CHEGA DE VIOLÊNCIA

Os moderadores do Blog GRÊMIO SEMPRE IMORTAL repudiam frontalmente as atitudes de pessoas que se dizem torcedores do GRÊMIO FOOT-BALL PORTO ALEGRENSE ocorridas na cidade de Bento Gonçalves.

O que deveria ter sido uma recepção festiva à delegação tricolor transformou-se algo lamentável em frente ao hotel onde nosso tradicional adversário encontra-se hospedado naquela cidade.

Esses NÃO SÃO TORCEDORES DO GRÊMIO.

Participe da discussão

42 comentários

  1. Quando li no site globo de que o outdor de bem vindo ao Grêmio tinha sido depredado, não precisei de um segundo para concluir que haveria represália. Não sei, apenas, porque a mídia daqui não noticiou a depredação primeira e somente se focou na represália. Não que a primeira justificasse a segunda, mas é que sempre fica a impressão, ou tem ficado, que os baderneiros tem só na torcida do Grêmio. Esta é a sensação que fica ou tem ficado. Os arruaceiros estão em todas. Agora, cá prá nós, tem coisas que podem ser evitadas. Aqui se discute se a torcida de um poderia ir no estádio do outro em Grenais, ai os caras vão prá mesma cidade e ficam quadras de distância. Isto pode ser evitado. Existem meios de prevenção da violência, e parece que ao contrário de ser utilizados facilitam …

  2. Josias de acordo com a diferença no tratamento entre os dois tipos de baderneiros, há baderneiros dos DOIS lados.

    O que pesa pro lado dos que se misturam com o Grêmio é que 3 fatos grandes ficaram impunes a queima dos wcs químicos, a depredação do relógio e a agressão ao Carvalho, que até cântico ganhou da Geral…

    Não há justificativa em ir pra frente do Hotel dos outros, o cara lai na foto correndo tá com abrigo do Jventude ou do Palmeiras? É Gremista?

    E temos de trata-los assim, qualificando-os como não torcedores para que o rótulo não se agregue ao GRÊMIO, porque a brigada tem de escoltar os organizados no Grenal? Para proteger eles dos outros e outros deles e a todos demais de ambos, ou essas romarias são feitas carregando rosas? Um lado espera e outro quer porrada.

    A mídia ao noticiar isso, potencializa o fato e acirra mais os ânimos, está na hora Secretaria de Segurança Pública mobilizar a inteligência e coibir isso. Vejam o caso Becker a mídia vem a um ano detonando as investigações poruq estas corriam em sigilo e eles não tinham manchete… e os resultados apareceram.

    Pra mim não interessa saber quem começou é infantil isso e não resolve nada

  3. Bom.
    Eu acho que quem vai a GREnadas fora sabe muito bem o que é ir. Como se é recebido lá, o tipo de coisa as quais somos submetidos no caminho. Todo jogo é a mesma coisa. Somos tratados como animais. Mas quem não vai de onibus sabe muito bem disso.
    Quanto aos impunes casos dos banheiros quimicos. Poxa, já falei sobre isso infinitas vezes. Os banheiros nem deveriam estar ali, eram completamente irregulares e estavam IMUNDOS!!!!! Aquilo era uma ofensa, um desmerecimento sem precedentes. Se a torcida não tivesse queimado, feito o barulho que fez, ainda estaríamos sendo recebidos com eles. Hoje em dia eles molham, enlameiam todo a passagem do brete até a entrada do estádio deles. Adianta falar? Adianta reclamar para BM, para direção do GRÊMIO? Não!! Ninguém liga, ninguém dá a mínima.
    Sobre o que aconteceu em Bento. É errado? Claro que é! Mas a sociedade é assim, senão fosse para que polícia? O que me revolta é que tu não vê um dirigente deles falando mal do que a torcida deles fez, não vê os blogs falando disso. É só no GRÊMIO.Por favor, digo eu. Aplaudo a atitude do Meira. Queriam o que? Que ele dissesse que a torcida do GRÊMIO é um horror, qeu só tem marginal. Desse pano pra imprensa que já vive nos malhando?
    Mas sei lá… Devo estar muito errado.

  4. Pré-temporada tem que ser em cidade separada!
    Era óbvio que ia dar nisso. Os coloridos quebram o outdoor do Grêmio, não esperava outra reação da torcida do Grêmio. É irracional, mas é a realidade. Será que não pensaram que isso poderia ocorrer??
    Olha o tamanho de Bento, os dois grupos estão lado a lado, é só atravessar a rua que se chega no hotel do outro time.

    Mas o que impressionou mesmo foi o tamanho da recepção das duas torcidas. Mais um banho e uma aula dos gremistas!!!
    Mas isso não é mostrado…

  5. e não é mostrado principalmente pelo nosso (inexistente) mkt, que nem pra ir à imprensa e alardear o fato prestam…

  6. Hostilidade sim, fosse outra coisa, seria como no tempo em que os torcedores em GREnao entravam pelo portão do adversário cruzavam na frente dos adversários e saíam ilesos, no máximo molhados, do outro lado

  7. 1. Marcos, eu não disse que me interessava saber quem começou, registrei apenas que os dois fatos eram noticia e um deles não havia sido objeto de menção jornalística mais incisiva por aqui. De qualquer forma é da vida amigo, a cada ação segue-se uma reação. Mais ainda, se o primeiro fato tivesse tido punição imediata ( me custa a crer que a autoridade policial dele não sabia se até o site globo informou ) talvez o segundo não tivesse ocorrido. TAlvez.

    2. Os agressores do FErnando CArvalho, ao contrário do que noticiaram alguns, se não todos ao menos dois cumpriram, sim, suas penas. Alguns fizeram transação penal outros enfrentaram o processo e estes somente podem cumprir depois de condenados e não sei como isto ficou. Hoje no Sala de Redação o Sr. Zé Alberto Andrade sugeriu que ninguém se apresentava e etc. Lembrou uma matéria que foi feita. Irresponsabilidade dele. Para alguém dar um fato como noticia do tipo, tinha que ter a obrigação, o dever, de dizer quem então não se apresentava: do contrário não pode ter crédito e se afigura leviano. Pois conheço dois ( um deles eu informei na hora ao Cacalo )que fizeram transação penal e cumpriram rigorosamente o trato com o Ministério Público. Depois que o CAcalo deu o contraponto o repórter ficou brabinho … O que os noticiantes tem que ter em mente é que eles não são os donos da verdade e que nem sempre suas informações são corretas e ainda mais, quando contrariados não tem que ficar irritadinhos com isto, é impressionante como eles se atucanam e desmunhecam com essas coisas, não sei se isto é risível ou revoltante. O fato é que tem que dar o nome de quem não cumpriu ou não abre a boca para dizer bobagem. ATé porque se o cara transaciona com o MP e não cumpre, o Delegado tem que avisar o Juiz e esse cassa o benefício e o infrator paga caro, muito caro, a brincadeira. A noticia tal como dada no sala ofende a Policia, o Judiciário e prejudica quem cumpriu corretamente a punição, empurrando pra sociedade uma situação no mínimo dúbia. Como o juízo das pessoas em geral É CONDENATÓRIO, há que se ter extremo cuidado com isto, ética profissional principalmente, porque depois que o cara joga as penas pela janela ninguém mais junta. Quem não tem este cuidado, não é bom profissional. E mau profissional, sei, tem em todos os ramos, mas poucos fazem tanto estrago moral às pessoas quanto os que formam opinião.

    3. Fecho inteiramente com o Rafael. A noticia continua sendo a parte ruim, infelizmente, e no caso, somente meia parte ruim. O que fazer ? Denunciar, reclamar, com relação a isto – noticia e forma – e se juntar ao coro de que estes marginais tem que parar e o melhor começo para isto é bani-los de perto da torcida. Torcedor que é torcedor denuncia estes canalhas que aliás, alguns, esperaram a delegação do Grêmio no Aeroporto após o jogo contra o Flamengo.

    4. E isto de torcida agredir adversários ocorre com extrema frequencia PELOS DOIS LADOS. No inicio da gestão Carvalho o próprio Roberto Siegman saiu correndo do Beira Rio com a família certa vez, eu liguei na hora para ele para saber se estava tudo bem. Recentemente o Mário Sérgio teve que deixar o Beira Rio escoltado porque a fúria dos torcedores exigia o pescoço deles. Certa vez eu sai do escritório, centro de Porto Alegre, e fui para casa, Ipanema. Dia de semana, faz uns 4 anos, e me esqueci que tinha jogo no Beira Rio. Bem ou mal acabo sendo conhecido e infelizmente fui REconhecido quando passava por ali. Resultado: tive o carro chutado, arranhado, empurrado, sacodido, e ouvi tantos palavrões que enriqueceu consideravelmente meu vocabulário: prejuízo que o seguro não pagou porque tem cláusula que veda prejuízos por tumultos do tipo.

    CONCLUSÃO: ESTES LOUCOS JÁ FORAM LONGE DE MAIS. NÃO SÃO CIVILIZADOS ! POLICIA PARA QUEM PRECISA DE POLICIA.

  8. Nos últimos quatro anos, não houve nenhum incidente, assim como sou contra não poder assistir aos jogos no estádio adversário. Não vou ao José Pinheiro Borda desde 2003 por questão de segurança e também pra não dar meu dinheiro para eles. Porém, quem se sente seguro que vá por sua conta e risco.

    A Brigada não gosta de trabalhar nos estádios. Na despedida do Brasileirão, um guarda não deixou a minha mulher entrar no estádio com um copo de plástico e ela sempre entrou com copos de plástico: chegava bebendo um refri ou suco esbaforida do trabalho, não tinha lixo por perto e NINGUÉM RECLAMAVA.

    Desta vez, disseram que eram ordens do Grêmio. Só por causa da reclamação, o brigadiano disse pra ela se queixar pro bispo e que eles não tinham nada que estar fazendo a segurança nos estádios, pois era muita incomodação e ele podia estar na praia com a mulher dele.

    Ora… Jornalista tem plantão de fim de semana. Publicitário tem que virar noites na agência. Oficiais de justiça não tem hora pra entregar mandados (dependendo do lugar e pra quem, só abaixo de escolta). Motoristas de táxi, lotação, ônibus, garis, lixeiros, gerentes de TI, professores (se não estão na escola ou na universidade, tem que ler um monte, escrever, preparar provas, corrigi-las, etc.). Tem gente que passa o dia levando sol no lombo pra vender meia dúzia de pulseirinhas, ouvem desaforos de gente arrogante e ainda saem sorrindo.

    A Brigada Militar está decaindo cada vez mais. Não foi um desabafo isolado: percebo um aumento da prepotência e da provocação em muitos brigadianos nas revistas na entrada do estádio.

    Não admito repressão com a desculpa conservadora “é pra nossa segurança”. Nossa de quem, cara pálida?! Firmeza e seriedade podem ser feitos com respeito e com simpatia quando possível.

    []’s,
    Hélio

  9. quem começou esse esquema foi as declarações do Piffero, sempre referindo ao Gremio com ironia e nojo.
    cabe aos dirigentes dos 2 clubes sinalizarem alguma fumaça branca, antes que a violencia vire rotina.
    mas é engraçado ver a falta de vontade da imprensa de noticiar a agressão partida do lado vermelho! qdo vem a resposta aí passa a interessar!

    cbimbi

  10. Pois é, mais um episódio humano. Agora, o que faz com os dois clubes realizem as suas temporadas na mesma cidade e ao mesmo tempo? Não há outro local do Rio Grande do Sul? Da forma como as coisas andam, e não é só no futebol, não daria para esperar coisa muito diferente. Do lado de lá e do lado de cá. Vamos fazer a prevenção para o próximo ano e que cada um vá para uma localidade diferente.

    Não se trata de queda-de-braço (contra a reforma), mas de bom-senso. Alguém tenha juízo.

  11. Anderson, então foi certo queimarem os wcs químicos? É isso?
    Hoje mesmo a notícia vindo de lá é que sócios deles envolvidos e identificados, serão expulsos,; enquanto isso o Meira contemporizou e passou a mão na cabeça

  12. Bom so quero dizer que nao foi noticiado que colorados rasgaram o outdoor do gremio, somente a tarde, depois que alguns torcedores chutaram, dera, socos etc…. no bus dos morangos que a imprensa lembrou do outdoor, ja armando o circo pra cair de pau na torcida gremista, que com os acontecimentos de ontem a noite de novo e a bola da vez!
    Hoje acordei e entrei na internet louco pra ler sobre a recepcao da torcida gremista, nao achei nada, so falavam em brigas e badernas! Se nao fosse os blogs gremistas eu nao tinha visto nada!

  13. Aquele piá sem camisa … lindo de dar um relhaço naquele lombo…
    Tchê gurizada, to vendo aqui sempre um tom de: nós fizemos, “eles” também mas só falam da gente!! Pow, a história do banheiros químicos armação? Isso é passar a mão na cabeça dos baderneiros. Aliás, marginais!! Pois quem sai de casa prá ir tocar pedra no hotel deles é o que? Garanto que se a brigada baixasse a borracha iam dizer que era um abuso! Todo mundo sabe!! Tem gente que só vai em jogo ou outro evento com aglomeração somente prá brigar! São pessoas de todas as classes sociais! Tem muito “filhinho de papai” que faz merda sabendo que o velho vai dar um jeito!! Que me desculpem os defensores, mas qdo vou ao Olímpico, sempre passo na frente da geral e depois vou pro meu lugarzinho lá no meio do campo, ou na arquibancada ou cadeira central. Mas qdo o vento bate a favor, vem um cheiro da erva braba aquela insuportável!! Bueno, mas isso é papo prá outro post…
    Abraçoss

  14. Cesar, se não foi armação, foi represália.
    Represália aos frequentes quebra-quebras feitos nos banheiros.

    Agora qual a consequencia disso? Lembram do carrinho de pipoca jogado no campo em 2004? Ficamos sem jogar no olimpico o inicio da série B e o Coritba agora que fica sem casa por UM ANO INTEIRO? Se não for coibido isso o clube eos torcedores é que se prejudicam.

    A razão desse acirramento que descambou pra violência e pra intolerãncia é o sucesso deles em 2006; muita gente não sabe ainda conviver com isso, passo a dara razão pro Hélio, nesse sentido, esqueçam o SCI

    Enquanto o Meira passou a mão na cabeça, dizendo que isso é normal o Píffero declarou que os identificados serão expulsos do quadro social e serão proibidos de comprar ingresso no beira-rio.
    Aos que aonda vão ao gigente é verdade que deve ser apresentada identidade na compra do ingresso?

  15. A experiência mostra que a ocasião faz o ladrão. Mais especificamente, que o interesse em transgredir não depende do uso de drogas nem das mazelas de uma criação em meio à pobreza. Além disso, sentem-se mais “machos” em bando. Aliás, o bando é fruto de uma histeria coletiva, onde um começa e os outros vão atrás sem medir consequências, protegidos pelo anonimato da massa.

    Não tenho a referência, mas há vários trabalhos acadêmicos em Antropologia espalhados pelo mundo que possuem algumas conclusões genéricas bastante semelhantes em relação ao futebol. A saber: quanto pior a performance do time dentro de campo, mais aumentam as agressões tanto contra seus próprios atletas e dirigentes quanto contra o rival mais direto. E essa violência aumenta ainda mais quando o time do agressor acumula insucessos e seu tradicional adversário possui títulos importantes e mais recentes, além de um maior número de vitórias em confrontos diretos.

    Independentemente das falácias e do exagero da mídia porque o T.A. investe mais em publicidade e oferece eventuais confraternizações a esses profissionais, infelizmente, a vertente mais agressiva e mais propensa a sentir-se poderosa e impune está, sim, NO MOMENTO, vinculada ao Grêmio – em função do contexto apresentado.

    A Inglaterra expulsou a violência no futebol (que não acabou e tampouco diminuiu) sobretudo para a 4ª divisão em diante a partir de dois fatores consolidados a partir da temporada 1992/1993 com a criação da Barclay’s Premier League e da Coca-Cola’s Division One (segunda divisão), que foi o início da organização direta dos principais campeonatos do país a partir dos clubes e não da federação (que fica com a e-On FA Cup – Copa da Inglaterra – e com a Carling Cup ou Copa da Liga Inglesa).

    Os principais fatores foram:

    1) Incremento exponencial na verba dos direitos televisivos como principal fonte de sustento dos clubes. O que a Globo, a Band e a Record pagam é muito menos do que uns trocados nessa proporção. Pra vocês terem uma idéia, em 2008 o Manchester United recebeu “apenas” 1,2 BILHÃO DE LIBRAS (vale mais do que o euro) de antecipação para os próximos cinco anos.

    No caso, falamos de um país de 80 milhões de habitantes onde cerca de 25% assinam o PPV do futebol. Aqui, somos 196 milhões com apenas 600 mil assinantes.

    2) Significativa majoração nos valores dos ingressos, com descontos progressivos sobretudo para famílias e promoções para mulheres e crianças, que facilitaram a venda de carnês para a temporada inteira (embora alguns clubes deem valor, lá não predomina o – meu ver – mais positivo modelo de associado do clube que prevalece no Brasil, em Portugal, na Argentina e na Espanha, só pra ficarmos nos mercados mais importantes);

    Essa medida só foi possível com reformas e construções de novos estádios (conforto, segurança, organização, maior oferta de serviços). A Reebok Arena do Bolton Wanderers está sempre lotada, cabem menos de 30 mil espectadores e, desde que subiu pela última vez, o time nunca mais caiu. Digamos que se trata de uma espécie de Figueirense com estabilidade, que é daqueles adversários chatos pra todo mundo. Desta vez, eles estão mal na tabela, mas recém começou o 2º turno. O Old Trafford do Manchester United foi aumentado para + de 80 mil e o estádio do Manchester City (o City of Manchester Stadium) é, pra mim, junto com a Donbass Arena do Shakhtar Donetsk; o Estádio do Dragão do Porto; o Ninho de Pássaro em Pequim; a Allianz Arena de München e o New Wembley um dos mais lindos do mundo.

    3) Leis rígidas diretamente relacionadas ao comportamento do torcedor nos estádios de futebol: não precisa grades nem fossos quando a polícia é ostensiva porém firme e cortesa, muito bem aparelhada e muito bem treinada e quando o cara que puser a ponta do pé no gramado estiver ciente de que levará sete anos de cadeia ou um tempo muito maior do que esse sendo obrigado a se apresentar em uma delegacia sempre que seu time estiver jogando em casa, além de ter uma ficha suja amplamente divulgada por toda a Europa.

    Voltando especificamente ao caso do Grêmio: além dos resultados ruins de 2009 e da empatia ENORME com Odone, por mais que Duda tenha agido corretamente ao destituir os falsos privilégios em função da delinquência, pisou feio demais na bola em relação à não-defesa da torcida em geral junto à Brigada Militar na semifinal da Libertadores. O Olímpico é a casa do Grêmio e é preciso, SIM, saber separar o joio do trigo. É inadmíssivel o justo pagar pelo pecador. A BM agiu com truculência, estupidez, prepotência, arrogância, abuso de autoridade e abuso de poder e depois houve uma reuniãozinha de amiguinhos onde a direção do Grêmio fez média, demonstrou medo e não pos o dedo na ferida. A polícia existe para servir A TODOS SEM PRIVILÉGIOS NEM PREJUÍZOS e deve respeitar e se fazer respeitar. A Polícia não respeitou a instituição Grêmio e a instituição Grêmio não se fez respeitar.

    Não posso generalizar o comportamento da maioria que faz a avalanche, canta e dança, pica papel, recolhe donativos e os entrega a instituições de caridade e que cumpre um papel fundamental de “puxar o bonde”, pois estádio de futebol não é lugar pra ficar calado – principalmente quando o time não estiver ganhando. Contudo, os líderes da facção que organiza a violência certamente possuem uma capacidade de influência muito grande. Nesse ponto, a Geral se dividiu e também passou a torcer menos de maneira deliberada porque o presidente não os trata com privilégios não-merecidos.

    No mais, um estádio com banheiros pútridos, portões estreitos, degraus muito baixos e uma micromarquise que não protege a maioria da chuva teve seus ingressos de Sócio Torcedor (creio eu composto por jovens c/2º grau completo e incompleto, classe C, que trabalham por salário mínimo) majorados em um ponto muito próximo da linha de corte que os mantém como pagantes de mensalidades e frequentadores do estádio – agora menos assíduos.

    []’s,
    Hélio

  16. Só pra completar: os incidentes em Bento Gonçalves muito provavelmente devem ter sido realizados por gente da Grande POA. Do contrário, já teríamos visto com maior frequência atitudes irresponsáveis e violentas nas quatro pré-temporadas compartilhadas anteriores naquela cidade.

    []’s,
    Hélio

  17. MORANGOS, COLORIDOS, etc, etc, etc
    BANANAS DE PIJAMA, GAYMIO, etc, etc

    quem mais? É USUAL QUE OS RECADOS DO TORCEDOR EM TODAS INTERATIVAS EM RÁDIO, usem esses termos.
    Onde está a responsabilidade da MÍDIA, que ao usar e ler mensagens assim, pode estar acirrando ainda mais os ânimos?

  18. Sou contra a violência, mas creditar todos os problemas de torcida na conta da torcida do Grêmio é hipocrisia.
    Esse papo de que a direção dos amargos vai punir os baderneiros é conversa para boi dormir, eles os amargos, são especialistas em marketing, só falam e não fazem nada.
    Nos gre-nais lá na bera do lago o tratamento concedido ao torcedor gremista é de pura violência, a BM, os diretores dos amargos e até a direção do Grêmio sabem das barbaridades que acontecem antes dos trocedores entrarem naquela imundice, digo imundice, sim aquilo até os suínos ficariam constrangidos de passar pelo tal “brete”.
    Estou colocando isto para que se perceba que a torcida do Grêmio pode até não ser santa, mas assumimos e somos punidos, diferente do tratamento que a justiça, imprensa e os diretores dos amargos empregam na mesma situação com a torcida deles.
    Chegou ao ponto do vice presidente de futebol deles, argumentar que o outdoor do Grêmio que foi depredado era “apenas” um outdoor, e em nenhum momento veio um reporter que preste argumentar contra este senhor.
    A violência existe, mas a torcida do Grêmio não é a única culpada, sou contra a violência mas defendo o Grêmio sempre, claro que quando estamos errados concordo com a punição, mas queremos tratamento igual.

  19. Ia escrever exatamente o que o Edson colocou: acontece violencia na nossa torcida dá pagina inteira. Os 2 assaltos que alguns torcedores deles fizeram em MiniMercados de Santa Catarina, em excursão contra o Avaí-Figueira, brigas de bar com torcida do Atle-PR, ou a pedra arremessada contra o onibus da torcidada do Juventude que feriu o motorista, aí ou descobrimos via terramail, ou globonews.

    cbimbi

  20. Baderneiro não tem cor clubística, não tem classe social, não tem nível de instrução.
    BADERNEIRO TEM EM TUDO QUE É LUGAR.
    E o tratamento deve ser único: Brigada Militar autuando e a Justiça julgando.
    Chega de passar mão por cima.
    Posso estar estressado, contando os dias para entrar em merecidas férias, mas é cansativo ler e ouvir que “os vermelhos fazem isso, os vermelhos fazem aquilo, a impresa só fala mal do Grêmio, a imprensa só elogia eles”.
    VAMOS ESQUECER O QUE OS VERMELHOS FAZEM E NOS PREOCUPAR CONOSCO.
    Se a torcida deles tem baderneiros, E TEM, e a sua direção não faz nada, AZAR É DELES. Se a imprensa não divulga isso, AZAR É DELES que terão que conviver com esse tipo de gente.
    MAS NÓS TEMOS QUE FAZER A NOSSA PARTE.
    Chega de convivermos um essa MINORIA MARGINAL QUE SE INFILTRA NA TORCIDA PARA TER IMPUNIDADE.

  21. MARCOS.

    1. No episódio dos banheiros quimicos nós do juridico do clube sofremos como ninguém. O dia que tomamos 8 jogos talvez tenha sido o pior da minha vida como advogado do clube. Enfrentamos todos, do juridico, uma mídia sedenta por ´sangue` e uma reportagem canalha do tal benfiquinha – com ´b`mesmo – que entrevistou um fantasma que ´ensinava` como praticar uma defesa para reduzir a pena para 4 jogos. Isto valeu uma nota nossa veja em http://www.gremio.net/news/view.aspx?id=631 que conta bem os fatos. A reportagem, sacana, que não revelava o entrevistado, dava conta que ele seria um advogado que entendia tudo do ramo e que tinha transito livre no centro do pais e na CBF. Depois, mais adiante, foi revelado que ele seria um dos auditores que prticipou do julgamento, o que seria uma falta de ética das mais barbaras, imagina um juiz que vai te julgar dar uma entrevista dizendo como fazer para se defender: um absurdo. Sem contar que advogado que se preza jamais se mete no processo do outro. Como o repórter é quem é nada de se duvidar inclusive quanto a existência do entrevistado duvidosa diante tanta infração ética. Veja que cafagestada. Não foi a primeira vez que este reporter agiu desta forma. O Professor Ruy Carlos Ostermann disse em alto e bom tom num sala de redação, tenho gravado porque saiu no site Ducker que gravou da internet a declaração, que aquela reportagem do caso OVELHINAS era uma PATIFARIA ! Este o jornalista ! Resultado do limão ? Uma linmonada, reduzimos a pena para TRÊS JOGOS, uma chinelada no repórter a quem disse pessoalmente nas cabines do clube que passaria o resto da vida dele tentando ver o Caco Barcelos de binóculos. Mas o mais surpreendente de tudo foi que mais tarde falando com um amigo, advogado do Botafogo e que era Assessor do Relator, este revelou que a defesa o tinha convencido e que o voto estava pronto para DOIS JOGOS, mas como os jornais daqui se davam por satisfeito com 4, ele aplicou 3. É mole ?

    2. Bem, mas pra tua recordação. Naquele episódio o Odone estava de licença, iria concorrer a uma vaga politica. O Tulio casualmente saiu naquela semana, doente. Fiquei eu respondendo pela Presidência e assinei a UNICA SUSPENSÃO DO CASO. Um sócio foi identificado e eu por ´decreto` suspendi ele até o findar do processo que encaminei para a comissão de ética julgar. Acho que até hoje, smj, foi a unica suspensão de casos do tipo. Depois todos foram para a justiça e sinceramente não sei os desfechos.

    3. Sobre os banheiros, especificamente, foram colocados em meio à torcida do Grêmio num lugar para 3 mil em que cabiam 1.500, algo mais ou menos assim. Experimenta fazer isto na torcida do Corinthians ou do Palmeiras num clássico para ver o que acntece. Ou em Vasco x Fla. Perguntei isto numa participação que tive no 3o tempo da guaíba ao Reche. Todos da mesa riram e não responderam. Então …..

  22. ERREI NO ULTIMO PARÁGRAFO. O LUGAR RESERVADO AOS GREMISTAS CABIAM 1.500 E COLOCARAM 3 MIL ! NÃO HAVIA SEGURANÇA QUE SEPARASSE AS TORCIDAS NA GRADE E MUITO MENOS A BRIGADA MILITAR ESTAVA ALI POSTADA, FAZENDO SEGURANÇA COMO ERA PARA ESTAR. ESMAGADA, A TORCIDA DO GRÊMIO QUERIA INVADIR O LADO COLORADO QUE, NAQUELE CANTO, ESTAVA COM UM CLARÃO IMENSO. ALI COMEÇOU O TUMULTO, TENTATIVA DE INVASÃO DAQUELE ESPAÇO VAZIO …
    A BM CHEGOU NO LOCAL, O CHOQUE, QUASE 20 MINUTOS DEPOIS DO INICIO DOS TUMULTOS. TRÊS BANHEIROS JÁ HAVIAM SIDO QUEIMADOS QUANDO A BM CHEGOU E O QUARTO JÁ ESTAVA NO FOSSO. O PORTÃO FRÁGIL QUE SEPARAVA UMA TORCIDA DA OUTRA NÃO RESISTIRIA A UM EMPURRÃO. A FITA DE VÍDEO MOSTRA UM UNICO BRIGADIANO NO LADO DA TORCIDA DO SCI JOGANDO UMA PEDRA CONTRA OS TORCEDORES DO GRÊMIO ANTES DOS BANHEIROS SEREM QUEIMADOS NO INICIO DOS TUMULTOS, E UM MOSTRA UM SEGURANÇA DO INTER ABRINDO O PORTÃO QUE SEPARAVA OS TORCEDORES, EMBORA NEM PRECISASSE TAL A FRAGILIDADE DELE. NO PROCESSO TESTEMUNHOU UM ILUSTRE PROMOTOR PUBLICO, MARCELO RIBEIRO, ANOS E ANOS ÍCONE DO TRIBUNAL DO JURI, QUE CONTOU EM DETALHES O QUE CONTO ACIMA. ELE NUNCA MAIS PÔS OS PÉS NUM ESTÁDIO DE FUTEBOL. MAS O QUE FICA É A IMAGEM DOS BANHEIROS QUEIMADOS. QUER SABER ? A PENA DE TRÊS JOGOS FOI EXCESSIVA DIANTE DO QUADRO E O SCI NADA TER SOFRIDO FOI UM INSULTO À JUSTIÇA !
    NADA JUSTIFICA A QUEIMA DOS BANHEIROS, MAS MUITA COISA É POSSÍVEL DE ENTENDER A PARTIR DO INICIO DE TUDO

  23. De qualquer forma, SENHORES, atenção:

    Nunca dormi tão bem. Acabram-se as nossas divergências e desavenças, internas e externas. Ou, se não acabaram, ZERAMOS TUDO.

    ONTEM O ARRUDA PERDOOU A TODOS !

  24. Bernardon:
    sei que tú já cansou desse papo de imprensa vermelha etcetera. eu tbém; não sou anti-colorado nem nada, só me irrita como os caras pagos prá noticiar e informar, acabam querendo ser mais importantes que a noticia, e tomam partido da situação, negociam, e largam a noticia completamente distorcida.
    acho que tá na hora desse pessoal dar uma olhada no jornal Olé, p. ex. onde o cara que cobre ou comenta o River todos sabem que é simpatizante do clube ( não deixa de criticar porisso, qdo acha necessario ) e o Boca, tem outra parte igual.
    Afora isso, acho que Gremio e Inter poderiam e deveriam ter uma agenda minima de cooperação e integração. Varios exemplos existem onde os 2 podem ganhar: as lojas conjuntas é o exemplo mais simples e os patrocinios podem ser melhor conduzidos pelos 2 clubes.
    só é dificil aguentar os diretores deles se referindo ao Gremio pejorativamente
    boas férias!

    cbimbi

  25. Estimado Josias, eu sabia o nome do reporter do caso das ovelhinhas e me esqueci. Poderia me dar o nome do camarada????

  26. Quanto ao episódio finalmente concordei com uma frase do Meira. O cara não foi nem um pouco demagogo, falou a verdade. É feio? É. Mas a marginália está agregada em qualquer grande torcida.
    No jogo dos banheiros estive lá, como sempre, e foi aquela coisa, provocaram com os banheiros (os tais banheiros estavam obstruindo a passagem pra arquibancada) sabendo que ia acontecer algo, mas não imaginavam que seria daquela proporção.
    Aliás, o que justifica colocar banheiros químicos alternativos em um “estádio da copa”? Má-fé escancarada.
    Fugindo do tópico, mas aproveitando o ensejo, experimentem dar uma “barreada” no setor da torcida adversária do aterro…não existe vaso, somente um buraco no chão. Coisa de estádio FIFA da copa. O único do mundo com boné!

  27. Vou me reservar a não escrever nada, e apenas, deixar um vídeo. Aliás, vou escrever sim…essa Torcida é Fantástica!! Nós Gremistas somos incríveis e sabemos fazer uma recepção ao Nosso Glorioso Tricolor como nenhuma outra torcida ousa fazer ou sequer tenha capacidade.

    Parabéns a Todos Nós Gremistas e temos que enaltecer a Festa Fantática que foi realizada. Que os mal intencionados da imprensa se calem diante de nosso barulho. Segue o link do vídeo.

    Vamos Grêmio, e é desde agora. Rumo a conquista da Copa do Brasil.

    Dá-le!
    Cláudio Medeiros

  28. Gracias Hélio!!!
    Isto mesmo, eu não lembrava o nome deste jaguara!!!!
    Lá pros amargos eles colocam ovo todos os dias, mas o que é deles está guardado…

  29. A todos…
    Não importa o lado, só digo que a Brigada tem que desmanchar a pau, cagar a pau esse bando de vagabundo.

  30. acho q foi o benfica.

    pois é, Claudio: mais um caso onde mudaram o foco da recepção tricolor para a violencia.
    cbimbi

  31. RECOMENDO A TODOS O VIDEO NO POST DO CLAUDIO MEDEIROS SOBRE A RECEPÇÃO EM BENTO. COMO PODE O CLUBE DEIXAR DE TIRAR PROVEITO ECONOMICO DE TODA ESSA ENERGIA E MOBILIZAÇÃO!?

    cbimbi

  32. EDISON E HÉLIO;

    ERRADO. O REPÓRTER DO CASO OVELHINHAS FOI O BENFIQUINHA, LHB, LUIS HENRIQUE BENFICA QUE ESTES DIAS ENCONTROU UM ILUSTRE E FAMOSO TORCEDOR DO GRÊMIO NO PÁTIO E O COMPANHEIRO APRESENTOU: ESTE É O FULANO, E O TORCEDOR EM QUESTÃO OLHOU PRÁ ELE E DISSE: É BEM OU MAL FICA ? QUEM GRAVOU A CONVERSA FOI O BENFIQUINHA E JUNTO COM ELE ESTAVA O TAL DE DIOGO OLIVIER QUE ERA UMA ESPÉCIE DE SECRETARIO DELE !

  33. 1. Sobre o não aproveitamento da torcida e sua energia, já disse: comprei a corda e o banquinho ! Nosso MKT é trágico ! Não tenho mais o que dizer.

    1.1. Há um ano, na matrícula do meu filho João no Leonardo Da Vinci na hora de pagar o atendente me disse: Seu Josias ao senhor não vai aproveitar o desconto ? Que desconto perguntei ? Ora, o colégio tem convênio com o Grêmio dá ´x %` de desconto. Perplexo eu respondi, não sabia.

    1.2. Hoje encontro um diretor do colégio que me revela imensa dificuldade com isto no Grêmio que não divulga. SEgundo ele o contrário acontece no SCI. Mais, o Unificado, do mesmo Grupo, está fazendo um convênio muito amplo e bem interessante com a Universidade de Caxias do Sul, e ele hoje apresentou na TV. Mas no Grêmio, ele não consegue. Mas o pior, me comentou que para falar com o cara do MKT do clube tem que ligar para CRICIUMA ! ?????????????????????????????????????????????????????????????????

    Enfim !

  34. Mas não deveria, é óbvio.
    O clube contratou um marketeiro profissional de nome consagrado no mercado faz pouco tempo. Não dá prá entender…
    Aquela região de Bento é de alto poder aquisitivo e 70% da pop é gremista. Sem falar em cidades dos arredores, Veranopolis, N. Prata.
    Imagina um evento ( prá aumento de sócios ou venda de Gremiomania, ou sorteios, enfim, quem é do ramo que se apresente )envolvendo jogadores, autografos…
    Nossa divida ia virar lucro em algum tempo.

    cbimbi

  35. Em minha participação inicial no blog saúdo aos demais gremistas e coloco a seguinte opinião:
    “a torcida do Grêmio é maravilhosa e não devemos nos enganar com a mídia tendenciosa e parcial, bem como com seus comentários claramente passionais e mal intencionados”.
    É óbvio que repudio as atitudes dos gremistas que fizeram tais atos, pois vivemos em uma sociedade dita civilizada.Mas não esqueçamos da postura suja e parcial desta mídia podre e anti gremista.E também não nos esqueçamos da destruição do manifesto de boas vindas ao nosso clube na entrada de Bento.

    Abraço e grato pelo espaço.

  36. Cronologia da baderna clicrbs
    l 17h, quarta-feira
    Um grupo de gremistas aguarda o time junto ao pórtico mesmo horas antes da partida do ônibus de Porto Alegre entre cervejas e cantorias. A
    caminho da Associação Geremia, o ônibus com os jogadores do Inter
    passa pelo local e é hostilizado a pontapés. Um micro-ônibus auxiliar,
    que vinha atrás, é atingido por pedras e garrafas. Seguranças do
    Inter descem dos veículos para conter o tumulto.
    l 21h45min, quarta-feira
    Em frente ao Dall’Onder Vitória, cerca de 2 mil torcedores do
    Grêmio recebem o ônibus do time. Dois torcedores são presos próximo
    ao local por depredar uma viatura da Brigada Militar.
    l 14h, quinta-feira
    De uma reunião com representantes da dupla Gre-Nal, da BM e da rede all’Onder, saíram muitas declarações contemporizando os episódios e a garantindo reforço no policiamento. Como uma das medidas, os times passam a ser escoltados por policiais nos treinos(direita) e dois deles se revezam na vigília aos hotéis.
    l 23h, quarta-feira
    Cerca de 200 torcedores que haviam recepcionado o time no hotel do Grêmio
    partem para o Dall’Onder Grande Hotel, local onde está hospedado o Inter, distante cerca de 800 metros (acima). Uma faixa é arrancada e um boneco de Papai Noel vandalizado (à direita). Mobilizada para conter a multidão
    no hotel do Grêmio, a BM se desloca para o
    l 21h, terça-feira
    Após aguardarem ao longo da tarde junto ao pórtico da cidade, torcedores do Inter recebem com festa o ônibus do time. A chegada se dá sem incidentes, mas um outdoor de boas-vindas ao Grêmio, localizado ao lado de um igual para o Inter, amanhece rasgado (foto,
    l 0h15min, quinta-feira
    Três colorados ateiam fogo ao outdoor do Grêmio junto ao pórtico. São
    identificados e detidos. Ao longo da madrugada, o outdoor do Inter
    também é depredado. Ao amanhecer, apenas uma publicidade do
    Esportivo resiste intacta à margem da rodovia (abaixo). As peças de
    Grêmio e Inter não são repostas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.