Bolada no saco

O lance mais legal do jogo foi o mais inusitado. O bandeirinha do lado da social levou uma bolada do zagueiro do Atlético bem aonde mais dói. Pediu uma pausa, price se agachou, alongou e seguiu o baile. Hilariante.

De resto não tem o que relatar, jogo xoxo, sem graça e com pouco mais de 7 mil corajosos gremistas que foram apoiar(?) o triocolor em mais um vexame no Estádio Olímpico. Celso Roth, provando que está cada vez mais gênio na auto-sabotação, conseguiu a proeza de não fazer a terceira substituição, deixando Leandro e Miralles no banco, mesmo não conseguindo atacar o adversário em boa parte do jogo. Adílson entrou pra ganhar o terceiro cartão amarelo e assim entrar de férias já agora, Rafa Marques se machucou (será que finalmente ele não volta mais ao time?) e Mário Fernandes, ahh Mário Fernandes, esse guri é de outro mundo. Ele vem jogando bem na lateral, ainda no primeiro tempo fez o que sabe na zaga e no segundo tempo foi escalado na VOLÂNCIA e participou efetivamente da jogada do gol da virada. Acho que se botar ele de centro-avante no GREnal vai ser melhor que o André Lima, que insistem em cair e brigar com a bola.

Vem aí a última rodada, o GREnal que vai decidir apenas uma coisa pra gente. Se o Grêmio quiser o time do aterro demolido nos enfrentando na CB e na Suda, vitória pra cima deles. Se quisermos ter caminho livre e teoricamente mais fácil, uma derrota. Não vou ficar em cima do muro e já digo aqui que sou a favor de colocar reservas e juniores pra jogar esse GREnal, simplesmente porque pra gente não vale nada e a pressão vai pra cima deles. A realidade de hoje é que se se entrarmos com os jogadores titulares e tomarmos uma TUNDA, já viram né?

Estou querendo evitar uma bolada no saco da torcida tricolor, porque dói, e muito. Sigamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.