Participe da discussão

40 comentários

  1. Dizem que é preciso ter um filho para saber o que é ser pai, mas é preciso, antes, ter um PAI para saber o que é ser filho. #ObrigadoPai

  2. ma um jogo ridículo, continuação da última quinta-feira.
    45 minutos e nenhum chute a gol, Renato conseguiu a proeza de montar um time ainda pior.
    3 zagueiros e 4 volantes, sim Elano é volante, é algo inédito, nem o Roth ousou tal façanha.

  3. de uma vez por todas, chega de Elano!
    A gurizada patrolou hoje, até quando nossos técnicos terão medo de colocar a gurizada?

    2 volantes quebradores em campo, com Matheus Biteco fora é um absurdo!

    Se quer empilhar volantes que ao menos coloque um que saiba jogar

  4. Jogo chave. Se perdêssemos a pressão seria grande pela proximidade com a zona de rebaixamento.

    O resultado foi muito melhor do que atuação que no primeiro tempo, vamos ser sinceros, foi de time pequeno contra grande, ou seja, time fechadinho numa retranca pra Roth nenhum botar defeito só que sem contra-ataque, pois os dois jogadores mais lentos e moloides do grupo formaram a dupla de ataque, Barcos, pior jogador disparado em campo, lento, amarrando o jogo e errando quase tudo que tentava e Elano que se arrastou e foi apenas discreto, embora tenha cavado a expulsão do beque de roça deles.

    No segundo tempo Bahia iniciou pressionando mas foi parando na marcação e aí mesmo sem jogar nada, sem uma triangulação sequer, sem nenhuma jogada construída e num balão pra área, Elano e Riveros foram bem de cabeça e nos colocaram na frente.

    Jogamos muito no erro e contando coma as limitações do Bahia, cujo único jogador perigoso foi o ex-Inter Marquinhos Gabriel que fez o que quis pelo lado e em cima dos fracos Moisés e Werley que foram os que mais falharam na defesa mesmo com esse esquema retrancadíssimo armado pelo Renato cheio de zagueiros e volantes.

    Funcionou contra um time fraco, pouco inspirado e sem muitas opções ofensivas mas dificilmente vai funcionar contra time melhores.

    Grêmio até roubava bem a bola mas não sabia o que fazer com ela, no primeiro tempo, alguns momentos da partida chegaram a ser constrangedores, tamanho o nosso apequenamento.

    Demos um respiro em relação a tabela, como teve muitos empates, subimos bem, não temos time pra chegar entre os quatros e minha previsão inicial seria de vaga na sulamericana, só que com um olho na turma de baixo, a pressão seria imensa e o grupo é pouco frágil mentalmente, pouco resiliente, precisamos nos manter do meio pra cima ou as chances de sucumbir são grandes.

    Isso não torna essa gestão menos vergonhosa. E nem os exime das mudanças que teriam de ser feitas pra aspirarmos algo mais. Como não vejo atitude nesse sentido, logo, logo o discurso da direção vai ser de começar a planejar 2014. Triste.

    Mas ao menos nosso dia dos pais foi feliz.

  5. Resultado excelente, mas continuo preocupado. Grêmio é um eletrocardiograma, este ano não está dando para confiar muito…

  6. até o 1º gol não havíamos chutado nenhuma vez e achamos o gol num balão pra área.
    Com a expulsão facilitou ainda mais o jogo, até pq o Bahia conseguiu fazer menos que o fraco time do Grêmio.
    Com as entradas de Gui Biteco e Maxi ficou evidente a diferença de vontade e velocidade em relação ao time inicial.

  7. Renato teve mais sorte que juízo. O que ficou de positivo é que Max Rodrigues é titular e os irmãos Bitecos tem que jogar nem que seja 45 minutos. Se Renato não tiver coragem de tirar Barcos do time, a torcida tem que tirar no grito. Contra o Cruzeiro volta Cleber e a tendência é piorar o time.

  8. “esquema bom é o que ganha…”
    Não Renato, ganhamos mas não jogamos nada. Com 3 zagueiros e 4 volantes não tem como!

  9. atuacao = —- 10 ! so valeu os pontos . nao se ENGANEM OK . O TIME E MUITO SOFRIVEL TECNICAMENTE e TBM muito LENTO . IREMOS APENAS pra SULAMERICANA ANO QUE vem . INFELIZMENTE .

  10. Algumas avaliações individuais do time precisam ser feitas.

    Bressan desta vez foi melhor, embora seu lado tenha sido menos atacado, foi menos exigido. Werley sofreu com Marquinhos, foi batido em lances que podiam ter sido capitais. É justamente por temos dois zagueiros inseguros e sem imposição como Werley e Bressan que o esquema de três zagueiros arrumou um pouco a defesa pois Rodholfo se impõe muito, salva todas, vem sendo um patrão lá atrás.

    Se Renato for inteligente dá a braçadeira de capitão pro Rodholfo e o aval para ele cobrar e orientar os companheiros.

    Moisés, muito fraco, jogador até agora não mostrou condições de estar em time grande. Apagado, só tocou pra trás e pros lados e foi mal na marcação, muito ruim.

    Se Renato tiver discernimento, coloca o Ramiro ali na direita como ala mantendo os três zagueiros e esquece do Moisés e deixa o Pará, jogador mais improdutivo do time, no banco. Pará é um burro motivado. Este tipo de jogador participa demais e só atrapalha. Quando Tinga voltar, esse esquema o favorece.

    Os irmãos Biteco entraram muito bem, continuando confiando muito no potencial deles.

    Aliás, Riveros e Matheus Biteco, volantes ofensivos como havia dito, um fez o gol corajosamente de cabeça e o outro desarmou e fez toda a jogada do terceiro. Esses podem jogar juntos num esquema de 3 volantes, mas como os três zagueiros tem dado mais segurança a defesa que é frágil, creio que Renato deveria persistir no 3x5x2 e tentar encaixar os jogadores que se complementem mais.

    Entendo a insistência de Renato com jogadores experientes como Barcos e Elano, ainda num momento delicado como esse mas um dos dois precisa bailar. Tirar os dois ao mesmo tempo sem o ZR10 seria arriscar, seria muita pressão na gurizada, mas dá pra mesclar apostando mais nos guris, eu ainda não tiraria o Elano. Barcos vem sendo o pior jogador do time e esse esquema não favorece o seu estilo de jogo. Seria a hora de testar o Lucas Coelho, o Mamute e até o Gladiador ali junto com um atacante de velocidade que seria o Vargas ou alguém a contratar pois acho Paulinho verde e pouco promissor. O Mamute pra mim tb poderia substituir o Vargas, não é velocista mas fez bom trabalho nessa função na seleção. Merecia uma chance de ser observado ao menos. Já teria tentado ele há tempos.

    Ao menos Renato já viu que Souza e Adriano não podem atuar juntos. Adriano fez partida razoável apenas, é outro que não me agrada o estilo de jogo mas Renato parece adorá-lo mais que Luxa até.

    Maxi entrou e fez gol, vai ganhando moral e daqui a pouco pode crescer, ainda acho um tanto discreto quando entra, é o legitimo meio-armador, mas quero vê-lo atuando mais tempo ainda.

    Espero que Renato não demore muito pra enxergar quem é quem pois se ele acertasse o antes o time, poderia haver tempo pra beliscar ali um quarto lugar quem sabe. Mas tá difícil, a falta de comando no futebol atrasa tudo, a direção tem a faísca atrasada e demora muito tanto pra diagnosticar quanto pra buscar soluções para os problemas.

  11. Felipe Neri, quando havia a possibilidade de contratar Rodholfo enviei torpedo ao Chitolina pedindo a contratação . Ele confirmou que o zagueiro seria contratado.
    Esse atleta vai fazer história, pois é do nível dos nossos melhores na função( Oberdan, Adilson, De Léon, Anchietta). Só perde para Airton Pavilhão.
    Renato tem mais opções no plantel atual do que em 2010. O grande diferencial à época era o Jonas.
    Os garotos de hoje são superiores aos de 2010.

  12. o 3-5-2 parece realidade agora.
    Com todos à disposição, coloria Dida, Werley, Rodholfo, Bressan; Elano (na direita), Matheus, Riveros, Zé e Telles; Vargas e Barcos.
    Pra quarta, acho que Kléber volta certo. Não teremos Riveros, então colocaria Ramiro, Matheus e Maxi no meio, com Elano de ala.
    Ou poderia também colocar o Matheus de ala, inclusive acho que ele já jogou assim na base e na seleção.

    Só não da mais pra aguentar Pará e Adriano, esses não dão nada de diferente ao time.
    Moisés não tem condições, me deixou com saudade do Pará…

  13. Marcelo, o Targa responde ao teu questionamento. Interessante a tua pergunta.
    Targa, sabes se ele tem o valor estipulado , para ficar por mais tempo?

  14. Sim Arthur, Rodholfo foi uma excelente contratação. Gostava muito do seu futebol no Atl-PR, vinha mal no SP mas o time deles vem mal. A direção está de parabéns pro essa contratação.

    Mas deveriam trazer outro zagueiro pro Renato poder voltar ao 4-4-2. Bressan e Werley são bons reservas mas não tem imposição, até tem boa técnica, mas são inseguros.

    Manda outro torpedo pro Chitolina e diz pra ele trazer o experiente Anderson (ex seleção, Cruzeiro, Corinthians, times da França) do Paraná e observar o lateral direito deste mesmo time que vem sendo destaque na série B. Duvido jogar menos que o tal de Moisés.

    Com Anderson e Rodholfo teríamos uma zaga de imposição e ótima bola aérea. Torres gêmeas. Força aérea tricolor.

    Aproveite e peça encarecidamente pra trazerem um atacante de velocidade (opções agora são poucas, talvez série B, Rildo da Ponte) ou encostarem no Renato e dizerem pra ele testar Mamute ou até o Jean Deretti que tem velocidade. Chega de tanta lentidão no ataque, ninguém mais aguenta Barcos e Kléber juntos. E Elano no ataque não dá. Hora de buscar opções diferentes, na base tem um menino velocista que é o Erick, pra mim, mais promissor que o Paulinho.

    Mas a base do Juventude tem prioridade nesse Grêmio atual. E vou seguir insistindo pra darem uma chance ao Lucas Gabriel, jogador de esquema, tático, motorzinho.

    E um primeiro volante decente não seria má ideia, li especulações sobre o William do Coxa em troca do Welliton. Pra ontem. Jogador de personalidade, discreto mas eficiente, bom marcador. Não gosto dos primeiros volantes do Grêmio Adriano e Souza.

    Creio que melhoria a resiliência do time tb, pois tem atletas citados acima que tem personalidade, intensidade de jogo, movimentação, velocidade, que são as características que mais faltam ao atual plantel formatado pela direção.

    Daria uma melhorada legal. Como esse campeonato é de japonês, quem sabe outra arrancada como em 2010?

    Ainda dá tempo, mas tem que ter atitude da direção, tem que contratar, tem que agir, a continuar como está, vamos alternar altos e baixos, espiando a turma de cima com o outro olho na turma do rebaixamento. É pouco pra grandeza do Grêmio.

  15. Pra direção se movimentar:

    destaques da série B:

    http://www.lancenet.com.br/minuto/Fique-Confira-Segundona-reforcos-Serie_0_970703129.html

    Deve ter jogadores úteis ainda na série A sem ter feito 7 partidas, tem de garimpar, oferecer mais opções ao Renato, entre apostas vindo com vontade de mostrar serviço, mais os experientes do plantel e a gurizada da base, se encaixarmos um time enquanto ninguém ainda disparou no campeonato, voltamos ao páreo. O négocio é ir em busca de perfis e características que faltam ao grupo atual.

    Se a direção continuar na inércia em que se encontra, já era 2013 e vamos começar a pensar cedo em 2014.

  16. E na boa, só gringo pra meter a cabeça na bola que nem o Riveros colocou, duvido que a boleirada brasileira dos cabelos ajeitados meteriam…

  17. Realmente, o jogo de quarta é chave. Resta saber se os caras querem. Cruzeiro é time que ataca e dá espaço pro contra-ataque. Só que o Grêmio tem os velozes Kleber e Barcos para puxarem… Outra partida que me contento com os 3 pontos e atuação medíocre.

  18. Olha, o Barcos tá muito mal fisicamente. Está muito mais lento que no ano passado. Ainda assim, eu daria a ele mais 45 minutos no proximo jogo. Se não fizer gols ou jogar muito bem, vai pro banco. Deem chance ao Lucas Coelho. Ele merece, no minimo, 45 minutos inteiros, sem entrar na fogueira, para mostrar seu futebol. Depois, quando voltar o Vargas, apostaria em Vargas e Kleber. Barcos precisa de uma preparação física específica antes de voltar.

  19. Matheus Biteco é o melhor volante que temos. Marca, passa bem, sabe sair jogando, tem velocidade e habilidade. Não sei como não é titular em qualquer posição do meio campo.
    Riveros tem mostrado muita disposição, raça e faro pro gol. Mas ainda não me convenceu. Parece um guinazu melhorado, anda em todas as partes do campo e parece não ter uma posição definida.
    Adriano é o legítimo 5 a moda antiga. Tem muita disposição e marca bem. Desconstroi e só. As vezes é preciso um jogador desses, mas perde-se muito em qualidade de passe no meio.
    Guilherme Biteco entrou no lugar certo hoje. Meia esquerda, bem aberto. Não podem colocar o guri para armar jogadas e distribuir o jogo, pois não é a dele.
    Maxi é titular, alguem tem dúvidas?
    Meu meio campo com esse elenco seria: Adriano (ou Riveros); Matheus Biteco; Zé Roberto e Maxi Rodrigues.
    E por favor, alguém faça o Alex Telles treinar cruzamentos. Ele tem potencial para ser um baita lateral esquerdo, mas precisa aprender a caprichar no cruzamento.

  20. Precisa vasculhar um atacante de velocidade na série B. Alguém util deve ter em algum canto. Pelo menos como opção.

  21. O Renato fez tudo aquilo que não deveria. Saiu jogando com tres zagueiros e tres volantes. Uma insanidade e tinha tudo para perder o jogo, mas tem coisas que só acontecem no futebol. Fez tudo errado e deu tudo certo. O Grêmio achou um gol e em seguida o jogador do Bahia foi expulso e aí ficou mais fácil. Os garotos entraram e incendiaram a partida. Mais uma vez o Renato provou que não entende nada do assunto, mas eu prefiro morder a língua e perder a razão, e o Grêmio ganhar o jogo.

  22. EsseTarga é corneteiro demais, na 2ª frase eu pulo o comentário. Haja omeprazol.
    André Pedroso é colorado infiltrado. Porque gremista ele não é.

  23. O Guilherme Biteco é um jogador diferenciado, mas precisa jogar mais perto da área. Com um drible ele fica na cara do goleiro. Mas só faz isto quem sabe. Zé Roberto tem sido o goleador do time e aparece constantemente na cara do goleiro. Este é um jogador que precisa jogar também mais próximo do gol. Acho que o treinador tem que arrumar lugar no time para os dois vindos de trás, mas da intermediária para a frente. Não se pode perder dois talentos jogando muito atrás, na marcação. Deixa isto para os brucutus. Eu jogaria com dois volantes de contenção, que podem ser Mateus Biteco, Riveiros, Souza ou Adriano, três meias, Max Rodrigues, Zé Roberto e Guilherme Biteco, todos chegando na frente e sòmente com Vargas no ataque, flutuando pelos dois lados como faz na seleção do Chile.
    Ficaria compacto no meio do campo e teria sempre quatro jogadores chegando no ataque.

  24. E o Eremildo, além de idiota, é lembre bosta do Renato e da direção. Vou criticar sim, sempre que o treinador ou a direção errar eu vou criticar e este direito ninguém me tira, muito menos um idiota.

  25. Essa do Vargas centralizado com o Biteco de um lado e Zé do outro até seria uma boa, mas Ze e Biteco são canhotos. Falta alguem pela Direita. Acho que o Lucas Coelho e o Vargas no Ataque fica mais equilibrado.

  26. O Professor Renato PARDALuppi se superou ao escalar 3 zagueiros e 4 volantes. Valeu pelo resultado, mas ao escutar as entrevista pós-jogo percebemos que as invenções não irão parar tão cedo.

  27. Acho que o Renato teve mais sorte que juízo. Mas, no futebol, as coisas são imprevisíveis. Alguém apostaria numa vitória ontem, ainda mais por 3X0? Acho que nem ele acreditou. Felizmente, tudo nos favoreceu ontem. A sorte esteve do nosso lado como nunca. Ainda estamos carentes de um sistema equilibrado que não nos faça ficar irritados e desestimulados jogo após jogo. Nem sempre vamos ter os “deuses” a nosso favor. Os problemas por incapacidade técnica continuam os mesmos e nós, torcedores, não podemos aguentar todo um campeonato na base do lexotan. Mas, ainda assim, é melhor ganhar, mesmo que o coração continue a ser maltratado na maior parte da partida. Espero que as peças se encaixem com o tempo e que eu esteja vivo para assistir este dia chegar.

  28. Penso que o Renato tentou não perder e conseguiu.

    Primeiro tempo ruim do Grêmio.

    O Alex Telles foi mais uma vez bem tecnicamente.

    O Grêmio cometeu muitos equívocos nos passes e o Bahia conseguiu rondar nossa área até com certo perigo.

    Segundo tempo, o Grêmio melhorou em relação ao primeiro tempo. Algumas peças ingressaram e melhoraram a mecânica.

    O Maxi Rodrigues pede passagem.

    Aparentemente, foi um acerto da direção.

    Acho que o Grêmio está num período de transição.

    O Grêmio pode melhorar com contratações e observando a base.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.