Carta Para Felipão

Amigo Felipão, link

Tomo a liberdade de te chamar pelo apelido que te consagrou e de amigo, pois te conheço desde a minha infância e acredito que tu não te importas com esta intimidade.

Queria te dizer que fiquei muito emocionado com o teu retorno ao Grêmio. Foi contigo que aprendi a amar de verdade o azul, o preto e o branco.

Claro que antes de ti o Tricolor já existia, já tínhamos inúmeros e maravilhosos ídolos e grandes títulos. Contudo, esta missiva é para falar da nossa relação: tu, o Grêmio e eu.

Te conheci de verdade quando da tua segunda passagem por aqui. Por tua causa, eu havia chorado a perda de um título: a Copa do Brasil de 1991, quando tu foste o treinador ultra pragmático que sempre foi, fez o Criciúma colocar o regulamento embaixo do braço e nos tirar aquela taça.

Quando tu chegaste, em 1993, a torcida Tricolor não gostou. Acabávamos de nos sagrar campeões gaúchos com o Cassiá na casamata e ainda estávamos encantados com um fenômeno chamado Dener.

Este 1º ano foi difícil, todavia mal sabíamos o que nos esperava. De 1994 até 1996, passando pelo ano mágico de 1995, foram glórias, alegrias e algumas tristezas (que nos deixaram lições e que viraram novas alegrias mais adiante).

Eu estava no fim da minha infância e no início da adolescência. Normalmente, este período tende a ser de descobertas e, no meu caso, foi um período de grande felicidade. E um dos responsáveis por boa parte das ótimas lembranças que tenho destes tempos és tu.

Contigo aprendi a não desistir nunca, a assimilar a derrota mas sem aceitá-la. A brigar pela vitória até o fim. Aprendi a comemorar cada carrinho como se fosse um gol, a não me resignar diante do insucesso, a acreditar até o último minuto, naquela falta lateral em que colocavas até o presidente Koff na área na busca do gol salvador.

Todos os teus 7 títulos são importantes. Entretanto, o que tem mais significado pra mim foi o último, o Brasileiro de 1996. Comemorei esta taça como se não houvesse amanhã, como se fosse a última coisa que estava fazendo na vida. Ah, que domingo maravilhoso foi aquele…

Depois que saíste do Grêmio, segui te acompanhando, pois costumo ser grato as pessoas que me fizeram bem. Só não torci por ti quando estiveste frente ao Palmeiras e ao Cruzeiro. Não torci pelo teu insucesso, também é verdade, mas confesso que fiquei de “nariz torcido”.

Já homem feito, voltei a torcer pela seleção brasileira por tua causa (2002). Torci como nunca por Portugal (Euro 2004 e Copa do Mundo 2006). O teu sucesso sempre foi uma alegria pra mim.

Tu me fizeste acompanhar o campeonato inglês quando treinavas o Chelsea. E fiquei chateado que tua passagem lá não deu os frutos que gostaríamos e que tu merecia.

Bem vindo de volta ao lar, Felipão!
Bem vindo de volta ao lar, Felipão!

Quando tu retornaste para a seleção em 2013, foram incontáveis as discussões que tive com diversas pessoas te defendendo quando te acusavam de ultrapassado.

E doeu muito os 7×1. Não por causa da seleção, mas por tua causa. Tenho certeza que este resultado te doeu muito e que estás sedento de dar a volta por cima. Assim como o Grêmio também precisa voltar aos tempos de glória.

Então, confesso: quando anunciaram o teu retorno ao Tricolor eu chorei. De emoção. De alegria. Foi como se um irmão mais velho, que estava afastado de casa por 18 anos, retornasse para os braços da família.

Pobres de espírito dirão que estamos tomados por um “pensamento mágico”. Nada disso! Sei que hoje tu és um Felipão diferente. Que o Grêmio é diferente. Eu sou diferente daquela época. E que não podemos esperar que tudo volte a ser como antes. Sei que isto é impossível.

Neste primeiro momento, não é o resultado o que mais vai importar. Quero mesmo é que a parceria Grêmio + Torcida + Felipão nos traga de volta o sentimento de indignação diante do revés, que nos traga de volta a fome de vitórias.

O resto? Bem, sei da tua capacidade e da tua competência. Conta comigo, quero dar a volta por cima contigo.

Seja bem vindo de volta, Gringo.

Abraço de gol!

Rafael Pinto
@rafatpinto

Participe da discussão

24 comentários

  1. Penso da mesma forma, primeiro é resgatar aquele Grêmio irresignado perante um resultado adverso, depois tudo voltará ao normal, aos títulos. Espero que o Felipão seja aquele Felipão, tornará tudo mais fácil.

  2. O Felipão precisará de apoio diretivo. Quando Tite perdeu um dirigente forte, ele teve dificuldades no Grêmio e foi todo o caos.

    Ninguém pode discutir a importância do Felipão e sua competência.

    No entanto, é necessário um dirigente forte.

    Hoje, temos um Chitolina que nem participou das negociações. E temos um executivo que exerce a função de um dirigente remunerado.

    Os dois nesse 1,7 meses de trabalho demonstraram incompetência na montagem do grupo e no comando diretivo. Contrataram jogadores de boa qualidade, mas também contrataram jogadores de nível técnico duvidoso. Tiveram mais erros do que acerto e o resultado foi um futebol desastroso em todas as competições.

    Felipão sempre será bem-vindo.

    Se eu sou o dirigente do futebol, Nestor e os demais membros do CA iriam levar nos dedos se tivessem se intrometido no futebol como fizeram. Se são homens, que assumam o futebol do Grêmio.

    Esses caras não conhecem a base.

    Espero que o Felipão possa aproveitar a base.

    Achei estranho que ele não comandará o Grêmio contra o Vitória.

    Mas deve fazer parte de alguma estratégia, a princípio da direção.

  3. Ah, meu.

    Tô emocionado aqui.

    Que texto foda. Tomar no cu.

    Futebol é isso aí, emoção do cacete!

    Força Grêmio. Agora é apoiar ainda mais!

    VAMO!

  4. Os torcedores da seleção que me desculpem, mas esse 7×1 veio em uma hora divina.
    Como diria o Fane, agora temos Goku e Vegeta formando a fusão mais poderosa do universo. Resta saber se conseguiremos derrotar Majin Boo.

  5. O Brasil teve alguns treinadores, meio mágicos, que chegam nos clubes e conseguem montar um time e ser campeão, até mesmo sem grandes contratações. O principal foi Enio Andrade, seguindo por Tele Santana e agora o Muricy Ramalho. Contratar estes treinadores era garantia de títulos. Felipão conquistou grandes títulos por onde passou, mas ultimamente perdeu mais do que ganhou. Isto não significa que não possa retomar estas conquistas, mas o futebol ficou muito nivelado. Sou do tempo em que o Grêmio ia jogar em Bagé e os jogadores saiam do seu trabalho e iam para o estádio jogar. Tomavam oito ao natural. Hoje todos são profissionais rodados e qualquer time da terceira divisão complica no jogo. Felipão vai ter o apoio da torcida que é louca por ele, vai fazer o time correr mais, mas terá que ser também meio mágico, pois tá todo mundo querendo a mesma coisa. Ganhar e ganhar. Vai lá Felipão, arrebenta com eles, como nos tempos do Dinho, do Arce, do Jardel. Se não der, paciência. Ganhar ou perder faz parte do espetáculo. Eu já aplaudi derrotas do Grêmio em pleno Olímpico e não acho que perder seja um desastre. Desastre é tomar quatro num Gre-nal ou sete da Alemanha.

  6. Felipão simplificou no 1º treino, Breno na lateral e Dudu de volta ao time.
    Não sei se foi ele ou o André Jardine, mas colocando cada jogador na sua posição já é um bom começo!

  7. O GRINGO QUER DAR A ” VOLTA POR CIMA ” OK . E MOSTRAR QUE AINDA TEM gasolina pra QUEIMAR ! ( VI AGORA TODA A APRESENTACAO / TV GREMIO ) . ” GREMISTAS TE ASSOCIA jaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa ” VAMOS REERGUER O GREMIO E VOLTAR – MOS A GANHAR OS GRANDES TITULOS ok ! AJUDEM O TEU = GREMIOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO .

  8. Antes da parada para a copa, Dudu era a melhor coisa que tinha no Grêmio. Foi inexplicavelmente sacado do time e agora o treinador interino está devolvendo a ele a titularidade. Não tenho muita convicção de quem deve sair para ele entrar, mas acho que deve ser o Barcos ou o Ruiz. Como vai funcionar? Bem, eles ganham milhões para resolver e eu não ganho nada para cornetear, se der errado. Quanto a lateral esquerda, acho que está certo colocar alguém da posição, mas se o Marquinhos foi escolhido o melhor lateral de Santa Catarina e a revelação do ano,acho que tem condições de jogar no Grêmio e pode ser melhor que o Breno. Se nenhum dos dois resolver, aí a coisa complica, e é melhor começar a procurar outro lateral, ou deslocar um volante ou meia, porque o Saimon não tem condições.

  9. Cara… Disse tudo!!! O gringo nos trás de volta o sentimento de indignação!!! De não se resignar diante da derrota, de dar carrinho até no gandula!!! Podemos até não conquistar um título esse ano, mas certamente o orgulho de saber que lá tem um cara que vai peitar quem tiver que peitar pelo nosso time, um cara que nos representa!!! futebol é foda por isso!! Até um ano atrás as colorydas queriam porque queriam o Felipao e blablabla, hoje estão se cagando todos porque agora a porra ficou séria!!! Todo site que olho sobre o Grêmio ou Felipao tem um monte de gazela avacalhando e tal!!! Vamos ser realistas, acabou o Dalebiba dando xilique em Grenal e ninguém fazer nada!! Sem falar que o gringo tem sangue azul, e isso não tem preço!!!

    Grande abraço e bem-vindo novamente Gringo!!

    Tu nos representa!!!

  10. O Grêmio tem que abrir o olho no Grenal. Hoje, o Ceará foi garfeado. Era para ter dado mais um penalti de concurso, além de ter expulsado no mínimo dois deles.

    Eles reclamaram muito da arbitragem.

    O argentino deles tentou apitar o jogo. Está sempre em volta do árbitro. E hoje vários foram reclamar e a maioria das vezes sem razão.

  11. O que o time deles reclama da arbitragem e brincadeira, as reclamacoes sao escandalosas. So falta os jogadores deles expulsarem o juiz. Ate o tal de wiink que saiu ontem das fraudas reclama feito gente grande. Mas isso e coisa que a diirecao deles manda reclamar e peitar juizes.

    tanto que o juiz do jogo se cagou e nao de um penalti escandaloso.

    direcao do gremio que fique com as barbas de molho, pq nossos jogadores sao bundoes. Tomara que o Felipao mude a indole desses cagoes.

  12. pois é, mas no Grêmio NINGUÉM fala com o juiz, NINGUÉM cobra!
    Dalessandro apita todos os jogos e manda nos gre-nais, jogadores do Grêmio têm medo de peitá-lo.

    Isso vem de cima, da direção, do treinador. Falta orientação para os jogadores e eles seguem os exemplos do bons moços da nossa diretoria.

  13. Eu não entendi uma coisa. O Presidente do Grêmio está dizendo que dentro 20 ou 30 dias assume a gestão plena da Arena. Outros dizem que o negócio da compra está definido, faltando apenas detalhes. Muito bem, vamos admitir que isto seja verdade. Mas porque o Grêmio exigiu que a OAS desonerasse a Arena, se ela era a garantia do empréstimo? Para o Grêmio “comprar” a Arena, tem que pagar a parte da OAS e assumir o financiamento junto ao BNDEs e dar novamente a Arena como garantia.Obviamente que agora a OAS vai exigir que desonere as novas garantias dada por ela para garantir a continuidade do financiamento. A parcela do financiamento é R$ 7.000.000,00 mensais. Quem vai pagar esta conta?

  14. A questão de ser dono ou não do Estádio é uma discussão insignificante.

    A questão é contratual. No Grêmio, a OAS quis ficar com a gestão e administrar o Estádio para recuperar o investimento feito.

    O financiamento tomado pela OAS terá que ser pago pela OAS ou sua superficiária.

    É possível indenizar a OAS e ficar com a propriedade plena? Sim, é possível.

    Eu não sei em nome de quem está o financiamento se é da OAS ou da Superficiária.

    O Grêmio poderia através da G.E. comprar a superficiária e assumir suas obrigações.

    Agora, tem a indenização a ser dada para a OAS. Parte dos valores podem sair das vendas das unidades. O Grêmio tem direito a 3%.

    O Grêmio tem que pagar 55% do que vale a Arena, abatendo-se o valor da área da Azenha e as comissões. O financiamento será pago pelo Grêmio.

  15. Jardine está simplificando, devolveu o Breno pra esquerda e tirou o Ramiro, que vinha jogando muito mal. Edinho volta pro meio e Dudu para o ataque.
    Fernandinho deve ter sentido o físico após a estreia, o que é normal, deve entrar ao longo do jogo.
    A esperança é o aproveitamento maior agora de Biteco e Everton, segundo o discurso do Felipão de usar a base.

  16. Parabéns pelo texto, tb briguei com todo mundo por defender o felipão na copa…..quando meus colegas gremistas diziam que estavam torcendo contra a seleção, eu falava “não entendo como alguém pode torcer contra um treinador que encheu o C* de vcs de título na década de 90″….

  17. Assistindo uns vídeos no youtube, me foi sugerido pelo site, os melhores momentos de Palmeiras 0x1 Grêmio do BR2008, aquele time do Roth. Me chamou a atenção, a quantidade de impedimentos, marcados e em pelo menos 2 ou 3 deles, a marcação foi graças a linha de impedimento. Pra mim isso demonstra que, apesar do treinador, o time era treinado, coisa rara nos últimos anos no Grêmio e que foi bem sucedido naquele jogo.
    Esse vídeo me despertou o interesse para saber quem eram os jogadores daquele elenco e cheguei até aqui “http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_futebolistas_do_Gr%C3%AAmio_Foot-Ball_Porto_Alegrense#Elenco_7”

    Nossa, QUEEEEE GRUUUPO!!

    Goleiros
    Alessandro
    Caio Venâncio
    Marcelo Grohe
    Matheus Cavichioli
    Victor

    Laterais Direitos
    Felipe Mattioni
    Paulo Sérgio
    Esquerdos
    Ânderson Pico
    Bruno Teles
    Hélder
    Hidalgo

    Zagueiros
    Héverton
    Jean
    Leo
    Matheus
    Pereira
    Réver
    Teco
    Thiego
    Wágner

    Volantes
    Adílson
    Amaral
    Eduardo Costa
    Itaqui
    Júnior
    Makelele
    Nunes
    Rafael Carioca
    Rudnei
    Tiago Dutra
    Willian Magrão

    Meio-campistas
    Douglas Costa
    Danilo Rios Pereira
    Julio dos Santos
    Maylson
    Órteman
    Peter
    Roger
    Souza
    Tcheco

    Atacantes
    André Luís
    Jonas
    Marcel
    Morales
    Perea
    Reinaldo
    Roberson
    Rodrigo Mendes
    Soares
    Tadeu
    Zé Eduardo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.