Direto do Blog do Torcedor Globo.Com: Respostas sobre a Arena – Parte III

PreisP3

Esse trecho é um pouco menor, advice mas não menos importante porque aborda a questão dos riscos ao negócio. Em breve terei respostas para questão dos sócios, o entorno do estádio e comparações com o Olímpico entre outras.

Ontem, em alguns comentários cheguei a afirmar equivocadamente que somente a OAS pagaria sozinha o financiamento. A resposta à pergunta 4 abaixo faz essa correção. Ficam aqui minhas desculpas.

1- No caso da OAS falir, o Grêmio terá que ajudá-la financeiramente (através da Arena)?

Não. A Construtora OAS Ltda. será controladora da empresa “superficiária” a qual será a gestora da Arena com a co-gestão do Grêmio (participação no Conselho de Administração, direito de veto e unanimidade necessária nas principais questões da Arena).

Eventual falência da OAS não acarreta a falência da Gestora que será uma SPE, Sociedade de Propósito Específico. Tratará só da Arena.

2- Quais as reais garantias de custos de capital interno da empresa construtora em caso de concordata ou desistência do empreendimento em plena execução da mesma? E caso isso ocorra como o Grêmio fica pertinente a dívida pendente?

Haverá seguro de “performance Bond” para garantir a execução da obra. O Grêmio não será devedor do financiamento nem oferecerá garantias para o financiamento. E o mais importante, o Grêmio somente entregará a área do Estádio Olímpico contra o concomitante recebimento da Arena pronta em condições de uso.

3- Caso a OAS não consiga o financiamento que está pleiteando junto às instituições financeiras, motivo pelo qual a obra nunca inicia, pode simplesmente indenizar o Grêmio e desistir do Projeto Arena?

O motivo de as obras não iniciarem não é a falta de financiamento. É a necessidade da aprovação dos projetos e a obtenção das licenças ambientais perante a Administração Municipal. Caso não seja obtido o financiamento nem outra solução – é previsão contratual – poderá haver desistência do negócio sem indenizações. Fica como está. O Grêmio com o Estádio Olímpico. Porém, a OAS já anunciou perante o Conselho Deliberativo do Grêmio que terá o financiamento no prazo previsto.

4- E se a OAS não pagar o financiamento, o estádio não pode ser tomado do tricolor?

Não. O financiamento será pago pela empresa gestora com garantias prestadas pela OAS. Se não pagar o financiamento, o credor executa as garantias. A Arena não estará entre as garantias.

5- Com relação a ação judicial que alguns gremistas estão acionando sob a alegação de prejuízo ao clube. Essa ação pode, por si só, acabar com o projeto Arena?

Não existe nenhuma ação judicial de gremistas. Porém, se houver e se a exploração dos Imóveis da Azenha se impossibilitar, seja atrasada ou de qualquer forma afetada em decorrência de demandas de seus associados ou torcedores; o Grêmio terá de indenizar. Na perda da ação esses associados ou torcedores, obviamente, serão chamados à responsabilidade e terão de indenizar o Grêmio.

6- O que o Grêmio pensa sobre isso, e há possibilidade de punição do clube a esses “sócios” tricolores?

A menor punição seria a exclusão do quadro social. Mas não se resume nisso. Como dito na resposta anterior, cada um é responsável, individualmente, por seus atos e poderá ser chamado a indenizar perdas e danos e lucros cessantes.

Participe da discussão

29 comentários

  1. Eu acho que antes de fazer ameaças ao sócio, sito pergunta 6, tem muita gente que anda pelos corredores do OLÍMPICO e senta em cadeiras do CD que deveria ter sido expulsa a muito tempo. Se quer falar grosso, quer ser leão que seja, mas seja sempre!

  2. Essa última resposta é digna de um ditador.
    Então quem questionar deve ser expulso do Grêmio? Me decepcionei com o Preiss que é tão elogiado por todos aqui.

  3. Não vejo nenhuma ameaça. Ele simplesmente disse o que pode acontecer se alguém atrapalhar o andamento do projeto e causar prejuízos ao Grêmio.
    Entendi, também, que isso só aconteceria se fosse atrapalhado o projeto, com prejuízo ao Grêmio, e perdida a ação dos atrapalhadores.
    Ou isso está errado?
    Não vi nenhuma menção a sócios defendendo o próprio direito decorrente dos respectivos títulos. A esses últimos, isso obviamente não se aplicaria. Pelo menos nada foi dito a respeito.
    Lembro, aqui, um caso que aconteceu em Atlântida. Alguns moradores entraram com ação contra a troca da praça central com outra área. Conseguiram, na Justiça, a sustação da obra. Perderam a ação e foram condenados a indenizar a Construtora.

  4. Pelo que estou vendo tem gente que defende o Grêmio ser prejudicado por capricho de alguns sem razão.
    Ao invés de contestar o argumento, atacam falando em ameaça que não aconteceu como bem disse o José.
    Acho até que ele está ajudando quem quereria se meter nessa aventura.
    Enfim, tem gente que distorce tudo.

  5. Queriam que disse o quê?
    Eu vejo as duas perguntas em conjunto:
    5- Com relação a ação judicial que alguns gremistas estão acionando sob a alegação de prejuízo ao clube. Essa ação pode, por si só, acabar com o projeto Arena?

    Não existe nenhuma ação judicial de gremistas. Porém, se houver e se a exploração dos Imóveis da Azenha se impossibilitar, seja atrasada ou de qualquer forma afetada em decorrência de demandas de seus associados ou torcedores; o Grêmio terá de indenizar. Na perda da ação esses associados ou torcedores, obviamente, serão chamados à responsabilidade e terão de indenizar o Grêmio.

    6- O que o Grêmio pensa sobre isso, e há possibilidade de punição do clube a esses “sócios” tricolores?

    A menor punição seria a exclusão do quadro social. Mas não se resume nisso. Como dito na resposta anterior, cada um é responsável, individualmente, por seus atos e poderá ser chamado a indenizar perdas e danos e lucros cessantes.

    Pergunto: Essa POSSIBILIDADE, como dito, existe ou não? Pra mim, é só isso que importa na interpretação de perguntas e respostas. A punição quem levantou foi a pergunta.
    A resposta deveria dizer que não, que não existe?
    Ele estaria mentindo.

  6. Diego.
    No meu caso eu só disse que o GRÊMIO tem bem mais gente para processar que ele não processa. Não concorda? O CD deixa passar muita coisa que prejudicou o GRÊMIO… Ou não? Queria ver essas atitudes contra todos os “prejudicadores” do nosso GRÊMIO.

  7. Por falar em punição e o cara que deu tiro, quebrou o relogio, atravessou o campo para provocar briga com outra organizada e ainda por cima fez tocaia pro Bettiol ainda conselheiro ? Ainda sócio ? Quando o Grêmio vai ter um conselho de ética decente ? Raul Régis com a palavra.

  8. Não sou oportunista nem secador. Me desculpem os que pensam em contrário, mas não posso ficar silente diante da campanha de nossa representação na Taça São Paulo. Afinal, o que está acontecendo? Será que a saída de dois ou três jogadores transforma um time que recem ganhou (em casa?) um título nacional, num saco de pancadas de equipes que nem existem no mapa? Antes do jogo ouvi o treinador dizer num programa de rádio que sua expectativa era a de ganhar o torneio pela primeira vez e dar um titulo inédito ao GREMIO?
    Isto era um desejo de torcedor ou a convicção de quem conhece o material humano que tem nas mãos? Estou confuso e preocupadíssimo com o que ouvi e o que tenho visto em campo. Não é nada do que dizem, muito antes pelo contrário. Transformaram o Departamento Amador no Departamento Comercial do clube. Para que vitórias e títulos se sistematicamente somos supridos por jogadores da base que, vendidos, resolvem todos os problemas? E assim continuamos nessa mesmice. Toda esta situação se resume num problema psicológico coletivo? Ou é conseqüência da visão defendida por alguns (para mim equivocada) de que o importante é formar atletas? Ainda sou de opinião que se deve incutir nos jovens jogadores a mentalidade vencedora que dá visibilidade e eleva o astral dos atletas e do clube. O Gremio tem sido mero coadjuvante num cenário em que deveria ser um dos principais protagonistas. Ano após ano é a mesma coisa. Está se tranformando numa inexplicável e triste rotina. Alguém pode me dizer o que realmente está acontecendo?

  9. Bueno, qto aos acontecimentos em Bento, na minha opinião, tendo identificados os baderneiros, CADEIA!! Chega de impunidade!! Pessoal que tá no meio e vive o dia a dia informa que são sempre os mesmos. Se eles sabem, a polícia tem o dever de também saber! Cadeia neles!!
    Quanto ao time da copinha, nada de anormal. O que foi campeão é fraco. Sem algumas peças ficou fraquíssimo!! E também acontece o que eu já havia postado aqui em outro tópico: treinador é fraco. Time desorganizado ao extremo (Cacalo acabou de falar isso no Sala…).
    Mas essa copinha é uma piada!! Tem uns 100 times e a metade é de empresários! Prá mim o importante é a oficial da CBF. Tem mais critérios, na minha opinião!!
    Abraçoss

  10. Os jogos do Grêmio na copinha foram simplesmente lamentáveis. Quase quebrei a tv nos dois jogos. Com exceção do camisa 28 (me esqueci o nome…) e o Gérson, o resto parece ser um bando de nabas. Esse Bérgson é um dos maiores primeiro de abril surgidos nos últimos tempos. Mas talvez o pouco tempo de preparação entre as duas competições tenha sido determinante pra essa campanha horrorosa, vai saber…

  11. Eu vi a entrevista do Preis como muito boa. Só acho que ele falhou ao não divulgar os números (previsão de valores de ingresso, pq é impossível que a OAS não saiba isso) e na parte final em que ele diz que o Sócio será punido. Ninguém em sã consciência prejudicaria o GRÊMIO. Só mesmo um idiota para tentar roubar, tirar vantagem pessoal ou prejudicar o próprio clube. Acho que os temores dos sócios são perfeitamente aceitáveis. Muita coisa só começou a ser esclarecida agora, e isso vocês hão de concordar comigo.
    Quanto aos fatos de Bento eu concordo, foram lamentáveis as atitudes da ZH. Quando fizeram contra nós só saiu uma notinha e o resto era exaltação da recepção. Quando foi o GRÊMIO virou capa de jornal, com direito a foto, depoimento de dirigente, de coronel da bm… Superlativar os erros de uma torcida só é muito mais inconsequente do que os próprios erros em si. E vir aqui julgar os fatos também. Parece-me as vezes que ninguém aqui defende a torcida nunca. É só acontecer algo que se abraçam na imprensa (que aqui mesmo as vezes atacam). Sei lá!

  12. quem faz arruaça NÃO é torcedor, quem vai pra frente do hotel do outro clube NÃO é torcedor, vale pra ambos os lados; por esses comportamentos é que ir a Grenal na casa do adversário virou coisa do passado

  13. decididamente chega do senhor MEIRA

    07/01/2010 | 12h11min

    Meira afirma que hostilidades são normais entre torcedores
    Dirigente do Grêmio se coloca à disposição do Inter para debater soluções

    Eduardo Cecconi – clicEsportes
    eduardo.cecconi@rbsonline.com.br

    Ainda repercutem em Bento Gonçalves as trocas de agressões e hostilidades entre gremistas e colorados, na abertura da pré-temporada da dupla Gre-Nal no município da serra gaúcha. Para Luiz Onofre Meira, assessor de futebol do Grêmio, esse tipo de incidente é normal.

    – Eu não tenho acompanhado muito, li pouco a respeito. Mas isso é uma coisa normal entre os torcedores – avalia.

    Perguntado se ele poderia discutir com a diretoria do Inter alternativas – como, por exemplo, um dos clubes não mais realizar pré-temporada em Bento Gonçalves simultaneamente ao rival – o dirigente se mostrou aberto ao debate:

    – É difícil, o calendário imposto é exíguo, temos 10 dias para treinar e 12 meses para jogar. Mas há entre nós (Grêmio e Inter) uma relação cordial, estamos abertos à conversação – conclui.

    http://www.clicrbs.com.br/esportes/rs/noticias/futebol,2770146,Meira-afirma-que-hostilidades-sao-normais-entre-torcedores.html

  14. Kegler:

    o Douglas poderia ser vendido por 10 mi de euros, concordo contigo.Mas foi uma boa grana prá começar a tapar o buraco.POrque os deles jogam menos e rendem mais? uma pista: a diferença que a imprensa trata os deles e os nossos. alguns dias depois do bi sub-20 um adorado cronista não afirmou que o time dele investe em jovens e o Gremio em velhos? começa por aí…
    o tal Marquinhos não é mancheteado como ” guri de 100 milhoes ” ?

    depois dizem que não se pode por a culpa de nada na imprensa, mas o que é a cobertura dos setoristas no Olimpico, p.ex?
    os caras lembram aqueles papa-defuntos circulando pelos corredores de CTIs de hospitais, ávidos por problema…

    cbimbi

  15. Fecho com o Marcos.
    Isso não é coisa de torcedor. Isso é coisa de baderneiro.
    Infelizmente, tanto no lado azul como no vermelho, esses tipos estão soltos. A solução pra isso é uma Brigada Militar mais ativa. Lugar de baderneiro é na cadeia.

  16. 1. Não sou defensor de Meira, mas quando ele diz que hostilidades entre torcedores é coisa normal infelizmente ele tem razão. Ou não tem sido normal ? Não é o que se deseja mas é assim que tem sido. Cabe às autoridades acabar com esta ´normalidade`.

    2. Sobe a copa. O Grêmio historicamente nunca se deu bem lá em SP. Nada de anormal. O mesmo Cacalo que fez a critica supra comentada, tb destacou que 3 jogadores são grandes promessas, destacando dois como excelentes e de futuro grande. Bem, se assim for, já me dou por muito satisfeito.

    3. Douglas Costa. Anderson havia feito muito mais pelo Grêmio do que ele, mas muito mais mesmo. Foi para Europa e lá foi campeão de tudo, afora a seleção. Anderson foi vendido por importância menor. Logo Douglas Costa, a meu juízo, foi um grande negócio e não valeria os 10 sugeridos ai em cima, não pelo que fez. E, na verdade, ele sai sem ter acontecido e duvido que aconteça, a mais para onde vai. Fica a distância oceânica do Anderson. Mas, sorte ao garoto. Menos mal que o Celso Roth não continuou no clube, se não ele não seria vendido nem por 1 m, afinal, segundo aquele senhor, gênio incompreendido pela maioria … deixa prá lá ..

  17. Volto a insistir. Me parece que as equipes que foram representar o Grêmio na Taça São Paulo, nestes anos todos, já saíram daqui desmotivadas. Fica a pergunta: tem sido benéfica para o clube estas participações efêmeras e desqualificadas que acontecem ano após ano? Estes sofríveis desempenhos farão parte do “planejamento estratégico” para as futuras edições do evento? Senhores! Paciência tem limite! Qual será a desculpa desta vez? O mínimo que se espera de uma equipe do Gremio – seja qual for – é que tenha ambição, orgulho de representar um grande clube e que busque a vitória sempre. Sem esta motivação, nunca se chegará a lugar nenhum. Não se ganha sempre, é verdade, mas é obrigação, sim, bem representar o clube. Explicações? todos as tem. Nem sempre convencem. O Grêmio investe muito nas categorias de base e nós torcedores temos o direito de exigir um melhor desempenho. Afinal, não podemos e não devemos nos acostumar com a mediocridade.

  18. Rapidamente…

    Concordo com o Anderson Kegler com relação a entrevista do Preis e a Arena, partes I, II e III. Muito esclarecedora, muito boa, porém, nos valores de ingressos, custos e despesas, os números em si, ficou devendo, como ele mesmo respondeu na entrevista. Mas, vamos aguardar as outras partes da entrevista, que o próprio Miwner já disse que essas questões serão respondidas. Ontem, pude escutar o Marcos Hermann no Totonho no Plantão das Multidões e estava em alto nível a discussão. O Marcos Hermann também falou um pouco sobre a Arena, mas, da mesma forma não entrou em detalhes sobre os valores, que entendo seja a maior das questões para os torcedores e sócios neste momento.

    Sobre os incidentes, é evidente que ninguém gosta de ver isso acontecer, mas, porque quando acontece algo negativo, no nosso é sempre maximizado e lá do outro lado, são sempre tratados como uns anjinhos e no máximo dão uma nota de rodapé??!!

    Sobre o Douglas Costa, acho que saiu por pouco, diante de tudo que foi falado a respeito do garoto e que começava a dar sinais de sua afirmação. Eu mesmo no início achava o guri muito enfeitado e nada mais que um boleiro, mas pelo que o Deitos havia falado do Douglas e pelas suas últimas apresentações, mudei minha opinião a respeito do garoto. Mas, como parece ter sido algo irremediável esta venda – o garoto com a cabeça na europa e o Grêmio tendo suas necessidades – só resta dizer boa sorte e acho que em pouco tempo vai querer voltar para o Brasil, pois não acredito na sua adaptação neste momento.

    Saudações.
    Cláudio Medeiros

  19. Li dito pelo Minwer (está lá dito no início da postagem):

    “Em breve terei respostas para questão dos sócios, o entorno do estádio e comparações com o Olímpico entre outras.”

    Então, senhores, aguardemos que, parece que as respostas virão.

  20. Aliás foi aqui mesmo que o Minwer comentou:

    “Minwer Disse:
    06/01/2010 às 15:11

    2

    Hélio, a 4ª não é a última parte. Creio que deva chegar a 6 ou até 7.

    A 4ª vai responder a perguntas dos sócios e alguns comparativos numéricos Olímpico X Arena.

    A 5ª deve tratar do entorno do estádio e a 6ª (e talvez uma 7ª) servirão para responder perguntas feitas em cima dessas respostas dadas pelo Preis. Essa última parte talvez demore um pouco mais pra ser publicada.

    Abraços.

  21. É melhor nem criticar as categorias de base aqui pq isso é “pagar mico”!

    O negócio é seguir a tendência dos panos quentes. Está tudo ótimo, tudo uma maravilha.
    O negócio é acreditar que nosso técnico é muito bom, que o time é bem organizado, que os guris tem fundamentos aprimorados, que temos laterais que sabem cruzar, que temos atacantes que chutam e fazem gols,
    que não temos improvisações bizarras nos times, que o bom é ser amador em virtude do profissional bem remunerado e especializado.
    O negócio é acreditar que não vamos ser lanternas da primeira fase jogando contra times do Amazonas e de Sergipe!

    André Peixoto
    Pelo menos alguém aqui não se deslumbrou:
    Quanto ao time da copinha, nada de anormal. O que foi campeão é fraco.
    Sem algumas peças ficou fraquíssimo!! E também acontece o que eu já havia postado aqui em outro tópico: treinador é fraco. Time desorganizado ao extremo (Cacalo acabou de falar isso no Sala…).

  22. Josias eu cheguei a ver em Grenais, torcedor do Inter que entrava na Geral pelo portão do Grêmio e atravessava para o seu lado, vi no pátio do Olímpico do lado da Social ninguém encostava a mão… o cara saia vivo o máximo era um copo de mijo; hoje daria linchamento. Hostilidade não é normal não

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.