Bom demais pra ser verdade

Foram 85 minutos de um BAITA grenal. Jogo jogado, disputado, corrido, intenso e com duas boas atuações dos times. Mas aí, parece que se deram conta que grenal é o maior clássico do mundo e resolveram mostrar para os 2 milhões de espectadores do facebook watch o que é a Libertadores e o que é um GREnal.

Estava bom demais para ser verdade, um jogo em que as duas equipes jogavam pra frente, ora o Grêmio dominando as ações como no início do jogo, ora com o Inter sendo mais incisivo como boa parte do segundo tempo. O Inter foi na Arena e nao ficou se defendendo e talvez isso tenha incomodado o Grêmio que tentou reagir, mas não fez uma partida de excelência. Só para ficar num exemplo, Everton, esteve muito abaixo do que gostaríamos.

Vale destacar a grandiosa atuação do Lucas Silva e os ótimos momentos de Jean Pierre, Matheus e Pepê, antes de toda a confusão.

Depois das expulsões, virou Futebol7. Nesses últimos 10 minutos o Grêmio dominou e criou a melhor chance, chute no travessão em uma assistência do Victor Ferraz para a conclusão Lucas Silva. Mas não foi suficiente para sairmos do 0x0.

Fiquei deveras contente com o jogo em si. Não tanto com a atuação do Grêmio e muito menos ainda com as cenas lamentáveis já quase no final da partida. É preciso distinguir raça e vontade de pancadaria sem cabimento. No saldo disso tudo teremos 3 desfalques na próxima partida da Libertadores. Apesar de serem reservas, Luciano e Pepê entraram bem no jogo ontem. Ainda estou um pouco decepcionado com o outro expulso, Caio Henrique, mas isso fica para outro texto.

É isso, saudamos o empate e o grande jogo. Ficará na história este GREnal e que venham outros.


Gabriel Pinto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.