Consoante o previsto, recipe vencemos a rebaixável Portuguesa de Desportos/SP na Arena Grêmio (em que pesem as dificuldades). Seguindo a tendência, também derrotamos no meio de semana o virtualmente rebaixado Náutico Capibaribe/PE na Arena Pernambuco. Sim, o Grêmio de Portaluppi mostrou que quer “algo mais” e não ser apenas um integrante cativo do G4.

O time engrenou. Como se diz no jargão futebolístico: “deu liga”. O problema é que o Cruzeiro de Belo Horizonte/MG parece ter um fôlego sem fim. O rei dos vice-campeonatos, Marcelo Oliveira, ora treinador cruzeirense, arquitetou bem demais o time mineiro. Para piorar a situação dos concorrentes, contratou muito bem (Dedé, a maior das contratações, indubitavelmente). Tchê, eu achava que o Goiás/GO daria um jeito nessa campanha invejável dos mineiros, porém eles tiveram a sorte de não enfrentar Walter. Quem será capaz de vencer esse time tão bem encaixado? O Atlético Paranaense e o Botafogo de Niterói/RJ já começam a se entregar. Não vejo esses dois clubes na Libertadores 2014, sinceramente. O brabo mesmo é essa maldita raposa mineira no nosso caminho.

Não poderia esquecer do jogo de domingo e do aniversário de 110 anos do Imortal Tricolor. Os ingressos já lotaram para a geral. Havia indícios de que Ronaldinho forçaria o terceiro cartão amarelo para não enfrentar a massa tricolor enfurecida, o que não se confirmou. Será uma BAITA de uma peleia Grêmio x Atlético Mineiro. Imperdível! Um jogaço! Se vencermos, seguiremos nas pegadas do Alviazul. Se perdermos, ainda poderemos nos reerguer. O empate é bem possível. Os dois times são muito equilibrados e possuem jogadores de altíssimo nível. Ademais, temos o reencontro de Victor com a torcida gremista. Temos a obrigação, como torcedores, como sócios, como conselheiros, como dirigentes, ou até mesmo meros amásios do bom futebol, em lotar as dependências da Arena Grêmio nessa domingueira. Esse será o nosso presente de aniversário a esse glorioso clube, que embora não venha nos dando títulos nos últimos tempos, invade nossos corações à guisa fulminante a cada demonstração de superação, a cada vitória guerrilhada, a cada prova de amor ao seu torcedor.  PARABÉNS, GRÊMIO!! E que em 2013 consigamos levantar a taça do tão almejado título de expressão…

Tchüss, fussballteigers!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.