Direto do Grêmio Acima de Tudo: Raul Régis

O Movimento Grêmio Acima de Tudo recebeu no dia de hoje para uma palestra o grande presidente do Conselho Deliberativo, ask sr. Raul Régis de Freitas Lima.
Na presença de muitos gremistas integrantes do Movimento, viagra 100mg fizeram a honra de participar da palestra integrantes do Grêmio Novo, Grêmio Imortal e nosso companheiro Renato Moreira.
Régis fez um apanhado das ações que o Conselho Deliberativo vem desenvolvendo desde a sua posse.
Muito solicito, digno do cargo que ocupa, Régis respondeu a questionamentos referente ao assunto.
Belíssima iniciativa.

Participe da discussão

11 comentários

  1. Esse mundo dá muitas voltas realmente.
    O Grêmio Novo participando de uma reunião do Acima de Tudo?
    Não eram eles que chamavam o MGAT de Atraso Acima de Tudo e de anti-democráticos?
    O que não se faz por algumas vagas a mais no Conselho.

  2. O RR é um exemplo de Gremista e um exemplo de dirigente. Falar mais é chover no molhado. Como presidente do CD ele merecia um conselho mais atuante, mais participativo e mais frequente.

  3. Brunetto:
    a participação do MGN na reunião do MGAT foi a convite do nosso fraterno conselheiro Gabriel Fadel, Presidente do Movimento. Discordamos em diversos pontos, porém, convergimos em outros. Dias atrás, estávamos também reunidos com o Evandro Krebs, Juliano Ferrer e Cacalo discutindo diferentes temas. Também participamos ativamente da festa de aniversário do Hélio Dourado.
    Temos diferenças, porém, temos um ponto em comum: o Grêmio.
    Tua frase: ” O que não se faz por algumas vagas a mais no Conselho” é infeliz e não corresponde a verdade.
    Reuniões pelo interesse do Grêmio é uma coisa. Processo eleitoral é outra.
    Jorge Bastos

  4. Essa reunião ocorreu em um momento importante do Grêmio.
    A fala do Juliano Ferrer em determinado momento do almoço foi emblemática: TEMOS QUE BUSCAR A CONVERGÊNCIA.
    Podemos ter visões diferentes do que queremos para o Grêmio, mas buscar pontos em comum é algo que é OBRIGAÇÃO de todos os que se preocupam com o Clube.

  5. Alex:
    vou dar dois exemplos de convergência entre o MGN e o MGAT:
    1) possibilidade do suplente votar na falta do Conselheiro Deliberativo faltar à reunião;
    2) possibilidade de voto pela internet.
    Em 2009, eu, o Fadel (MGAT),Paese (Imortal) e Milton Camargo ( MGI ), discutimos uma minuta de regimento eleitoral para ser discutido pela Comissão de assuntos eleitorais e futura avaliação do plenário do CD. Convergimos em diversos pontos e construímos uma proposta.
    Na minha opinião os movimentos têm maior número de convergências do que divergências.
    Jorge Bastos

  6. Caro Jorge Bastos, PRESIDENTE DO MGN, o problema de algumas “pessoas” é que vivem de versões, infelizmente bem sucedidas, que viram “verdades”. Tem muito cara botando “pilha”, generalizando assuntos diversos, sem saber realmente do que está falando. Acho que os “pilheiros” é que querem uma vaga a qualquer preço para o conselho. A esperança de quem (a maioria) realmente quer o bem do Grêmio é que a energia de pilheiro acaba rápido…falta argumento! Que coisa chata isso, chega de fofoca de marias.

  7. Já fiz parte do MGN e hoje estou no MGAT. Embora infelizmente não tenha podido participar do almoço com RR do qual o amigo Bastos também participou, afirmo que é demasiado simplista e até mesmo leviano considerar incoerente ou inconciliáveis os interesses de um movimento ou de outro em questões maiores.

    Aliás, garanto que a intolerância de parte a parte vem mais do “baixo clero” de TODOS os movimentos do que propriamente de seus principais expoentes (salvo algumas exceções nada honrosas).

    Vejam só o quanto os corneteiros de todos os movimentos prejudicam o entendimento: seria bem possível que tivéssemos participantes do MGN no Costela no Rolete, ou, então, em mais almoços do MGAT, assim como o contrário também seria verdadeiro.

    As pessoas colocam as palavras muitas vezes de maneira inoportuna e infeliz, induzindo quem as lê e ouve a generalizar.

    Oposição e debate sempre. Chapão, nunca!

    []’s,
    Hélio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.