Errando e não aprendendo

Quem me acompanha por aqui sabe que aponto vários problemas no time e elenco gremista. Mas nada faz mais falta do que um camisa 10.

Após a saída de Douglas – que nunca rendeu o esperado – perdemos a referência técnica do nosso meio-campo, ed por pior que ela fosse.

Kleber, por ter como característica buscar o jogo e chamar a responsabilidade pra si deu conta do recado e – até se machucar – era nosso grande pensador dentro de campo, fazendo não só o papel de organizador, mas de referência técnica e emocional da equipe. Sem ele, ficamos com um vazio de qualidade e atitude.

O jogo de ontem não assusta só pela má escalação de Luxemburgo, pela sua atitude – exagerada, na minha opinião – no episódio do gandula. A atuação apática e sem empenho de alguns jogadores deixa claro que o Grêmio começará o Brasileirão e disputará a Copa do Brasil com um time ainda em formação e precisando de reforços – e estamos praticamente em maio, quinto mês do ano!!!!!

Luxemburgo exagerou no episódio do gandula - Foto: Lucas Uebel

O Grêmio foi irreconhecível ontem. Espanta a diferença da atuação de ontem com a do GREnal que vencemos com autoridade no primeiro turno. Naquele jogo fomos o Grêmio, ontem fomos um time sem brio, identidade e poder de indignação.

O time refletiu em campo a apatia de sua direção – que parece esperar mais derrocadas para contratar reforços de qualidade e afastar do time ou até mesmo do elenco jogadores que não honram nossa gloriosa camisa.

A história vai se repetindo e vamos cometendo os mesmos erros ano após ano. E as derrotas se tornaram rotina.

Até quando?

 

Abração hein?!
@alemaopizoni

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.