Essa notícia está no site do Grêmio, medicine mas como o Sempre Imortal é um apoiador ferrenho do Desejo Azul, no rx nada mais justo que divulgar aqui.

Aproveite e acesse desejoazul.org

HAMBURGUERIA E PALETERIA 1903 PARTICIPAM DE AÇÃO ?PARA CONTRIBUIR COM O INSTITUTO DESEJO AZUL

unnamed

O Instituto Desejo Azul (IDA), online entidade que se dedica a unir a paixão dos gremistas a favor de crianças e adolescente portadores de doenças graves, tem dois novos aliados: a Hamburgueria 1903 e a Paleteria 1903. A partir de 7 de março, todo o consumo de bobinas de papel utilizadas na emissão de cupons fiscais ?reverterá um valor para o IDA.

A ação, viabilizada graças à parceria com a Regispel, líder no mercado brasileiro na fabricação de bobinas de papel, estabelece que cada rolo vendido para as lojas se converterá num percentual do lucro a ser repassado ao Instituto.

“Precisamos injetar amor e esperança ?a estas crianças, para isto a divulgação da ONG é fundamental e esse projeto nos auxiliará em todos os sentidos”, explica Eduardo Caminha, Presidente do Instituto Desejo Azul.

Além de se configurar em nova fonte de recurso para a entidade, a bobina servirá como meio de divulgação do IDA. A parceria será oficializada em uma ação conjunta da Hamburgueria, Regispel e Desejo Azul, nesta sexta-feira, na Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD).

Através do Cupom Tricolor – Sabor Imortal, os consumidores de ambos estabelecimentos poderão obter mais informações sobre a causa defendida pelo Instituto e as formas de contribuição.

“A partir dessa divulgação, queremos conscientizar nossos clientes e torcedores sobre a importância de colaborar com campanhas sociais sérias,? como as que são empreendidas pelo Desejo Azul,? e possibilitar maior alcance para suas ações”, comenta o Gestor de Marketing e da rede de Fast Foods, Leonardo Adalís.

Segundo Adalís, a previsão é de que 600 pessoas sejam impactadas pela ação em suas compras na loja da Hamburgueria 1903, na ?P?raça da Alfândega, e nos quiosques da Paleteria 1903, no Aeroporto Salgado Filho.

Participe da discussão

2 comentários

  1. No embate entre o pior Caxias contra o pior Grêmio dos últimos 15 anos, deu Grêmio 3×1. Típico resultado enganoso de Gauchão. A atuação do Grêmio foi confusa e ruim. Péssima no primeiro tempo, deu uma melhorada no segundo, mas na média foi ruim.

    Acontece que o adversário era muito pior. De doer. Foi o pior time do interior disparado que vi jogar contra nós. Não pro acaso tomou de 3×0 de um time pequeno do interior paulista no meio de semana.

    Estávamos vergonhosamente em nono no Gauchão e agora melhoramos nossa posição ao menos. Mas em termos coletivos, Felipão parece não conseguir definir um padrão de jogo e tática e coletivamente continuamos muito mal. Quem disse que isso é corneta é porque certamente não viu o próprio treinador dizendo “Só assim mesmo…” quando do primeiro gol olímpico com ajudinha do goleirinho mão de alface.

    O Grêmio infelizmente segue sem jogadas, não cria nada quando tem de furar o bloqueio do adversário, tanto que nossos dois gols foram de contra-ataque depois do já estarmos ganhando e do Caxias precisar atacar. O problema é quando temos de criar jogadas contra um oponente retrancado. Aí não sai NADA e a quantidade de erros de passe é enorme, muito abaixo da crítica para um time grande. O próprio Douglas vinha muito mal até fazer o seu gol e ganhar moral. A partida daí fez boa partida.

    Marcelo Oliveira foi outro destaque no segundo tempo, apesar de que pra mim é um carregador de bola e não gosto do seu estilo de jogo no meio-campo. Como é esforçado vai ganhando espaço e moral. Mas tanto ele quanto Douglas deverão ir para o banco com as contratações de Maicon e Christian Rodriguez. Assim espero, pois no Brasileirão vai ser mais difícil de enganar. Com esse futebol coletivo de hoje, por exemplo, sem força ofensiva alguma, seria difícil ganhar de qualquer time da série A.

    Luan e Giuliano, ambos voltando de lesão, não foram bem. O primeiro me pareceu sem embocadura e o segundo cansou no segundo tempo. Tecnicamente alternaram lances de habilidade com erros de passe. O coletivo não ajudou pois tentamos muitas jogadas pelo meio.

    Mamute que fez seu golzinho pareceu fora de lugar como centroavante e só foi melhorar e fazer gol no contra-ataque ao ir para o lado do campo depois da entrada (nula!) do Everaldo, um dos bruxinhos inexplicáveis do Felipão. Não gostei dos dois laterais, pouco exigidos na marcação, podiam ter apoiado mais. Marcelo Hermes foi o que mais se apresentou, mostrando desenvoltura mas até o momento não teve nenhuma atuação acima do Júnior para o fato deste último explicar estar no banco. Mais inexplicável ainda é o Raul nem ter pego banco com a suspensão do Diarréia Rodriguez. Mas o Araújo, é claro, entrou…

    E assim o Felipão vai fazendo suas escolhas pra lá de questionáveis que até esta rodada nos mantinham em nono no Gauchão… e que mesmo com a vitória que se não atende a um olhar mais exigente, ao menos empolga um pouquinho que seja o carente mas presente (mais de 20 mil) torcedor tricolor.

    Agora, esse time atual do Grêmio, infelizmente, pra ruim ainda falta muito. A qualidade segue muito baixa. Se há esperança de melhora com os reforços, ao mesmo tempo preocupa a falta de velocidade e de jogadores de drible ou fazedores de gol. Há carência desses jogadores no plantel e a direção não pára de contratar apenas meias e volantes.

    Precisamos atacantes velocistas e dribladores ou vamos penar pra fazer gol no Gauchão e muito mais ainda no Brasileiro. Com o futebol apresentando até aqui ainda não somos nem candidatos a meio de tabela na série. Vamos brigar feio pra não cair. É preciso buscar mais jogadores de ataque com faro de gol.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.