De Colaborador: DÍVIDAS DE GRÊMIO E INTER‏

UM RANKING PARA OS VERMELHOS. UM PONTO SÉRIO DE REFLEXÃO PARA NÓS. 
 
Muito se reclamou, viagra aqui, que o Jornalista Hiltor Mombach, do CP, publicava dados sobre as dívidas do Grêmio e restava silente sobre as do SCI. Pois em 24.01.2010, na coluna do referido profissional, foi veiculada a evolução das dívidas dos dois clubes desde o ano de 1997 a 2008, e o assunto passou batido, em que pese eu ter alertado do fato e ainda informado, um dia antes, que haveria tal veiculação, pois soube que ela era o resultado de um trabalho exaustivo de 08 meses de pesquisa do Hiltor que, conforme suas afirmações anteriores, tinha imensas dificuldades de ter acesso a tais dados lá no beira rio. Pois eis que veio à tona os dados tão bem guardados. Finalmente um ranking para os vermelhos nos superarem, já que eles tanto reclamam dos rankings oficiais de Conmebol, Fifa e CBF que os deixam atrás de nós. Nestes anos todos pós ISL nos acostumamos com as pechas de falidos, liquidados, devedores de quantias impagáveis, e aos vermelhos sempre era dado o tratamento de clube rico e sem débitos significativos. Pois não é que não é bem assim? Pelos dados apresentados tanto na dívida de curto prazo como na de longo prazo, eles nos superam.

A curto prazo os vermelhos devem R$ 55.357.

 Nós devemos R$ 48.906.
A longo prazo, os vermelhos devem R$ 121.549.
 Nós devemos R$ 105.732.
 
Total dos vermelhos R$ 176.906.
Nosso total R$ 154.638.
A diferença é significativa.Mas deixamos os vermelhos no canto deles. Acho que cabe um exame dos dados aqui trazidos, examinadas as colunas, e uma reflexão sobre a nossa dívida e sua evolução. Penso que no mínimo cada um de nós poderia fazer uma frase sobre isto. Eu tenho a minha: 

Considerando que em 1997 tínhamos uma dívida de 23.462,00 e o clube foi então recepcionado pelo Presidente Guerreiro com este número e junto com ele o Ronaldinho Gaúcho – que logo em breve valia tanto quanto o valor despejado pela ISL nos cofres do clube – e este número se multiplicou por 2 no ano seguinte e por 3 no final da gestão por ele comandada – e os demais receberam esta maldita herança para administrar e ela somente cresceu – ouso dizer que se não tivéssemos tido, especialmente, o ano 2000 e as questões ISL, estaríamos, hoje, se não o clube mais rico do Brasil, bem perto disto; seríamos não só um time com vários atletas do SP mas com o status do clube paulistano

? 

Carlos Josias Menna de Oliveira

Participe da discussão

28 comentários

  1. Bah, texto muito bom. vou dar o meu pitaco: ainda temos chance de sermos o clube mais poderoso do país, desde que unidos comecemos a trabalhar, sempre em prol do Grêmio.

  2. Muito interessante esse levantamento!
    Uma diferença de 23,3 milhões é bastante significativa.
    Porém a diferença que ainda nos coloca atrás deles é que não temos uma receita tão considerável na venda de atletas. Enquanto eles levantam mais de 50 milhões anuais com venda de jogadores e são um dos primeiros no Brasil nesse ponto, não passamos de 20 ou 30 milhões anuais. O máximo que atingimos foi em 2007 com a venda de Lucas, Carlos Eduardo e Cássio, que nos deu mais de 50 milhões de reais.
    Em termos administrativos talvez estejamos na frente, com custos mais enxutos.
    Com um aumento no faturamento nas vendas de atletas poderíamos dar um salto de qualidade e ter maior capacidade de investimento na montagem de um grupo mais qualificado e com contratos mais longos.

    Vejo que eles começaram um processo de priorização das categorias de base e vendas de atletas la nos anos 2000 com o Fábio Rochemback e Lúcio, passando por Nilmar, Daniel Carvalho, Diego Rincon, entre outros, o que possibilitou um investimento nos anos seguintes em um time forte e competitivo.
    Já o Grêmio, reiniciou um investimento em formação de atletas e passou a colher frutos só no final de 2005 com a venda do Anderson e ainda por valores relativamente pequenos.
    Aos poucos a capacidade de investimento foi voltando ao Grêmio e me parece que dentro de 2 ou 3 anos estaremos em um patamar seguro que garanta bons resultados.

  3. Josias,

    A diferença é, mais do que o fator Guerreiro, o marketing deles: lá, existe interesse em investir seriamente na área que mais alavanca o valor de marca da empresa e que facilita a oferta e a distribuição de produtos com a marca do clube. Além disso, a Assessoria de Imprensa deles demonstra possuir um relacionamento claramente mais estreito do que o nosso com a imprensa do país inteiro.

    Tecnicamente, o modelo de negócios da Arena do Grêmio (contra o qual temi durante muito tempo) sempre pareceu mais arriscado do que o de remodelação do estádio José Pinheiro Borda (é Borda mesmo, não é Borba).

    Porém, eles esperavam melzinho do BNDES para um empreendimento particular; eles esperavam uma estação de metrô que ligava o nada ao lugar nenhum, sem abastecer a Assis Brasil, a Azenha, a Ipiranga e/ou as cidades-dormitório onde CENTENAS DE MILHARES de trabalhadores fazem o seu traslado diário até POA e de volta; eles esperavam que o seu “nanismo no deserto” rendesse parcerias graúdas de Dubai. Só que eu nunca vi sheik rasgar dinheiro. Um terço da grana que mantém Wall Street é árabe. Por acaso eles investiriam aqui no Bovinão!?

    Tenha dó…

    []’s,
    Hélio

  4. Josias!
    Mais do que me proporcionar uma pontual reflexão sobre estes importantes dados estatísticos, tua iniciativa me fez também refletir sobre o enorme despreendimento e a imensurável dose de obstinação e amor dos gremistas que tiveram a coragem de administrar o “rombo” que quase inviabilizou o clube. Muitas vêzes me perguntei, ao longo dos anos que se passaram desde então, se não seriam injustas minhas cobranças diante do caos resultante deste triste episódio. Deveríamos todos fazer um “mea culpa”, uns por sua efetiva e danosa ação, outros, por sua não menos danosa omissão. Felizmente o acontecimento está superado. Não no seu todo é verdade, porque as seqüelas, ainda que em doses homeopáticas, não nos tem permitido retomar o crescimento numa velocidade que faça justiça à grandeza do Gremio. Mas estamos chegando lá. Falta muito pouco. Hosanas! a todos os gremistas que senpre acreditaram numa reversão de expectativa e por ela batalharam arduamente, mesmo os que erraram procurando acertar. Que nos desfaçamos de uma vez por todas de nossa pouca fé, pois o nosso dia de sorte está logo ali adiante e ao seu encontro até a pé nós iremos para o que der e vier…

  5. Hélio, o tema é velho mas tem que bater até furar a pedra: o nosso MKT …. é muito ruim ! Muito ! Lá eles estiveram o Rojas que fez um belo trabalho, aqui … Eu já evito falar porque vão pensar que é implicância, mas como a questão é unanimidade, não conheço ninguém que ache que nosso MKT seja sequer reazoável, então não tem outra. Enfim. Tens razão, sem dúvida, por outro lado o fato é que a ISL meteu milhões no Grêmio e esta grana foi atirada pro ar e ainda ficamos devendo. E até hoje pagamos a conta da gestão 2000, isto é absolutamente INEGÁVEL. Já se vão 10 anos, e nós aqui ainda pagando aquele rombo. E dizer que o CD aprovou as contas naquele ano, isto dói. Eu e algo em torno de 60 conselheiros votamos contra e nos retiramos no fim da seção indignados com aquela absurda aprovação, aquela sim tinha que dar os nomes de quem aprovou para que hoje ajudassem a pagar o buraco deixado com conivênvia.

  6. .. conivência

    Darcilio, escrevi o texto acima antes de o teu ser registrado aqui, poderia parecer que combinamos. Tens toda a razão.

  7. Maldita ISL. Maldito governo do ano 2000. Maldito ano 2000. Amaldiçoado sejam os que compactuaram com o Guerrero. Montou o time do século, lembram ? NO meio do campo, com show da Ivete Sangalo e o primeiro jogador a ser chamado foi o AGUINIGHT. Maldito Presidente. Malditos sejam Astrada, Amato, Paulo Nunes ( o do retorno ) e aquele monte de parasita que vieram aqui mamar o nosso dinheiro. Infelizmente não dá prá esquecer aquele ano, e quem dirigiu o clube naquela época passou para a história PARTE TRISTE.
    E o vice de futebol era o Vicente. Como pode querer ser presidente do clube com isto no curriculum ?
    Eu não sei. O Meira, por sinal, não era assim assim com o Guerrero ?

  8. 2001 e 2002 tb foram um desastre. Não tenho os dados agora. Mas já vi publicados e vou procurar.

    Assim que achar e se achar, informo aqui.

  9. Em 2001 me lembro que o então Vice de Futebol apregoava que o time era barato. Talvez, comparado ao de 2000 tudo fica barato, mas 2001 foi o ano da copa do brasil, a última, a mais cara de todas porque aquele ano saiu uma fortuna também, tens toda razão xará, mas pelo menos veio um título. 2002, vamos mudar de assunto ? Me deu vontade de chorar !

  10. Pesquisei aqui mesmo no blog e encontrei numa postagem alguns comentários que valem a pena ser recuperados. Pretendia pegar só sobre as dívidas, mas encontrei alguns outros que não consegui apagar. Lá, na origem, tem mais alguns comentários do Dr Josias que vale a pena ler?

    Diego Disse: 
03/01/2010 às 18:29 


Marcos. Novamente acertas em querer comparação. É isso aí. Tudo tem de ter parâmetro.
O que posso dizer é que os orçamentos de 2000 a 2002 tinham sido de mais de cem milhóes anuais (valores não corrigidos).
Em 2003 e 2004, os valores do Grêmio caíram para aproximadamente 30 milhões de reais.
Houve queda geral dos clubes mas do Grêmio muito mais do que dos outros pela tremenda dívida não paga que o Grêmio gestões 2000 a 2002 havia acumulado.
Deixando só jogadores velhos e caros e nenhum jogador em condições de ser vendido para o exterior.
Isso começou a mudar com a venda de Anderson, primeiro contrato, em 2004, vendido em 2005.

    Diego Disse: 
03/01/2010 às 18:38 


Resultado da Correção pelo IGP-M (FGV)
Fazendo a correção pelo IGPM de julho/2000 até dez/2009 teríamos o valor corrigido de 220 milhões aproximadamente conforme cálculo abaixo:
Dados básicos da correção pelo IGP-M (FGV)
Dados informados
Data inicial 07/2000
Data final 12/2009
Valor nominal R$ 100.000.000,00 ( REAL )
Dados calculados
Índice de correção no período 2,2010660
Valor percentual correspondente 120,1066000 %
Valor corrigido na data final R$ 220.106.600,00 ( REAL )

    Diego Disse: 
03/01/2010 às 18:40 


Em outras palavras, nos anos de 2000 a 2002, o Grêmio teve orçamentos anuais de mais de 200 (duzentos) milhões de reais.
A maior parte do que gastou não pagou. Estamos pagando até ………………

    Diego Disse: 
03/01/2010 às 18:41 


Marcos: Pra mim é um bom parâmentro, mas, se alguém tiver a comparação com o co-irmão e alguns outros importantes com São Paulo, Cruzeiro etc. seria muito bom.

    Diego Disse: 
03/01/2010 às 21:32 

Marcos: O cálculo é a partir de 2004. Peguei pela média.
Resultado da Correção pelo IGP-M (FGV)
Dados básicos da correção pelo IGP-M (FGV)
Dados informados
Data inicial 07/2004
Data final 01/2010
Valor nominal R$ 4.800.000,00 ( REAL )
Dados calculados
Índice de correção no período 1,2866185
Valor percentual correspondente 28,6618500 %
Valor corrigido na data final R$ 6.175.768,80 ( REAL )

    Jose Dias Disse: 
04/01/2010 às 06:47 

Primeiro: correção monetária não é economês. É a atualização do valor da moeda por determinado critério. Existem vários setoriais e gerais.
No caso, o Diego e o Marcos usaram o IGPM/FGV.
CASUALMENTE, ERA O CRITÉRIO DE REAJUSTE DOS VALORES DO CONTRATO DO GRÊMIO COM A ISL. 
Dizer que o futebol tem uma inflação diferente pode até ser correto. Mas não exclui que se usem os critérios gerais de atualização da moeda. Até porque ainda não foi criado um índice para medir a inflação do futebol.
Mais importante do que demonstrar o “que não é” sem mostrar o que é fez o Marcos ao exigir que haja um parâmetro. Para ter noção de grandeza, você tem de comparar com alguma coisa.
Dizer, p. ex., as receitas do Grêmio cresceram tanto nos últimos cinco anos.
Essa informação tem valor relativíssimo. Para avaliar se esse crescimento foi importante ou não tem de ser comparado com o SETOR. Tem de comparar com os outros Clubes competidores. E aí entra o co-irmão também. É o que se chama “benchmarking”.
Se você compete, o faz com alguém. Daí porque não adiante ficar só olhando pro próprio umbigo. Você tem de ser melhor do que os outros. E tem de conhecer o inimigo sob pena de fracassar já ensina há milênios o Sun Tzu. 
Portanto, Marcos estás cheios de razão, pois a atualização monetária fornece um dado muito importante, mas não suficiente. 
Desculpem pela chatice do meu “ëconomês”
    Olha pessoal eu faço força mais não consigo entender a política no Grêmio…o Evandro e o Saul saudados como grandes dirigentes é o fim do clube. Em 2003 montaram um time com uma folha bastante elevada, Cristhian, Gilberto e etc. Não caíram por milagre! Em 2004, embora com restrições financeiras, o vestiário virou a casa da mãe joana, e foi por isso que acabou na segunda divisão – vide poltrona 36. Então, Artur, vamos manter a memória em alerta, sob pena de repetirmos os erros do passado. Com relação ao orçamento de 2009 e 2010, com razão a coluna do Hilton. O GRÊMIO em 2009 e em 2010, que agora se inicia, gasta o dobro do que gastava nos anos da gestão Odone. E os resultados ficaram muito aquém dos investimentos feitos e daqueles obtidos nos últimos anos. Tem coisas que realmente não entendo. Os dirigentes que levaram o GRÊMIO para a segunda divisão sendo saudadados e os dirigentes, que resgataram a dignidade do clube, sendo esquecidos. Acorda GRÊMIO!! Achei que já tivessemos aprendido com os erros do passado. Pelo jeito, estava enganado.
    
Evandro Krebs Disse: 
06/01/2010 às 01:02 


1

0
AVALIE


Pessoal, acabo de voltar de alguns dias de férias, verdadeiras férias: 12 dias de sono, praia, vinho, parrillada e família. 
Volta e meia surgem algumas postagens de desafetos encapuzados aqui no site Grêmio Sempre Imortal, o que é normal, mas injusta, quando se plantam inverdades. Como sou acostumado a pagar as minhas contas e não as dos outros, como o meu querido amigo Josias, acho importante fazer este pequeno esclarecimento, rememorando texto publicado aqui neste mesmo site, em 22/03/2009, quando fui entrevistado: 
“Em 1987, fui convidado pelo Renato Moreira e o Cacalo para ser Diretor do Departamento Jurídico, atuando como Perito Judicial. Fiquei conhecido como o Engenheiro do Jurídico. Foram 11 anos de trabalho ininterrupto, até 1998, como Diretor Jurídico, Administrativo e Patrimonial. Com muito orgulho, dei minha contribuição nas gestões dos Presidentes Paulo Odone, Rafael Bandeira, Fábio Koff e Cacalo. Retornei em 2003, na gestão do Presidente Flávio Obino, indicado pelo grupo político dos ex-presidentes Fábio Koff e Cacalo, para ser Diretor do Quadro Social e Diretor de Planejamento, trabalhando ao lado dos vice-presidentes Adalberto Preis e Marco Miranda. Iniciamos um novo conceito na relação clube-sócio-torcedor, criamos a primeira Ouvidoria do futebol brasileiro, implementamos de imediato o Estatuto do Torcedor e desenvolvemos o primeiro planejamento estratégico dos grandes clubes do País. Após alguns meses, ao lado do amigo Saul Berdichevski, aceitei o desafio de comandar o departamento de futebol. Foram 11 meses de muito trabalho, entrega e luta por um Grêmio que agonizava, reflexos do desastre ISL. Com o apoio do torcedor, o surgimento do fenômeno Geral do Grêmio, a Invasão de Criciúma, ao lado de uma comissão técnica de alto nível e um grupo de jogadores que com talento e bravura superaram todas as dificuldades que o clube enfrentava, resgatamos a dignidade e mantivemos o Imortal Tricolor na série A do futebol brasileiro. Entregamos o Grêmio, em maio de 2004, semi-finalista do Gauchão, tendo alcançado as quartas-de-final da Copa do Brasil e encontrando-se na 8ª colocação do campeonato brasileiro, 5 pontos atrás do líder.” 
Portanto, meus prezados críticos encapuzados, não tenho nada a ver com ISL e tampouco com rebaixamento. Não montei o time de 2003 e tampouco o time que foi rebaixado. Comandei com o Saul o futebol do Grêmio entre esses dois períodos, em épocas de vacas magras é verdade, mas também de muito gremismo, de muita luta e dedicação, conforme relatou o amigo Artur.
Amigos como Josias, Artur, Bimbi, Bernardon, Hélio Paz, Marcos Almeida, Brunetto, José Dias, Diego e tantos outros! Um feliz ano de 2010 para todos.
Evandro Krebs.

    cesar Disse: 
06/01/2010 às 08:35 


1

0
AVALIE


O Evandro é um cara que trabalha com muito sacrificio e em silencio, discretamente, sem pedir holofotes nem latinha.
Na minha opinião, está sendo um dos responsaveis pelo saneamento geral do clube; porisso vez que outra, umas pedradas raivosas são lançadas ( quem conhece o trabalho do Evandro, identifica de onde vem.).
Acompanhei de perto 2003, com jogadores saindo do clube da noite pro dia como foi Anderson Polga e varios outros. Mesmo assim o time do final de 2003, montado de forma artesanal pelo Adilson Batista seria candidato serio a Copa do Brasil 204, se tivesse sido
mantido. O meio campo funcionava se parar ( Tinga, Gilberto ) no ataque havia Pitbull na sua melhor fase e o Adilson descobriu Marcelinho, na epoca com 16 anos.
Grande 2010, amigo Evandro!

    http://sempreimortal.wordpress.com/category/flavio-obino/

  11. Algumas dívidas em 31/12/2002

    Tinha em 31 12 2002. NAQUELE PERÍODO. NAQUELA DATA.
    Zinho Mark / Crizam – Zinho (ajuizado) 1.970.781
    Licsport / M&D Danrlei – Danrlei (ajuizado) 1.507.931
    Fabio Silva Moraes – Fabio Baiano (ajuizado) 1.450.750
    Roger Sports Ltda. – Roger (ajuizado) 1.430.410
    Veiga Publicidade – Anderson Lima (repactuado) 564.362
    Tinga Soccer Ltda. – Tinga (ajuizado) 540.925
    Ollé Galvão Mark Ltda. – Mauro Galvão 508.500
    Valmar – Valdo (ajuizado) 360.000
    Lecam do Amaral Ltda. – Leandro Amaral (ajuizado) 350.304
    Anpolga Mark Ltda. – Anderson Polga (ajuizado) 326.250
    G6 Esports Ltda. – Gilberto 301.727
    Salenave Publicidade ltda. – Claudiomiro (repactuado) 202.388
    Fernando Menegazzo Ltda. – Fernando (ajuizado) 273.000
    CRD Partic Ltda. – Caio 118.776
    LM&B Eventos Ltda. – Luiz Mario 78.800
    Basilio Ass. Empr. – Basílio (ajuizado) 66.753
    Gol Consult. Esporte Ltda. – Marcos Paulo 66.733
    Rofamen Mark Ltda. – Rodrigo Mendes (ajuizado) 60.015

    Tite Marketing Ltda. Tite 498.477
    CJR Prom. Ltda. Celso Roth 105.461
    D&M Marketing Ltda. Delamore 59.775

    Empresários
    Bahia Internacional Amato/Astrada 815.448
    MJF Warlei Warlei Intermediação 159.000

    Todos esses valores reajustados pelo IGPM com juros de 1% ao mês podem ser multiplicados por 4 (quatro para se ter o valor atualizado.
    Por 4, no mínimo. Muitos passam a valor maior.

    Nem são todos os números.
    Alguns foram pagos, outros continuam no condomínio dos credores e estão sendo pagos.

    Se os números não forem verdadeiros, tem de haver contestação.

    E uma perguntinha a mais. Quem tinha todas essas dívidas tinha algum crédito para negociar? Desde quando isso acontecia?

    Outra mais: Por que o fato de ter sido publicado num blog não merece credibilidade? Se não for verdadeiro, conteste. Lá ninguém contestou.

    Rodrigo Mendes
    Não está incluída aí a dívida com o Flamengo relativa ao Rodrigo Mendes. Segundo li na imprensa por volta de 7 milhões de reais.

    31.12.02
    SE Palmeiras – P. Nunes U$ 7.218.821,23
    SC Corinthians – Nenê U$ 3.147.109,56
    SE Palmeiras – Magrão R$ 2.284.620,30
    Dep. La Corunã – Loco Abreu U$ 424.800,00
    SC Inter SM – Alex Xavier U$ 381.856,00
    SER Caxias – Sandro Neves R$ 250.000,00
    TAM – Ronaldo Alves R$ 120.000,00

    EC Juventude – Fernando U$ 2.672.553,16
    Gortin Promoções – Gilberto U$ 1.543.076,94
    Udinese Cálcio – Warley U$ 637.200,00
    Defensor SC – Pablo Hernandez U$ 283.200,00
    SER Caxias – Adão R$ 200.000,00
    Total Participações – Adriano R$ 240.000,00
    EC Guarany VA – Renan R$ 15.384,20

  12. O que me preocupa não é divida…
    O Flamengo é o clube mais endividado do Brasil e acabou de ser campeão brasileiro.
    O Co-irmão tem um divida mais que a nossa e todo ano papa um titulo de expressão.

    E o meu time sempre na mesma, discutimos o sexo dos anjos e o nosso futebol sempre uma M.

    Nada contra o comentário Josias, mas se divida fosse ruim o Co-irmão não teria esse time. O nosso deveria ser melhor e tenho que ver…. (Lucio, Ferdinando, Maurício, Joílson e vários outros pernas de PAU jogando no meu time…) É de doer…

    E pensa só se divida fosse tão ruim, onde estaria o Flamengo…

  13. Sidnei!
    O Flamengo talvez possa servir de exemplo, mas o co-irmão ganhou que título de expressão no ano que passou? Gauchão? Suruga? Dubai? Já sei: “Quase Vice-Campeão de Tudo.” Este título sim, é de grande expressão. Ninguém tem. Só “eles”.

  14. Marcos Almeida, também gostaria de saber quem são os conselheiros que votaram junto com o Josias.
    Sidnei, o nosso clube é maior que o SCI. Retornei ontem de Fortaleza. Na última segunda-feira estive na festa do Pirata Bar. É considerada a festa mais louca do mundo, conforme ZH, caderno de viagem de 02-02-2010. Xaxado, carimbó, marchinhas de carnaval, etc. O sanfoneiro perguntou pelos clubes grandes de São Paulo e pelo Flamengo e Vasco. De outros estados apenas o nosso amado tricolor. É pouco? Acho que é importante reorganizar as finanças.

  15. 1. O Flamengo, que até há pouco era patrocinado pela Petrobrás, recebeu do então Ministro da Previdência, Sr. Antônio Brito, a deferência de que sua dívida era uma dívida social …. tá bem assim ?

    2. Vou tentar levantar os que votaram contra as contas, dificilmente chegarei a todos dai corro o risco de injustiçar e deixar muitos de fora, mas em bloco nos retiramos da reunião. Durante o dia eu e muitos dos contrariados demos várias entrevistas criticando a aprovação que se avizinhava e fazendo sérias criticas à direção.

    3. A noite para mim foi inesquecível não só por isto, na saída, sem que naquele dia(noite) estivesse de serviço, o sr. Farid Germano Filho estava no local e coicidentemente me aguardava na saída e o adjetivo mais carinhoso com que ele me agraciou foi de fdp, na frente de diversas testemunhas, entre elas o Marcos Hermann ( que saia comigo e votara contra as contas ) e do Bernardon, entre outros; o Bernardon, aliás, se dispôs a testemunhar no processo que movi. Não foi preciso, o Sr. Farid pediu desculpas e confessou, tenho isto por escrito até hoje comigo, que tudo que aleguei na inicial era VERDADEIRO. O final do processo já contei, houve a condenação do sindicato dos jornalistas que veiculou uma nota oficial assinada por um tal de TORVES e que me ofendia. Pagou carissimo a condenação, na época deu 50 mil reais. Já relatei o episódio aqui e trouxe as decisões tb. O Sr. Farid, para quem não se lembra, tinha um primo na direção, o deputado José Otávio Germano, com quem eu me enfrentava acirradamente diante dos mandos e desmandos que aconteciam. Não é demais relembrar que aquela gestão recebia apoio maciço não só do Farid, mas também do Sr. Pedro Ernesto Denardim que agora, volta e meia, aparece criticando o CD sobre o caso ISL do qual ele era um dos maiores defensores, tanto quanto daquela gestão. Eta mundão bão este.

    4. Mas, Marcos, vou tentar apurar alguns e mais adiante deixo aqui registrado.

    5. O Artur pode me ajudar nisto, é só pesquizar, ele conhece muitos da epoca, mas estavam no grupo entre tantos, cito alguns com, repito, os riscos de esquecer a maioria, o Marcos Herman, como citado acima, o Bernardon, o Carlos Bastos, Preis, Irani Jr, Paulo Deitos, Paulo Luz, Renato Moreira ( aliás em peso o grupo base do hoje g imortal e do g sempre),o Marco Souza ( ao imperador o que é dele … ) Nelson Olmedo ao que me lembro se absteve, mas não tenho certeza mas, com certeza, não aprovou, Francisco Rocha Santos, Zélio Hocsman e Luciano Hocsman idem, Evandro, Saul, Mauro Knijnick, Alberto Rosa, LC Moreira, e ai a memória a estas horas falha …. vou ver isto

  16. sidnei me desculpa, mas tu falou uma bobagem, ao contrario do flamengo que tem todas as beneces do governo brasileiro o gremio volta e meia e perseguido pela receita federal,nos se tivermos metade dos trezentos e la vai fumaça, que o flamengo deve estariamos falidos, eles tem uma divida a curto prazo de mais de cem milhoes com jogadores, exemplo romario, 12 milhoes de dolares, e um absurdo pedir para que se volte a gastar inconcequentemente, devemos aplaudir nossos dirigentes e nao querer que eles nos coloquem no buraco denovo, mas opiniao e livre, respeito a tua. mas agora acho que, o nosso gremio nao pode mais usar essa desculpa de dividas daqui para frente para mascarar eventuais insucessos, devemos abrir a mao e contratar um bom profissional na area de marketing nao estou por dentro dos salarios, mas que se pague bem,um amigo que comenta no blog afirmou que nosso clube, paga de cinco a dez mil reais para o profissional responsavel pelo marketing, que se abra os cofres e remunerece com justiça o profissional a ser contratado, afinal ele nos devolvera quantas vezes o investimento? e no futebol tambem nao podemos deixar o meira sozinho! nao conheço o siro este que esta la mas acho que nao tem poder de decisao, e por ultimo por favor!!!! nao retirem o irani santana, dela apos as eleiçoes ganhe quem for.irani nas finanças e vitor no gol prioridades para 2011, acho que naoo se faz futebol tirando oque a de bom , e sim valorizando.

  17. alias parabens sr josias, pelo texto so falta uma coisa a ser, desmascarada, quadro social deles nao tem cem mil socios se chegar em 60 mil em dia e muito

  18. Posse até ter me excedido mesmo, mas cá pra nós…
    Vamos ser um banco que só fala de finanças ou vamos montar um time de futebol e ganhar títulos.

    O que mais me indigna é que sempre estamos com as finanças melhores que os outros ou melhor que nosso rival. O problema é que não administramos bem isso, pois temos um time médio que se continuar como está será mais um ano em 1º lugar nas divisas aqui do sul e não ganharemos nada “mais um ano”.

    Precisamos abrir os olhos para o que está acontecendo dentro de campo, pois como exemplo de ontem ganhamos de 3 x 1 do poderoso Araguáia e o melhor em campo foi o Vitor. Aí eu me pergunto, tá certo??????w

  19. Seu Josias:
    Abaixo está o SITE do balanço anual de 2008 e o BALANCETE de 2009.
    Peço que o Srº tiver alguma noção de contabilidade analise, peço ainda que não copie matéria de coluna de jornal((Ingo Winck); pois eles são analfabetos funcionais no assunto.
    Quanto ao balancete do GREMIO não pude analisar, pois não está disponivel no SITE, coisa que afronta com o que diz a lei do ESTATUTO DO TORCEDOR.
    http://www.internacional.com.br/pagina.php?
    modulo=2&setor=18&codigo=8683 Balanço Financeiro de 2008.
    http://www.internacional.com.br/pagina.php?modulo=2&setor=18&pesquisando=ok&inicio=0
    Balancete Financeiro – Agosto de 2009

  20. Claudio: desenha o que tu queres dizer, por favor, fica mais fácil de todos participarem e mais objetivo o centro do debate, se é que é este o centro. Não sei qual a matéria do Ilgo que o amigo se refere, mas em frente…. Resuma e continuamos.

    2. Francisco França, não te esquece que eles associam cachorros….Aliás não foi um só, no minimo 2 cachorros foram associados, dia seguinte àquela reportagem apareceu uma mulher reivindicando pioneirismo para o seu cão, tbém sócio. Há mais, eles tem planos – ou tinham – que o clube pagava pro torcedor se sócio … enquanto que o Grêmio suspendeu a comercialização dos titulos tradicionaos, então assim dá pra chegar aos 500 mil

    MAS a propósito …..

    como vai o EXÉRCITO GREMISTA e o que se está fazendo com este cadastro ? Vcs recebem alguma coisa ? Eu e os meus filhos não ….

  21. O que realmente importa, mais do que o tamanho da dívida, é a capacidade de pagamento dela. Para cada real de dívida, quantos se tem de receita para paga-la.
    Assim, o dado bruto não informa muito, apenas diz que esta é maior do que aquela ou vice-versa.

  22. esse exército gremista, pra mim, é uma piada. eu tive muitos problemas pra me cadastrar (quando fui na loja comprar um produto, 1 mês depois de ter me cadastrado, descobri que não o era e tive que me cadastrar de novo!) e até agora ele só serviu pra comprar camiseta da coleção antiga com desconto. isso é MUITO pouco, ainda mais pro potencial da coisa toda, mas cobrar do mkt do Grêmio algo é ser corneteiro, para alguns…

    e sobre o inter, duvido do número de sócios deles, acho que aumentam e muito, mas que são mais bem tratados, isso são. até hoje recebem uma revista mensal do clube, enquanto nós recebemos o que mesmo? nada. parece que ser sócio do Grêmio, para o clube, é um privilégio que se encerra em si mesmo, não precisando o clube fazer agrados ou mimos para seu sócio.

    enfim, mais um desabafo, mas essas coisas me enchem…

  23. Essa de dizer que a dívida não é importante o que importa é a receita foi a filosofia do ano 2000 e da turma do sr. Guerrero: tá entrando bastante então vamos gastar, deu no que deu. Sempre que o Guerrero tentava explicar o inexplicável ele argumentava dizendo que a realidade era outra por isto que os salários eram altos. Sim, a realidade eram os milhões da ISL já que entra bastante torra bastante. Mais ainda, ele dizia que a ISL exigia grande time com grandes jogadores. Tá bem, então ele montou um time de ex atletas em fase de perna de pau pagando milhões que nenhum time brasileiro pagava porque a ISL exigia. Que cretinice. Olha não me levem a mal, mas prá mim que fez aquela gestão 2000 não poderia mais estar no Grêmio, deveriam todos se afastarem, se fossem gremistas, ou serem expulsos, se nosso CD tivesse pulso. Taí o Guerrero condenado como estelionatário, acusado de formador de quadrilha e no CD fica o dito pelo não dito. E quem tava com ele na ocasião agora qurendo voltar como o movimento do Sr. Milton Camargo, Vicente e outros. Indago o tal de Jaime Eduardo que foi prá mim o cara que entregou o Ronaldinho e ainda é metido a cantar de galo não é deste movimento ? E voces querem que eu acredite que a politica do clube melhorou ? São todos coniventes. Votar nestes caras é abençoar nossa desgraça e a podridão que houve. O mais irritante de tudo é que o processo criminal andava atrás de míseros 300 mil em cheques de multas inexistentes. Imagina o que existiu.

  24. Senhores, alguém sabe até quando o Grêmio vai seguir pagando dívidas de 2000/2002? Dez anos já passaram, o clube estagnou, perdeu a capacidade de investimentos, aves de rapina daquela época transitam livremente no Olímpico pousando nos seus confortáveis assentos perpétuos e o clube e sua torcida amargam ano após ano decepções em campo. Malditos sejam os que no início da década acorrentaram o Grêmio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.