Participe da discussão

45 comentários

  1. Ótimo 1º tempo, time a la Grêmio, pegador, marcando já na saída do Avaí.
    Time bem postado, os dois volantes perfeitos, até o Fábio Santos estava apoiando bem… mas ai deu apagão

    2º tempo filme de terror. Time sem força, Adilson muito mal (que falta fez o Ferdinando, nunca achei que iria escrever isso), Leandro e Borges se arrastando sem ritmo, Mario cansado na direita, Douglas cheio de firulas… perdemos a chance de meter uns 5 e tranquilizar o jogo da volta.

    Fica de bom o retorno do Borges, legítimo matador!! Jonas jogou bem também, tem que ser reconhecido, acho que a parceria ajudou.
    Leandro entrou muito bem, mas cansou no 2º tempo, estamos bem servidos ali.
    Não gostei do Mithyue, não acrescentou nada além do que o Leandro já vinha fazendo. Talvez por culpa do time que parou de jogar após o 3º gol.
    Edilson novamente apagado, tanto que o Silas fez o que não havia feito contra o Pelotas, botou o Mario pra lateral.

    Vitória boa, mas poderia ter sido melhor e mais tranquila. Gostei da vibração da torcida, esse é o foco!!

  2. Ótimo primeiro tempo, ótimo mesmo, deu gosto de ver.

    Agora sigo o que Rafael falou, que falta fez “FerdiBruxodoSilas” no segundo tempo. Perdemos o meio campo de um forma constrangedora que fiquei preocupado. Se não fosse a falta de qualidade do Avaí, acho que estaríamos num 3 x 3 ou 3 x 2.

    Mas valeu o resultado e a GRANDE AJUDA da arbritagem. Por isso digo, nunca deve-se reclamar do arbitragem, pois a banca paga e recebe.

    Acho que ontem ficou provado que ADILSON e MAGRÃO não podem jogar juntos.

  3. O Ferdinando é fraco, mas justificou ontem sua titularidade…

    O Leandro, enquanto teve fôlego esteve bem, com uma sequencia boa (como teve Maylson) é que vamos saber qual o seu valor para o time. Acho que dos ‘medalhões’ que não estão jogando (rocca, hugo, souza) esse é o único que pode dar certo.

    Jogamos quase todo o jogo com um a mais, poderíamos ter jogado melhor e tido melhor resultado, mas deu pro gasto!

    Agora vamos invadir a Ressacada, fazer churrasco no estacionamento, tomar conta dos bares da região, cantar o jogo inteiro e comemorar a vaga!

    Dále!

  4. PÔ Anderson, entrei aqui prá reclamar de ti …. Cheguei junto com o Evandro as 21 h e o Cesar Bimbi já tava lá, deu tempo de comer às pressas uma costelinha e tomar meia taça de vinho …. mas fica pra próxima.

    Show da Geral.

    Concordo com o Rafael e com o Sid em tudo. O Adilson ontem foi péssimo, e o Douglas quando está muito bem marcado o time fica sem opções. Agora uma coisa,o estilo do Douglas é aquele, não dá pra modificar, ou se aceita o cara assim ou não se aceita. Ele caminha e até para bater o escanteio é um parto, o Roger era assim, lentamente ia até a bandeirinha bater o escanteio, mas batia bem,como o Douglas. OU se entende o jeito do cara …. Ele é extremamente habilidoso e põe a bola aonde quer, mas é assim … e vai ser assim …. No final, o Roger andava correndo e marcado lembram ? Será que era porque tinha gente olhando ele para levar ? Bem, então é mau caráter …. Mas o Douglas e o nosso melhor passador. No mais o de sempre em algumas coisas, o Jonas meteu dois e perdeu um na cara do goleiro impressionante, era só escolher o canto e dar um tapinha na bola, como diria o Anderson, mas não, ele encheu o pé em cima do goleiro. Vamos ter que nos acostumar assim tb com ele, perde 15 para fazer 2, o dia que não aparecer 10 oportunidades, não faz. Deus salve o Borges, voltou meteu foi prá galera da geral e da social, beijou o distintivo, deu uma ótima entrevista, me belisco e vou à luta.

  5. Não pude olhar o jogo, estava trabalhando, porém jogamos bem uma parte da partida e a outra nem tanto pelo que pude ver. Penso que está fazendo falta mais jogos com times melhores, a hora em que começarmos a jogar mais seguido com times de primeira linha os jogadores irão se concentrar mais os 90min.
    Da-lhe Grêmio!!!!!
    E a imprensa, querendo fazer guerra lá… Venham, mas venham forte!!!!!

  6. BAITA JOGO!!!
    Jogo com a cara do Grêmio!!! Quem quer barbadinha, que torça pro Santos e “seus meninos”.

    AGORA VAI!!!

  7. Como diria o esquartejador, vamos por partes:

    – Quem ouviu a entrevista coletiva tende a concordar que a leitura da partida feita pelo técnico Silas foi correta em todos os pontos por ele citados. Se houve um culpado por não termos goleado no 1º tempo e por termos levado bastantes sustos na 2ª etapa, desta vez, não foi ele;

    – Adílson: bem sem ter sido exuberante no 1º tempo, lastimável no 2º;

    – Ferdinando: discordo da opinião de vários amigos: ele errou passes demais no 1º tempo, retardando a retomada de bola rumo ao ataque em diversas ocasiões;

    – Adílson e Ferdinando não podem atuar juntos: um complica o posicionamento do outro quase sempre. O grande problema do Grêmio em 2010 tem sido a má escalação e o mau posicionamento dos volantes. Nenhum deles (nem mesmo Ferdinando) é ruim, fraco ou péssimo. Há os operários de pouco brilho, que marcam bem mas que não sabem sair jogando direito. Nesse ponto, insisto que a dupla precisa necessariamente ser Fernando e Willian (coisa horrível esse N no final, mas é assim, mesmo) Magrão;

    – Antes, se dizia que o Grêmio tinha muita dificuldade contra adversários retrancados. Agora, acho que o problema maior são os adversários que marcam adiantado como o Grêmio: caso não haja precisão nos passes nem visão de jogo para tocar a bola rapidamente para quem estiver menos marcado, o tiro sairá pela culatra. Mas eu prefiro que o time jogue adiantado e corra riscos também. Ontem, foi o jogo mais gostoso de se assistir em 2010 exatamente por causa disso. Basta apenas abstrairmos que o adversário não foi o SPFC, o Flamengo, o Cruzeiro, o Fluminense ou o T.A. mas que, de uma maneira ou de outra, jogamos contra um time bem mais forte do que todos os do Bovinão e tivemos uma atuação digna, apesar das falhas;

    – Douglas: jogou uma partida aceitável. Porém, sem a presença e sem o índice de acertos costumeiro. Ficou devendo um pouco, mas não se pode dizer que não participou;

    – Leandro: mal fisicamente e sem ritmo de jogo, não foi exuberante nos passes, não se apresentou para triangular com o meia, com o atacante e/ou com o lateral do seu respectivo setor como de costume. Não comprometeu, mas faltou-lhe força e entrosamento na marcação. Em parte, sobrecarregou os volantes. Maylson fez falta no time como nunca;

    – Fábio Santos: que bela partida! Vinda dele, foi até inesperado. E isso é um bom sinal;

    – Mário Fernandes: comprometeu a zaga ao preferir se mandar para o ataque sem medir o momento ideal. Quase fez um gol em uma linda jogada, mas foi a partir dali que se “emocionou” e deixou o seu companheiro Rodrigo desamparado;

    – Edílson: Silas permitiu que Mário virasse lateral por duas razões: 1) Edílson estava levando bolas nas costas e 2) Mário Fernandes demonstrou que havia um corredor que, se bem aproveitado, poderia ter rendido mais gols ao Grêmio. Foi uma atuação desastrosa, até por que o Avaí era mais veloz e mais forte pelo seu lado.

    – Ozéia (putz, se, no mínimo, fosse Oséa ou Oséas, tudo bem; mas o Z e o I são terríveis): sua entrada serviu pra tapar o buraco deixado por Mário, que passou para a lateral. No entanto, não foi suficiente, pois Ozéia é LENTO e PESADO. Não me parece burro nem tecnicamente fraco. Porém, é apenas um reserva e, dessa condição, não sairá;

    – Victor: salvou o time em três oportunidades. Garantiu o bicho para todos;

    – Borges: pena que cansou: estava excelente;

    – Jonas: eficiente, cresce ao lado de Borges. Pena que, apesar de ter feito dois gols, perdeu outros dois. Um deles, em um giro muito bonito. Ao contrário daqueles que o consideram ruim e põem a culpa até na dancinha do jogador, ele chuta com os dois pés, gira o corpo, sai da área, prende a bola e dá várias assistências. Não é craque, não é bonito, não tem personalidade forte, mas tem coragem de tentar. Até os 21 anos, só havia jogado futsal. Não aprendeu todos os fundamentos desde cedo. Tenho paciência com ele e o admiro, embora saiba que poderia custar menos aos cofres do clube. Não é tão fácil encontrar um jogador assim. Tenho certeza de que, caso ele fosse reserva, a torcida iria adorá-lo como adorava a outro reserva de luxo, Héber, que era “banco” de Baltazar em 1981.

    Enfim… Existe aquela irritação comum a quem não entende nada de futebol e tem o pavio curto porque, ou leva chifre em casa, ou porque o chefe o explora, ou porque era o último a ser escolhido na Educação Física: a de ficar furioso porque o time levou um gol em casa. Ora… Levou um gol mas marcou três. Foi contra um time de Série A e demonstrou consistência durante 2/3 da partida e não desistiu nunca. Mostrou atitude e seriedade. É impossível dar show em 90 minutos quando não se tem craques.

    Eu contrataria um lateral para cada lado, um centroavante reserva (são posições que, infelizmente, a base atualmente não nos oferece com qualidade – Bruno Collaço não engrenou, Bergson é insuficiente e não há ninguém na direita), mudaria os volantes (Fernando e Willian Magrão) e poria uma pressão do tipo “ou vai, ou racha” em Adílson e em Ferdinando promovendo Matheus Magro.

    Seria preciso ver se e onde Leandro se encaixaria mas, em princípio, não tenho nenhum motivo pra tirar Jonas ou Maylson do time.

    Torço para que julho chegue logo para nos livrarmos do “bonde” Rochemback, Hugo é “banco”, mesmo, quero que Souza volte (no mínimo para termos um bom lateral direito e uma alternativa a Douglas) e Mythiuê é muito, muito fraquinho…

    …Jogador desse tamanho precisa ser GENIAL, CRAQUE, INSUBSTITUÍVEL. Senão, desaparece. Ontem, foi o pior cartucho queimado nessa partida. Eu teria posto Hugo.

    []’s,
    Hélio

  8. Achei o segundo tempo preocupante. Ontem deu para perceber o mal posicionamento do time no segundo tempo, talvez por carência de condicionamento físico ou ritmo(Leandro e Borges). Mas o problema é que todo time parou. Necessitamos de fortalecer o grupo com um bom centroavante de área para bolas aéreas, pois o “batoré” não tem a menor condição de ficar no grupo. Necessitamos também de OUTRO VOLANTE, pois (por ontem), constato que ADILSON não tem condições de ser o primeiro (será?). E Ferdinando? É dose, mas ontem foi bem. Por que ainda não testaram o MATHEUS MAGRO? Um grande mistério! Talvez seu empresário não tenha griffe! Obs.: não sei quem é o empresário do MATHEUS MAGRO. E lembrar que o BATALHA estava de malas prontas, mas que por problemas desconhecidos “não pode pegar o avião”! Pena!!

  9. Pois é!
    Acho que o time apresentou alguns defeitos, mas seguimos acreditando. A análise do time eu deixo para vocês, até porque me perco um pouco nisso, só acho que o time apagou no final, se é contra um Santos da vida ia complicar muito.
    Josias: Uma pena! Como não apareceu ninguém eu voltei ao Preliminar para tomar mais uma cervejinha e depois fui entrei no Estádio. Vou de GERAL e aí não dá para entrar tão em cima do laço. Mas com certeza fica para uma próxima, e que seja logo.

  10. Normalmente evito comentar atuações individuais de jogadores do Grêmio, até porque são patrimônio do clube e qualquer crítica mais contundente pode gerar interpretações equivocadas por parte de muitos.

    Li atentamente a análise do Hélio e fecho com ele no quesito Fernando e W. Magrão. O menino Fernando tá pedindo passagem desde a pré temporada e o Magrão, junto com o Maylson, são o sangue e a raça que tanta gente reclama faltar ao time, além de uma boa qualidade. Nenhum dos dois é craque, mas podem sim ser bons titulares.

    Com relação aos demais comentários, fico numa dúvida tremenda: SE A AUSÊNCIA DO FERDINANDO É SENTIDA, ENTÃO TEM ALGUMA COISA ERRADA, NÃO ACHAM?

    E já que fiz o que não costumo fazer (comentar individualidades), não posso me esquivar de lançar um veneno: quando o Fábio Santos joga a “sua melhor partida desde que chegou no Grêmio” (como foi dito pelo R.C.Ostermman) e só mostra aquilo de ontem, então não serve para o meu time. Como aliás eu acho já há muito tempo.

    Mas, como diz o sempre otimista Bernardon, AGORA VAI!

    Exatamente para onde, confesso que não sei, mas VAI!.hehehehehehehehehe (uma brincadeira nunca é demais)

    Josias: podias ter me convidado para a costela, não é? Ficaste em débito comigo, e vou cobrar, tá legal?

  11. Só vi o segundo tempo, devido a motivos profissionais e pela TV

    -EXCELENTE resultado, escapamos de um empate

    -O avaí entrou desfalcado, perdeu jogador expulso e mais dois titulares por lesão e mesmo assim, mais uma vez o time passou por EXTREMAS, dificuldades defensivas, a defesa estava DESPROTEGIDA em combate direto com os atacantes

    -Adílson é uma mosca tonta e o Ferdinando uma mosca morta, um compromete pois sai do lugar e o outro porque fica dando trote e cercando… NENHUM dos dois desarma, ganha rebote ou primeira bola.

    -os zagueiros do avaí por mais de uma vez concluíram na nossa área, fossem jogadores de mais qualidade estaríamos fudidos

    -o time com um a mais que não consegue girar a bola e manter a sua posse, dada a diferença técnica é reflexo da falta DE TREINADOR seja pelas atitudes seja pelas escolhas que faz

    – contra o Pelotas os dois lances de penâlti saíram de lançamentos longos da defesa ontem isso se repetiu aponto de o goleiro lançar uma bola quase rasteira até a nossa intermediária…

    – a equipe não tem conjunto, nem organização logo NÃO TEMOS TÉCNICO, eram dois blocos um na frente e outro atrás e NADA no meio por isso discordo veementemente que o Ferdinando fez falta, falsa premissa, não havia organização

    PROPONHO AOS MODERADORES QUE VEJAMOS O JOGO DA VOLTA NO ROLETE !

  12. A torcida não tem direito ou razão nenhuma em chiar com o Douglas, quem agüentou o Tcheco dois anos se arrastando em campo tem que ficar bem quietinho.

    Dos homens de meio o Douglas é o que mais rouba bola é só olhar o jogo

  13. Ah, esqueci de um detalhe colhido do bom texto do Hélio Paz:

    O Hugo é banco ………….

    Eu completaria: o Hugo é quase um BANQUEIRO, pelo salário que recebe hoje no Grêmio.

  14. Bom como eu disse no jogo anterior, podem me chamar de louco, mas o Mario tem que jogar na lateral direita, ja que o Edilson so esta la pra fazer numero! E acho que falta uma pouco de cancha pro Mario na zaga, coisa que ele deve aprender e vir a ser um grande zagueiro!
    O Adilson parece um boi cansado, por isso o Ferdinando e titular!
    Livrem-se do Rochemback, com metade do salario dele, da pra pagar o Battaglia do Boca, o 5 que nos falta!

  15. Marcelo, eu também não fui convidado pelo Josias para a tal costela.
    Ele fica devendo uma costela no rolete na quarta-feira!!!

  16. MARCOS ALMEIDA está com a razão. Embora o Ferdinando (ou FerdiNADA) tenha ido bem (o bem é q não foi horrendo), há um “deserto” entre a defesa e o ataque. Isso é MAL POSICIONAMENTO: má organização tática. E isso é atribuição do senhor Silas. Esse treinador tem uma única virtude/carcaterística: motivação. Portanto essa “qualidade” tem prazo de validade. Falta-lhe técnica e qualificação para perceber o jogo e modificar a postura do time. O segundo tempo escancarou isso. Neste aspecto, entraria a Direção de Futebol, ou seja, o comando do sr. Meira. Mas aí….Sem solução!! Como o cenário continuará o MESMO (com Meira e Silas), o jeito é torcermos para o Edilson virar “bancário”, pôr o Mário ou outro lateral (CONTRATAR), escalar outro volante (Fernando, Matheus, Mário Fernandes,..) e arranjar a postura tática de Douglas e Leandro (ele tem bola)ou Maylson (não me convence, embora sua corretíssima disciplina tática – sobe, desce, marca,..mas falta bola e chute). AGORA VAI!! DESDE QUE OREMOS!!

  17. A Geral voltou a ser Geral. Que espetáculo e que maravilha. Que energia. Quanto ao time em campo, gostei do que vi, ou consegui ver, porque o descontrole foi formado ontem a noite. Gostei do time principalmente no primeiro tempo. Obviamente, não iríamos manter o ritmo e caímos um pouco no segundo tempo. Faltou controle do jogo na etapa complemnentar. O que percebo as vezes é que falta um líder dentro de campo, que não o Victor. É necessário estar ali no meio-campo ou na zaga mesmo. Bueno, mas, o time teve sangue.

    Agora, fica uma pergunta: será que o Zé Alberto Andrade cantou o Hino Rio-Grandense com a Geral??

    Dá-le!!
    Cláudio Medeiros

  18. Concordo com o Claudio Medeiros, o Victor fica muito longe do juiz e nao abre a boca pra nada, vide jogo contra o Pelotas!
    Meu capitao hoje seria o Rodrigo!

    AH! E o Mario na lateral onde foi varias vezes o melhor em campo.

  19. Desta vez, eu achei que o Silas não foi mal na leitura do jogo. O problema é que a falta de laterais de qualidade e a escalação dos volantes errados torna qualquer expectativa ou análise prévia de partidas contra clubes da Série A completamente imprevisível, seja dentro ou fora de casa.

    O adversário sempre terá (ao menos no início) 11 jogadores + 7 no banco de reservas, além de um técnico e um preparador físico. Em muitos casos, o que separa um jogador medíocre de alto salário, boa reputação e trajetória constante dentro de grandes clubes de outro é marketing, exposição na mídia e um agente antenado e bem relacionado. A continuidade dentro de um determinado nível de exigência gera a necessária autoconfiança pra fazer com que esse jogador supere a si mesmo.

    Então, quando se perde para um Pelotas da vida ou quando se ganha de um Barcelona, não é porque o Grêmio jogou de salto alto contra um e jogou final de Copa do Mundo contra o outro. Pra mim, na 1ª divisão das 20 principais ligas do mundo, pelo menos entre clubes que não são debutantes no principal campeonato de seus países, realmente não existe mais bobos.

    O plantel é aplicado? Ele é tecnicamente MUITO superior ao adversário? O técnico é motivador, estudioso, detalhista e bem articulado?

    Acho que é isso o que precisamos responder ao analisarmos a diferença entre o Grêmio que queremos e o Grêmio que podemos ter. Cada torcedor tem um limite subjetivo daquilo que o faz resignar-se ou cobrar, relativo a quantos ou a quem dentro do plantel e da comissão técnica. Porém, hoje, não posso mais dizer que Silas é um incompetente ou um despreparado, assim como acho que Jonas, mesmo limitado, possui, sim, um valor importante.

    Claro que eu preferia que meu time fosse Victor; Maicon, Mário Fernandes, Lúcio e Abidal; Xavi, Essien, Gerrard e Messi; Torres e Eto’o. Mas, infelizmente, não pode ser. E, se não o é, que possamos insistir para que se invista mais e melhor na base e para que só se traga medalhões na ponta dos cascos para ser titulares, jamais torrar dinheiro em reservas medíocres.

    Além disso, o limiar entre a paciência pra esperar até onde pode evoluir o trabalho e até que ponto já deu o que tinha que dar é muito tênue.

    []’s,
    Hélio

  20. Grande Marcelo. Cara, o seguinte, vou sempre ao Metropole jantar quando o jogo é tarde antes dele e quando é cedo depois, com meus filhos, aparece sempre lá e ou me dá um toque no fone …

    Banqueiro mesmo é o Gordo Roca, o Hugo ainda entra e de x em quando faz um gol ou algo que preste, ele tem sua utilidade, mas o Fábio meu deus do céu tá uma velha gorda, a propoósito o Paixão deveria puxar as orelhas, ou a barriga dele, e o Treinador deveria tirar ele até do banco, o cara tá demais, quer dizer, de menos.

  21. Mas, que time é esse Hélio?? Pode botar contra ali no campo da Tuca mesmo que vão tomar um roda. rsrsrs. Ok, se reclamarem do gramado ou da falta do mesmo, marcamos na PUCRS. Só pra não ter choradeira.

    Guilherme, não precisa nem trocar a tarja de capitão. Pode deixar com o Victor. Me refiro a uma liderança espontanêa dentro do campo. Acho o Rodrigo Cambará uma boa, de longe, mas digo de longe, pois não estou dentro do vestiário, me parece ter esse perfil. é só uma questão de trabalhar isso com ele dentro do grupo todo para torná-lo esse líder. Mas, uma ressalva…o líder não é só aquele que “bate”/chega junto, joga truncado, etc…tem e deve ter noção tática, um jogador inteligente, acima da média que consiga fazer a leitura do jogo em momentos como o de ontem no segundo tempo.

    Cláudio Medeiros

  22. Marcos Almeida tem razão. Não só pela comparação com o Tcheco, mas pelo que se constata em campo. Exemplo: no segundo tempo, principalmente após os 25 min, ficou notório que o Douglas prende a bola, erra alguns passes, atrasa o jogo, porque ninguém o acompanha! Fica complicado pra quem tá na função de armador receber a pelota e ver que todos companheiros permanecem estáticos, sem a movimentação necessária para desviar da marcação. Pensei que o Mithyuê (êê nomezinho difícil) ia solucionar, mas não.
    No más, fizemos bom resultado e semana que vem to lá! Agiliza um canto na maloca ai, Michel “Evo” Fernandes, pois temos que calar o hino nacional cantando o já clássico amor ao pago!

    obs: alguém da direção podia fazer a gentileza de censurar as insistentes comparações que o “pastor boneco do avaí” faz com os macacos a cada coletiva, pois tá ficando até chato. PASTOR, ESQUECE AQUELES AMARGOS E FOCA NO TEU TIME!!

  23. Parece que é de propósito. O segundo tempo está mesmo se tornando um “filme de horror”, como diz o Rafael targanski. Por mais boa vontade que se tenha, não dá pra entender a queda de ritmo e a desorganização tática da equipe nos 45 minutos finais. O Hélio fez uma boa leitura dos desempenhos individuais. Discordo apenas dessa sua recaída pelo futebol do Fábio Santos. Aliás ele e o Edilson, no meu entender, e isto vem se repetindo, mesmo quando jogam bem, jogam mal. O Gremio merece coisa melhor. Acrescente-se a tudo isso a falta de aptidão do treinador para fazer as correções necessárias no momento adequado. A leitura de jogo do Silas tem se mostrado equivocada e as mudanças, pelo mesmo motivo, mais ainda. Agora, não vou deixar de elogiar nossos atacantes. O ataque – quando jogam juntos Jonas e Borges, é claro – é o único setor da equipe que funciona. E isso se deve mais a seus esforços e qualidades inidividuais do que a alguma providência tática. Acho que assim está bom. Qualquer interferência externa pode estragar o que vem dando resultado, e o que se tem visto ultimamente, é que mais atrapalham do que ajudam. Ganhou o Gremio e isto é bom. Será que o treinador sabe porque ganhou? Eis a questão…

  24. Fernando-Maylson-W.Magrão-Souza ( Douglas, ou Hugo )
    Leandro e Borges

    esse é o time do meio prá frente

    o convite ppro churra foi feito aqui mesmo, Bernardon.

    cbimbi

  25. Darcílio,

    O Fábio Santos jogou bem em relação a ele mesmo. Isso é diferente de considerá-lo suficiente para o Grêmio. Como é o que temos, se ele conseguir modificar a sua maneira de jogar de forma que consiga superar pelo menos parte de suas limitações, já é alguma coisa! :)

    No mais, que tal os moderadores colocarem um post daqueles que fica no topo da página de hoje até a próxima quarta convocando o pessoal pra assistir ao jogo no Costela no Rolete?

    Antes, quem conhece o proprietário poderia garantir aquele salão de sempre todo pra nós + PPV.

    []’s,
    Hélio

  26. o Souza era xingado até dias atrás, não pode voltar a povoar nosso pensamento como titular!
    Acho que o Douglas jogou pro gasto ontem, mas é melhor pro time do que o Souza, que no máximo poderá ser opção pro meio ou um bom lateral direito.

    Mario na lateral pode ser uma boa, sabe jogar ali, mas é cobertor curto, vai abrir um buraco novamente na zaga. Da um frio na barriga só de pensar em Ozea ou R. Marques como titulares na zaga.

    E não entendi a afirmação de que o Mithyue é muito fraquinho. Fisicamente ou tecnicamente?
    Não o acho fraco em nenhuma das opções. Se olharmos bem ele tem corpo e sabe proteger bem a bola. Tecnicamente é muito bom, passes corretos, bom chute, drible rápido.
    Não acrescentou muito ontem, mas entrou na 3ª função do meio, onde não havia jogado ainda. Já mostrou que pode ser boa opção de atacante pelos lados e quem sabe um meia de ligação, onde joga o Douglas.

    Vale o mesmo pro Mithyue o que vale pro Douglas, jogou abaixo do que pode, mas sabe o que faz.

    E o Fernando é meia, ao menos pro Silas.
    Não temos um camisa 5 decente no Olímpico desde Rafael Carioca e Eduardo Costa!

  27. Sobre o douglas, creio que o josias disse tudo, ele é isso mesmo, como o roger e como outros autênticos camisa 10.

    Tem que botar uma pilha nele pra correr um pouco mais, cercar o adversário, como o mano fez com ele no curintia, mas é isso.

    Autêntico camisa 10 é coisa rara, eu valorizo isso, nem sempre joga tão bem, nem durante o jogo inteiro, mas a bola não sai quadrada do pé dele quase nunca. O Tcheco nunca deveria ter vestido a 10, aliás.

    Semana que vem vai ser uma correria atrás de ingressos aqui na ilha, mas de qualquer jeito tamo assando uma carne e cantando o hino nacional lá na ressacada, dále tricolor!!

  28. O Mithyuê começou na base de volante, depois jogou na meia e por fim de atacante.

    Pra mim ele é bom segundo atacante, tem bola pra tomar o lugar do J7, já o leandro nunca foi atacante de ofício, no sp diziam que ele era atacante pra disfarçar o 3-6-1 ou o 4-5-1 qdo ele jogava.

  29. Rafael Targanski,

    Não digo que Souza seja melhor do que Douglas, mas é o que mais se aproxima em termos de características e de posicionamento. O Douglas é titular e não teria que ser diferente. Contudo, Douglas é um atleta temperamental dentro de campo. E Hugo não é seu reserva imediato, pois a dinâmica que traz consigo é completamente diferente.

    Em relação ao Mithyuê ou Mythiuê (tô sem saco pra procurar agora), ele chuta bem de fora da área, sabe driblar, é veloz e protege bem a bola. Porém, sempre que seu marcador foi um homem veloz e alto, sucumbiu.

    No mais, discordo da visão do 5 ou de 1º volante e 2º volante, pois ambos precisam ter as mesmas características, mesmo que um seja um pouco mais veloz e o outro um pouco mais forte, mas um de cada lado cumprindo a mesma função, inclusive devendo inverter o lado pra confundir a marcação do marcador, do atacante ou do lateral que cair por ali. Eu prefiro o time em linha do que em losango, pois oferece mais variações no contra-ataque e deixa a defesa menos vulnerável.

    As figuras do “xerifão” e do “volante brucutu” felizmente não existem mais. Sandro Goiano foi a última ruindade desse naipe e espero que não seja parâmetro de contratação daqui pra frente. O mesmo vale para Tcheco, o ídolo de uma torcida sem memória.

    Aliás, por falar nisso: Fábio Santos não seria o Patrício pelo outro lado? Um ruim que vai ficando e eventualmente dá sinais de melhora porém dificilmente confirma?

    []’s,
    Hélio

  30. Hélio, interessante a tua análise sobre alguns jogadores. Discordo apenas quanto ao Mithyuê. É bom jogador. Porém em apenas 20 min. é difícil mostrar serviço. É oriundo do futsal. Vai demorar a adaptar-se. Tem talento. Vale par ele a mesma compreensão com o Jonas( análise brilhante sobre ele).
    Não vamos falar em Santos. Muita humildade. O Borges foi muito maduro ao ser perguntado sobre o SFC.
    O SCI mais uma vez levou um garoto nosso. Vamos dar a resposta. Não vamos nos fazer de coitadinhos. Acabou o acordo de cavalheiros. Na verdade eles são apenas cavaleiros.

  31. Artur,

    Posso até estar enganado. Mas, por hora, o Mithyuê me parece o tipo de jogador que terá muitas chances no Grêmio, mas que não conseguirá manter uma regularidade. Aí, quando for jogar em outro clube da Série A, ao jogar contra nós, vai destruir.

    E, olha, que eu não tenho esse tipo de impressão sobre ninguém que foi promovido desde a era Roth…

    Pra ser sincero, quero que ele vingue, que ele passe pelo menos duas temporadas completas dando títulos e se destacando. Que seja convocado para a Seleção e que seja negociado por uma fortuna com um clube de ponta da Europa. E que, lá, ele não se adaptará. Ainda jovem e bem fisicamente, que volte para o Olímpico mais experiente, a um valor justo e permaneça vários anos.

    Mas nada me traz segurança sobre esse desejo…

    []’s,
    Hélio

  32. Rafael Targanski,

    Taí um outro tipo de relação que muito me preocupa no Grêmio: seja um funcionário (como é o caso de Rodrigo Caetano) seja um dirigente (como no caso de Odone, por exemplo), parece que a empatia e a rede social que eles estabeleceram foi muito mais rica do que a que o Duda é capaz de estabelecer.

    O caso do Rafael Carioca no Vasco empobrecido e mal administrado reflete muito mais a confiança do jogador e do seu agente na figura de Rodrigo Caetano (por empatia, por amizade) do que o interesse em valorizar a instituição Grêmio como um porto seguro.

    Há também a questão da competência (ou da falta de): se o Grêmio tinha dinheiro e se realmente queria o jogador (como especulou-se na época), faltou AGILIDADE e INSISTÊNCIA.

    Em diferentes departamentos, o Grêmio segue um padrão que não é bom: parece que se tem boas ideias, mas elas esbarram em alguém. Depois, quando o prazo está em cima do laço, retoma-se a ideia e se põe a executá-la. No entanto, faltou planejamento. E, nas coxas, não sai nada direito.

    []’s,
    Hélio

  33. Li tudo…
    Só uma coisa me assusta….

    O SOUZA NÃO PODE VOLTAR AO TIME DO GRÊMIO… ALÉM DE UM TREMENDO PELADEIRO É UM DESAGREGADOR…

  34. É isso aí Sidnei. Souza não me serve mesmo. É o tipo do jogador símbolo de contratação cara e fracassada. Me lembra os jogadores do “nal” dos anos 80 e 90. É uma coisa meio Falcão, joga muito, craque, mas a gente ta sempre olhando pro outro lado quando ele joga porque nunca vê isso.

  35. O Souza joga muita bola. Pode jogar na meia (3 ou 4 homem), segundo atacante e até de lateral ou ala. Os direitos federativos são do Grêmio, portanto ele é PATRIMÔNIO do Grêmio. Desculpem, mas não podemos depreciar nossos valores! Para que o Souza seja um integrador e desempenhe seu grande futebol, TEM DE HAVER COMANDO NO VESTIÁRIO. Há ou haverá comando??

  36. Casa vez mais a imprensa vermalha me dá razao pra parar de ler jornais.

    HJ, Wianey (Zero Hora) e Mombach (Cpovo) derão uma audiencia danada para aquele escanteio mal marcado contra o avai. fora o q escutei na radio.

    O inter teve penaltis mal marcados, gols em impedimento e etc em todo o campeonato brasileiro do ano passado. nao falavam nada. nilmar cansava de fazer gol impedido em grenal.
    nao falavam nada. silencio total.
    e o sandro que nao foi expulso conta o nh????

    O proprio pelotinhas (nao que isso seja desculpa para nós perdermos em casa para esse timeco) nao teve um penalti contra marcado, num empurrao claro em cima do jonas. silencio total

    e agora por causa de UM ESCANTEIO fazem um furdunço dizendo que o gremio foi favorecido pela arbitragem e etc.
    é muita cara de pau!
    sem falar que o avai teve tb um escanteio mal marcado a seu favor durante o jogo.

    a imprensa vermelha só vai sossegar qdo eles conseguirem o que querem: uma arbitragem a favor do avai em floripa.

    imprensa vermelha fdp. UM ESCANTEIO! UM ESCANTEIO!!!!

  37. Vitor ,o Souza é bom jogador. A tua opinião sobre o futebol dele é o mesmo da minha filha. Ela acha que Souza tem um futebol diferenciado.
    Patrimônio tem que ser valorizado e não depreciado, mesmo com críticas.
    Ao final da partida contra o Avaí tive uma sensação de ter tirado vantagem. Essa sensação é uma rotina na torcida vermelha.
    Para nós foi diferente. A torcida do SCI, do São Paulo e do Corithians não conseguem mais essa sensação, pois o que é costumeiro não dá prazer.
    O grenal de Erexim foi fundamental nos rumos dos dois clubes no ano passado. Tivemos um gol legítimo do Jonas que não apareceu na súmula. Esqueceram de anotar?

  38. Mas nem sobre o jogo do Avaí deixamos de nos pautar pelo Internacional? Quem sabe eles lá e nós aqui?

    Pior é que quem começou com essa história de escanteio foi o Presidente Kroeff ao dizer que não entendia a reclamação do Avaí. Perguntado por que reclamara então do pênalti não marcado sobre o Jonas no jogo com o Pelotas. Respondeu que o beneficiado, mesmo com erro de arbitragem, não tem porque reclamar. Fica clara a dupla moral. A mesma que os de lá aplicam. Então, por que ainda continuar-se com esse tipo de argumento?

    Cuidemos de nós, que temos muito a fazer.

  39. Raul se a mídia fala com enfase de um escanteio, temos que LEMBRAR o que ocorreu do outro lado, simples

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.