa.

    Está sendo ágil para se livrar da contratação chamada Kadu. Uma diretoria que quer vencer, não insiste no erro, age para corrigi-los.

    Espero que consigam trazer as soluções que precisamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.