ESTRÉIA! – De Colaboradora

Hoje temos uma estréia no blog, viagra mostrando mais uma vez que este é um blog para TODOS os GREMISTAS! Com vocês Maria Regina Duarte!

Hei Social, cialis canta pra Geral!

É bem verdade que até pouco tempo não existia a chamada torcida Geral, order mas também é verdade que com ela ficou muito mais vibrante, muito mais bonito, muito mais emocionante ir ao estádio.

Atualmente estamos vivendo um momento delicado na Arena. A transição do Olímpico para o novo estádio não foi e nem está sendo fácil. Há muitos problemas, na localização, no acesso, no entorno, na migração, nos serviços prestados, nos preços cobrados pela alimentação e bebidas, sem contar os problemas dentro do campo, no futebol. Somente a beleza e a modernidade da Arena não bastam.

Devido a uma incrível falta de planejamento, organização, cálculo, projeto ou o que seja, uma parte do espaço destinado a Geral veio abaixo na comemoração do gol no jogo contra a LDU, pela Copa Libertadores da América, e feriu alguns torcedores. A partir desse episódio, e já tendo ocorrido uma briga entre os integrantes da própria Geral na inauguração da Arena, a situação se complicou ainda mais. Os demais torcedores do GRÊMIO, provavelmente oriundos da social e das cadeiras, passaram a hostilizar a Geral, e a cada episódio de enfrentamento com a Brigada Militar, vaiavam a Geral.

É de se lamentar, no entanto, que a própria BM, responsável pela segurança dos cidadãos, venha cometendo excessos como o episódio do torcedor conhecido como “Gaúcho” e dos disparos de bala de borracha nos olhos de um torcedor que nem havia entrado no estádio mas, segundo a própria BM, estava no lugar errado! Isso não pode ser motivo suficiente para disparar contra as pessoas.

Existe um movimento de “higienização” com a construção das novas arenas que, pelos preços elevados, impedem muitos torcedores de freqüentarem os estádios. Mas, mesmo assim, ainda há muitos outros dispostos a alguns sacrifícios financeiros, especialmente quando há promoção e os preços são reduzidos. E, além disso, há outros tantos cujo poder aquisitivo aumentou nos últimos anos e agora estão podendo assistir aos jogos na Arena.

Precisamos, assim, que as autoridades governamentais, notadamente a BM, orientem melhor seu corpo funcional a conviverem com mais democracia e menos truculência.

Como eu gosto da Geral, aprecio seus cânticos e a forma como torcem, eu gostaria mesmo é de ouvir o que dizíamos na Social do Olímpico… “Hei Geral, canta pra Social”.

Maria Regina Duarte

 

Participe da discussão

24 comentários

  1. Agradeço diretamente à Maria Regina Duarte por sua colaboração no blog e aproveito para dizer que o espaço está aberto sempre, tanto para ela quanto para qualquer outro GREMISTA.
    Quanto ao texto: excelente!

  2. Maria Regina

    Pra não dizer que concordo com tudo o que está escrito no texto, discordo, em parte, quando tu diz que a arena tem problemas de localização. Se analisarmos por quem mora em POa, pode ser, mas pro pessoal do interior facilita em relação ao Olimpico. E quando a rodovia do parque ficar pronta (que não cabe ao Grêmio terminar) quem chega pela Tabaí-Canoas vai economizar, no mínimo, meia hora de viagem. No mais, concordo plenamente.

  3. Concordo, em parte, com o comentário.

    1 – Quanto às instalações e aos serviços da Arena, embora ainda não tenham a qualidade que esperamos, é perceptível que melhoramentos estão sendo implementados gradativamente. Evidentemente que por ser a Arena a construção esportiva pioneira nesta modalidade no Brasil e, levando-se também em consideração o descompromisso do poder público com as obras no entorno, as dificuldades iniciais de funcionamento eram previsíveis, assim como o entendimento de que no decorrer do tempo elas seriam solucionadas. E estão sendo.
    Acho que a questão do transporte, que foi um dos maiores problemas, vai aos poucos entrando nos eixos e posso dizer que as opções de acesso são mais alentadoras do que as que tínhamos no Olímpico. A chegada e a saída de veículos já esboçam um fluxo mais organizado, assim como o estacionamento. É logico que os que moram na zona sul da cidade hoje lamentam a mudança, mas os gremistas moradores da região metropolitana, região sul do estado, litoral, e serra, saúdam a atual localização. Já podemos dizer que a mudança foi para melhor em quase todos os aspectos.
    Fica ainda pendente, a meu modo de ver, o preço dos ingressos.
    Mas, inevitavelmente, o futebol ficará mais caro. Aliás, já está.
    Acredito que o poder aquisitivo da população vai ser o fator determinante para uma adequação mais próxima dos preços à nossa realidade social. Mas, não podemos ingenuamente esperar uma volta ao passado.

    2 – Brigada e Geral são “instituições” necessárias, desde que se atenham, restritamente, às suas atividades, sem descurar de suas responsabilidades. Ir “além das chinelas” não faz bem a nenhum dos lados.
    Excessos de parte à parte, não contribuem para a garantia de um ambiente de paz, tranquilidade, muita festa suor e lágrimas e de grande expectativa por mais uma consagradora vitória do tricolor que é o que todos nós, gremistas, almejamos.

    3 – Por outro lado, não podemos esquecer que a Geral com sua banda, cantos, trapos e gritos de guerra – mesmo descontada de sua tradicional “avalanche” – ainda assim torna o espetáculo muito mais bonito e atraente e incentiva os demais torcedores a uma participação mais ativa na festa. Ao esparramar pelos quatro cantos da Arena uma onda de energia positiva, faz subir a pressão sobre o adversário e, ao mesmo tempo, repassa durante todo o jogo aos jogadores dentro de campo, uma vigorosa “injeção de ânimo”.

  4. “Hei Geral, canta pra Social”.
    Abri um sonrisa de oreja a oreja ao lembrar da torcida nas arquibancadas do Olímpico! Belo texto Maria Regina!
    Concordo com o Cuia, no quesito de localização.
    No mais, infelizmente a elitização do futebol vem acontecendo. Ainda assim, acho que a atuação da brigada é o principal problema. O que era abusivo só em GREnais (e no chiqueiro) vêm sendo corriqueiro na Arena. Tenho a impressão de que já entram procurando pelo em casca de ovo. Sem contar o vigio constante dos “amarelinhos”.
    #AvanteGRÊMIO

  5. Sobre a BM e Geral, concordo com tudo.

    Sobre a Arena, discordo de tudo.
    A Arena está evoluindo e vai ficar ainda melhor, só que não podemos a todo instante ficar metendo pau em tudo.

    Fui 6 vezes na Arena, não me incomodei nenhuma vez. E também não procurei por problemas, pois tenho certeza que tem gente que vai lá só para procurar problemas.

  6. Gostaria de saber se alguma das 600 chapas para o Conselho tem alguma proposta para defender o tocedor, seu principal patrimônio, das ações do Governo do Estado e BM.
    Se vão defender a instituição Grêmio dos desmandos da FGF e seus calendários ridículos.
    Se tem alguma proposta de ação mais contundente, para preservar os torcedores das notícias inventadas pela imprensa vermelha, evitando o desgaste de todo o mês, ter que vir um dirigente à público para desmentir as inverdades divulgadas pela sempre atenta IVI. Como fez o Atlético-PR.(com um time ridículo já está na nossa frente)

    É preciso ação dos nossos dirigentes ou ficaremos ilhados e rodeados de tubarões.

    Dá-lh Grêmio.

  7. Regina, embora suspeito (amigo e colega), faço questão de registrar que teu gremismo exacerbado e verdadeiro faz com que tenhas inspiração e luz para falar/escrever do Grêmio e deus “símbolos”.
    No teu texto, faria um acréscimo no seguinte parágrafo:

    “Precisamos, assim, que as autoridades governamentais, notadamente a BM, orientem melhor seu corpo funcional a conviverem com mais democracia e menos truculência.” … e que a Direção do Grêmio tenha forte empenho em dialogar com o comando da BM e também com o MP/RS, pois a torcida do Grêmio, antes de DONA do clube, é um Patrimônio do RS; merece, pois, respeito, consideração e admiração. E que a “pré-disposição” ao conflito, por parte da BM, seja sepultada!!!

    Ao término deste modesto registro, exponho que a GERAL hoje é o “craque do time do Grêmio”! Não só pela atual escassez de qualidade do grupo, mas por suas características, as quais vai ao encontro das ORIGENS do nosso CLUBE: raça, pegada, determinação, “não desistir jamais”…..Ah se os atuais jogadores sentissem esses VALORES no peito e na alma…….!
    Parabéns, Regina!

  8. na média, tenho tido menos problemas em ir até a Arena do que tinha no Olímpico.
    Meu único porém é que o estacionamento (nos arredores) ficou mais caro, mas isso porque eu conhecia o flanelinha do Olímpico desde sempre, então era na parceria. Na Arena inflacionou bastante, mas já sinto uma queda nos preços em jogos “menores”.
    Pra sair da Arena é o pior momento, pois saio pela A.J. Renner, rua de péssima estrutura.

    Dentro do estádio é uma goleada pró-Arena, não tem comparação. Só de não ser esmagado pra conseguir acessar um portão já está ótimo!

    Na fim, os problemas são mais com a polícia do que qualquer outra coisa.
    Não fosse a orientação porca da polícia em ter revista nas rampas, teríamos um acesso muito melhor, como deveria ser no projeto.
    Não fossem as regras ridículas impostas pela polícia, de proibir bandeiras, trapos, instrumentos (e quase torcida adversária), teríamos um espetáculo muito melhor.
    Não fosse a violência gratuita da polícia pra tentar banir uma torcida em virtude de alguns delinquentes que ela não consegue conter, teríamos um ambiente muito melhor.

    Nos últimos jogos, em que supostamente a BM deixou os “marginais” livres dentro da área da geral, sem intervenção, houve alguma briga?

  9. Bela pergunta…alguma das chapas que mandam email, torpedos pedindo nossos votos vai fazer alguma coisa para “defender” a torcida contra BM?

    Quem me iludir com essa questão terá 3 votos!

  10. Com relação as chapas, a Chapa 7 que é a chapa da Geral, provavelmente seria mais efetiva em defender o torcedor…

    Quanto a Geral, não consigo engolir a desculpa ridícula da BM para banir os trapos, barras e o resto dos instrumentos. Por que no estádio mais moderno da América Latina é proibido, sendo que tem várias câmeras de segurança e no lixo do Camp Noia pode tudo?

  11. Criciúma ganhando do SP no Morumbi com gols de Marcel e Lins e Galatto pegando penalti!!!! Que momento!!!

    Lins jogando bem, levando o time nas costas e aqui era uma tristeza. Mais um que tá mostrando que a aposta não era errada, mas no momento errado.

    Gol do SP foi do Aloisio ainda por cima.

    Náutico perdeu mais uma em casa, será que vamos com 3 zagueiros e 3 volantes contra eles?

  12. Será que o Marco Antônio será campeão brasileiro jogando por outro time ?
    Assim como outros tantos jogadores que nossa torcida logo pega no pé e não deixa os cara se criar….

    Eu ainda acho que nossa torcida tem uma boa parcela de culpa nessa fase de 12 anos que vivemos.

    Somos chatos demais..

  13. Boa Gremio, acho que perdemos o “timing”

    De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo desta sexta-feira, o Corinthians já tem acordo com uma empresa para acertar os naming rights de seu novo estádio: a Emirates, companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos. Pelo valor de R$ 450 milhões, a empresa deverá batizar o estádio de Arena Emirates por 20 anos. Desta forma, o clube receberá o equivalente a R$ 22,5 milhões.

  14. Ressalto que minha admiração pela Geral tem relação unicamente com a forma de TORCER; de incentivar o time sempre, em todos os momentos. Não deveria ser um grupo político, até porque hoje a mais linda torcida do Brasil é patrimônio de todos nós, gremistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.