Com a Vitória Temos que Racionalizar

Na situação que o Grêmio acordou domingo, sickness só um pensamento me passava na cabeça: O Grêmio precisa ganhar.

Para mim pouco importava o reencontro com Celso Roth, physician se seria 4-5-1 ou 4-4-2, patient se Brandão ou André Lima, Miralles ou Leandro, se Marquinhos iria fazer mais que Douglas, se os atacantes do Grêmio iriam fazer os gols…

Tudo isso pouco importava, se entrasse em campo um sub-17 do Grêmio e tivesse ganho, tá de bom tamanho. A vitória é o que importava para mim. Óbvio que não foi um sub-17 do Grêmio que entrou em campo, ao menos quem é pago pelo futebol pensou mais do que eu.

Meu coração e minha mente já estão de tal forma que para mim Roth já está no Grêmio a mil anos e essa coisa de reencontro é palhaçada, coloca a bola no centro e vamos atrás dos gols.

Mas acho que era só eu assim. Todo gremista tá nervoso, mas alguns ficam nervosos de formas diferentes. Vaiam um jogador quando erra o passe, não gosta quando o time toma gol – quem gosta? – ficam irritados que o time não arriscou a gol no terceiro toque de bola depois do pontapé do meio de campo. Ninguém gosta de levar gol, principalmente de um jogador que veste a camisa da Seleção Brasileira sem mérito algum.

Assim como torcedores diferentes, existem jogadores diferentes. Marquinhos ontem foi um deles. Não vou dizer que “não se abalou“, deve ter se abalado mesmo, mas mesmo abalado esperou o passe de Lúcio em condição legal e escorregando chutou a gol, a bola pegou no pé do pó-de-arroz e entrou. Abalado ele empatou.

Depois em uma cobrança de falta, Marquinhos ampliou e virou o jogo. O jogador pode não ter feito muito depois disso, mas fez o principal do futebol, gols. O diminutivo de Marcos (ou Marcus, nem sei) fez o mesmo que Douglas poderia ter feito.

Abre uma questão, Douglas e Marquinhos jogando juntos ou disputando vaga? Para mim são dois estilos de jogos parecidos em pernas opostas, um canhoto e outro destro. Pode dar certo se tiver laterais velozes e presentes, caso contrário não imagino sucesso. Acho sim que eles disputam a vaga e que o autor dos gols de ontem merece a sua chance.

Quanto ao Victor, é um baita goleiro, não vou discutir isso e quem não concorda comigo é um imbecil comente sua opinião! Mas como qualquer ser humano, não foi capaz de vencer a chuva. A falha dele no gol, caso tivesse mantido a posição e não tentado o soco na bola, só seria corrigida com uma das suas baitas defesas de quando a arquibancada não pensava em trocar de goleiro. Logo, qualquer outro goleiro poderia sofrer aquele gol. Enfim, ele saiu, ficou no ar e Fred marcou, entre dois zagueiros. Depois deu muitos sustos com a bola molhada que escorregadia. A torcida que tem em Marcelo como a solução dos problemas está matando um para trocar 6 por meia dúzia, mesmo que as duas alternativas tenham qualidade.

Eu sempre falei de André Lima, defendi, fui contra, defendi e agora reconheço que é hora dele pegar um banco. Brandão entrou e fez mais que ele, se movimentou melhor e até teve mais chances. André Lima saiu de uma lesão difícil e não vai ser da noite pro dia que ira voltar atuar como antes. Temos de dar tempo ao tempo.

 

Agora é vencer o Ceará fora e continuar torcendo com a cabeça junto do coração, querer medidas “desesperadas” de melhora não ajuda ninguém.

Publicado por Fane Webber

Minhas redes sociais. @faneinbox no Twitter. /faneinbox no Facebook. faneinbox@gmail.com é o e-mail de contato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.