Comunicado oficial do GRÊMIO!

Segue a carta do GRÊMIO à Prefeitura de Porto Alegre:

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, look na pessoa do seu presidente, cialis protocolou, junto ao gabinete do prefeito de Porto Alegre, uma solicitação para que a prefeitura tome previdência nos aspectos de segurança e mobilidade em relação à abertura provisória da alça da BR-448 que desemboca junto à Arena do Grêmio.

carta koff

http://www.gremio.net/news/view.aspx?id=16933&language=0

A Gerência

Sempre Imortal, o blog da torcida GREMISTA!

Participe da discussão

11 comentários

  1. Será que o Koff vai fazer desses limões uma limonada ??
    Agora veio o Gargamel, ops, Geromel.

    Que os planetas estejam alinhados e os deuses estejam no nosso lado como em 1995.

    boa ceva a todos

  2. E brabo o gremio ter que pedir por favor a pmpa para que a mesma providencie mobilidade urbana no bairro.
    Enquanto isso esse lacaio do fortunati tirou ate as cuecas para as obras do aterro…ninguem fala nada do inter ter construido parte do remendao sobre o passeio publico!?

    Na eleicao gremista que tiver um pingo de vergonha na cara tem que lembrar muito bem manuelinha, ana amelia, paim, bosco vaz, beto albuquerque, fortunati que e gremista mas e sem vergonha e cretino, pois nao move uma palha por melhoria no entorno da arena.

  3. É, pois acreditem, tem gremista defendendo esses políticos lacaios e atacando o Grêmio, dizendo que o clube tá achacando o pohre governo federal, pra construir as obras do entorno da arena.

    Mais um motivo pra estarmos nessa seca: no inter eles usam os políticos em prol do clube. No Grêmio se usa o clube em prol da agenda política.

    E la nave va…

  4. Muito blablabla sem conhecimento de causa. Quando do licenciamento da obra a OAS se responsabilizou por toda a parte viária, incluindo implantação da AJ Renner com 3 pistas, duplicação da Boéssio, túnel ligando a Farrapos com a AJ Renner, alça para acesso na Ernesto Neugebauer, ampliação da Estação Anchieta, entre outras coisas. Isso está documentado no EIA, págs 630 e 631. Depois a prefeitura assumiu tudo, inclusive as vias internas do empreendimento.

  5. Na eleicao gremista que tiver um pingo de vergonha na cara tem que lembrar muito bem manuelinha, ana amelia, paim, bosco vaz, beto albuquerque, fortunati que e gremista mas e sem vergonha e cretino, pois nao move uma palha por melhoria no entorno da arena.

  6. as últimas noticias indicam que Moreno e Leandro serão liberados, inclusive com o Grêmio pagando parte do salário do Moreno, junto ao Cruzeiro.
    Ou seja, estamos reforçando o melhor time do Brasil na Libertadores e ainda ajudando a pagar seu salário. Sem comentários, afinal estamos em clima de festas…

    Ficaremos com o ataque inexpressivo de 2013, Kléber e Barcos.
    Leandro está pronto para ficar no Palmeiras e não duvido que consigam mesmo reduzir o valor da sua venda. Era um jogador diferente pra 2014, com velocidade, algo raro no Grêmio.
    Souza tb parece estar indo embora, custou 8 milhões no início do ano, 24 anos.
    Seria uma troca por Rhodolfo, 27 anos, que dizem custar 5 milhões.

    Espero que o Grêmio não entre na onda do taco a taco, pois um volante como Souza tem muito mais valor que um zagueiro. Jadson poderia entrar nesse negócio, ou quem sabe Oswaldo.

  7. A OAS realmente tem que fazer algumas obras que são a contrapartida do projeto Arena. Mas, me parece que o poder público também tem sua culpa no cartório. O federal porque projetou uma alça da estrada dentro do bairro, justamente onde estará concentrado o maior fluxo de torcedores e veículos por ocasião dos eventos na Arena e, mesmo que ela ali não estivesse, o impacto ambiental ainda assim seria muito grande. O municipal, porque simplesmente abandonou o bairro, basta ver o lixo, o mau cheiro, o péssimo estado de conservação das ruas onde transitam carretas pesadas e, também, do parque Mascarenha de Morais que não cumpre plenamente com sua função social por absoluta falta de equipamentos e de manutenção e não é de hoje.
    O argumento de que o projeto da estrada é anterior à construção da Arena não justifica a falta de solução para o “gargalo” que inevitavelmente ocorreria. Também se diz que o projeto da Arena “avançou” sobre a rodovia. Mas, vem cá, a diferença de algumas dezenas de metros mudaria o panorama do impacto do fluxo de veículos no bairro, uma vez que as vias não estão preparadas para receber a demanda de veículos? Obras públicas além de resolver problemas de mobilidade tem que favorecer a qualidade de vida da população. Me parece que a alça que cai bem na frente do estádio, deveria ter sua continuidade elevada até a junção com a rua Ernesto Neugebauer, desafogando o entorno da Arena. Não sei se amenizaria um possível engarrafamento em dias de jogos, mas não poria em risco a vida dos moradores e torcedores que se aglomeram nos bares e espaços adjacentes. Não sou especialista, apenas um observador. A solução só será possível com a união de todas as partes, cada uma fazendo sua parte. Há que se trabalhar e muito em conjunto para encontrar uma solução, pois, a tendência é a mobilidade no bairro ficar ainda mais caótica com a construção da nova ponte do Guaíba.
    Acho que a zona sul já foi favorecida demais pela administração municipal com obras de vulto.
    Quem sabe, agora, é chegada a vez da revitalização da orla norte da Capital com a implantação de um parque entre a nova ponte do Guaíba a ser construída e a ponte estaiada da Br 386 e uma estação de embarque para o Catamarã. Obras complementares também ajudariam a resolver os possíveis entraves de mobilidade.
    Como podem ver, o problema é complexo e exige uma ação política conjunta, que deve se sobrepor a morosidade da burocracia e das picuinhas partidárias. Faz bem o presidente koff em exigir soluções.
    A Copa aí está e inevitavelmente a Arena será um dos cartões de visita da cidade. Somada à nossa frustração, seria um tiro no pé apresentá-la aos visitantes com seus problemas de acessibilidade escancarados e em meio a um bate-boca das partes envolvidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.