Direto do Blog do Torcedor Globo.Com: Respostas sobre a Arena – Final

Chegamos à última etapa da entrevista sobre o projeto Arena com o presidente da Grêmio Empreendimentos, generic Adalberto Preis. Lógico que as perguntas não se esgotam aqui, story mas acredito que o material ficou bem interessante e completo. Esse tópico responde perguntas feitas nos comentários do post Respostas Sobre a Arena – Parte 5. Se alguma questão feita naquele tópico não aparece aqui, é porque a resposta já havia sido dada em outra parte do extenso material.

Na terça-feira, mais um passo foi dado: o mastro que será colocado no terreno da futura casa Tricolor começou a ser instalado. Fotos e informações aqui, aqui e aqui.

———-

1- Tenho uma dúvida de caráter jurídico: vamos supor que, devido algum desajustado mental, a Arena seja interditada por alguns jogos, com perda de mando de campo, haverá algum ressarcimento por parte da instituição Grêmio à empresa gestora? De que forma esses contratempos dessa natureza foram acertados em contrato?

Está tudo regrado no contrato. A Superficiária será responsável pela segurança das pessoas que comparecerem à Arena e deverá zelar por manter o campo livre e desimpedido de invasões, objetos e quaisquer outros elementos e fatos que possam prejudicar a corrência da partida, ou ser utilizados como motivo para a punição de perda de mando de campo.

Nos casos em que os jogos não possam ser realizados na Arena em decorrência de punição aplicada ao Grêmio por culpa da Superficiária, deverá a Superficiária reembolsar o Grêmio pelo valor correspondente ao total do custo suportado por este para realizar a partida em outro local, independentemente das receitas que ao Grêmio auferir na realização de tal jogo, receitas estas que em tal caso pertencerão exclusivamente ao Grêmio.

Nos casos em que os jogos não possam ser realizados na Arena em decorrência de punição aplicada ao Grêmio por sua culpa, como conseqüência de atos praticados diretamente pelo Grêmio ou seus prepostos, deverá o Grêmio reembolsar à Superficiária, por partida que deixe de ser realizada, o valor correspondente a 60% (sessenta por cento) da receita bruta média de bilheteria apurada nos 5 (cinco) jogos do mesmo campeonato realizados na Arena, imediatamente anteriores ao da punição.

2- Se todo o treinamento for dirigido para o CT de Eldorado do Sul e os jogos do time profissional ocorrerem na Arena, corremos o risco de os atletas de base só poderem pisar o gramado quando forem profissionais?

O Grêmio terá o direito de utilizar a Arena em todos os jogos de futebol em que tenha o mando de campo, sejam eles em competições regionais, estaduais, nacionais ou internacionais, e mesmo em jogos amistosos, quando realizados na Região Metropolitana de Porto Alegre. Poderá também treinar segundo cronograma a ser estabelecido no Plano Anual. Pelo menos em duas hipóteses os atletas da base poderão “pisar o gramado”: em treinamentos contra os profissionais e em jogos preliminares. Não há nenhuma proibição de que, o cronograma de utilização da Arena preveja, também, jogos da base.

3- O Custo da Arena em R$350 milhões não está alto, já que o entorno não nos pertencerá?

Todos os estudos indicam ser valor compatível e adequado para a construção de uma Arena nos moldes e com a qualidade pretendida.

4- As vagas de estacionamento as 2000 e poucas que estão dentro da arena o Grêmio terá lucro sobre elas?

Haverá 314 vagas de uso exclusivo e permanente do Grêmio. As demais serão locadas para os jogos e demais atividades da Arena multiuso. Comporão receita da Superficiária que pagará ao Grêmio um preço fixo e um valor variável conforme já explicado. Sendo assim, a resposta é positiva. Com a assunção da gestão pelo Grêmio, após a extinção do direito de superfície, a receita total será do Grêmio.

5- Recentemente, o governo (federal?) anunciou incentivos fiscais para a construção e reforma de estádios nas cidades-sede da copa do mundo 2014. O contrato com a OAS é anterior a este fato. Pergunto: Se realmente ficar mais barato para a OAS erguer a Arena, não deverá a empresa dividir este benefício com o Grêmio?

O Convênio ICMS CONFAZ nº 108, de 26/09/08 autoriza os Estados a concederem isenção de ICMS às operações de mercadorias e bens destinados à construção, ampliação, reforma ou modernização de estádios a serem utilizados na Copa do Mundo de 2014.

Nessa linha, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul editou decreto de isenção.

No entanto, a efetividade dessas autorizações dependia de outras concessões por parte do Governo Federal.

O que se espera de nova reunião do CONFAZ prevista para o final deste mês de Março é a autorização aos Estados para concederem a isenção independente da mesma providência pelo Governo Federal.

A expectativa de inclusão da Arena do Grêmio baseia-se na redação genérica “estádios a serem utilizados na Copa do Mundo de 2014”, particularmente, como estádio de apoio. O usufruto do benefício ainda não foi negociado.

6- Quando vão começar a vender as acomodações da Arena (Cadeiras e Camarotes)? Se existe já um cronograma para isso, seria legal divulgar, acho que isso deve começar a ocorrer ainda na fase de construção, quanto antes melhor para todos.

Já há pesquisas de mercado sendo realizadas para a colocação de Cadeiras Gold e de Camarotes. Uma empresa especializada está cuidando disso. Sem data definida para o início da oferta ao público. Com certeza acontecerá antes da conclusão da obra.

Fonte: http://colunas.globoesporte.com/minwer/2010/03/10/respostas-sobre-a-arena-%e2%80%93-final/

Participe da discussão

60 comentários

  1. Minha primeira participação nesse importante blog é pra fazer a pergunta que faltou ao Preiss:
    * a OAS apresentou até o dia 5/3/2010 o contrato de financiamento com o BNDES? Se não apresentou ela não deixou de cumprir com a sua obrigação contratual? Ninguém vai cobrar isso? Vai ficar por isso mesmo?

    Ps. Eu quero a arena.

  2. A OAS não conseguiu o financiamento no prazo?
    Isso é verdade?
    Eu sabia que tinha um prazo final que era agora em março, mas não li nada sobre o descumprimento do contrato.
    Isso não é motivo pra rescisão contratual?

  3. Se a OAS não cumpriu o seu papel no contrato, deve ser cobrada devidamente por isso.
    Será que as clausulas não podem ser alteradas, garantindo vantagens aos associados por conta disso? Se eles tinham prazo pra garantir o financiamento e não conseguiram, a coisa não é tão garantida assim que vai sair a Arena.

  4. Olha, tem pessoas que realmente não tem o mínimo conhecimento da história do Imortal Tricolor, e pior que isso, ainda desrespeitam…ao Luis que coloca “Arena exterminadora do Sucatão 69”, vai estudar e vai crecer. Respeita a história do Grêmio e do Olímpico Monumental e não coloca bobagens.

    O ufanismo exarcebado chega a dar pena e denota a total falta de conhecimento. Mas, é assim…Porto Alegre é demais, Porto Alegre é que tem… e vamos construir 4 viadutos na 3º perimetral (e olha que nem sabemos construir ainda, vide o viaduto Leonel Brizola cheio de sinaleiras – patético), vamos duplicar a Voluntários da Pátria, vamos duplicar a Beira-Rio, o Metrô por dentro da cidade vai sair, o Porto será um local transitável, o aeroporto será ampliado, etc, etc, etc…50 anos em 5!!! Não, 50 anos em 3!!!

    Tá, ok!!! Estou pegando no pé…tudo bem!! Só uma coisa, como ficou um tal de aeromóvel do Aeroporto até a estação Anchieta, que já tinha saído a licitação, sido aprovado, tinha recursos e por aí vai, toda essa lenga, lenga que os nossos senhores adoram encher as papas pra falar.

    Quem ainda não conhece o Bairro Humaitá, mais uma vez escrevo aqui, por favor, visitem antes de falar qualquer coisa. Aliás, em falar Bairro Humaitá, pra onde vai a aquela vila ali bem do ladinho da “Arena exterminadora do Sucatao 69”??

    Só assim, respeitem o Hélio Dourado e tantos outros Gremistas que fizeram a história do Nosso Imortal Tricolor e não usem determinados termos. Querem que a Arena saia?? Ótimo!! E fico na torcida para que tudo dê certo também, apesar de entender que tem muitos desacertos no Projeto, desde seu nascimento. Porém, não desqualifiquem o que temos Hoje, e que esse sim, é um Exterminador…um Exterminador de Adversários.

    Saudações, e sexta-feira que vem, dia 19, estarei lá também para prestigiar o Sr.Hélio Dourado, um dos maiores Presidentes da História do Grêmio.

    Dále!

  5. Retificando….confundi as datas. Que gafe.
    Ainda em digitação etílica.

    É SUCATÃO 69 SIM!!!

    O resto dos comentários permanece como estão.

    Dále!!

  6. o cláudio achou que o luis falou do olímpico e desceu a lenha…

    acho que essa sanha anti-arena de alguns faz com que nem se leia direito o que os outros escrevem e já se saia detonando… calma…

  7. Sabe o que é João Luiz, realmente sou muito crítico com relação ao Projeto Arena, e bueno, acho que não há problemas nisso, da mesma forma que não há problemas em ter o desejo e torcer muito pra que tudo dê certo e transcorra da melhor forma possível, mesmo não estando de acordo. Se é pra sair, então, que tudo aconteça corretamente e para o melhor do Grêmio.

    Não li direito mesmo e já fiz a retificação (foi mal lá Luis). Comentei mais baseado e com o pensamento no que tenho escutado de alguns Gremistas, que procuram depreciar e muito o Olímpico como se fosse o pior estádio do mundo, e a Arena fosse a Salvação para todos os males do Grêmio. Nós ainda jogamos no Olímpico e estamos sem perder em nossa casa desde 13/09/2008. O Olímpico ainda é a nossa Casa.

    Mas, creio que todos entenderam o que eu quis dizer.

    Feito a retificação, o resto do comentário permanece.

    Sucatão 69, Aterro, Beira-lago, Beira-estuário, chiqueiro, e por aí vai…Nada se compara ao Olímpico Monumental da Azenha. E num futuro próximo à Arena.

  8. Mas o ponto que não pode passar branco ninguém respondeu: a OAS conseguiu até o dia 5 de março o financiamento?
    Na imprensa ninguém comentou absolutamente nada.
    Fico pensando que não conseguiram. Se tivessem estaria noticiando e mostrando que a Arena estava garantida.
    Pelo jeito, a coisa não passa de um sonho de uma noite de verão.

  9. Ainda bem que se deram conta.
    O Olímpico não é 69.
    Portanto, o SUCATÃO 69 é outro. Não é o Estádio Olímpico.

  10. Pessoal, não to dizendo que a OAS não conseguiu o financiamento.
    Só perguntei se conseguiu, pq a data final era o dia 05 de março. Se eu fosse da OAS ou da Grêmio Empreendimentos, no dia 5 teria feito uma festa com esse documento.
    Mas como nada aconteceu, posso presumir que não tenham conseguido, né? E se não conseguiram, o que acontece agora?

  11. O financiamento ainda não foi feito pq a Arena ainda não conseguiu as liberações que necessita, como as que serão avaliadas na audiência pública do dia 22/04.
    Uma coisa está ligada a outra.

    O prazo se foi e a OAS pode a qualquer momento abandonar o contrato.
    A pergunta é: por que a OAS não abandonou o contrato??
    Sinal que o negócio vai sair mesmo!

  12. Este condomínio de credores está perto da quitação. Porém, possivelmente, terá que haver um novo. Logo, pergunto: a Arena depende da inexistência nenhuma ação judicial de penhora do Olímpico ou do fim do comodato do posto arrendado na rótula do Papa?

    É pra isso que se senta e se conversa com os credores de curto prazo.

    De uma forma ou de outra, o Irany depende muito do bom humor e de uma extrema boa vontade dos credores.

    Já deu certo. E acho que pode dar de novo.

    Oremos.

    []’s,
    Hélio

  13. O OAS NAO CUMPRIU O PRAZO VENCIDO DIA 05/03. EH HORA DO CLUBE REDISCUTIR AS CLAUSULAS EM FAVOR DA INSTITUICAO.
    NAO POSSO DEIXAR DE PERGUNTAR. COMO A ARENA ESTA AVALIADA EM 350 MILHOES SE NUNCA HOUVE APRESENTAO DOS CUSTOS DA OBRA? NAO ESTAO GANHANDO DINHEIRO NA OBRA E NO FINANCIAMENTO? QUEM GARANTE QUE A OBRA NAO CUSTA 150 MILHOES E A OAS VAI TER UM GRANDE LUCRO NISSO TAMBEM.
    AFINAL E POR ONDE ANDA A AVALIACAO DO OLIMPICO. DIZEM QUE JA SAIU A 60 DIAS E QUE A AREA TERIA SIDO AVALIADA EM 22O MILHOES.
    QUAL O PAPEL DO CONSELHEIRO NESSE PROCESSO?

  14. MARCOS MAS AONDE ESTA A NOSSA AVALIACAO. ONDE CONSTA OS CUSTOS DA OBRA. QUEM GARANTE QUE O GREMIO NAO PAGARA POR ALGO QUE NAO VALE?????????
    ACHO QUE TEMOS O DIREITO DE QUESTIONAR, POIS TODOS SAO GREMISTAS E QUEREM O MELHOR PARA O CLUBE.
    O PAPEL DO CONSELHEIRO EH QUESTIONAR.
    SE O CONTRATO PODE SER REDISCUTIDO POIRQUE NAO APURAMOS TODOS OS PROBLEMAS APURADOS NOS FOROUNS DE DISCUSSAO E MELHORAMOS O CONTRATO…

  15. Eu pensei que a fase do “achismo” com relação à Arena já tivesse sido superada. Que nada! Agora é chegada a vez de seu sucedâneo: o “Se”. É “se” pra cá, “se” pra lá, numa clara evidência de que quando esta fase também for vencida, outra imediatamente a substituirá e assim por diante, até a consumação dos fatos: entrega da Arena pronta em 2012. Enquanto esse tempo não vem, esta “incontrolável masturbação” se renova de tempos em tempos, na fantasiosa esperança de uma ejaculação precoce. Como a “praia” do Dr. Preis é outra e seus freqüentes diagnósticos não tem sido favoráveis às expectativas e anseios de alguns de seus interlocutores, estes, vez por outra, são acometidos de recaída e não se constrangem em manifestar sua anacrônica “patologia” aqui na prestigiada janela do Sempre Imortal. São os cavacos da democracia. Fazer o que?

  16. Ironia da gurizada:

    Então não vale a pena começar mais nenhum tipo de obra. Porque daqui a 40 anos, qualquer edificação feita agora, vai ter 40 anos. A não ser que o apresentador descubra alguma forma de mudar a forma de passagem de tempo, não tem outro jeito! Hahhaha! É cada uma que o cara ouve que ta loko! Só rindo mesmo.

    Isso sem falar no que já é velho hoje né?! Parece que pro Beira-rio o tempo não vai passar de certo…
    *******************
    Sobre o financiamento:
    Claro até porque nem a OAS nem o Grêmio tem nada melhor para fazer e muito dinheiro sobrando, para comprar um terreno, cercar ele com tapumes personalizados, usar operários para colocar um mastro.

    E ainda fazer o governo do estado, que também não tem nada para fazer, retirar uma escola, um ctg e ainda doar parte de um terreno para o Grêmio.

    Tudo isto para enganar a torcida e esconder os defeitos do time.

  17. Achei que o comentário de JPM merece ser debatido com seriedade.

    JPM disse…

    Enquanto nossos torcedores ficam discutindo modelo de camisa, a turma dos vermelhos fica enaltecendo as virtudes do bandolero Guinazu, que deveria levar um cartão amarelo em cada tempo de todos os jogos. No jogo de Ijuí, o novo craque da Beira-rio, Juan, logo nos primeiros minutos do jogo deveria ter sido advertido com cartão amarelo, o que só aconteceu no final do jogo…assim ficou os 90 min batendo e o São Luis teve um jogador expluso…
    Tais situações vêm se repetindo desde 2003…mas os nossos torcedores preferem discutir moda. Assim eles vão continuar ganhando grenais, infelizmente.
    Sexta-feira, Março 12, 2010

  18. Marcos
    Só que não é possível escolher da forma que consideras ideal.
    Temos de ser realistas. Existe um modelo. É dentro desse modelo que será feita a eleição.

    A pluralidade democrática – possibilidade de debate de idéias – fica preservada com a indicação de representantes por todos os grupos.

    Mas insisto: a democracia não é um fim em si mesmo. A democracia é meio, é instrumento.

    Lenin escreveu certa feita “A doença infantil do comunismo”. Alguém já falou no “porre de democracia” tudo no sentido de que não funciona querer mudar tudo de uma vez por idéias mirabolantes sem ver a parte prática, ou seja, tem de ver se funciona.

    Não sou socialmente elitista. Intelectualmente, sim. Não importando as origens, privilegio “as melhores cabeças”. Que são facilmente identifcáveis atualmente.

    Gostaria de saber qual é a “democracia” dos maiores e melhor sucedidos Clubes do Mundo e, também, das melhores empresas.

    Em uma associação como é o Grêmio esse instrumento deve ter uso diferente do que, p. ex., na política convencional com partidos políticos defensores de ideologias conflitantes tocando o patrimônio, a vida, a liberdade das pessoas. Para ficar só no lado positivo.

    Quase sempre, as criações mentais ideais, na prática, não funcionam.

    A politicagem ainda vai acabar com o Grêmio. Vai inflar e satisfazer egos, transformar os embates eleitorais num fim em si mesmo e danar o Clube.

    Me marcou profundamente a frase de que temos de parar de festejar resultados eleitorais no Barranco e cuidar mais de criar condições autossustentáveis para festejar títulos. Ser maiores do que os outros e não que os rivais políticos internos.

  19. Carlos!
    O “carreirismo”, a cultura extremada do ego, a eminência de uma vantajosa ascensão ao poder e a almejada exposição e valorização da imagem tanto individual quanto de grupos – não é de hoje – sobrevivem unicamente desta paixão em si que se sobrepõe a todo e qualquer projeto coletivo mais abrangente. A democracia gremista, com suas peculiaridades, não destoa desta nossa realidade social e a exemplo dela sobrevive aos trancos e “BARRANCOS”. Infelizmente o modelo estabelecido se auto-renova em filigranas casuísticas sempre que contestado e se mantém incólume diante de nossa passiva perplexidade e resignada inação. “Mudemos nós, que as melancias automaticamente se acomodarão na carreta”

  20. Nilton não tenho esses dados,sobre a a Azenha repito, o valor de mercado dela é os cerca de 2 mil apartamentos que lá se podem construir, mais os outros cerca de 2 mil do Humaitá. Esses imóveis menos todas as despesas é o lucro a longo prazo deles.
    4 mil apartamentos a um valor de 200 mil reais é = a cerca de 800 milhões, BRUTOS. Com fantásticos 50 de lucro líquido sobrará a empreiteira 400, com os quais eles pagaram a ARENA e todas medidas compensatórias estabelecidas no EIA/RIMA.
    Outros lucros possíveis são a longo prazo sobre a exploração das areas comerciais nos 20 anos, a entrada no mercado gaúcho e o financiamento dos imóveis.
    Este é um cenário possível, leitura minha com base em dados públicos e publicados, nada na ponta do lápis…

  21. Carlos e Darcilio,

    Sim, vocês escreveram muito bem e têm toda a razão. Só quero adiantar que a democracia no Grêmio é deveras torta: vocês já viram em algum outro lugar a possibilidade de o mesmo nome ser inscrito em mais de uma chapa para a mesma eleição?!

    Independentemente das vaidades, das confrarias e da síndrome de PMDB e de Marco Maciel de alguns, creio que o clube progredirá muito caso tomem-se algumas medidas que considero imediatas, a saber:

    1) Barrar no estatuto a possibilidade de o mesmo nome poder ser inscrito em mais de uma chapa;

    2) Redução da cláusula de barreira p/15%;

    3) O retorno estatutário à responsabilização e à liturgia do cargo de vice-presidente, a partir da definição da pasta de cada um dos componentes da chapa à presidência;

    4) Voto pela internet permitido apenas para os associados das modalidades patrimonial, proprietário, remido e benemérito em dia, sem a possibilidade de procuração. Sócios torcedores com direito a voto somente a partir de um mínimo de cinco anos de associação;

    5) Definição de políticas claras a partir de cada chapa inscrita.

    Obviamente, essa é a minha opinião estritamente pessoal. Talvez algum conselheiro experiente que não esteja interessado em manter as coisas como elas estão possa apontar algumas correções de rumo. Mas, em princípio, é isso, mesmo.

    []’s,
    Hélio

  22. acrescento

    – o formato e relação entre numero de candidatos e numero de votantes é pequena o que não permite votar em UM candidato ao conselho mas o sócio escolheria 10, 20, 30 nomes (qtdade a definir), estabelecendo ele a proporção e ordem dentro das chapas. Hoje votamos em TODOS e em cada chapa escolhemos e deixamos de escolher gente BOA

  23. TEM UM OUTRO PROBLEMA SÉRIO ainda não solucionado. Eu vou querer levar a minha cadeira cativa, afinal me pertence, pra ARENA: em dias de jogos, quero um espaço prá aparafusar ela e um engate especial prá ela.
    Direito inalienável, é a unica coisa que falta esclarecer!!

    cbimbi

  24. MARCOS: sim, já havia lido a tua proposta e ela é muito relevante. Acho que a tua intenção(muito justa, diga-se de passagem) parece ser evitar a escolha por parte dos responsáveis pelos movimentos de definirem a ordem dos nomes, certo?

    CESAR: há ainda a questão das perpétuas e dos proprietários de títulos de fundo social. Acompanhemos atentamente ao trabalho (árduo, segundo o Cacaio Azambuja, profundo conhecedor do assunto) da comissão que conta com o Saul Berdichevski e outros conselheiros e ex-dirigentes ilustres, além de alguns expoentes do Jurídico.

    []’s,
    Hélio

  25. inclusive vou levar a cadeira prá casa prá sentar nela enquanto vejo jogos do Gremio pelo pay-per-view.. ponho na sala e…

  26. César!
    Pelo que entendi e nas pegadas de teu raciocínio, os sócios patrimoniais também poderão reivindicar um pedaço de arquibancada e levar para casa ou não? Nos contratos dos sócios proprietários de cadeira cativa está explícita a possibilidade de transferência do móvel para algum outro lugar ou a concessão se restringe unicamente ao uso-fruto da mesma pelo tempo determinado em contrato? São informações preciosas que atiçam minha curiosidade e que tu podes esclarecer.

  27. é uma boa questão juridica. creio não existir precedentes prá te responder.
    o pessoal da Geral, poderia pegar um pedaço da amurada?
    mas seria interessante, agora falando sério, vender amostras de concreto do Olimpico no futuro, outros já fizeram isso não me recordo onde.

    cbimbi

  28. Cesar. Sei que estás de gozação
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.
    Na verdade a cadeira é LOCADA.
    LOCADA, ou seja, alugada.
    Propriedade do Grêmio

  29. Carlos!
    Sei que o César estava de gozação, mas o advento da Arena deixou um monte de gente preocupada com os direitos dos sócios que uma simples brincadeira, sem maior pretensão, poderia vir a ser entendida como coisa a ser levada a sério e encorajar uma nova onda de inconsistentes questionamentos ao projeto. Já vi tanta coisa estranha aqui no blog com relação ao assunto que uma a mais não seria novidade. E quanto a idéia da venda de pedaços do estádio como “souvenir” me parece viável, pois, dado o expressivo número de inconformados saudosistas, é receita garantida.

  30. A ARENA vai sair do papel, já está saindo, e será a nossa grande casa do futuro. Mas pisar em cima do olimpico é burrice. Este foi um dos erros cometidos pelo P Odone que para promover e viabilizar a ARENA desde o inicio cometeu o grande pecado de desprestigiar o Olimpico, ali, ao invés de facilitar o empreendimento plantou a discórdia. Mesmo sendo um homem inteligente, no afã de encontrar simpatia na mudança encontrou a resistência, por isto compreendo a grande maioria daqueles que se insurgiram contra o projeto. Burrice também se encontra em homens inteligentes, principalmente quando eles subestimam a capacidade de compreensão dos demais e se acham acima do bem e do mal. Vamos parar de cometer este pecado, ninguém precisa cuspir na história para justificar um avanço. O preço pago por aqueles perdigotos foi a dificuldade de aceitação do novo empreendimento. Burrice é pouco.

  31. sobre a arena, nada a falar, ja cansei desse assunto, o contrato ja foi assinado e passou por varias comissoes de conselheiros notaveis de nosso clube.
    assunto sem importancia, mas observei que o relogio que indica a hora do comentario postado, esta no horario de verao que ja acabou a quase um mes kkkkkkkk.

  32. os esforços e energias devem ser canalizados para a concretização do projeto, dia 22 de abril haverá a audiencia publica do EIA RIMA do empreendimento. A chance dos empata foda ambientalistas aparecerem é grande.

  33. Josias!
    Relendo as postagens não visualisei nenhum desabono ao Estádio Olímpico. Ao contrário, bastou o Dr. Preis dar o ar da graça no blog e as velhas resistências ao projeto Arena ressurgiram com as mesmas alegações que nós já conhecemos. A questão do direito dos sócios, já foi dito aqui e alhures, será resolvida no seu devido tempo por quem tem competência legal para tal. É compreensível a preocupação dos sócios com a questão, mas, a reiterada exposição do assunto após sucessivas e exaustivas explicações do entrevistado, é submetê-lo a uma constrangedora situação de descrédito, ou não? Creio que nenhum gremista, ainda que tenha ressentimentos de qualquer ordem, desconhece a importância do Estádio Olímpico e o que ele representa para todos nós. A brincadeira que por aqui circulou longe de querer ferir suscetibilidades, tem muito a ver com as intransigências de parte à parte na defesa de suas posições e passa ao largo de uma avaliação mais séria. Espero ter sido claro, desta vez.

  34. Exatamente isso, Messias; jamais iria cuspir no Olimpico que faz parte da minha vida desde a década de 60 qdo saia de casa na Sao Manuel e caminhava até o estadio abençoado numa trilha magica
    No entanto, me desencanto com alguns associados excessivamente zelosos de seus ditos direitos adquiridos. Me refiro a alguns, apenas.
    O clube jamais iria investir contra sí proprio, o assiciado. Alguns inclusive pensam em faturar uma grana com os tais direitos adquiridos, numa posição pouco gremista.
    Porisso fiz a piada despretensiosa, um pouco prá relaxar tbém

    cbimbi

  35. Caro BIMBI, baita gremista! Essa questão apontada por ti é deveras importante. Para alguns, tudo é negócio! Fico feliz por perceber que existem gremistas de verdade e que trazem o Grêmio no CORAÇÃO, longe do “bolso”. Sou sócio-patrimonial com um ÚNICO DIREITO ADQUIRIDO: torcer para a Instituição e desejar sempre o melhor para ela. Farei o sacrifício que estiver dentro das minhas possibilidades (físicas e financeiras) para jamais me afastar do GRÊMIO. Tenho certeza que tudo caminhará bem com a ARENA. Obviamente que todos nós, gremistas comprometidos com o clube, deveremos de estar sempre vigilantes!!

  36. Eu também não percebi nenhuma animosidade em relação à questão da Arena. Ao mesmo tempo, se vocês observarem bem, as pessoas que manifestaram sua preocupação com os direitos do associado e do locatário de cadeira não costumam estar entre os leitores mais antigos do blog.

    É preciso ter paciência também com a distância no tempo e no espaço: as pessoas não têm a obrigação de fazer uma busca por assunto pra ver se algo já foi discutido ou não.

    []’s,
    Hélio

  37. Hélio!
    Eu falei em resistência e inconformismo, nunca em animosidade. O Olímpico e a Arena foram referências pontuais, apenas. Entraram na discussão como Pilatos no Credo. Em respeito aos demais colegas, para mim, o assunto se esgotou.

  38. Hélio!
    Eu falei em resistência e inconformismo, nunca em animosidade. O Olímpico e a Arena foram referências pontuais, apenas. Entraram na discussão como Pilatos no Credo. Em respeito ao Dr. Preis e aos demais colegas gremistas, para mim, o assunto se esgotou.

  39. Darcilio. Foram inumeros os desabonos ao estádio olimpico e a começar pelo P Odone. E posso te contar quando começou. Partida pela libertadores. Apagão no Olimpico. Entrei no exato momento do apagão na sala do dr. Tulio Macedo e lá estava o P enlouquecido, e esbavejando contra o estádio, dizendo-o velho, superado, um bolor, uma carroça, um latão encalhado…. Fiquei chocado mas atribui o fato ao nervosismo normal da situação. Levou tempo, prá nós uma eternidade, mas a luz retornou. Em baixo, no estádio, as versões foram muitas. O Moreira, responsável pela atividade de campo declarou que um foguete jogado por um torcedor havia rompido uma central de energia junto a um transformador e isto originou o apagão. O rádio comunicou isto. TErminado o jogo o P Odone foi para os microfones e desencaou o pau no Estádio, chamando-o de velho e superado e foi um pouco mais econômico do que in off, mas não perdoou e atacou o Olimpico brutalmente. Não entendi direito o que estava se passando. Repetiram-se durante uns meses ataques do tipo, esporádicos, sim, mas repetiram-se. Na ocasião comentei com o Bernardon que tinha alguma coisa no ar. E tinha, era a ARENA entrando em campo. No inicio do ano eu sabia do projeto, sabia que estava para ser apresentado e achei interessante a idéia da construção, evidentemente. Só … repito o que disse lá em cima, não precisava bater no Olimpico para angariar simpatia pelo Estádio Olimpico. Se vcs não encontraram animosidade aqui no inicio contra o Projeto, procurem direito. Eu posso testemunhar que até hoje sou atacado nas ruas por torcedores que chegam a babar de raiva do projeto, odiando-o, e exaltando o estádio olimpico. Isto diminuiu sensivelmente com o andar da carruagem, hoje são poucos os manifestantes, mas não são poucos os Gremistas que me interrompem a marcha nas ruas e nas caminhadas que dou para dizer que a ARENA, como um que me diz isto todo o santo dia, será o nosso fim …. Isto é normal, faz parte, ainda ontem vi a Governadora de um Estádio Sul Africano contar das dificuldades que enfrentou por oposição a projeto seu de construção de um Estádio para a copa e agora, pronto, conquistou a admiração e o amor dos habitantes do local. Toda a mudança choca no inicio e aos poucos conquista, quando boa, o coração de todos. Então o que digo é que se a mundaça,naturalmente, traz dificuldades, a sua preparação tem que ser inteligente. E a da ARENA não foi, foi burra. Houve, sim, e há, sim, muita gente – cada x menos – contra o Projeto. E há,sim, muita gente que esculhambou com o olimpico para ver vicejar a sua idéia de ficar com ele.
    Se vcs não viram …. eu vi ! E vejo, ainda, para os dos lados … pior, ouço ….
    Como passei longas e deliciosas férias em solo jamaicano,um dos lugares mais lindos que conheci….
    everything is gonna be alright

  40. ah, adoro quando me cuidam …. o relógio está sim pelo horário antigo … e quer saber ? não vou trocar …. eu amo o horário de verão ( com tanta coisa prá ler ou não ler o cara vai ver o horário ….. ) e como eu cheguei numa fase profissional que NÃO TENHO HORÁRIO, e numa fase pessoal na mesma linha, prá mim tanto faz ser uma ou três horas a mais ou a menos ..

  41. heheheheheheheh
    kakakakakakakakakakaakakakakakak
    Sem horário!? Grande!

    Chegarei lá! É o meu sonho de consumo.

    Vou tentar . Não sei se vai dar certo

    :k :o :)

  42. Bah. Consegui. Vinha tentando há tempo e não conseguia. O primeiro falhou, mas os outros dois sorridentes apareceram.

    Por favor, bicha não! Sem preconceito, mas tb sem adesão. Cada um cada um.

    Como é que é?

    :)

  43. Tem que fazer por onde….mas vou torcer….quem busca alcança …..
    Liga pro Diego que ele tá dá a dica: ele insistiu e levou, ganhou na persistência, hoje o Diego sem as carinhas não é o Diego !

  44. sr josias, pedi para o sr mudar o horario? acho que nao a nao ser que o sr seja o dono/moderador supremo do blog!!! fiz uma observaçao e nao estou preocupado com os seus horarios, so acho que ficar lendo e relendo a mesmo coisa e chato!!! o asunto arena ja esta esgotado, o sr mesmo disse que nao falaria mais sobre isto!! entao coerencia sr josias.
    nossos conselheiros ja decidiram e esta decidido. confio nos conselheiros, dentre eles esta o sr, que acho muito competente e confio na sua opiniao. se o senhor, preis, odone, duda e outros gremistas acima de qualquer suspeita diseram que é bom negocio, porque eu vou ficar,como dizia minha vó futricando, um abraço sr josias e menos estress!!!!!

  45. terminada a final da libertadores contra o boca odone abriu a coletiva pedindo desculpas pela precariedade do estádio para receber um GRANDE JOGO. A mais pura verdade… Banheiros, copas, falta de cabines 15 caminhoes de tv travando o patio etc etc etc

  46. Que falcatrua isso!! Os símios não tem grana e ficam empurrando com a barriga! Quero só ver até onde vai isso…
    Abraçoss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.