Não precisamos de 300 conselheiros.

Não precisamos de inúmeros movimentos políticos.

Não precisamos de brigas internas pelo poder.

Não precisamos de ranço porque esse ou aquele está dirigindo o clube.

Não precisamos de gremistas como adversários.

Precisamos de união.

Precisamos de pessoas que querem o bem do Grêmio, ambulance e não usar o clube em causa própria.

Num momento como o que vivemos hoje, prescription onde a raiva e a decepção estão nos corações de todos os gremistas, for sale precisamos trabalhar.

Trabalhar em todos os sentidos. Descobrir por que há anos o clube nos decepciona.

Passou da hora de os grandes nomes do Grêmio sentarem numa mesa e proporem uma união.

A ideia é utópica, sim! Mas não temos outra saída.

Assim como os grandes caciques devem se unir, a nova geração que quer trabalhar em prol do clube precisa fazer o mesmo.

União em todos os aspectos.

União de todos os gremistas de bem.

União de ideias.

União de projetos.

Só isso nos colocará de volta ao caminho das vitórias.

Abração hein?!
@alemaopizoni

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.