De Colaborador: Enfim Temos Futebol…

Passado pouco mais de um mês desde o último embate futebolístico envolvendo o nosso Imortal Tricolor, sickness amanhã voltaremos a ver em campo nossos atletas em uma disputa oficial valendo 3 pontos e o título do Ruralito 2010.

Não sou muito de escrever sobre “futebol antes do final dos 90 minutos”, pois sou assumidamente um comentarista de resultados, mas este ano uma conjunção de fatores POSITIVOS me levam a fugir do normal. Além do fato de ser um eterno otimista.

Passado o primeiro ano da gestão do Presidente Duda Kroeff, várias questões administrativas-financeiras são motivos de destaque para todos os gremistas, em especial os associados. Nunca antes na história do Grêmio tivemos um Clube tão transparente e aberto ao seu associado e torcedor. As finanças compalidas do nosso Clube estão sendo sanadas e já existe uma tênue luz no fim do túnel

Mas voltando ao tema futebol, assumo que nunca fui um fã do Meira, mas hoje sou obrigado a rever meus conceitos. Ou seriam os pré-conceitos? Dentro dos limites financeiros do Clube, o Meira e o Guerra montaram um grupo e comissão técnica diferenciados.

A equipe montada para o Ano Santo de 2010 é MUITO MELHOR do que a de 2009. Basta uma análise nome por nome para comprovarmos isso.  De minha parte, faço elogios ao trabalho de Meira e do Guerra nesse período. Se a corneta permitir e não aparecer em um eventual tropeço de inicio de temporada, tenho grandes esperanças, NÃO, tenho absoluta CERTEZA que todos estaremos unidos comemorando os títulos que faltaram nos últimos anos.

O retorno para a LA11 é uma obsessão de todos nós. E o famoso “atalho” está muito próximo do Grêmio. Estamos na contagem regressiva para mais uma conquista da Copa do Brasil. E em 2011, o Presidente Duda Kroeff será o SEGUNDO a  estar na galeria dos Presidentes Campeões da América.

E o otimismo poderá ser mais forte ainda, caso desembarquem no Salgado Filho os atletas Vitor, Douglas e, quem sabe até, o Marcelo Moreno.

Finalizo dizendo: Em 2010, AGORA VAI!!!

Saudações tricolores.

Eduardo Bernardon

Participe da discussão

7 comentários

  1. Só uma ressalva no texto!
    Se Duda K. for campeão da América será o 2° presidente a conseguir isso.
    O Koff é Bi!!!

  2. Também acho que é o momento de acreditarmos numa campanha condizente com a grandeza do clube e de darmos um voto de confiança a toda equipe diretiva. Como não gosto de perder nem amistoso dos “fraldinhas”, espero que neste ano de 2010 retomemos nossa mundialmente reconhecida fama de “papão” de vitórias e títulos (1º do ranking brasileiro) e que possamos novamente e muitas vêzes gritar: É CAMPEÃO! É CAMPEÃO! É CAMPEÃO! Dá-lhe Grêmio!!!

  3. Bernardon, na praia, só hoje consegui dar uma revisada por aqui, acho que o Evandro tá moderando direitinho …. Agora vai amigo !

  4. Bernardon, não comento resultados, pois eles são decorrencia do trabalho realizado, se forem bem feitos os resultados serão conquistados naturalmente. Também acho que este ano o Grêmio montou uma boa equipe, melhor que a do ano passado, mas ainda carece de um lateral direito, um articulador. Penso que devemos deixar o Silas trabalhar e montar o time quando tiver todas as peças as sua diposição, pois o grupo ainda não tá completo, não devemos exigir dele resultados imediatos, mas usar este inicio de ruralito para montar a equipe. Também pensou que o clube hoje esta mais transparente e aberto, mas ainda não é o suficiente, mas já é o inicio, assim como acho que o presidente Duda esta realizando um ótimo trabalho, dentro das limitações do clube, pelo menos fala com os torcedores e os atende quando solicitado, não se limita a um gabinete, e isso estava faltado ao clube, um presidente participativo junto aos associados e torcedores. Acredito que este ano a torcida tricolor tera muito a festejar.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta para Paulo Goldim Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.