Evandro Krebs no Conselho de Administração da Arena POA

Informativo tirado do blog do movimento Grêmio multicampeão.

 

O engenheiro Evandro Krebs é o novo integrante do Conselho de Administração da Arena Porto Alegrense, buy substituindo o ex-presidente Duda Kroeff. Membro do Movimento Grêmio MULTICAMPEÃO, Krebs tem uma longa trajetória de serviços prestados ao clube.

Iniciou sua trajetória no Grêmio como dirigente em 1987. Conselheiro do Grêmio de 1989 até 2010. Foi diretor jurídico, de administração, patrimônio, planejamento e do quadro social. Exerceu também o cargo de diretor de futebol e de assessor da presidência.

Evandro Krebs foi conselheiro da Grêmio Empreendimentos-Gestão 2008-2010, responsável pela coordenação da vistoria de entrega da Arena.

É engenheiro civil com especialização nas áreas de engenharia de segurança do trabalho, gestão da qualidade e meio ambiente. Perito judicial e consultor técnico.

Com toda essa bagagem, Krebs reúne as condições ideais para contribuir com o clube nesse momento histórico de transição e definições. Krebs terá atuação na gestão da Arena ao lado de Marcos Almeida, os representantes do Grêmio no Conselho, composto ainda por três indicados pela OAS.

 

O Sempre Imoral parabeniza Evandro Krebs pela indicação do cargo e torce pela sorte do profissional em sua nova atividade.

Participe da discussão

17 comentários

  1. Não o conheço, mas boa sorte, porque o Grêmio vai precisar. Os ventos de mudança no Humaitá me trouxeram entusiasmo, mas não tenho mais tanta esperança depois de ver as movimentações do Grêmio no mercado e o golpe de misericórdia do presidente: a proposta de voltar o mata-mata no BRzão.
    Os sinais que o clube vem mostrando desde dezembro passam a mensagem clara de que não só não tem gente que entenda do assunto pra gerir o futebol, como também não quer seguir o modelo de planejamento e competência que levou outros clubes ao sucesso, preferindo a volta ao passado como forma desesperada de tentar equalizar as coisas.

  2. As bonecas criadas a leite com pêra nao jogaram nada na segunda partida na copa sp. Juizao de um penalti nos acréscimos e a boneca chuta com pé mole a bola.

  3. Em relação ao time Júnior, atuação ruim. Primeiro tempo horrível. Segundo tempo menos pior e o técnico conseguiu estragar uma leve melhora.

    Constatou-se que os dois centroavantes não funcionaram.

    Percebe-se que falta pontaria aos dois centroavantes.

    O resultado não retira a primeira avaliação feita no primeiro jogo.

    A equipe precisa crescer na competição. Também precisa afinar a mecânica de jogo. Achei descompactada na primeira partida.

    A defesa tem dificuldade de sair para o jogo, a dupla de zaga fez muita ligação direta no primeiro tempo.

    O time está mal formatado. O treinador deveria escolher um dos centroavantes, colocar um atacante ao lado. No meio, pode inserir mais um meia para articular juntamente com o Lima.

    Um fato a ser considerado é que o Confiança viu o Grêmio jogar do mesmo modo que o Grêmio também viu o Confiança atuar. Em razão disso, o Confiança soube se organizar para anular a movimentação individual e coletiva da equipe gremista.

    Confiança é um time modesto. Praticamente, ficou se defendendo e saindo na boa, tentando se aproveitar de algum erro ou alguma brecha para marcar.

    Como o Grêmio não está bem formatado, é lógico que teríamos prejuízo técnico na parte coletiva e individual.

    O jogo de hoje mostrou o projeto lapidar precisa de qualidade. Jogadores errando a pontaria.

    Não lembro de ter visto um time campeão jogando com dois centroavantes com características semelhantes.

  4. Ainda vão acabar com a carreira do nicolas antes dela começar, colocando ele de segundo atacante, onde não consegue jogar.

    E me perdoem, mas o krebs não é o cara que repassa informações pro HM? Se não for, desculpem, mas a informação à boca pequena é essa.

  5. Concordo com o Joao Luiz, Nícolas não é jogador para a função, a qual está desempenhando. Vão matar o guri.
    Nícolas me lembra muito o Adriano, imperador, quando no começo de carreira.
    Nícolas tem um baita potencial que precisa ser melhor lapidado.

  6. O Grêmio continua com o mesmo problema. Não consegue trabalhar os fundamentos essenciais para os atacantes. Falta qualidade no trabalho dos fundamentos isso para mim está claro.

    Nicolas Careca teve chance. O Luis Felipe precisa também ser lapidado. Não é um primor tecnicamente, mas ele tem iniciativa. Se trabalhado pode dar um centroavante. No cabeceio ele é bom, e se a bola não chega na cabeça, ele assiste o time jogar.

  7. o luis felipe é mais velho que o careca, e não tem potencial nenhum, é mais um centroavante aipim com bom cabeceio e sem velocidade. me diz um que tem se dado bem com essas características no futebol moderno.

    já o nicolas tem velocidade e força, além de técnica e habilidade. mas não pra ser segundo atacante, e sim centroavante, camisa 9. mas o Grêmio vive na década de 90, então vamos de centroavante aipim, volante tosco e por aí vai.

    ps. o cesar pacheco vai voltar ao futebol, segundo informações. cesar. pacheco. CESAR PACHECO! agora só tá faltando o meira e o obino, pra completar o quadro da dor…

  8. Não adianta ter a qualidade na preparação das jogadas se a execução é ruim.

    Eu assisti o jogo do Inter. Dá para ver que possuem qualidade na preparação de jogadas e boa execução.

    O time do Grêmio precisa crescer na Copa São Paulo.

    Continuo achando a zaga fraca e atrapalhada.

    Gostei do volante Kaio. Em alguns momentos, ele caía pela direita e chegou a fazer cruzamento.

    Numa mecânica coletiva, é fundamental a qualidade dos volantes para encostar nos laterais e nos meias para fazer jogadas de triangulação. O adversário de ontem conseguiu neutralizar as ações.

    Desse modo, o Grêmio ficou dependente de uma jogada individual.

    Nicolas Careca é bom jogador e pode ser um grande jogador. Mas precisa se tornar um goleador, algo que ele não é porque perde muitos gols.

  9. Concordo que Luis Felipe é muito limitado. O potencial dele também e limitado. Eu penso que o potencial dele é justamente nessas característica de jogador aipim. Mas se não colocar pra dentro, não tem futuro, e potencial vai para o espaço.

    O futebol hoje tem preferido jogadores com mais qualidade na bola nos pés do que aquele jogador aipim. Mas isso se justifica pela falta de qualidade definidora do centroavante aipim.

  10. Eu também prefiro centroavante com qualidade técnica e o futebol atual cada vez mais tem dispensado o uso do 9 aipim, mas creio que esse tipo de jogador ainda pode ser útil a um plantel, depende da combinação de jogadores que se tem a disposição. Me agrada o futebol, por exemplo, do menino Klauss do sub-17, pra mim, um jogador alto, bom cabeceador, guerreiro e de muita personalidade. Esse pode ser útil.

    Luis Felippe tem limitações e depende de um esquema que esse Grêmio desentrosado da Copinha ainda não tem. O Confiança apenas se defendeu e fechou os espaços e nitidamente o Grêmio se complicou, faltando movimentação e triangulações pois dava pra perceber que quando pegamos a bola, demorava para haver aproximação enter os jogadores a fim de superar a marcação, seja por falta natural de treino pois time foi formado pra competição ou por algumas escolhas equivocadas do treinador como o omisso Ty e Nicolas Careca jogando fora da sua. Penso que Tilica dá mais movimentação e agressividade ao ataque no lugar do africano Ty. E Nicolas Careca deveria jogar na sua de centroavante no lugar de Luis Felippe que cederia lugar ao Iago.

    A zaga realmente foi atrapalhada nesta partida. Lucas Dias teve algumas pixotadas ao lado do capitão trapalhão Denilson. E isso que nem foram muito exigidos.

    Já os laterais Raul e Júnior Tavares (pra mim o mais regular da partida) tiveram iniciativa nos lances e foram bem mas nitidamente faltava parceria pois Careca é todo desengonçado e lento para escapar da marcação e o tal de Ty é muito ciscador e se esconde na partida. Isso tb prejudico o meio que até tentou jogar com Kaio, Arthur e Lima, todos jogadores de bom passe e decaímos muito com troca de Tontini (péssimo) por Lima. O treinador acabou com o time com essa substituição. Achei Lima um jogador habilidoso, pecou nas finalizações mas tem potencial. Os três do meio me agradam tecnicamente, ainda que ache o Arthur o mais pronto deles (mesmo que tenha perdido o penal que nem ocorreu), é um bom articulador e armador de jogadas.

    Falta banco ao time mas creio que iremos classificar só não sei se vamos longe pois nossos destaques não os jogadores que precisariam ser decisivos letais num time mas sim os dois laterais Raul e Júnior (acima da média) e o volante Arthur.

  11. Krebs desde que na área dele, longe do futebol, ainda vá lá. Pacheco é mais um neófito com boa vontade de colaborar.

    Essa direção tem uma mentalidade muito ultrapassada.
    Minha esperança nesse ano é ao menos ver a gurizada despontar.

    Felipão é um treinador decadente (que combina muito com a gestão passada do Koff e pelo visto com o Romildo que quer até a volta de mata-mata…) mas o Felipão pelo cartel construído do passado ao menos tem estofo pra lançar guris, fosse um treinador emergente não sei se teria o mesmo suporte dos dirigentes.

    Então a esperança está em ver algum futebol diferente nos garotos como foi o Luan ano passado, afora isso, não sei se suporto mais uma ano de futebol defensivo, burocrático e cagão sem largar de mão, pois essa tem sido a especialidade da turma do Obino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.